Criador do WikiLeaks vende biografia por mais de um milhão de dólares


O fundador e editor do site WikiLeaks, Julian Assange, afirmou que espera arrecadar US$ 1,2 milhão ao vender os direitos de sua biografia, que ainda irá escrever e vender para diferentes editorias em todos os continentes. Para comercializar o livro, o australiano confirma que já recebeu propostas de editores ingleses e estadunidenses.

Assange diz que não desejava e não pretendia escrever uma autobiografia, mas que essa foi a fórmula encontrada para conseguir dinheiro para “salvar o WikiLeaks”. O editor do site, que divulga documentos secretos de governos, alega que só com advogados gasta cerca de 250 mil dólares.

Assange estudou matemática e fisica, foi programador e hacker, antes de se tornar porta-voz e editor-chefe do WikiLeaks. Fundou o WikiLeaks em 2006 e atua em seu conselho consultivo.

O problema financeiro do WikiLeaks e de seu fundador começou quando o governo dos Estados Unidos passou a acusar Julian Assange por crimes de terrorismo. Com a discórdia da Casa Branca, a Amazon, que hospedava o WikiLeaks, tirou o site do ar, além de Visa e Mastercard, que vetaram doações ao site por meio de suas contas.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

Trackbacks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: