Íntegra do Acordo entre o Brasil e o Vaticano

Abaixo a íntegra do Acordo Bi-lateral celebrado entre o Brasil e o Vaticano, na semana passada, e que a imprensa brasileira não deu a devida divulgação:
Ato assinado por ocasião da Audiência Privada do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva com Sua Santidade o Papa Bento XVI – Vaticano, 13 de novembro de 2008

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A SANTA SÉ RELATIVO AO ESTATUTO JURÍDICO DA IGREJA CATÓLICA NO BRASIL


A República Federativa do Brasil e  A Santa Sé (doravante denominadas Altas Partes Contratantes),

Considerando que a Santa Sé é a suprema autoridade da Igreja Católica, regida pelo Direito Canônico; Considerando as relações históricas entre a Igreja Católica e o Brasil e suas respectivas responsabilidades a serviço da sociedade e do bem integral da pessoa humana;


Afirmando que as Altas Partes Contratantes são, cada uma na própria ordem, autônomas, independentes e soberanas e cooperam para a construção de uma sociedade mais justa, pacífica e fraterna;


Baseando-se, a Santa Sé, nos documentos do Concílio Vaticano II e no Código de Direito Canônico, e a República Federativa do Brasil, no seu ordenamento jurídico;
Reafirmando a adesão ao princípio, internacionalmente reconhecido, de liberdade religiosa;
Reconhecendo que a Constituição brasileira garante o livre exercício dos cultos religiosos;
Animados da intenção de fortalecer e incentivar as mútuas relações já existentes;

Convieram no seguinte:


Artigo 1º
As Altas Partes Contratantes continuarão a ser representadas, em suas relações diplomáticas, por um Núncio Apostólico acreditado junto à República Federativa do Brasil e por um Embaixador(a) do Brasil acreditado(a) junto à Santa Sé, com as imunidades e garantias asseguradas pela Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, de 18 de abril de 1961, e demais regras internacionais.

Artigo 2º
A República Federativa do Brasil, com fundamento no direito de liberdade religiosa, reconhece à Igreja Católica o direito de desempenhar a sua missão apostólica, garantindo o exercício público de suas atividades, observado o ordenamento jurídico brasileiro.

Artigo 3º
A República Federativa do Brasil reafirma a personalidade jurídica da Igreja Católica e de todas as Instituições Eclesiásticas que possuem tal personalidade em conformidade com o direito canônico, desde que não contrarie o sistema constitucional e as leis brasileiras, tais como Conferência Episcopal, Províncias Eclesiásticas, Arquidioceses, Dioceses, Prelazias Territoriais ou Pessoais, Vicariatos e Prefeituras Apostólicas, Administrações Apostólicas, Administrações Apostólicas Pessoais, Missões Sui Iuris, Ordinariado Militar e Ordinariados para os Fiéis de Outros Ritos, Paróquias, Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica.
§ 1º. A Igreja Católica pode livremente criar, modificar ou extinguir todas as Instituições Eclesiásticas mencionadas no caput deste artigo.
§ 2º. A personalidade jurídica das Instituições Eclesiásticas será reconhecida pela República Federativa do Brasil mediante a inscrição no respectivo registro do ato de criação, nos termos da legislação brasileira, vedado ao poder público negar-lhes reconhecimento ou registro do ato de criação, devendo também ser averbadas todas as alterações por que passar o ato.

Artigo 4º
A Santa Sé declara que nenhuma circunscrição eclesiástica do Brasil dependerá de Bispo cuja sede esteja fixada em território estrangeiro.

Artigo 5º
As pessoas jurídicas eclesiásticas, reconhecidas nos termos do Artigo 3º, que, além de fins religiosos, persigam fins de assistência e solidariedade social, desenvolverão a própria atividade e gozarão de todos os direitos, imunidades, isenções e benefícios atribuídos às entidades com fins de natureza semelhante previstos no ordenamento jurídico brasileiro, desde que observados os requisitos e obrigações exigidos pela legislação brasileira.

Artigo 6º
As Altas Partes reconhecem que o patrimônio histórico, artístico e cultural da Igreja Católica, assim como os documentos custodiados nos seus arquivos e bibliotecas, constituem parte relevante do patrimônio cultural brasileiro, e continuarão a cooperar para salvaguardar, valorizar e promover a fruição dos bens, móveis e imóveis, de propriedade da Igreja Católica ou de outras pessoas jurídicas eclesiásticas, que sejam considerados pelo Brasil como parte de seu patrimônio cultural e artístico.
§ 1º. A República Federativa do Brasil, em atenção ao princípio da cooperação, reconhece que a finalidade própria dos bens eclesiásticos mencionados no caput deste artigo deve ser salvaguardada pelo ordenamento jurídico brasileiro, sem prejuízo de outras finalidades que possam surgir da sua natureza cultural.
§ 2º. A Igreja Católica, ciente do valor do seu patrimônio cultural, compromete-se a facilitar o acesso a ele para todos os que o queiram conhecer e estudar, salvaguardadas as suas finalidades religiosas e as exigências de sua proteção e da tutela dos arquivos.

Artigo 7º
A República Federativa do Brasil assegura, nos termos do seu ordenamento jurídico, as medidas necessárias para garantir a proteção dos lugares de culto da Igreja Católica e de suas liturgias, símbolos, imagens e objetos cultuais, contra toda forma de violação, desrespeito e uso ilegítimo.
§ 1º. Nenhum edifício, dependência ou objeto afeto ao culto católico, observada a função social da propriedade e a legislação, pode ser demolido, ocupado, transportado, sujeito a obras ou destinado pelo Estado e entidades públicas a outro fim, salvo por necessidade ou utilidade pública, ou por interesse social, nos termos da Constituição brasileira.

Artigo 8º
A Igreja Católica, em vista do bem comum da sociedade brasileira, especialmente dos cidadãos mais necessitados, compromete-se, observadas as exigências da lei, a dar assistência espiritual aos fiéis internados em estabelecimentos de saúde, de assistência social, de educação ou similar, ou detidos em estabelecimento prisional ou similar, observadas as normas de cada estabelecimento, e que, por essa razão, estejam impedidos de exercer em condições normais a prática religiosa e a requeiram. A República Federativa do Brasil garante à Igreja Católica o direito de exercer este serviço, inerente à sua própria missão.

Artigo 9º
O reconhecimento recíproco de títulos e qualificações em nível de Graduação e Pós-Graduação estará sujeito, respectivamente, às exigências dos ordenamentos jurídicos brasileiro e da Santa Sé.

Artigo 10
A Igreja Católica, em atenção ao princípio de cooperação com o Estado, continuará a colocar suas instituições de ensino, em todos os níveis, a serviço da sociedade, em conformidade com seus fins e com as exigências do ordenamento jurídico brasileiro.
§ 1º. A República Federativa do Brasil reconhece à Igreja Católica o direito de constituir e administrar Seminários e outros Institutos eclesiásticos de formação e cultura.
§ 2º. O reconhecimento dos efeitos civis dos estudos, graus e títulos obtidos nos Seminários e Institutos antes mencionados é regulado pelo ordenamento jurídico brasileiro, em condição de paridade com estudos de idêntica natureza.

Artigo 11
A República Federativa do Brasil, em observância ao direito de liberdade religiosa, da diversidade cultural e da pluralidade confessional do País, respeita a importância do ensino religioso em vista da formação integral da pessoa.
§1º. O ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação.

Artigo 12
O casamento celebrado em conformidade com as leis canônicas, que atender também às exigências estabelecidas pelo direito brasileiro para contrair o casamento, produz os efeitos civis, desde que registrado no registro próprio, produzindo efeitos a partir da data de sua celebração.
§ 1º. A homologação das sentenças eclesiásticas em matéria matrimonial, confirmadas pelo órgão de controle superior da Santa Sé, será efetuada nos termos da legislação brasileira sobre homologação de sentenças estrangeiras.

Artigo 13
É garantido o segredo do ofício sacerdotal, especialmente o da confissão sacramental.

Artigo 14
A República Federativa do Brasil declara o seu empenho na destinação de espaços a fins religiosos, que deverão ser previstos nos instrumentos de planejamento urbano a serem estabelecidos no respectivo Plano Diretor.

Artigo 15
Às pessoas jurídicas eclesiásticas, assim como ao patrimônio, renda e serviços relacionados com as suas finalidades essenciais, é reconhecida a garantia de imunidade tributária referente aos impostos, em conformidade com a Constituição brasileira.
§ Unico. Para fins tributários, as pessoas jurídicas da Igreja Católica que exerçam atividade social e educacional sem finalidade lucrativa receberão o mesmo tratamento e benefícios outorgados às entidades filantrópicas reconhecidas pelo ordenamento jurídico brasileiro, inclusive, em termos de requisitos e obrigações exigidos para fins de imunidade e isenção.

Artigo 16
Dado o caráter peculiar religioso e beneficente da Igreja Católica e de suas instituições:
I – O vínculo entre os ministros ordenados ou fiéis consagrados mediante votos e as Dioceses ou Institutos Religiosos e equiparados é de caráter religioso e portanto, observado o disposto na legislação trabalhista brasileira, não gera, por si mesmo, vínculo empregatício, a não ser que seja provado o desvirtuamento da instituição eclesiástica.
II – As tarefas de índole apostólica, pastoral, litúrgica, catequética, assistencial, de promoção humana e semelhantes poderão ser realizadas a título voluntário, observado o disposto na legislação trabalhista brasileira.

Artigo 17
Os Bispos, no exercício de seu ministério pastoral, poderão convidar sacerdotes, membros de institutos religiosos e leigos, que não tenham nacionalidade brasileira, para servir no território de suas dioceses, e pedir às autoridades brasileiras, em nome deles, a concessão do visto para exercer atividade pastoral no Brasil.
§ Unico. Em conseqüência do pedido formal do Bispo, de acordo com o ordenamento jurídico brasileiro, poderá ser concedido o visto permanente ou temporário, conforme o caso, pelos motivos acima expostos.

Artigo 18
O presente acordo poderá ser complementado por ajustes concluídos entre as Altas Partes Contratantes.
§ Unico. Órgãos do Governo brasileiro, no âmbito de suas respectivas competências e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, devidamente autorizada pela Santa Sé, poderão celebrar convênio sobre matérias específicas, para implementação do presente Acordo.

Artigo 19
Quaisquer divergências na aplicação ou interpretação do presente acordo serão resolvidas por negociações diplomáticas diretas.

Artigo 20
O presente acordo entrará em vigor na data da troca dos instrumentos de ratificação, ressalvadas as situações jurídicas existentes e constituídas ao abrigo do Decreto nº 119-A, de 7 de janeiro de 1890 e do Acordo entre a República Federativa do Brasil e a Santa Sé sobre Assistência Religiosa às Forças Armadas, de 23 de outubro de 1989.
Feito na Cidade do Vaticano, aos 13 dias do mês de novembro do ano de 2008, em dois originais, nos idiomas português e italiano, sendo ambos os textos igualmente autênticos.

hasEML = false;

Comentários

  • Claudia  On abril 14, 2014 at am:40 am

    Ei todos vocês só me respondem uma coisa!
    Porque a igreja Católica que como eu li ai em cima,que comentarão assim:” que quem inventou a bíblia foi a igreja católica “,se foi ela porque ela ensina errado os seu seguidores? sendo que na bíblia que ela inventou diz para não adorar imagens e ela vai contra algo que ela mesma inventou? na bíblia DEUS abomina quem adora imagens.os únicos que devem serem adorados para sempre é DEUS,JESUS E O ESPIRITO SANTO.A igreja Católica tem que refazer seus mandamentos porque a própria bíblia deles descreve que é pecado adorar imagens ou esculturas.

  • Jose Serafim Barbosa Reis  On dezembro 3, 2013 at pm:54 pm

    Religião é o maior golpe já aplicado na humanidade a igreja católica e protestante são na verdade monarquias europeias formada por filósofos militares que resume em maçonaria eles controlam exercito policia poder judiciário , médicos e escolas etc.

  • Vilma  On outubro 7, 2013 at pm:52 pm

    Ontem ouvia atentamente um pastor falar na televisão sobre o batismo de crianças, que em sua concepção está errado.Na religião dele só se batiza adulto que tem entendimento, mas se voltar ao pecado é afastado de seus membros.Certamente este pecador ao ser expulso dessa igreja, Jesus deixará os membros falando sozinhos e irá atrás dessa ovelha perdida, desse filho perdido. A igreja deve estar cheia de santos que sejam fiéis a sua tradição, e de seus costumes ou cheia de pecadores que são as pedras angulares, que digam Paulo, Zaqueu, Maria Madalena e outros exemplos? Por isso não deixei até hoje a minha religião, pois quando vejo um pastor dizer essas coisas e diz que sua mãe o batizou quando era criança, fico triste que no Brasil estão criando igrejas voltadas para o crescimento social das pessoas, mas esquecendo que existem pobres de espírito que precisam mais de Deus do que de religião.

  • São José  On setembro 19, 2013 at pm:54 pm

    Que tal fazermos como a Inglaterra, termos a Nossa Igreja, o Nosso Papa, os nossos Santos? Vivi na Europa por muito tempo, nunca vi um Europeu abrir mão de seus direitos sejam culturais ou econômicos quanto menos permitir que qualquer outra instituição seja religiosa ou jurídica ter qualquer vantagem em seus concordados. Nós brasileiros precisamos criar o Brasil, amar nossa terra, permitir nascer nossa cultura sem essa mão de ferro Histórica que não nos pertence. Não é porque falamos português que somos latinos? Não somos romanos, não somos europeus, não temos nada com eles, somos brasileiros e só. Se houvera equidade!!! O Vaticano deveria dar passaporte para todos os católicos, se houvera equidade nestes procedimentos, contudo vá à Itália como brasileiro e verás como será tratado. O Vaticano deveria ter piedade de nós e nos deixar em Paz. A final de contas Jesus disse na grande comissão: Ide por todas as nações e fazei discípulos. A cada nação sua Igreja, a cada nação os servos de cristo, veja as cartas de Paulo, endereçada as cidades, cada cidade tinha sua própria liderança cristã. Se você não ama o Brasil vai embora, foi isso que me disseram quando estava lá, e acabei vindo, e estou muito feliz aqui. Em Cristo somos todos Iguais, sem preferencia. A qualquer momento Cristo pode criar sua Igreja, Igreja não é instituição (isto é paganismo) Ele disse: “Onde houver dois ou três reunidos em meu Nome ali estarei” Na fé cristã não existe reserva de mercado, o Espírito Santo não é propriedade de ninguém, muito menos as Escrituras. Acorda meu irmão, acorda Brasil.

  • portabebes abrigos  On abril 30, 2013 at pm:50 pm

    Hello there, You have done a fantastic job. I will definitely digg it and personally recommend to my friends.
    I’m sure they’ll be benefited from this site.

  • Douglas Castro  On março 17, 2013 at pm:40 pm

    Nem o Papa Bento XVI agüentou, porque a Europa está falida pegando empréstimos para quitar empréstimos, os Estados Unidos vem se agüentando enquanto tiver nome e crédito na praça e a Argentina que recentemente deu um calote mundial, continua buscando empréstimo para sobreviver. O importante àquele que é perdoado de uma dívida é não voltar a pecar. E quando se é perdoado, deve-se aceitar o perdão, se arrepender de ter se endividado e acabar, definitivamente, com o MAU COSTUME de TOMAR EMPRESTADO. Seguindo a Palavra de DEUS, esta seria a melhor forma de se fazer uma auditoria na dívida externa de um país ou de um orçamento particular. Após o perdão, tem que vir o arrependimento e a conversão. A volta ao MAU COSTUME de se endividar é como voltar a uma batalha como um “cavalo louco, desgovernado”. Ou seja, pegar emprestado novamente, voltando ao mesmo sistema que o levou à bancarrota, se sujeita com o passar do tempo à humilhação, ao escândalo perante os homens ou se sujeitar a seríssimas dificuldades. Como um país da América do Sul (Argentina), por exemplo, que foi perdoado em 70 % de sua dívida externa, limpou seu nome perante o mundo e voltou a tomar emprestado! Corre o risco de perder mais terras de seu território. (Além das Malvinas, que só um Papa poderá salvar.) Não sou eu que digo, mas as passagens bíblicas. (Mateus, Capítulo 12, versículo 45: “e o último estado daquele homem torna-se pior que o primeiro.) (LIVRO DO DEUTERONOMIO, CAPÍTULO 14, VERSÍCULOS 4-5 – Contanto que obedeças fielmente a voz do Senhor, teu DEUS, pondo cuidadosamente em prática os mandamentos que hoje te imponho. Sim, o Senhor, teu DEUS, abençoar-te-á como ELE te disse: emprestarás a numerosas nações e de nenhuma precisarás receber empréstimo; dominarás sobre muitas nações, e elas não dominarão sobre ti.” Conversão não é brincadeira! O Brasil aparentemente com inflação de primeiro mundo, mas, ainda com juros bancários de terceiro, também vive seu problema refletido no Acordo com o Vaticano acima, porque até Igrejas estão “enroladas” com bancos, enquanto nossas velhas igrejas estão sendo tombadas como patrimônio histórico, as Cúrias não têm como mantê-las estão desabando em protesto contra este sistema que não é de DEUS. Em nosso país uma grande parcela de famílias brasileiras vive pendurada no Sistema Financeiro pagando juros de até 10%% ao mês a bancos, cartões de crédito, financeiras, a agiotas, parentes, amigos; endividados em lojas etc, num completo descontrole financeiro. Mal necessário para segurar a inflação, onde antes se emitia papel moeda para manter os juros da poupança a 30% ao mês, hoje, cada qual emite seu papel (contratos bancários, cheques especiais, cartões de créditos) e a inflação é individual, onde cada uma escolhe a que inflação deseja viver. Pesquisa mostra que mais de 60% das famílias brasileiras estão com dívidas atrasadas. Numa realidade patente o aumento salarial não ultrapassar a 0,5% ao mês, esta conta não fecha. Quem vive hoje pendurado em cheques especiais e cartões de créditos está entregando a sua vida ao demônio. Atrás desta realidade vem a tradição que trazemos de nossos pais de que precisamos manter o nome limpo na praça e mais e mais pessoas do bem vemos falecendo de enfarte quando não vê mais saída, pois que chegou à beira da bancarrota, preferem entregar suas vidas e não permanecer vivo para passar vergonha com o nome no SERASA, no CARTÓRIO, SPC e com ações judiciais. Faltou alguém para lhes levar a Palavra de DEUS que na sua infinita misericórdia perdoa tudo e a todos, inclusive aos endividados, podendo, fazer deles novas pessoas, que como um drogado, passe a nunca mais se endividar, ou nunca mais a se drogar, daí vem o costume da poupança, da prudência, do não se mexer com o alheio para que não sejamos tragados pela inadimplência, mal que vem tirando o sono de muita gente. É comum parente vindo nos pedir emprestado. Por ser parente não tem como não ajudarmos, mas aquele dinheiro que damos está indo para um poço sem fundo. E ninguém precisa de dinheiro, o que precisa é de reeducação administrativa, aprender a viver com o pouco que ganha, não dar passos maior que a perna. Porque no descontrole está a causa das doenças que nos leva à morte, pois em Romanos 6, 23, diz: “o salário do pecado é a morte.” Assim quando emprestamos a um parente ou amigo pensamos que estamos lhe ajudando, mas estamos lhe afundando ainda mais. Quem vive sem dívidas tem vida em abundância. Quem tem guardado é procurado pelos descontrolados, que já não tendo mais de quem pegar emprestado, com o seu nome sujo na praça se socorre de parentes e corre-se o risco de levar o parente junto com ele. Há 15 anos faço este trabalho de reeducação administrativa a fim de tirar famílias e empresas da ciranda financeira. Saí de dentro de uma empresa, onde era concursado e hoje estaria aposentado de um banco estatal ganhando meus 20 mil reais mensais, mas como o ocorrido com Saulo, depois Paulo, eu não agüentava mais ver gente morrendo de enfarte na fila do banco em que o próximo sempre parecia ser eu. Deus me tirou do meu emprego, sem direito a nenhum salário, pois, o rompimento profissional foi “total”, radicalismo pedido por Deus, pois o morno será vomitado, e saí para lutar contra o sistema que vem destruindo famílias, fazendo brigar pai com filho, sogro com genro, que é do descontrole financeiro. Através de auditorias financeiras oriento as pessoas a sair do vermelho, a não depender mais de bancos e agiotas e quitamos dívidas de 600 mil reais por 100 mil reais, de 10 mil reais por 150 reais e conseguimos inúmeros perdões de dívidas, negociamos, desde que o auditado não mexa mais com isso. Assim ele aprende a viver do seu ordenado, comprar tudo a dinheiro, se tem, compra, se não tem não compra. Aprende com as leituras bíblicas de que o nosso tempo não é o tempo de Deus, consegue segurar suas ansiedades, aprende a entender que o que precisamos é de vestimenta, comida e moradia que Deus não deixa faltar nada aos nossos filhos e o restante virá por acréscimo, mas do jeito correto, guardando para executar os projetos. A partir daí não somos mais pesados a ninguém. Quando alguém procura um cliente meu para tomar emprestado, este cliente encaminha o endividado a mim. E vou mostrar a ele, com provas que estão inseridas na Bíblia Sagrada o jeito certo de se viver na área administrativa de seu orçamento doméstico. Conviver com pessoas descontroladas financeiramente existe um grande risco de haver roubos, porque o endividado nunca se sacia, primeiro ele pega de bancos, suja seu nome, depois pega de amigos, parentes e quando acaba a fonte ele começa a roubar. Ou se for de personalidade forte ele prefere morrer a não precisar efetuar roubos para sobreviver. “Trechos tirados de meu trabalho intitulado COSTUMES, de domínio público.”

  • Douglas Castro  On março 6, 2013 at pm:36 pm

    Mas como? Se o Poder Econômico sempre perseguiu os enviados de Deus?

    LIBERTAÇÃO
    VELHO TESTAMENTO
    O REI DO EGITO PERSEGUE MOISÉS
    Naquele tempo o novo rei do Egito mandou jogar ao Rio Nilo todos os meninos que nascessem do povo de Israel, mas DEUS livrou Moisés desta perseguição para que ele viesse a libertar o povo de Jacó do Egito. Apesar da teimosia do Faraó, Moisés tomou uma atitude e, com DEUS à frente, conseguiu tirar o seu povo das garras da escravidão. Moisés saiu do Egito acenando ao Faraó, dizendo:___ “TCHAU EGITO! DEPENDER? SÓ DE DEUS QUE ESTÁ NO CÉU!”. Mas, DEUS condicionou aos escolhidos a serem obedientes às Leis e aos Mandamentos, através da prática dos BONS COSTUMES. A posse da Terra Prometida continuaria apenas aos eleitos, aqueles que fizessem a vontade de DEUS. Até os dias de hoje, os escolhidos somos todos nós, mas os eleitos apenas aqueles que são fiéis ao Senhor. A Lei veio acompanhada de punições, portanto, quem fizesse isto lhe aconteceria aquilo. Olho por olho dente por dente.

    LIBERTAÇÃO
    NOVO TESTAMENTO
    HERODES PERSEGUE JESUS PARA MATÁ-LO
    Os reis magos que vinham do oriente se apresentaram ao Rei Herodes e perguntaram ao rei:___ “ONDE ESTÁ O REI DOS JUDEUS QUE ACABA DE NASCER?” Herodes se enfureceu e mandou sacrificar todos os meninos de dois anos para baixo. Um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José, que, fugiu com JESUS e Maria para o Egito, ficando por lá até a morte do Rei Herodes. Nestes dois acontecimentos vemos a perseguição do “poder econômico” sobre o libertador. JESUS veio nos dizer que as Leis de Moisés eram boas, mas que seria implantada uma nova economia, aprimorando as leis, mas não as suprimindo. E que todos estariam livres das penas da lei, desde que se convertessem através do arrependimento dos MAUS COSTUMES praticados. JESUS pagou, com o sacrifício da própria vida, as nossas dívidas. E suprimiu o Olho por olho, dente por dente e implantou a Lei do amor e do perdão. Portanto, a lei antiga não foi extinta. Os castigos daqueles que não fazem a vontade de DEUS continuam valendo até os dias de hoje. Por isso que o livro do Velho Testamento ainda faz parte da Bíblia Sagrada.

  • DJALMA RIBEIRO COUTO  On março 3, 2013 at am:07 am

    Senhor MODERADOR, mui respeitosa e encarecidamente solicito seja retirado do presente site minha mensagem: DJALMA RIBEIRO COUTO Em novembro 13, 2012 às pm:12 pm, pelos motivos que abaixo seguem:

    PRIMEIRO: Semana passada o bar ao lado da Catedral virou ponto de distribuidora de marmitex, tornando-se inverdade, portanto, as minhas colocações.

    SEGUNDO: Fui covarde em não mencionar ao nome de minha cidade assim envolvi todos os bispos do país, menos o de Assis. Não me perdôo por isso.

    TERCEIRO E O MAIS RELEVANTE: Ontem por volta das 23 horas defronte a residência de minha filha, com todos os familiares de meu genro no meio da rua, prestes a irem embora 3 assaltantes roubaram o carro de seu cunhado. Um dos assaltantes se aproximou de minha filha e apontou a arma, a queima roupa, para o seu peito. Ela não demonstrou qualquer reação, apenas abriu os abraços e clamou por Jesus. O ladrão apertou o gatilho e todos presenciaram uma fumaça branca sair pelo cano do revólver após o disparo, mas a bala não saiu. Falhou o tiro. Levaram o veículo, mas o trauma ficou. Ela chegou desesperada em minha casa onde passaram a noite com o marido e meus dois netos de 5 e 8 anos. Tentei acalmá-la dizendo que por ela fazer parte da intercessão da Renovação Carismática Deus permitiu que ela continuasse com a sua missão. Ela me disse, “uma semana, né pai, e o trauma passa.” Quando ontem de manhã na minha leitura diária li o trecho abaixo:

    Números
    Capítulo 12

    “”1 Maria e Aarão criticara Moisés por causa da mulher etíope que ele desposara. (Moisés tinha, com efeito, tomado uma mulher etíope.) 2 ?Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?? E o Senhor ouviu isso. 3 Ora, Moisés era um homem muito paciente, o mais paciente da terra. 4 Logo falou o Senhor a Moisés, a Aarão e a Maria: ?Ide todos os três à tenda de reunião.? E eles foram. 5 O Senhor desceu na coluna de nuvem e parou à entrada da tenda. Chamou Aarão e Maria, e eles aproximaram-se. 6 ?Ouvi bem, disse ele, o que vou dizer: Se há entre vós um profeta, eu lhe aparecerei em visão; eu, o Senhor, é em sonho que lhe falarei. 7 Mas não é assim a respeito de meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. 8 A ele eu lhe falo face a face, manifesto-me a ele sem enigmas, e ele contempla o rosto do Senhor. Por que vos atrevestes, pois, a falar contra o meu servo Moisés?? 9 A cólera do Senhor se acendeu contra eles. 10 O Senhor partiu, e a nuvem retirou-se de sobre a tenda. No mesmo instante, Maria foi ferida por uma lepra branca como a neve. Aarão, olhando para ela, viu-a coberta de lepra. 11 Aarão disse então a Moisés: ?Rogo-te, meu senhor, não nos faças levar o peso desse pecado que cometemos num momento de loucura, e do qual somos culpados. 12 Que ela não fique como um aborto que sai do ventre de sua mãe, com a carne já meio consumida!? 13 Moisés orou ao Senhor: ?Ó Deus, disse ele, rogo-vos que a cureis.? 14 O Senhor disse a Moisés: ?Se seu pai lhe tivesse cuspido no rosto, não estaria ela coberta de vergonha durante sete dias? Que ela seja excluída do acampamento durante sete dias; depois será novamente reintegrada.? 15 Maria foi, pois, excluída do acampamento durante sete dias e o povo não se moveu daquele lugar, enquanto ela não foi novamente reintegrada.””

    Sou apenas um seguidor como Maria e Aarão, quem sou eu para criticar um servo do Senhor. Papa, Bispo, padre, freira, pastor ou apóstolo. Comigo Deus pode falar através da palavra, por sonhos, mas com aqueles, Deus fala face a face. Pela tristeza de Deus eu posso não ser afetado pelo pecado por mim praticado, como não atingiu a Aarão, mas pode atingir algum dos meus, como a Maria com a lepra branca e com a vergonha de ser afastada do acampamento por 7 dias. Por isso peço, com todo temor ao meu Senhor perdão a todos os bispos do país, mas principalmente perdão a Deus e a este importante site. Mas por favor, rogo ao Senhor MODERADOR, retire minha mensagem do ar e que Deus os proteja para sempre. Amém!

  • DJALMA RIBEIRO COUTO  On novembro 13, 2012 at pm:12 pm

    Sou católico. Mas gostaria que postassem opiniões sobre o que vocês acham do Senhor Bispo alugar 02 imóveis de propriedade da Mitra Diocesana de minha cidade, um para uma Lotérica e outro ponto alugar para um bar. E o que é pior, os dois pontos comerciais, prédios dos católicos ficam ao lado da Catedral (que está situada na praça pública central, a principal da minha cidade). O Sr. Bispo alugando os pontos comerciais para finalidades não eclesiais, como diz este acordo, não estaria em desacordo com o Tratado acima. A contradição não estaria em que nós católicos ganhamos praças para as nossas igrejas, somos isentos de impostos, mas outros pontos comerciais o Senhor Bispo aluga para bar e lotérica? obs: Um terceiro ponto ao lado do bar e da lotérica, prédio também da Mitra Diocesana na praça central que é uma Livraria denominada Livraria Católica, que vende livros, cds e artigos religiosos está sendo despejado, pasmem, em dia com os pagamentos. Onde está o desapego às coisas materiais? TRECHO DO REGULAMENTO DA IGREJA DE ASSIS – SP: (OBS: Não é minha cidade.)

    O exercício do ministério não deve ser ocasião ou pretexto para a acumulação de riquezas. Os presbíteros têm o Senhor como riqueza e como herança!
    Não prendam, pois, de forma alguma, o coração às riquezas, mas evitem sempre toda cobiça, abstendo-se com cuidado de qualquer aparência de comércio (cf. PO 3).
    Na vida dos presbíteros é sempre atual o exemplo de São Paulo: “Não cobicei prata, nem ouro, nem vestido algum, como vós mesmos sabeis” (At 20,33).
    Não menos expressivo é o exemplo deixado pelas primeiras comunidades cristãs (At 2,45).
    É exatamente este espírito que a lei da Igreja codifica: “Os clérigos levem uma vida simples e se abstenham de tudo o que denote vaidade” (CIC Can. 282, § 1).

  • bigorna  On agosto 10, 2012 at pm:57 pm

    Todas, mas todas mesmo incluíndo as prostestantes, as religiões deste mundo pertence ou estão ligadas a Roma, por muito que criticam ou falem contra ele o Vaticano.
    1º Porque o vaticano é a mãe das outras denominações cristães, a bíblia tem a prova. 17:5) . . .“Babilônia, a Grande, a mãe das meretrizes
    2º Todas as bíblias que rolam neste mundo o Papa teve que aprovala, portanto tem a marca da besta nelas.
    3º Todos adoram isto : SOLUS CHRISTUS
    4º Jesus será mesmo o filho de Deus, ou uma fábula de Roma ?
    5º A bíblia manda sair dela, deste império que tem raizes de Roma –
    Apocalipse 18:4, mas todos ainda a seguem, e fazem tudo o que ela publicou nas bíblias atuais como verdades, pelos seus Bispos e Padres do passado, as Bíblias nunca foram atualizadas com os originais.
    OS REAIS NOMES ESTÃO MUITO LONGE DOS TÃO CONHECIDOS NOMES BÍBLICOS, NEM CHEGUEM LÁ PERTO, VOS PERGUNTO SÓ ISTO, COMO UM JUDEU TEM UM NOME ROMANO ?
    SEGUNDO AS ESCRITURAS, NOS TEMPOS DO FIM IRIAM APARECER OS IMPOSTORES E FALSOS PROFETAS, SÓ VOU DEIXAR AQUI UAM DICA.
    MATEUS QUER DIZER PRESENTE DE ZEUS, AGORA IMAGINEM COMO O RESTO ESTÁ.

  • luiz eduardo  On abril 24, 2012 at pm:16 pm

    a igreja na america latina estar unida em laços de ritos latinos praticados com semelhança obedecendo regras do papa.

  • DOUGLAS  On outubro 27, 2011 at am:38 am

    El Secreto detras de las Sociedades Secretas http://www.youtube.com/watch?v=lmfCMEl30_Q&feature=BFa&list=PL36BDC9C34FF661FA&lf=player_embedded

    OLHA QUEM É O PAPA E O VATICANO SÃO AGENTE DO DIABO

  • Luma  On outubro 20, 2011 at am:20 am

    A minha pergunta é: apontem para mim qual é a perda que o Estado Brasileiro (e o seu povo) teve com este tratado? No máximo meia dúzia de contos de réis em impostos. Mas afinal, quanta isenção não se dá por aí a troco de banana, não é?

    • bacelar  On novembro 5, 2011 at pm:44 pm

      muito me admira uma pessoa sem cultura falar acordo!! por a Igreja católica é a unica entres as diversas garagem que dão nome de igreja que tem um historico cultural!!! logo, só tem um motivo, Ela foi gerada e parida! e não cagada!!!

  • gil  On outubro 8, 2011 at pm:20 pm

    ONDE ESTÁ A NOSSA SOBERANIA COMO ESTADO INDEPENDENTE? FOI JOGADA PELO RALO ATRAVÉS DESTA ACORDO. QUAIS FORAM OS BENEFÍCIOS E QUEM FOI CONTEMPLADO COM ESSES BENEFÍCIOS?
    O QUE SE PERCEBE ATRAVÉS DESTE TRATADO É A TENTATIVA, POR PARTE DA IGREJA CATÓLICA EM ARREBANHAR, PELA FORÇA, ,AS OVELHAS QUE ESTÃO FUGINDO DO SEU APRISCO PARA OUTROS. PROVOCADA PELA TENTATIVA DOS CATÓLICOS DE SE TORNAREM SEMELHANTES A OUTROS GRUPOS RELIGIOSOS. UM GRANDE EXEMPLO DISSO É VISTO ATRAVÉS DO COMPORTAMENTO DE MUITOS PADRES SE TORNANDO ESTRELAS DA MÚSICA RELIGIOSA, MESMO QUE GRAVANDO MATERIAL DE OUTROS GRUPOS, UMA VEZ QUE NÃO TÊM NENHUMA INSPIRAÇÃO PARA TAL.

  • Dr. Paccola  On setembro 21, 2011 at pm:28 pm

    Esse acordo mais me pareceu um ata declarando a legalidade da Igreja Católica e não um mero acordo com o Vaticano que é um Estado estrangeiro.

    AINDA FALTA AO BRASIL A INDEPENDENCIA DO VATICANO PARA REALMENTE SER UM PAIS SOBERANO.

    No acordo acima não se fala que o Brasil respeite os feriados católicos porque ofende a Constituição Federal que diz sermos um pais laico.

    Isso é mais um fanfarronice do PT. (Puta e Tola)

  • Felizporsercatólico  On julho 9, 2011 at pm:18 pm

    Achismos geram divisões e brigas, como vemos nos comentários e no meio protestante baseados nos achismos de lutero. A falta de conhecimento e o orgulho nos faz achar mais inteligentes, superiores. Em qualquer instituição há falhas, por que há ser humano e o ser humano erra, você erra? Não ache que é erro da igreja um erro de um membro. Se existe céu e inferno, prefiro não esperar morrer para descobrir. A igreja católica apenas leva essa mensagen há 2000 anos: Existe um céu e você pode chegar lá.

    • gil  On outubro 8, 2011 at pm:28 pm

      A falta de conhecimento e o orgulho nos faz achar mais inteligentes, superiores. BOA AFIRMATIVA E VOCÊ SE ENCAIXA NESTE PERFIL. SE VOCÊ SE DIZ CATÓLICO, DEVE SABER QUE UMA COISA LUTERO NÃO TINHA: A FALTA DE CONHECIMENTO.
      BUSQUE MAIS CONHECIMENTO ATRAVÉS DA LEITURA DE LIVROS DE HISTÓRIA, PRINCIPALMENTE, PARA FAZER COMENTÁRIOS UM POUCO MAIS DECENTES.

      • Kleber  On dezembro 7, 2012 at pm:00 pm

        Prezado Gil, com todo respeito, tu é que deves procurar livros de História que não tenham sido escritos por protestantes… Protestantes só sabem criticar a Santa Igreja, procure o que fizeram os covardes protestantes em 1527… Não deve ter isso no seu livro de história… Tu só conheces estórias, contadas todas por pseudo pastores… Lutero foi um lixo, que em uma de suas cartas (que tu com certeza não as leu) declarava que dormia mais com o diabo do que com sua esposa (um ex-freira)!
        Os protestantes não são Unos e Universais e não são Apostólicos, são apenas hereges, onde alguns estão de muita boa fé e estão a mercê da misericórdia de Deus.
        Me aponte qual é a Igreja verdadeira… A sua?!
        Quando a sua seita foi fundada?
        Protestante se chama assim porque PROTESTA e divide. Se divide não é de Deus.

  • Adão B Souza  On abril 23, 2011 at pm:31 pm

    Acho esse acordo do Brasil com o vaticono um absurdo total.O brasil não ganha nada com isso, muito pelo contrario, só vai beneficiar um seguimento religioso que praticou tantos crimes contra a humanidade, como a diabólica inquisição as indulgencias que enganavam as pessoas, pensando que estavam comprando a salvação e muito mais, com isso prestaram um grande serviço ao malígno e não se arrepedem.Fabricam os seus próprios ídolos e os adoram, adoram as obras de suas próprias mãos, pois se inclinam diante de seus idolos, fazem pedidos à eles e depois ainda dizem que não os adoram. A biblia diz, assim, NÃO ENCURVARAS A ELES E NEM LHES PRESTARAS CULTOS MALDITO QUEM FISER E MALDITO QUE ADORAR, mas eles preferem se enganar por causa de uma conveniencia, que é; isso da muito lucro.A igreja catolica criou muitas doutrinas todas por sua conta e nem uma com aprovação de Deus, somente para dar lucro, como criou o PURGATÓRIO, seus próprios santos pregou as suas missas por centenas de anos numa lingua morta( latim) isso para que ninguem entendesse nada,não deixam os padres se casarem para que a igreja católica fique cada vêz mais rica, mas o que isso adianta ganhar o mundo todo, mas perder a salvsção,fêz um poder paralelo aqui na terra com seus santos ( deuses) que eles mesmos criam, se aproveitam da política para conseguir seus objetivos, mas Deus está vendo tudo isso e quando completar a medida da ira de Deus Ele agirá, e aí não terá ninguém para socorre-los e sua derrota será para sempre.Lutero foi o único que teve coragem para condenar os pecados da igreja católica, foi condenado por isso.

    • Kleber  On dezembro 7, 2012 at pm:48 pm

      Adão, Adão… Não aprendes mesmo! De novo comeu do fruto proibido por Deus! Teimoso! Tu não sabes nada da Santa Inquisição, pois procura nos livros, revistas e fontes erradas. Meu caro, há relatos de que a Inquisição matou mais de 30 milhões de pessoas. Buscando na internet achei até 50 milhões! Quem dá mais!? Tudo mentira! Mentiras gnósticas, protestantes e maçons, que coincidentemente só concordam com uma coisa: A Igreja Católica Apostólica Romana é que está sempre errada. Megalópoles da época mal chegavam a ter 300 mil habitantes… O processo da Inquisição era realizado em dois tribunais, o tribunal inquisitor e o tribunal civil. A Inquisição não foi uma exigência da Igreja somente, mas uma exigência que se deu em razão da da cultura social da época. Quando alguém era acusado de heresia, perante o tribunal inquisitor, podia se retratar ou esclarecer o mal entendido, se não o fizesse, recebia a penitência e era encaminhado ao tribunal civil, neste, então, podia ser absolvido ou ser sentenciado. Muito mais interessante, é que não existia a penitência com pena de morte no tribunal inquisitor, ou seja, era o tribunal civil que muitas vezes condenavam os hereges a fogueira! Na Espanha onde foi mais intenso o trabalho do tribunal da Inquisição, há quem diga que foi o mais carrasco, morreram cerca de 300 pessoas (em quase 3 séculos)! Isso morre em um dia no trânsito brasileiro. Pare de assistir Código Da Vinci e dar atenção a pseudo pastores teólogos protestantes… isso é só a Inquisição… Suas questões de purgatório e santos está muito bem respondida no Catecismo da Igreja Católica, bem como em seu compêndio e no Código de Direito Canônico. A sua seita tem alguma coisa assim? Ahh… que burrice a minha! Tu só pode crer no princípio da Sola Scriptura… Mas quem organizou a Bíblia mesmo? Se por IV séc. após a morte e ressurreição do Nosso Senhor a Bíblia não estava ainda organizada, como poderiam os cristão embasarem-se só na Bíblia?! Lutero foi tão nobre e corajoso, que quando submetido ao tribunal, vendo que seria condenado em ambos (o inquisitor e o civil), fugiu para a Alemanha, que patrocinou o seu golpe, distribuir Bíblias para serem livremente interpretadas, criando o protestantismo, iria satisfazer o Estado que romperia politicamente com a Igreja e sua exigente moral. Assim também foi o anglicanismo, pois o rei queria se divorciar, sendo católico isso não era possível! Tenho dó dos protestantes, pois não crêem em Deus, mas apenas em alguns trechos da Bíblia (só os que lhe convém) e ainda são órfãos de Mãe!
      Iria te recomendar algumas leituras bíblicas, mas tenho certeza que já as viu e fingiu que não viu, pois os protestantes são ótimos nisto. Já ia me esquecendo… Para mais ódio dos protestantes, a língua morta esta voltando, Deus se cansou do processo de protestantização da sua Igreja. Eu já estava me cansando das influências protestantes e de ecumenismos.
      Adão, Adão…
      Sancte Michael Archangele, defende nos in praelio.

  • joao david  On março 3, 2011 at pm:54 pm

    a minha opiniao a respeito é, um dia alguem terá o prazer de jogar uma bomba no vaticano,gostaria muito de ver isso acontecer hehehe n sou contra catolicismo sou contra romanos diferente pra min o papa o vaticano e todos que vivem de enganar e roubar e impor coisas mentirosas que não são cristãs alias posso assim dizer romanas, os romanos foram espertos mataram os primeiros cristoes e adotaram o nome para continuar dominando o mundo como sempre fizeram,quando JESUS voltar hehe duvido que o papa tera coragem de chegar perto, vai se esconder de medo quem estiver vivo verá e comprovará o que estou falando

    • kleberwar  On março 5, 2013 at am:36 am

      Bela opinião para quem se julga cristão de verdade e fala o nome de Jesus! Estou surpreso por ver como é um “verdadeiro” cristão, jogar uma bomba em cima de seres humanos! Prefiro continuar sendo um falso cristão e permanecer rezando o meu terço para tua salvação… Que Deus o abençoe!

  • Nelson Gomes, Maceió/Al,  On dezembro 26, 2010 at am:18 am

    Muito me irrita as atitudes injustas dos católicos. Ou são injustos, propositadamente, ou não possuem bom-senso.
    Não conhecem a Bíblia. Não querewm seguir a Bíblia. Fazem acusações improváveis contra os pastores evangèlicos, chamando-os de ladrões. Criticam as arrecadações de ofertas feitas pelos fiéis de CRISTO. Chamam os fiéis do SALVADOR JESUS CRISTO de idiotas; pelo maravilhoso motivo dos citados fiéis pagarewm o dízimo e doarem ofertas para o trabalho evangélico.
    Estamos numa batalha contra a idolatria, representada pelo catolicismo; porém, contamos com JESUS CRISTO. ELE está a nos cercar juntamente com seus anjos, para nos defender. Somos apenas 20% da população brasileira; mesmo assim, estamos vencendo; nosso crescimento ultrapassa a todas as religiões. O catolicismo está caindo. O catolicismo não conta com grande número compositores sacros; como os existentes, em grande número, no meio evangélico. Os católicos usam as canções de louvor a DEUS, criadas e usadas pelos evangélicos, para celebrar seus cultos (missas). Subtende-se que o catolicismo não é abençoado por DEUS. ELE não inspira aos católicos a comporem hinos de louvores a este DEUS. O CRIADOR DO Universo, não se faz presente nas curas. Jamais ouvi dizer que DEUS operou algum milagre através de algum Papa. O catolicismo não vê estes detalhes. Porém, sem provas, acusam os pastores de ladrões.Os fiéis evangélicos contribuem com o evangelho de CRISTO, porque vêm a presença de DEUS no meio deles.
    Existe uma força espiritual dominando as mentes dos católicos e espíritas para fazerem infundadas acusações contra os servos do ALTÍSSIMO DEUS; esta é a força diabólica. É o diabo que não permite que os idólatras raciocinem perfeitamente. Os idólatras são servos do diabo, sem saberem. Estão seguindo doutrina contrária a Bíblia; ou seja, dógmas criados por satanás. É necessário, urgentemente, que os idólatras deixem seus ídolos, seus deuses falsos, suas rezas aos deuses falsos e sigam aos ensinamentos de JESUS.
    Papa não é mais do que JESUS. Nenhuma criatura se iguala, ou se aproxima, da maravilha que é JESUS CRISTO, O SALVADOR da humanidade. O Papa não tem poderes para julgar alguem, dizendo quem é santo ou não. O julgamento ´pertence a DEUS.

    Deveriam ler Êxodo Cap.20; Deuteronômio Cap. 5 e Cap. 18; Salmnos 113B (Católica) e 115 (Evangélica); Baruc Cap. 6 (católica); Isaias Cap. 45, verso 20.; Apocalipse Cap. 22.
    Os católicos não lêm a Bíblia, não suportam ouvir pregação do verdadeiro evangelho; distorcem os mandamentos de DEUS e, por isso, não progridem. A maioria de seus templos datam do tempo do império brasileiro; construidos com mão de obra gratis, através dos escravos e material doado pelo governo da época. Ainda hoje os governos, todos católicos, ajudam ao catolicismo. Os verdadeiros evangélicos crerscem sem contarem com essas ajudas; nossa ajuda vem dos altos Céus; JESUS é o NOSSO AJUDADOR, ELE é o NOSSO COMANDANTE. Com ELE não perdemos batalha. Sabem por quê? Porque não damos a ninguem o louvor, a honra e a glória que pertencem a ELE. ELE é DEUS ETERNO; não teve começo nem terá fim. N e n h u m a criatura merece a adoração que JESUS CRISTO merece.

    Onde estão as arrecadações feitas pelo catolicismo? Oriundas de: Batismos, casamentos, comunhões, (1ª, 2ª…),missas de formaturas, inaugurações, mortes ( corpo presernte, 7º dia, 30º dia, 1 ano, 2, 3…) e das festas de padroeiros?
    Não sei onde estão; pois, raramente surge algum novo templo católico. O que sei mesmo é que gastam alguns milhões com processos judiciais para defendertem uma parcela de padres pedófilos. Aliás, se houvesse pastor ladrão, gostaria mil vezes que algum parente meu estivesse nas mãos deste pastor, do que nas mãos de um padre pedófilo.
    Não sendo vitorioso, pelo lado normal das bênçãos de DEUS, agora o catolicismo apela para a imposição através de Lei assinada por governante brasileiro, para exercer poderes sobre outras religiões, principalmente sobre o Evangelho de CRISTO.
    Não esqueçam que contamos com o CRIADOR do Universo. Saibam que com ELE ninguem pode. O CRIADOR do Universo não dá satisfações a ninguem. ELE é CRIADOR e PROPRIETÁRIO de todas as coisas. Juntem-se a nós e O adorem, unicamente.
    Sejam felizes e tenham vida eterna.
    Nelson.

    • kleberwar  On março 5, 2013 at am:14 am

      Nossa… Conheces bem a Bíblia heim!

      Amigão, quando seus pais hereges começaram a surgir, a Santa Igreja já estudava a Bíblia por mais de 1.200 anos, aliás, foi a Igreja que fez a Bíblia e não o contrário.

      Quantos anos tem a sua Igrejola?
      As atitudes dos católicos são injustas?
      6 de maio de 1.527 te diz algo?
      Então vou refrescar sua memória:
      Soldados estuprando freiras, assassinando clérigos e civis, destruíam relíquias e construções da Praça São Pedro, tentaram assassinar o Papa e gritavam no meio da rua -”Viva o Papa Martinho Lutero!”…
      Forjaram ainda todos os números da Inquisição, sem contar que não mencionam nunca que os protestantes tiveram um tribunal de inquisição próprio. http://www.veritatis.com.br/apologetica/artigospapaprimado/933-a-inquisicao-exterminou-30-milhoes-de-pessoas
      Onde errou os católicos que os protestantes não erraram muito mais?

      Deveria se dignar e ter vergonha em pronunciar o nome do Nosso Senhor.
      Não passas de um difamador barato, um neo fariseu que usa da internet e da intolerância moderna e relativista de nossos tempos, tu dizes ser um seguidor da Bíblia mas te esqueces de que a letra mata!
      Se diz cristão e se acha melhor do que quem? Do que um judeu, um ateu, um muçulmano ou um católico? Nelson, a conversão não é um botão que aciona e está tudo feito, a conversão é um processo, no qual todo dia nos convertemos para sermos mais dignos das promessas do Cristo Salvador.

      Se não fosses a Santa Igreja, a esta hora talvez estivesse orando sobre um tapete apontado para o oeste e contemplando Alá…
      Se nós católicos somos injustos, os protestantes são o quê então? Justos?!

      Me ajude então senhor sabichão bibliólogo: onde está na Bíblia quais os livros que a compõem?
      Onde está na Bíblia que ela é a única fonte de verdade revelada?
      Onde está na Bíblia que podemos ficar multiplicando seitas como gremilins que se molham?
      Onde está na Bíblia algo que Jesus ditou para que fosse escrito?
      Quem te ensinou essas tolices? O seu curso de teologia? O seu pastô?
      Não… com a sua arrogância de se achar ‘CRISTÃO’ de verdade, me julgando descendente de uma linhagem de assassinos demoníacos, no mínimo foi o próprio Espirito Santo que desceu sobre ti e te revelou essa SUA verdade!

      Se quiser eu te mostro onde estão as arrecadações da Igreja Católica… Agora o que quero ver, é me responderes onde está a arrecadação das seitas protestantes… Tu me respondes ou quer que eu responda?
      Quanto tempo viveu na Igreja Católica para falar as idiotices que proferiu?
      Pois eu já participei bastante da vida e das doutrinas protestantes, o meu irmão é protestante, após ficar noivo de uma herege, foi também o pior católico da família, juntando tudo isso, vi também quanto o ser humano pode ser miserável e nojento, vi o quanto Satanás brinca conosco, misturando as verdades com as mentiras fica mais fácil de engolir.
      Nelson, a Igreja Católica, só é a única Instituição com projetos e obras sociais em todos os continentes do globo terrestre, só isso!

      As seitas protestantes não crescem, incham, podem chegar a ser 99%,da população mundial eu não me importo, a Santa e Una Igreja de Deus não é novela das 8 para disputar,pontos de audiência, não depende de sensos, de falsos milagres, charlatanismos, falsas morais, estelionatos, enfim, as provas de que o protestantismo é para ignorantes estão mais do que evidentes, pois o próprio Santo Atanásio, que viveu em nada mais nada menos, que entre os anos de 296-376 da era do Nosso Senhor, já bem dizia – “Ainda que os católicos fiéis a TRADIÇÃO se reduzam a um punhado, são eles a VERDADEIRA Igreja de Jesus Cristo!” – pro seu governo sabichão, nem Bíblia estava organizada nesta época.

      Seja no mínimo mais respeitoso com a fé das outras pessoas, pois quem com ferro fere, com ferro é ferido. Também sabes muito bem que não basta dizer Senhor, Senhor para que se salve, tão pouco lhe será suficiente fazer milagres ou expulsar demônios em nome D’Ele, se não fizer a vontade do Pai.

      Seja no mínimo, humilde…

      In corde Iesu et Maria, semper!
      Kleber.

  • Pericles A. R. de Toledo  On dezembro 25, 2010 at am:00 am

    O Acordo é entre dois países. Recorrer juridicamente contra um acordo entre dois países só através do Direito Internacional, sendo o tribunal de última instância não o Supremo brasileiro mas a corte de Haya do tribunal internacional, na Europa.
    Estou postando em 12/2010, e agora é tarde, pois o acordo foi ratificado pelo senado e assinado no dia 10/09/2009.
    Advogados burros. Não souberam recorrer na instância correta.

  • Maria Paula  On maio 4, 2010 at pm:01 pm

    vejo que todas as coisas que acontecia quando o Salvador Jesus Cristo veio a este mundo, esta tudo acontecendo nos dias de hoje, muitos ainda não estão dando crédito a palavra de Deus, tenho a plene certeza, vai ter muito choro naquele dia, quando Jesus vinher buscar os seus escolhidos, todos nós seres humanos estamos passando por um pequeno tempo aqui na terra, grande vai ser a vida eterna com Jesus no Céu, busquem mais o conhecimento de Deus, só ele Salva a nossa alma, parem de dar ouvido as coisas que o homem possa tirar você do caminho de Deus, que o Senhor Jesus abençôe a cada um que vai está lendo este pequeno comentário, Jesus está voltando!, um grande abraço, até….

  • Vinicius  On abril 1, 2010 at am:47 am

    Prezados que a Graça e Paz de Cristo esteja convosco,

    considero o tema relevante e de interesse nacional, por isso exponho minha opinião:

    Uma coisa que pouca gente sabe sobre terras e imóveis no Brasil:
    “a União Federal possui e detém apenas 30% dessas terras, enquanto a Igreja Católica possui 60%” desde a colonização do Brasil (a propriedade hoje é da igreja Católica) fonte: http://www.precisao.eng.br/fmnresp/laudemio.htm

    Foram citados aqui: Estados Nacionais, Soberania e Independência.

    O propósito final do acordo é a religião, mas somos um “Estado Laico”, que significa NEUTRALIDADE DO ESTADO em questões religiosas.

    Para um acordo bilateral de Estados Soberanos (leia o acordo), há uma interferência significativa na questão religiosa do ESTADO BRASIL.

    Foram concedidos poderes a um Estado Independente, sobre propriedades, bens, de influenciar parte da cultura de um Pais alheio (Brasil).

    Será que é prudente legitimar poderes de outro ESTADO (País) dentro de nosso pai? Exemplo análogo de outros estados: EUA, China, Russia, India, etc…

    Não sou contra o Catolicismo.

    Só não desejo ver a imposição de outro ESTADO, dentro do meu Pais.

    Cristo recusou varias vezes o poder político ou se associar a política da época, pois ele conhecia o pretexto dos homens “Libertar o povo com ações políticas de Estado”.

    Mas quando o poder e a hierarquia foi entregue na mão da igreja (Clero) de maneira irrestrita, assistimos:

    Cruzadas, inquisições, caças as bruxas, vendas de indulgencias, etc…

    Devemos ter muito cuidado com o poder que damos a outros Estados (Países) em solo Brasileiro, só isso.

    É muito poder de Propriedade Patrimonial e influencia de um Pais Estrangeiro, na minha opinião.

    E Jesus Cristo disse que nós homens não sabemos o dia de amanhã, somente Deus sabe.

    Se Cristo em vida, foi tentado e recusou o poder de governar como Estado ou Império, não creio que acordos políticos de ESTADO (em nome de Cristo) realmente reflita a vontade de Jesus Cristo.

    A imagem e semelhança do que fez Jesus Cristo, IGREJA e ESTADO, deveriam continuar andando separados, como fez Cristo.

    Isso até que Jesus Cristo volte e diga que isso agora mudou.

    (Estive no Vaticano pessoalmente, não Creio que Jesus Cristo ajuntaria tanto ouro e luxo na terra que vi por lá, como fizeram os Romanos)

    Mas isso é só a minha opinião.

    • Igor Dessaune  On outubro 10, 2010 at am:52 am

      Se disserem que sua casa é da Igreja você vai acreditar?! Qualquer pessoa por mais ignorante que seja percebe que a estatístca é absurda… Como dizia W. Churchil, Ex-Primeiro Ministro da Inglaterra, “só acredito nas estatísticas que eu mesmo falsifico’. Acho que seu problema não é com Igreja e sim de inteligência…

      • gil  On outubro 8, 2011 at pm:34 pm

        Meu amado, meus parabéns pela colocação inteligentíssima. Que o Soberano Deus o abençoe. Sinceramente.

      • kleberwar  On março 5, 2013 at am:21 am

        Salve Maria!
        Perfeita citação!
        Que DEUS o abençoe e São Miguel o defenda sempre!
        Kleber.

  • LUCIVANIA FONSECA  On fevereiro 5, 2010 at pm:05 pm

    Sou Evangélica e tenho título de eleitor, os que estão aprovando este acordo deveria pensar que existem muitos como eu (Evangelicos e que possuem título de eleitor) sei que na verdade, no final das contas só isso importa pra eles os nossos votos. Por isso faço um apêlo aos evangélicos não votem mais a favor desses que estão concordando com essa imoralidade. Como diz um amigo nosso – a final de contas o nosso povo merece respeito!

    • Balaguer  On fevereiro 16, 2010 at am:43 am

      Este acordo é totalmente uma R.I. (relação internacional) para ambas as partes, o que é diferente é que o ESTADO AUTÔNOMO E SOBERANO DO VATICANO (isto é, para quem não sabe, um pais independente) é a sede da Igreja Católica Apostólica Romana. Ambas as partes se enriquecerão, não monetariamente mas culturalmente, ninguém tem que se sentir ofendido ou oprimido, por isso saibam que o primeiro comentário, o da moça evangélica é BAIXO E DESPREZÍVEL “eu possuo titulo de eleitor” ah que coisa ridícula!!! pelo amor de Deus minha cara, espero que você leia isso e deixe sua IGNORANCIA para trás. Um acordo entre estados e a senhorita sem instrução, só posso pensar assim, não entende um principio básico que são as relações internacionais de interesse de ambas as partes. Deveria utilizar de suas artimanhas chantagiosas para dizer o que disse quando houver uma eleição e estiver pensando no povo que passa fome e não têm onde morar e não escrever esta baixeza atacando um acordo entre ESTADOS NACIONAIS por conta de sua religião!
      Obrigado

      • Balaguer  On fevereiro 16, 2010 at am:54 am

        P.S. Eu como, também brasileiro, porque tenho outra nacionalidade, me senti profundamente ofendido com o seu comentário e não achei ele nada CIDADÃO por assim dizer. Sei que devemos criticar os erros, também é nosso papel, mas isso é totalmente irrelevante e sem base. Sei também que temos liberdade de expressão, mas vamos usa-la para coisas boas e que nos façam crescer como cidadãos e não para falar coisas sem fundamentos O.K.

      • Vinicius  On abril 1, 2010 at am:59 am

        Prezado Balaguer,

        respeito sua opinião, mas uma observação:

        Você cita: Estados Nacionais, Soberania e Independência.

        Mas se esquece que o propósito final do acordo é a religião, mas somos um Estado laico, que significa NEUTRALIDADE DO ESTADO em questões religiosas.

        Para um acordo bilateral de Estados Soberanos (leia), há uma interferência significativa na questão religiosa do ESTADO BRASIL.

        Foram concedidos poderes a um Estado Independente, sobre propriedades, bens, de influenciar a cultura de um Pais.

        Não sou contra o Catolicismo.

        Só não desejo ver a imposição de outro ESTADO, dentro do meu Pais.

        Cristo negou varias vezes o poder político ou se associar a política da época.

        Mas quando o poder e a hierarquia foi a mão da igreja de maneira irrestrita assistimos:

        Cruzadas, inquisições, casas as bruxas, etc…

        Devemos ter muito cuidado ao poder que damos a outros Estado em solo Brasileiro só isso.

        É muito poder de Propriedade Patrimonial e influencia a um Pais Estrangeiro, na minha opinião.

      • FRANCISCO GOMES  On maio 21, 2010 at pm:45 pm

        Balaguer, com todo o respeito, você é um asno. Coitado do asno mas tudo bem.
        Se você é católico, declare isto mas não fique diminuindo o que a colega falou. A relação entre “esses dois Estados Nacionais”, para fim desse acordo, é espúria porque o Brasil é laico e não pode proteger, tutelar, custear bens sejam eles úteis ou inúteis, caso da Igreja Católica. Acima de tudo este acordo é inconstitucional, ilegítimo e imoral.

      • Igor Dessaune  On outubro 10, 2010 at am:11 am

        Francisco Gomes.
        você é estúpido! Criticou o respeitável comentário do Balaguer por pura questão pessoal e ainda por cima não utilizou nenhum argumento plausível para tanto, você afirmou um monte de besteira, não comprovou nada, falar por falar… Poderia dizer até que você é inteligente, dificil é comprovar. Meu caro, quem é o asno nessa história? Além do mais é notório que a tal evangélica é no mínimo ignorante- sendo bondoso no comentário.

        Vinicius, o que você tem a dizer das propriedades que os mulçumanos tem em todo o mundo, e as dos judeus?! Estude mais um pouco você utilizou uma série de vocábulos inadequados, você tem o 2º grau pelo menos?!

        Balaguer em reparação as estúpidas ofensas que este francisco fez, deixo meu saldosos cumprimentos. Parabéns pelo seu comentário, demonstra-se que provém de um homem sensato.

  • Jaimar Saraiva  On janeiro 9, 2010 at pm:03 pm

    Quanto o acordo Brasil e o Vaticano.
    Acredito que o Presidente LULA não teve intenção de ferir a qualquer instituição Religiosa… quem estiver se sentindo prejudicado é buscar
    a qualquer preço o Direito Constitucional que nos favorece…

  • daniel acacio de freitas  On outubro 31, 2009 at pm:20 pm

    acho que a igreja tem sim que mostrar o poder dela e tambem como catolico apostolico romano concordo severamente no legado acordo entre o vaticano e o brasil o santo padre o papa bento 16 sabe muito bem o que faz

    • carlos red jr  On novembro 11, 2009 at pm:27 pm

      Isso que voce diz é totalmente contra a doutrina de Jesus Cristo.Jesus pregava a não opressão do poder,apesar de pregar o Reino do Céu,ele (Jesus Cristo) dizia que no Céu,os salvos seriam tratados como amigos,irmãos,e não como a servos.E não com um “poder” opressor,como fez a Igreja Católica durante toda sua existência,mandando até mesmo condenar pessoas a morte (como o caso de Joana D’Arc,os índios da América espanhola,que eram torturados e ostomizados)Jesus Cristo pregava a tolerância e nunca obrigou ninguém a segui-lo.Tudo acontecia e deve acontecer de maneira espontânia de que crer.Mas creio que para tudo há um tempo.E vai chegar um dia em que terão de dar contas a Deus de tanta injustiça que praticaram e ainda praticam no presente século.

    • Ana Clara  On maio 4, 2010 at pm:10 pm

      Cuidado!!! veja bem o que você fala, tem muito pooooodre escondido na Igreja catòlica, sem comentário.

      • kleberwar  On março 5, 2013 at am:35 am

        Ah é?!
        Me prove quais são os podres então Ana Clara!
        O Estado escolhe até o livro de história que estudas, com isso não se importa. O Estado quer aprovar uma lei para liberar abortos e matar o mais inocente de todos nós e você não reclama! Agora falou a palavra ‘católica’, pronto! Nem sabe direito o que é e já começa vomitar um monte de blasfêmias!
        Prove os podres da Igreja Católica!
        Tudo o que tens é um monte de sites e blogs hereges sem fontes fidedignas, além de uma mídia manipuladora e tão preparada quanto você, pois com certeza não lestes nenhuma obra literária ou científica que embase esta tua assertiva.
        Me mostre as provas!

        In corde Iesu et Maria, semper!

    • Cláudia  On agosto 28, 2011 at pm:19 pm

      Sou católica praticante e estudante de Direito. Fui educada conforme os ensinamentos cristãos católicos desde que nasci, minha família inteira é engajada em serviços pastorais, inclusive 2 tios Padres, mas venhamos e convenhamos: “vamos dar a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus”, pois se o reino de Cristo não é desse mundo, então os seus súditos não precisam de “tratados”, uma vez que o próprio criador nos concedeu o “livre arbítrio” e juridicamente falando envolver assuntos trabalhistas em concordata é totalmente descabido, pois sabemos que há serviços burocraticos e muito protocolo como toda entidade jurídica e querer isentar a entidade arquidiocesana de seus compromissos trabalhistas não é nada cristão como principalmente ilegal. Como também deploravel e desnecessaria é essa guerra fria entre Evangélicos e Católicos, uma vez que buscamos o mesmo Deus e um dia seremos um só povo em um só rebanho, então vamos parar com a ingnorancia e de nos ultrajar uns aos outros e vamos buscar e professar a nossa fé conforme nos apraz.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 26, 2009 at am:03 am

    Aliás, não era comitê não. Era diretório.
    Então, foi assim: Ontem vi uma propaganda eleitoral, na qual o “garoto propaganda” dizia: “Toda cidade tem uma praça, uma igreja e um diretório do PMDB.”

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 23, 2009 at am:20 am

    Carlos Red Jr. você tem toda a razão.
    É isso aí!!

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 23, 2009 at am:18 am

    Vejam em que está dando esse acordo:
    Ontem vi uma propaganda eleitoral, na qual o “garoto propaganda” dizia: “Toda cidade tem uma praça, uma igreja e um comitê do PMDB.”
    Vejam para onde as coisas estão indo!!
    Qual é a denominação que possui uma construção numa praça em toda cidade do Brasil? Só existe uma.
    Os partidos ou a política não estão se identificando com a Igreja de Jesus, que é composta por todos os cristãos fiéis à Palava de Deus, sejam de que denominação for, inclusive de igrejas sem nome, ou com a religiosidade do povo. Não. Estão se identificando com uma única denominação: Igreja Católica Apostólica Romana.
    Ou seja, o PMDB é o partido da Igreja Católica Apostólica Romana!!
    Se essa moda pega!!!…

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 9, 2009 at pm:39 pm

    Mas alguém dirá: -Você é um evangélico arrogante! Você quer dizer que você tem Jesus em você e eu não? Quem é você para dizer que preciso receber Jesus Cristo como meu Senhor e Salvador? Você não sabe que eu sempre fui d’Ele?
    A questão não é essa. A questão é: Você tem certeza da sua salvação? Você já convidou ao Senhor Jesus Cristo para entrar em seu coração? Você já recebeu ao Senhor Jesus Cristo como Seu único e suficiente Senhor e Salvador? Você tem a paz do Senhor em você?
    Se alguém acha que sou arrogante por pregar que a pessoa deve arrepender-se dos seus pecados e receber a Jesus Cristo como Seu único e suficiente Senhor e Salvador, para ser salva do pecado, da ausência de paz, da condenação ao fogo eterno, da separação eterna de Deus, dos demônios e do diabo, da miséria moral e espiritual, e de todos os males enfim, então essa pessoa que acha que sou arrogante por pregar isso está dizendo que Jesus mandou seus discípulos serem arrogantes, pois o próprio Senhor Jesus mandou: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar tudo o que vos tenho ensinado.” Ora, que evangelho Jesus mandou pregar? Não foi exatamente este evangelho de salvação, mediante receber a Jesus Cristo como único Senhor e Salvador das nossas vidas? Se alguém não concorda com isso vá ler a biografia de Jesus nos quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), o livro histórico de Atos dos Apóstolos, as cartas dos apóstolos Paulo (quatorze cartas), Tiago (uma carta), Pedro (três cartas), João (três cartas), Judas (uma carta) e o livro profético de Apocalipse. Depois de ler com o coração aberto para Deus lhe falar durante a leitura, constatará que estou pregando a verdade e jamais sendo arrogante. Pois se Deus mandou –me pregar o Evangelho a toda criatura, quem sou eu para desobedecer-LHE? Por acaso vou ser arrogante contra Deus? Prefiro ser crucificado pelos homens que me crucificam com os pregos da palavra “arrogante”.
    Mas e você? Já recebeu ou não a Jesus Cristo como seu único, suficiente e eterno Senhor e Salvador. Se você é d’Ele então você LHE obedece pregando o evangelho a toda criatura, não? Ou você quer a salvação e Jesus só para você? Creio que você não é assim, pois se você tem Jesus você não é mais um egoísta. Você é uma pessoa cheia do amor de Deus, que morreria por Jesus e pela salvação de um pecador.

    • carlos red jr  On outubro 10, 2009 at pm:24 pm

      O que mais assusta nessa história,é o fato do acordo ser totalmente inconstitucional.Isso demonstra que a nossa Constituição é muito frágil,onde qualquer governante pode passar por cima dela,com a ajuda do Poder Legislativo.Por isso é que levanto uma tese que,no Brasil nós vivemos sob uma “ditadura branca”.Digo isso porque o nosso Poder Judiciário não é constituído por meio de voto democrático,mas sim por nomeação por parte do Poder Executivo,com aprovação do Poder Legislativo,de maneira que os membros do Poder Judiciário ficam nas mãos do membros dos outros poderes.E um dos perigos dessa situação,é que a nossa democracia corre sério risco de perder garantias constitucionais,inclusive a da livre manifestação de repúdio a certos atos que vierem cometerem contra o nosso sistema democrático.Se hoje aprovaram esse acordo inconstitucional,amanhã poderão aprovar um golpe de estado.Acho muito sério essa situação.De repente o Brasil poderá deixar de ser dos brasileiros,por causa de acordos absurdos.

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:27 pm

      Caro Jefferson, a paz do Senhor.
      Desculpe-me se acaso lhe ofender, mas temos que ter mais cuidado ao fazermos algumas afirmações e ao darmos informações. Faço aqui algumas corrreções: as Cartas de Paulo são somente treze, pois a Carta aos Hebreus não foi ele que escreveu e as Cartas de Pedro são somente duas e não três.
      Enquanto a questão de quem está salvo ou não, de quem tem ou não tem Jesus em seu coração são questões que só Deus é capaz de julgar.
      Um abraço fraterno.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 9, 2009 at pm:59 pm

    Alcineide,

    você está perdoada.

    Está escrito: “A paz de Cristo seja o árbitro em vossos corações.”
    Eu simplesmente não sinto paz sobre esse acordo.
    Está escrito na Bíblia que “as coisas espirituais se discernem espiritualmente”. A lógica e a razão nunca vão discernir as coisas espirituais. É necessário ser um homem espiritual ou uma mulher espiritual para discerni-las. Está escrito que “o homem espiritual discerne todas as coisas e de ninguém é discernido.”

    Jesus disse: “ Eu vos dou a minha paz. Não a dou como o mundo a dá; eu vo-la dou.”

    O próprio Senhor Jesus Cristo disse que nos dá a paz d’Ele, ou seja, a própria paz que Ele tem. Portanto, só se pode ter paz de verdade se o Senhor Jesus estiver habitando em nós. Não há como ter a paz d’Ele sem se ter Ele.
    Quando abrimos nosso coração (nosso espírito) e convidamos ao Senhor Jesus para entrar em nosso coração, recebendo-O como nosso único, suficiente, absoluto e eterno Salvador, Ele entra e passa a fazer morada em nós, na pessoa do Espírito Santo. Então, pela primeira vez, experimentamos uma paz indizível, que invade o nosso coração. O Espírito Santo Se mistura com o nosso espírito, o envolve e nos dá a própria paz de Jesus. Por isso está escrito que “aquele que não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele”. Mas para ser d’Ele é simples: é só abrir o coração e recebe-LO através de um convite pessoal para que Ele entre em sua vida e seja o Seu Senhor e Salvador.

  • Alcineide  On outubro 8, 2009 at pm:38 pm

    Peço desculpas. M expressei de maneira errada ao ofendê-lo.
    Não usei bem as palavras e nem me guiei pela sabedoria. Me perdoe por tão grave e grande erro.

    Pax vobis.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 8, 2009 at pm:03 pm

    Há pessoas que não sabem ler.
    Eu jamais disse que o ensino católico estava sendo imposto e nem que seria ele o exclusivo para os estudantes.
    Eu disse que o ensino religioso católico está sendo garantido pelo acordo e que qualquer outro tipo de ensino religioso não foi garantido especificamente em lei ou acordo algum.
    A forma expressa, isto é, escrita, no mundo jurídico tem muito valor. Daí a forte discriminação com as demais igrejas e religiões.

    • Raquel  On outubro 9, 2009 at pm:41 pm

      Jefferson eles só não tem porque nenhum membro de outras religiões tomou atitude de fazer. Porque em outros países isso é comum todas terem.
      Acho que é questão de atitude e lembrando que acordo não é Lei.
      Se todas tomassem a mesma atitude ninguém estaria criticando a católica, só criticam pq nenhum pastor ainda fez.
      E como vc disse: não obriga só garante.
      Até agora não entendi tanto barulho se qualquer um pode fazer o mesmo sem prejudicar ninguém.
      Pq cá entre nós…. se olharem o acordo direito isso não prejudica nenhuma outra religião. Isso já funciona ha tanto tempo e o q tem mais acontecido é uma igreja nova a cada esquina.
      Eles só “renovaram” o acordo.
      Paz e Bem!

    • Raquel  On outubro 9, 2009 at pm:42 pm

      Jefferson eles só não tem porque nenhum membro de outras religiões tomou atitude de fazer. Porque em outros países isso é comum todas terem.
      Acho que é questão de atitude e lembrando que acordo não é Lei.
      Se todas tomassem a mesma atitude ninguém estaria criticando a católica, só criticam pq nenhum pastor ainda fez.
      E como vc disse: não obriga só garante.
      Até agora não entendi tanto barulho se qualquer um pode fazer o mesmo sem prejudicar ninguém.
      Pq cá entre nós…. se olharem o acordo direito isso não prejudica nenhuma outra religião. Isso já funciona ha tanto tempo e o q tem mais acontecido é uma RELIGIÃO nova a cada esquina.
      Eles só “renovaram” o acordo.
      Paz e Bem!

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:46 pm

      Caro Jeferson, não me contivo diante desta sua afirmação, isso demonstra que você afirma as coisas sem conhecimento de causa. A Igreja católica é a única Igreja que possui personalidade jurídica, reconhecida pelos demais paises desde 1927, por isso ela pode fazer acordos com outros paises. Quero lhe lembrar que todas as ações de cunho religioso, tanto católico como protestante são livres de taxa de impostos. Essa é uma conquista conseguida pela Igreja Católica. Ainda lhe lembro que no nosso país estava para ser aprovada uma lei que proibia qualquer matéria de ensino religioso nas escolas, inclusive o ensino religioso cristão, com o acordo nos assegura a continuidade, mesmo sendo opcional, do ensino religioso.
      Há outras informações, mas penso que essas já são capazes de lhe esclarecer a importância do acordo, não somente para os católicos, mas para todos os cristãos. Cuidado que você pode está cuspindo no prato que come.
      Um abraço fraterno.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 8, 2009 at am:21 am

    ENTENDE, MAS NÃO PRATICA?

    CHAMAR AS PESSOAS DE RIDÍCULAS, PATÉTICAS E AGORA DE COMENTÁRIO PÉRFIDO NÃO É NADA ÉTICO E TAMBÉM É IMORAL EM NOSSO BRASIL.

    TENTAR IRRITAR O ESPÍRITO E AS EMOÇÕES DAS PESSOAS E DEPOIS LHES DESEJAR A PAZ… A PESSOA EU NÃO SEI, MAS O TEXTO É HIPOCRITA.

  • Alcineide  On outubro 8, 2009 at am:05 am

    Entenda senhor que este acordo não tira a laicidade do Estado de Direito Brasileiro, tão pouco abre precedencia para imposições da fé Católica.
    Os casamentos realizados ante os sacerdotes Católicos, com precedencia de efeito jurídico, já existem há anos no Brasil. O ensino religioso é facultativo há anos.
    A Igreja presta auxílio aos presos e doentes, através de instituições próprias e tbm em hospitais e presídios do governo há séculos.
    Pq o piti agora???

    O Senhor vos conceda a Paz.

  • Alcineide  On outubro 8, 2009 at am:59 am

    A PAz que desejo não é a mera ausência de conflito. Mas é antes, como defende os filosofos, uma tranquilidade no ordenamento, uma harmonia universal que emana da conciência humana.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 8, 2009 at am:54 am

    E foi aprovado pelo Senado…

    Quarta-feira passada a maioria dos senadores, injustamente e inconstitucionalmente, aprovou o acordo.
    Os parlamentares de outras religiões haviam feito movimento que impedisse a aprovação do acordo com o Vaticano, mas adotaram outra estratégia nos últimos meses: desistiram de derrubar a concordata e estão defendendo seu próprio acordo, o qual resultará na Lei Geral das Religiões, cujo projeto já foi aprovado na Câmara dos Deputados.
    Na prática, é uma cópia do acordo com o Vaticano, trocando-se o termo “Igreja Católica” pela expressão “todas as religiões”.
    Segundo o deputado federal Ivan Valente (PSOL-PT) o tema foi pouco discutido e “de forma equivocada”, na Câmara. Segundo ele “Virou uma guerra de religiões, com os deputados votando cada um de acordo com as suas próprias crenças. O mérito jurídico, técnico, ficou de lado”.

    Advinha quem foi o relator do projeto que aprovou o acordo? – Quem? – Quem? – Quem? – Quem? – Quem?!!! – FERNANDO COLLOR (PTB – ALAGOAS). O ex-Presidente do Brasil, cuja mãe morreu de desgosto, cujo irmão Pedro morreu de desgosto, que passou a mão na poupança e no dinheiro de todo mundo, pelo que muitas pessoas até suicidaram, que depois abriu as torneiras do dinheiro para a Igreja Católica (quando o líder anterior da mesma veio ao Brasil pedir esse favor) e que foi posto prá fora pelo justo impeachetment.

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:51 pm

      Caro Jerfesson, você queria que fosse aprovada qual Lei? Uma que proíbe a evangelização facultativa, ou a proibição de quaquer ensino religioso?
      Venho lhe informar que o direito que a Igreja Católica conquistou para o ensino religioso facultativo nas escolas não foi conquistado somente pra ela, mas possibila também esse direidto às demais relegiões.
      UM abraço fraterno.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 8, 2009 at am:26 am

    Jesus disse: “De uma mesma fonte não pode jorrar água doce e água salgada.”
    Jesus também disse: “A árvore boa não pode produzir maus frutos.”
    1. Alcineide Disse:
    Outubro 7, 2009 às pm:45 pm | Responder
    “Como vcs são ridículos e patéticos.
    O Senhor vos dê a PAZ.”
    Nós não somos ridículos e nem patéticos.
    Uma pessoa não pode ofender as outras, chamando-as de “ridículos e patéticos”, para no mesmo texto desejar a essas mesmas pessoas que “O Senhor vos dê a PAZ.”

    Eu não sabia que burocracia dava amparo jurídico… Isto denota ignorância sobre o mundo jurídico. Então, a gente perdoa, né?
    Isto é uma heresia jurídica: “O acordo é apenas uma burocracia para dar amparo jurídico ao que já acontece na prática.”

  • Alcineide  On outubro 7, 2009 at pm:45 pm

    Como vcs são ridículos e patéticos. Não é um acordo para a imposição da pratica ou confissão da fé Católica pelo povo brasileiro, tão pouco uma obrigatoriedade de ensino da doutrina Católica Apostólica Romana aos estudantes brasileiros. Em nenhum momento o acordo colocou a Igreja como única ou verdadeira manifestação de fé. O acordo é apenas uma burocracia para dar amparo jurídico ao que já acontece na prática. Porque que ninguém reclama de acordos entre Brasil e EUA, China, Alemanha e companhia??? Esses protestos contra este acordo é apenas manifestação de preconceito religioso.

    O Senhor vos dê a PAZ.

  • solemar santos jacintho  On outubro 7, 2009 at pm:17 pm

    o estado é laico, escolas regulares não são locais para o aprendizado religiosos. ide aos templos,terreiros ,sinagogas…não ao proselitismo por imposição.

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:56 pm

      Caro Solemar, em qual artigo do Acordo dá direito à Igreja católica fazer proselitismo por imposição?
      Um abraço fraterno.

  • Nelson  On outubro 7, 2009 at pm:03 pm

    Eu simplesmente não acredito que depois de tantas melhorias em nosso País. Nós podemos nos deparar com uma situação tão absurda como esta, e deixar que voltemos no tempo, e sejamos monopolizados mais uma vez por uma religião que só traz desgraças para a humanidade. Não devemos aceitar que uma “merda” como o Vaticano (Papa), possa interferir na nossa Lei maior. Somos um País laico, leigo e não confessional.

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:04 pm

      Caro Nelson, quero lhe lmbrar algumas das ações da Igreja católica em benefício da nação brasileira: A saúde (busque conhecer qual foi a ação da Igreja nesse campo), a educação (busque conhecer qual foi a contribuição da Igreja), a defesa do direito dos presos (busque conhecer qual é a ação da Igreja nesse campo), atendimento às crianças mais necessitadas em todo país (quem melhor presta esse serviço? Se não a Pastoral da Criança da Igreja) e quais as contribuições que a Igreja deu na Contituinte de 1988? Olha, se for citar todos os benifícios que a Igreja católica realiza, passarei a noite toda e não terminarei.
      Tenho pena da vossa IGNORÂNCIA.
      Procure conhecer mais a história.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 6, 2009 at am:42 am

    NÃO SE ASSUSTE. O BRASIL NÃO FEZ ACORDO RELIGIOSO COM A ARÁBIA SAUDITA OU QUALQUER OUTRO PAÍS DE MAIORIA MUÇULMANA. O ACORDO COM A ARÁBIA SAUDITA , ABAIXO MENCIONADO, FOI UMA MONTAGEM QUE FIZ ENCIMA DO ACORDO DO BRASIL COM O VATICANO, SOMENTE PARA QUE OS DEFENSORES DESTE ACORDO SENTISSEM UM POUCO MAIS O DRAMA E LHES PROPORCIONAR UMA VISÃO SOB ÂNGULO DIFERENTE.

    Brasil faz acordo histórico com a Arábia Saudita e outros países muçulmanos (sic)

    Já pensou: o seu filhinho católico aprendendo a doutrina muçulmana ou havendo que sair da sala para não assistir a aula islâmica?

    Pra quem não sabe (sic) quer dizer rsrsrsrsrsrs.

    AGORASIM: ADEUS!!!

    • Mundico  On outubro 30, 2009 at pm:07 pm

      Caro Jerferson, parece que você não conhece como funciona os paises totalitários governados pelos Mulçumanos. Busque conhecer, para que você não afirme coisas absurdas como essas que você afirmou.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 5, 2009 at pm:23 pm

    Na faculdade também dá.
    Acho que devia ser assim: escolheriam algumas das religiões com maior número de seguidores no planeta e mais algumas religiões brasileiras ou prevalentes no Brasil , inclusive do meio indígena, tais como: islamismo, catolicismo (tradicional e carismático), protestantismo (tradicional e pentescostal), budismo, induísmo, judaísmo, umbandismo, espiritismo, adventismo, jeovismo, mormonismo, seisho-no-iê, religião do povo guarani, religião do povo guajajara e religião do povo guayanás. Ensinariam quais são as doutrinas de cada uma delas, quais os prós e os contras dessas doutrinas, quais as contribuições que fazem hoje ao mundo e ao Brasil em particular. Analisariam também o ateísmo, quais seus principais argumentos, os prós e os contras.
    Ou seja, ensinar-se-ia as doutrinas do maior número de religiões possíveis, especialmente as de maior influência, até mesmo sobre o ateísmo, fazendo-se uma análise pura e simples, sem partidarismo, expondo-se os prós de cada seguimento e as críticas históricas, filosóficas, científicas, antropológicas e teológicas que lhes hajam sido feitas ao longo da história, inclusive as atuais ou o que haja de mais atual.
    A matéria poderia ter o nome de Religiões Comparadas.
    Esse ensino poderia ser gradual, proporcionando uma visão global de todas as religiões escolhidas, de uma maneira simples nos primeiros anos do ensino fundamental, aprofundando-se pouco a pouco até o término do ensino médio. Então, na faculdade teríamos o curso de Religiões Comparadas, onde formaríamos aqueles que seriam os professores dessa matéria em todos os níveis de ensino.
    O ensino não seria pertencente a nenhuma religião. Seria o ensino do que há ou de como é cada religião e do que é o ateísmo.
    A matéria seria obrigatória para todos os alunos, de toda e qualquer religião ou ateu, sem problema algum, uma vez que o objetivo seria de conhecer como funciona cada religião e o como é o ateísmo sem bairrismo algum.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 5, 2009 at am:27 am

    Vocês já mandaram seus comentários para o Presidente, para a Câmara dos Deputados e para o Senado? Eu mandei dois para o Presidente e um para os Deputados Federais. O Senado é uma vergonha: não tem endereço para comunicarmos com eles pela internet. Estão fugindo de um diálogo aberto com a sociedade.

    Há alguém deletando parte dos meus comentários. Já que é assim, não comentarei mais nada neste lugar. Que perda de tempo, meu Deus!!

    Que Deus abençoe a todos.
    Adeus.

    • carlos red jr  On outubro 5, 2009 at pm:54 pm

      Caro jefferson miranda.Pode crer qua há muitos solidários quanto aos vossos comentários e também indignados com essa situação.Mas cria que também tudo só acontece de duas formas:Seja pela vontade de Deus,ou por pura permissão do Mesmo.Afinal de contas as profecias hão se se cumprirem.E quem sabe se já não é o tempo para isso.Afinal para aqueles que realmente crêem em Deus,por Jesus Cristo,sabem que existe uma Jerusalém que não fica exatamente nesse mundo já há muito corrompido.Se já esta de alguma forma previsto para se ter esse acordo,que assim seja.Não fiquemos conformados com a situação.Mas que fiquemos pelo menos confortados com as reais promessas para os fiéis do Deus Altíssimo.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 5, 2009 at am:19 am

    Não admitir o ensino religioso muçulmano nas escolas públicas brasileiras seria preconceito?
    Esse preconceito seria gerado por medo ou por que?
    O ensino religioso islâmico nas escolas publicas brasileiras de ensino fundamental geraria terrorismo?
    Piada: se as escolas públicas brasileiras escolhidas são as de ensino fundamental já estão ensinando o fundamentalismo. rsrsrsrsrs
    Qual o motivo ou a razão de se ter ensino religioso muçulmano nas escolas públicas brasileiras de ensino fundamental? Alguém estaria interessado? Há muçulmanos em número suficiente no Brasil para se justificar tal ensino nas escolas públicas de ensino fundamental brasileiras?
    O que você sabe sobre o islamismo dá-lhe condições de exprimir uma opinião sincera, consciente, sem preconceito, não tendenciosa, imparcial e esclarecedora sobre este assunto?
    Agora uma pergunta à parte: por que esse interesse de haver ensino religioso (qualquer que seja ele) apenas no ensino fundamental? É porque as pessoas nessa faixa educacional não pensam? Isto é, nessa faixa educacional as pessoas, na maioria tenras, muito jovens, inexperientes, não têm uma visão tão crítica das coisas, da vida, não tiveram tempo de estudar várias religiões, vários caminhos filosóficos, para poder concluir e decidir o que é melhor para si? Ou será porque os pais já fizeram suas escolhas ou esta lhes foi imposta por seus progenitores e eles seguem algum caminho religioso sem saber porquê e agora querem que seus filhos sigam o mesmo rumo? Ora, mas se os pais querem que seus filhos sigam o mesmo rumo não basta que lhes ensinem em casa e os levem para frequentar (o trema caiu) o local ou templo que frequentam? Por que ensino religioso em escola pública de ensino fundamental? Acho que só tem uma explicação: alguém está querendo fazer proselitismo.
    Dizem alguns que o ensino religioso vai levar as pessoas, principalmente os jovens de hoje, a pensar em Deus, nos valores santos, no amor, etc.. Mas e se o ensino religioso for dos adoradores de satã? Todos sabemos que existem as igrejas satanistas hoje e que os satanistas até se infiltram nas igrejas para prejudicá-las, inclusive tentando impedir a operação espiritual nos cultos e ministrando coisas satânicas. Eu sei de um caso em que um satanista infiltrou-se numa igreja Batista, fazendo-se passar por evangélico, cristão, manso e bonzinho, etc. e conseguiu um cargo de contador no departamento financeiro da igreja. Depois de algum tempo, conquistada a confiança de todos, o satanista “evangélico” deu um grande rombo nas finanças da igreja, através de um grande golpe contábil.
    Ensino religioso satânico nas escolas públicas de ensino fundamental brasileiras???!!! Eu héin?! VÁ DE RETRO satanás, em nome de Jesus!!!!!!!!!

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 2, 2009 at am:59 am

    Não admitir o ensino religioso muçulmano nas escolas públicas brasileiras seria preconceito?
    Esse preconceito seria gerado por medo ou por que?
    O ensino religioso islâmico nas escolas publicas brasileiras de ensino fundamental geraria terrorismo?
    Piada: se as escolas públicas brasileiras escolhidas são as de ensino fundamental já estão ensinando o fundamentalismo. rsrsrsrsrs

    Agora uma pergunta à parte: por que esse interesse de haver ensino religioso (qualquer que seja ele) apenas no ensino fundamental? É porque as pessoas nessa faixa educacional não pensam? Isto é, nessa faixa educacional as pessoas, na maioria tenras, muito jovens, inexperientes, não têm uma visão tão crítica das coisas, da vida.

    • caio  On outubro 4, 2009 at pm:46 pm

      O TRABALHO DE EVANGELIZAÇÃO TEM QUE SER COM CRIANÇAS, PQ ELAS NÃO FORAM CONTAMINADAS PELO MUNDO, AINDA.
      PENSE ENSINO RELIGIOSO NUMA FACULDADE, DA?

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 1, 2009 at pm:23 pm

    O que dirão agora os árduos defensores do acordo entre o Brasil e o vaticano?

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 1, 2009 at pm:19 pm

    Brasil faz acordo histórico com a Arábia Saudita e outros países muçulmanos
    Íntegra do Acordo entre o Brasil e a Arábia Saudita
    Ato assinado por ocasião da Audiência Privada do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva com Sua Majestade o Rei Abdullah Bin Abdel Aziz Al Saud – Palácio Real de Riad, 16 de maio de 2009
    ACORDO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A ARÁBIA SAUDITA RELATIVO AO ESTATUTO JURÍDICO DO ISLÃ NO BRASIL
    A República Federativa do Brasil e o Reino da Arábia Saudita (doravante denominados Altas Partes Contratantes),
    Considerando que o Islã é a suprema autoridade do Islamismo ou Religião Muçulmana, no que tange ao Reino da Arábia Saudita, regida pelo Direito Teocrático Islâmico da Arábia Saudita; Considerando as relações históricas entre o Islamismo e o Brasil e suas respectivas responsabilidades a serviço da sociedade e do bem integral da pessoa humana;
    Afirmando que as Altas Partes Contratantes são, cada uma na própria ordem, autônomas, independentes e soberanas e cooperam para a construção de uma sociedade mais justa, pacífica e fraterna;
    Baseando-se, o Islã, nos documentos do Alcorão e das leis do Reino da Arábia Saudita, e a República Federativa do Brasil, no seu ordenamento jurídico;
    Reafirmando a adesão ao princípio, internacionalmente reconhecido, de liberdade religiosa;
    Reconhecendo que a Constituição brasileira garante o livre exercício dos cultos religiosos;
    Animados da intenção de fortalecer e incentivar as mútuas relações já existentes;
    Convieram no seguinte:
    Artigo 1º
    As Altas Partes Contratantes continuarão a ser representadas, em suas relações diplomáticas, por um Sheik acreditado junto à República Federativa do Brasil e por um Embaixador(a) do Brasil acreditado(a) junto ao Islã, em Riad, com as imunidades e garantias asseguradas pela Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, de 18 de abril de 1961, e demais regras internacionais.
    Artigo 2º
    A República Federativa do Brasil, com fundamento no direito de liberdade religiosa, reconhece ao Islamismo, neste acordo também denominado Religião Muçulmana, o direito de desempenhar a sua missão muçulmana, garantindo o exercício público de suas atividades, observado o ordenamento jurídico brasileiro.
    Artigo 3º
    A República Federativa do Brasil reafirma a personalidade jurídica da Religião Muçulmana e de todas as Instituições Islâmicas que possuem tal personalidade em conformidade com o direito islâmico, desde que não contrarie o sistema constitucional e as leis brasileiras, tais como o Conselho dos Sheiks, Mesquitas Centrais, Mesquitas Inteiores, Liga Islâmica Árabe, Liga Árabe para a Divulgação do Islamismo para os Fiéis de Outros Ritos.
    § 1º. A Religião Muçulmana pode livremente criar, modificar ou extinguir todas as Instituições Islâmicas mencionadas no caput deste artigo.
    § 2º. A personalidade jurídica das Instituições Islâmicas será reconhecida pela República Federativa do Brasil mediante a inscrição no respectivo registro do ato de criação, nos termos da legislação brasileira, vedado ao poder público negar-lhes reconhecimento ou registro do ato de criação, devendo também ser averbadas todas as alterações por que passar o ato.
    Artigo 4º
    O Islã declara que nenhuma circunscrição islâmica do Brasil dependerá de Sheik cuja sede esteja fixada em território estrangeiro.
    Artigo 5º
    As pessoas jurídicas islâmicas, reconhecidas nos termos do Artigo 3º, que, além de fins religiosos, persigam fins de assistência e solidariedade social, desenvolverão a própria atividade e gozarão de todos os direitos, imunidades, isenções e benefícios atribuídos às entidades com fins de natureza semelhante previstos no ordenamento jurídico brasileiro, desde que observados os requisitos e obrigações exigidos pela legislação brasileira.
    Artigo 6º
    As Altas Partes reconhecem que o patrimônio histórico, artístico e cultural da Religião Muçulmana, assim como os documentos custodiados nos seus arquivos e bibliotecas, constituem parte relevante do patrimônio cultural brasileiro, e continuarão a cooperar para Religião Islâmica ou de outras pessoas jurídicas islâmicas, que sejam considerados pelo Brasil como parte de seu patrimônio cultural e artístico.
    § 1º. A República Federativa do Brasil, em atenção ao princípio da cooperação, reconhece que a finalidade própria dos bens islâmicos mencionados no caput deste artigo deve ser salvaguardada pelo ordenamento jurídico brasileiro, sem prejuízo de outras finalidades que possam surgir da sua natureza cultural.
    § 2º. A Religião Muçulmana, ciente do valor do seu patrimônio cultural, compromete-se a facilitar o acesso a ele para todos os que o queiram conhecer e estudar, salvaguardadas as suas finalidades religiosas e as exigências de sua proteção e da tutela dos arquivos.
    Artigo 7º
    A República Federativa do Brasil assegura, nos termos do seu ordenamento jurídico, as medidas necessárias para garantir a proteção dos lugares de culto do Islamismo ou e de suas liturgias, símbolos, imagens e objetos cultuais, contra toda forma de violação, desrespeito e uso ilegítimo.
    § 1º. Nenhum edifício, dependência ou objeto afeto ao culto muçulmano, observada a função social da propriedade e a legislação, pode ser demolido, ocupado, transportado, sujeito a obras ou destinado pelo Estado e entidades públicas a outro fim, salvo por necessidade ou utilidade pública, ou por interesse social, nos termos da Constituição brasileira.
    Artigo 8º
    A Religião Muçulmana, em vista do bem comum da sociedade brasileira, especialmente dos cidadãos mais necessitados, compromete-se, observadas as exigências da lei, a dar assistência espiritual aos fiéis internados em estabelecimentos de saúde, de assistência social, de educação ou similar, ou detidos em estabelecimento prisional ou similar, observadas as normas de cada estabelecimento, e que, por essa razão, estejam impedidos de exercer em condições normais a prática religiosa e a requeiram. A República Federativa do Brasil garante ao Islamismo o direito de exercer este serviço, inerente à sua própria missão.
    Artigo 9º
    O reconhecimento recíproco de títulos e qualificações em nível de Graduação e Pós-Graduação estará sujeito, respectivamente, às exigências dos ordenamentos jurídicos brasileiro e do Islã, através do Reino da Arábia Saudita.
    Artigo 10
    O Islamismo, em atenção ao princípio de cooperação com o Estado, continuará a colocar suas instituições de ensino, em todos os níveis, a serviço da sociedade, em conformidade com seus fins e com as exigências do ordenamento jurídico brasileiro.
    § 1º. A República Federativa do Brasil reconhece ao Islamismo o direito de constituir e administrar Seminários e outros Institutos islâmicos de formação e cultura.
    § 2º. O reconhecimento dos efeitos civis dos estudos, graus e títulos obtidos nos Seminários e Institutos antes mencionados é regulado pelo ordenamento jurídico brasileiro, em condição de paridade com estudos de idêntica natureza.
    Artigo 11
    A República Federativa do Brasil, em observância ao direito de liberdade religiosa, da diversidade cultural e da pluralidade confessional do País, respeita a importância do ensino religioso em vista da formação integral da pessoa.
    §1º. O ensino religioso, islâmico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação.
    Artigo 12
    O casamento celebrado em conformidade com as leis islâmicas, que atender também às exigências estabelecidas pelo direito brasileiro para contrair o casamento, produz os efeitos civis, desde que registrado no registro próprio, produzindo efeitos a partir da data de sua celebração.
    § 1º. A homologação das sentenças islâmicas em matéria matrimonial, confirmadas pelo órgão de controle superior do Islã, no que concerne ao Reino da Arábia Saudita,, será efetuada nos termos da legislação brasileira sobre homologação de sentenças estrangeiras.
    Artigo 13
    É garantido o oficio de direção das orações pelos imãs e o direito do muçulmano de orar cinco vezes ao dia, voltado para Meca.
    Artigo 14
    A República Federativa do Brasil declara o seu empenho na destinação de espaços a fins religiosos, que deverão ser previstos nos instrumentos de planejamento urbano a serem estabelecidos no respectivo Plano Diretor.
    Artigo 15
    Às pessoas jurídicas islâmicas, assim como ao patrimônio, renda e serviços relacionados com as suas finalidades essenciais, é reconhecida a garantia de imunidade tributária referente aos impostos, em conformidade com a Constituição brasileira.
    § Unico. Para fins tributários, as pessoas jurídicas do Islamismo que exerçam atividade social e educacional sem finalidade lucrativa receberão o mesmo tratamento e benefícios outorgados às entidades filantrópicas reconhecidas pelo ordenamento jurídico brasileiro, inclusive, em termos de requisitos e obrigações exigidos para fins de imunidade e isenção.
    Artigo 16
    Dado o caráter peculiar religioso e beneficente da Religião Muçulmana e de suas instituições:
    I – O vínculo entre os Sheiks, imãs e Ulemás consagrados mediante votos e as Mesquitas ou Institutos Religiosos e equiparados é de caráter religioso e portanto, observado o disposto na legislação trabalhista brasileira, não gera, por si mesmo, vínculo empregatício, a não ser que seja provado o desvirtuamento da instituição eclesiástica.
    II – As tarefas de índole islâmica ou muçulmana, do imã, litúrgica, dos Ulemás, assistencial, de promoção humana e semelhantes poderão ser realizadas a título voluntário, observado o disposto na legislação trabalhista brasileira.
    Artigo 17
    Os Sheiks, no exercício de sua missão islâmica, poderão convidar Sheiks, imãs, Ulemás, membros de institutos religiosos islâmicos e leigos, que não tenham nacionalidade brasileira, para servir no território de suas mesquitas, e pedir às autoridades brasileiras, em nome deles, a concessão do visto para exercer atividade islâmica no Brasil.
    § Único. Em conseqüência do pedido formal do Sheik , de acordo com o ordenamento jurídico brasileiro, poderá ser concedido o visto permanente ou temporário, conforme o caso, pelos motivos acima expostos.
    Artigo 18
    O presente acordo poderá ser complementado por ajustes concluídos entre as Altas Partes Contratantes.
    § Unico. Órgãos do Governo brasileiro, no âmbito de suas respectivas competências e o Conselho dos Sheiks do Brasil, devidamente autorizado pelo Islã, no que tange ao Reino da Arábia Saudita, poderão celebrar convênio sobre matérias específicas, para implementação do presente Acordo.
    Artigo 19
    Quaisquer divergências na aplicação ou interpretação do presente acordo serão resolvidas por negociações diplomáticas diretas.
    Artigo 20
    Será celebrado acordo entre a República Federativa do Brasil e o Reino da Arábia Saudita, representando o Islã, para assistência religiosa às Forças Armadas.
    Artigo 21
    O presente acordo entrará em vigor na data da troca dos instrumentos de ratificação, ressalvadas as situações jurídicas existentes e constituídas ao abrigo do Decreto nº 119-A, de 7 de janeiro de 1890
    Feito na Cidade de Riad, aos 16 dias do mês de maio do ano de 2009, em dois originais, nos idiomas português e árabe, sendo ambos os textos igualmente autênticos.

  • jefferson miranda dos reis cury  On outubro 1, 2009 at am:01 am

    Falou, Carlos Vermelho. Sofri na pele a Educação Moral e Cívica e a OSPB, Organização Social e Política do Brasil, nos meus tempos de ginásio e científico (antigo segundo grau ou ensino médio, para quem é mais jovem e não sabe dessas coisas).
    Você tem razão. Devemos cantar os hinos sim, mas com consciência crítica.
    É como esse acordo. Não vamos engolir acordo algum só porque alguma autoridade do Brasil resolveu fazer. Vamos analisar e criticar conscientemente, pautados na razão, na lógica, na história, na gramática, na lei, nos costumes, na jurisprudência, na doutrina do direito, verificando as reais intenções dos acordantes.
    Quem sabe, se o acordo passar, ele não “pega”… Aos meus olhos, pautado na ética e no ordenamento jurídico brasileiro, seria ótimo!
    O acordo é de cunho eminentemente religioso. Nele o Brasil perde a sua laicidade.
    BRASIL LAICO. AME-O OU DEIXE-O.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 30, 2009 at pm:43 pm

    O acordo em questão pode ter cunho moral, pois atende aos interesses de uma classe, àquilo que essa categoria de pessoas acha que é bom.
    A palavra moral vem do latim mores e quer dizer costume.
    Aqui em Minas Gerais, temos o costume de comer tutu de feijão e torresmo, ou então frango com quiabo e angu, ou escondidinho de moranga com carne de sol. Mas lá no Japão eles não têm esses costumes. Lá eles costumam comer peixe cru e misturam comida salgada com doce. Vocês já experimentaram comer feijão com açúcar? Há pessoas que gostam. Eu detesto. Nós temos o costume de comer com garfo e faca. Lá no Japão e na China eles têm o costume de comer com palitinhos.
    A moral é composta de regras que atendem ao interesse individual ou grupal, mas não a todos. A moral diz: -Não chegue em casa depois das vinte e duas horas. Você pergunta: – Por que? A moral responde: – Porque é bom prá você. A ética, por sua vez, está sempre perguntando. A ética pergunta: – É bom prá mim por que? Faz bem prá mim porque faz bem prá você? Faz bem pra nós, mas faz bem prá todos?
    Então, a moral afirma, faz a regra: Acordo entre o Brasil e o Vaticano. Você pergunta: Por que? A moral responde: Porque o acordo faz bem prá você. Você pergunta: Faz bem prá mim por que? Faz bem prá mim porque faz bem para os políticos brasileiros perante o eleitorado católico? Faz bem prá mim porque faz bem para a categoria hierárquica do catolicismo? Faz bem prá mim por que? Eu não sou católico apostólico romano. Faz bem para os políticos perante os católicos e para o catolicismo ou faz bem para todos? Ou seja, faz bem também para os ateus, os espíritas, os umbandistas, os índios, os budistas, os evangélicos, as Testemunhas de Jeová, os mórmons, os adventistas de sétimo dia, os seisho no iê, etc.? Faz bem para todos ao mesmo tempo? Se faz bem para todos, que bem é esse?
    A resposta é óbvia: FAZ BEM PARA A CÚPULA DO CATOLICISMO, PARA SEUS SUBORDINADOS HIERÁRQUICOS, PARA ELES E OS POLÍTICOS BRASILEIROS QUE APOIAM O PRESIDENTE LULA NESSE ACORDO, PERANTE O ELEITORADO CATOLICO. Ou seja, o acordo satisfaz aos interesses de três grupos: corporação hierárquica católica (que também são políticos do Vaticano), muitos políticos brasileiros e aqueles católicos que apóiam o acordo.
    Alguém dirá: – Ora, se não faz bem aos demais grupos, mal também não faz. Mas a questão não é apenas o mal que se comete. A questão é o bem que não se faz. Uma conduta ou atitude pode ser feita por ação ou por omissão. Assim, há a conduta comissiva e a conduta omissiva. No livro de Tiago, na Bíblia, está escrito que “aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz está pecando”. No caso em tela, os representantes brasileiros não estão fazendo o bem e sabem que devem fazê-lo aos demais grupos religiosos, igrejas e ateus. Estão fazendo mal aos demais grupos, pela omissão. Estão omitindo os privilégios concedidos ao Vaticano aos demais grupos.
    Para ser ético o Brasil deveria dizer: Não vamos fazer acordo porque tudo o que deveríamos dizer sobre igrejas, cultos, organizações religiosas e ensino religioso já está previsto em nosso ordenamento jurídico, sem discriminação, vedado todo proselitismo.
    Mas o acordo foi com o Estado do Vaticano! Um outro país! Oh, sim, foi. Mas o conteúdo do acordo trata de assistência religiosa, missão religiosa, espaços para cultos religiosos, ensino religioso, etc.. Então, o acordo é de cunho religioso. Isto não é ético, pois desrespeita todas as demais religiões, igrejas e aos ateus.
    A moral de alguns é o desrespeito a outros.
    A ética não desrespeita a ninguém.
    Quero esclarecer que Educação Moral e Cívica foi uma estratégia pseudoeducacional que serviu aos interesses da ditadura militar.
    A educação hoje não é moralista, mas se preocupa em transmitir valores éticos.
    Todos os professores, hoje, sejam de que matéria for, devem passar valores éticos aos seus alunos. Não devem passar a sua religião, mas valores éticos.
    Ética é algo que faz bem para todos, sem distinção. Moral é algo que propicia o bem ou satisfaz ao interesse somente de um indivíduo ou de algum grupo ou classe de indivíduos e não para toda e qualquer classe ou para todos os indivíduos.
    A moral de alguns leva-os a práticas que aos seus olhos lhes faz bem, pois essa é a sua moral, mas a ética pode aferir o mal que fazem a eles mesmos. Por exemplo: é moral entre certa tribo indígena do Brasil que para um menino passar a ser considerado adulto ele precisa manter uma de suas mãos e o braço enfiados em um formigueiro e suportar as mordidas das formigas por certo tempo. Isso é moral? Para nós é imoral! Mas para eles é moral! Mas é ético? Faz bem ao menino? Destarte, há regras morais que não são éticas e há regras morais que são éticas.
    A educação era moral porque atendia aos ditames morais da classe dos militares que, então, era autoritária. Era a ditadura moral militar. Agora, a moral do governo vigente, da situação (Partido dos Trabalhadores e seus aliados) e do Vaticano, quer se impor como norma ética para todo o País. Isso é imoral!Mas para eles é moral! Mas é ético?
    O tratamento ético que a Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988 e as demais leis vigentes, como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional derem ao assunto basta.
    Se o acordo não cria vínculo nenhum entre o Brasil e o Vaticano e conseqüentemente com a denominação Igreja Católica Apostólica Romana, então o Brasil não fez acordo nenhum. Mas se cria tais vínculos, uma vez que o acordo é eminentemente de cunho religioso, como expusemos retro, a ética dada ao assunto pela Constituição e demais leis brasileiras foi alijada, abandonada no ostracismo, na sarjeta, na lama, banalizada publicamente pela troca da moral costumeira de serem imorais nossos infiéis representantes.

    • carlos red jr  On setembro 30, 2009 at pm:19 pm

      jefferson miranda dos reis cury,Tenho lido com atenção aos vossos comentários,assim também como a de algus outros internautas.Bem sei que no comentario que fiz,citei “moral e cívica”Mas citei,colocando o sentido do que quis dizer.Creio que muitos assistiu aquele trágico desfecho que teve naquela ação da polícia contra aquele assaltante que mantinha uma refém em posse de uma granada,na semana passada no Rio de Janeiro.Aquele fato,creio eu,deve ser bem refletido por todos nós.Penso eu que o “sistema”falhou quando provavelmente não deu uma devida educação àquele jovem,onde o “próprio sistema”teve que eliminar,em nome da segurança ou ordem pública.Num país como o nosso,onde a maioria dos cidadãos estão a mercê da própria sorte,sem educação eficiente,sem saúde eficiente,com famílias desestruturadas,os jovens são adotados pelo poder pararelo,com a ausência do estado em suas vidas.Por isso acho importante que que as várias denominações religiosas teria o dever de dar uma assistência espiritual às criança e jovens,a família dariam a esducação de berço aos seus filhos e o estado daria uma educação voltada para a consciência cidadã.Para se ter uma idéia,muitos não sabem o significado do vocábulos dos nossos hinos cívicos(Hino Nacional,Hino da Indenpendência,por exemplo)Cantamos a letra sem saber o seu significado,como papagaios,de maneira decorativa.E se não sabemos o que estamos cantando,logo não sabemos o que significa ser cidadão.E se não sabemos ser cidadãos,logo não iremos saber os nossos direitos e nem nossos deveres,como cidadãos.Por isso se não conhecemos os nossos direitos,logo não iremos dar a devida importancia.E se não conhecemos os nossos deveres,idém.É por isso que muitas leis não “pega”nesse país.Veja por exemplo a Lei Seca,as Leis de Trânsito e outras ainda que muitas vezes passamos por cima,talvez por falta de uma educação de cidadania,desde a mais tenra infância.

  • carlos red jr  On setembro 30, 2009 at am:04 am

    Esse trecho do acordo:”Artigo 14
    A República Federativa do Brasil declara o seu empenho na destinação de espaços a fins religiosos, que deverão ser previstos nos instrumentos de planejamento urbano a serem estabelecidos no respectivo Plano Diretor.” também causa muita polêmica,a respeito desse tratado.Na cidade onde moro,por exemplo,já existe tanto espaço que já foi doado à Igreja Católica.Penso eu,com tanto poder econônico que possue essa poderosa denominação religiosa,não precisa de “ganhar” mais terrenos.Eles não são nem de longe do “movimento sem terra”.Para quem então seria essa destinação de espaços a fins religiosos?Também digo que numa sociedade “laica”qualquer cidadão é livre para adorar o que bem assim desejar:Se alguém (por exemplo)quizer adorar uma pedrinha que achou em algum jardim,tudo bem.Se alguém quizer adorar o Sol ou a Lua ou qualquer objeto,é um problema dessa pessoa.O que não pode é uma autoridade tentar controlar ou orientar a fé das pessoas.O que a autoridede deve fazer é manter os direitos de fé ou crenças,e manter a ordem para que alguns não cometam abusos,em desacordo com as próprias leis.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 30, 2009 at am:08 am

    Ivan Carlos, muito obrigado pelo apoio e conselho. Entendi.
    Porém, muita vez, o paciente está com um câncer ou início de grangrena e o médico continua receitando melhoral, dipirona… Então, no meio de uma multidão de necessitados, que todos nós somos, sempre há alguém precisando de uma quimioterapia, ainda que sob o choque de lhe cair os cabelos, por algum tempo, prá ver se cai na real. Mas vou tomar mais cuidado.
    Maio, não é aposentadoria não, é o começo de uma nova vida, é um novo nascimento e é um novo emprego ou trabalho: pôr a mão no arado e não olhar prá trás, ser pescador de homens. A Bíblia diz que todos somos pecadores: “porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Então, Maio, todos se tornaram “safados”. O Evangelho nos propõe o arrependimento da “safadeza”. Seguir a Jesus Cristo não é para comodistas, não é para quem quer ficar a toa, é para quem quer trabalhar. Disse Jesus: “Grande e a seara, mas poucos os trabalhadores. Peçam, pois, ao Senhor da seara que envie trabalhadores para a sua seara”

  • MAIO  On setembro 29, 2009 at pm:07 pm

    EVANJELHICO HOJE, É APOSENTADORIA DE GENTE SAFADA.

    • caio  On setembro 29, 2009 at pm:09 pm

      REALMENTE EU ERA SAFADO, PROMISCUO, DROGADO, MULHERENGO, VIOLENTO, FUI AO LIMITE DO SER HUMANO, NÃO FUI FELIZ NEM MAIS
      MACHO DO QUE OUTROS HOMEM, E O Q EU GANHEI, NADA, PERDI TUDO, SOU UMA PESSOA HJ SEM FAMILIA, SEM OS AMIGOS ANTIGOS, MAS, TENHO ALGO QUE ME CONFORTA, PAZ INTERIOR, NÃO SEI SE CONHECE ISTO

    • salvo  On fevereiro 5, 2010 at am:12 am

      Maio se nao tem algo bom a se dizer e melhor nao dizer nadda

  • Ivan Carlos  On setembro 29, 2009 at am:58 am

    Bom dia, Irmão Jefferson.

    Concordo com você que nosso corpo é templo do Espírito Santo e que não devemos adorar outros Deuses, inclusive imagens; Mas o assunto em questão é sobre o Acordo em sala privada entre a República Federativa do Brasil e o Vaticano. Por isso, quando for falar de um assunto não saia do foco. Pois, nem todo mundo está preparado para ouvir a Verdade [Jesus]. É preciso ir devagar. Não queira descarregar só de uma vez porque pode fazer mal à maioria das pessoas, inclusive àqueles que estão iniciando sua caminhada cristã . Ainda não estão preparado para comer algo mais sólido. Estão, ainda, tomando leite. Entendeu??? Abraço.

    • carlos red jr  On setembro 30, 2009 at am:29 am

      Ivan Carlos, acho realmente um real perigo quando autoridades começam a desprezar trechos da nossa Constituição Federal,principalmente quando essa autoridade é do Poder Executivo.Se na Constituição diz que:”Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público.”Penso então se eles desprezam um texto constitucional como esse,então poderão desprezar outros e mais outros até poder implantar uma ditadura,segundo suas conveniências.Ora,se o nosso Presidente prometeu,por ocasião de sua posse respeitar e defender a nossa Constituição,já não estou vendo isso.E os demais poderes (Legislativo e Judiciário)deviam ficar atentos a isso.Cabe a nós,cidadãos fazer essa alerta.Para fazer um acordo desse,seria necessário fazer uma PEC.

      • Ivan Carlos S. Pantoja  On outubro 2, 2009 at pm:41 pm

        Olá Carlos Red,

        Bingo! Você acertou na mosca quando mencionou do Art. 19, da CF. Agora, cabe a nós pressionar as partes legitimadas a proporem uma AÇÃO DE INCONSTITUICIONALIDADE (ADIN), Ou seja, A União, Estados, Municipíos e Distrito Federal; mas principalmente o Ministério Público Federal. Todas as vezes que alguns preceitos da CF são lesados, cabe então uma ADIN. Por Isso, tenho certeza de que esse acordo devem ser emendado para que não infrinja a lei maior.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 28, 2009 at am:55 am

    “NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM.” Êxodo 20:3

    Portanto, idólatra não é apenas quem adora uma imagem, quem se encurva perante ela ou quem a serve. A primeira ênfase está no verbo “terás”, isto é, “Não terás outros deuses”. Portanto, basta ter um ídolo para ser considerado idólatra, de acordo com as Escrituras. Idólatra é quem consente no ídolo, quem consente na presença do ídolo.
    Ídolo é tudo aquilo que, seja material ou imaterial, colocamos entre nós e Deus, acima da Sua vontade, acima da Sua Palavra. Sua Palavra é categórica e clara: “NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM.” “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”, “NÃO TERÁS”.

  • carlos red jr  On setembro 26, 2009 at am:46 am

    para Marta Marques.Continuando,aida digo-vos,que na denominação onde professo a minha fé,são os irmãos do ministério que orienta as crianças,os jovens,aos adultos,os casais acerca de como deve ser suas condutas perante a sociedade,através do próprio Espírito Santo de Deus.Se cada denominação assim procedesse,não necessitaria de se ter ensino religioso nas escolas.O papel do estado seria o de dar educação de moral e cívica,para assim melhor preparar a crianças,os jovens a serem melhores cidadãos em nosso país,atualmente tão violento como está.E uma das razões dessa dura realidade é que os nossos jovens não estão recebendo aulas de cidadania,não estão aprendendo a cultivar bons valores.Portanto,acho eu, que cabe as religiões fazer a devida orientação de fé aos seus fiéis,e cabe ao estado de dar uma educação de moral e cívica ás crianças e jovens,e cabe aos pais dar a devida educação de “berço” aos seus filhos.Aí com certeza todos os bons valores estariam sendo incutidos no seio da nossa sociedade,tudo em busca de dias melhores para todos nós,com justiça, educação plena em todos os nivis da nossa sociedade.

  • Nina Golvea  On setembro 25, 2009 at am:45 am

    Se na internet, quem faz comentário tivesse que divulgar cpf, 90% dos radicais se tornariam moderados…

    • caio  On setembro 28, 2009 at am:20 am

      NÃO TENHO ESTE PROBLEMA, MAS TIRO SUA RAZÃO

      • caio  On setembro 28, 2009 at am:22 am

        CORRIGINDO

        MAS NÃO TIRO SUA RAZÃO

  • Marta Marques  On setembro 25, 2009 at am:23 am

    Artigo 11
    A República Federativa do Brasil, em observância ao direito de liberdade religiosa, da diversidade cultural e da pluralidade confessional do País, respeita a importância do ensino religioso em vista da formação integral da pessoa.
    §1º. O ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação.

    Alguém por acaso leu isso? O acordo só confirma o que diz a Constituição!
    Como diz o Jefferson, o texto garante o ensino católico. É CLARO, é um acordo com o Vaticano, eles não tem que garantir o ensino de outras religiões especificando cada uma! Ora, as demais que façam seus próprios acordos.
    O texto afirma em todos os parágrafo a soberania das Leis da Federação, apenas se reserva o direito de ter suas próprias regras. Todas as religiões as tem! As pessoas criam polêmica até onde não há. Li aqui até sobre Santa Inquisição.
    Há um sentimento de medo e rancor em relação ao catolicismo, vamos superra isso!

    Antes que alguém me “acuse” de católica, sou crente e confirmo: Crente é muito chato!

    • Raquel  On setembro 25, 2009 at am:34 am

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Adorei irmã!

      Não entendo pq tanto barulho.
      Tanto ódio, medo… como vc mesmo citou.
      Nós católicos não perseguimos nenhum protestante mas eles… td é motivo de intrigas.

      Fica com DEUS e um abençoado final de semana.

      • caio  On setembro 28, 2009 at am:34 am

        RAQUEL

        RESUMINDO A OPERA, OS PAPAS JA FORAM QUERREIROS DE ARMADURA E TAL, HJ SÃO TACITURNOS( AGEM SILENCIOSAMENTE) E MISANTRÓPICOS.

      • johdindon  On julho 2, 2012 at pm:22 pm

        Se vc diz que crente é muito chato, então és uma crente enrustida, onde já se viu falar uma coisa destas…

    • caio  On setembro 25, 2009 at pm:14 pm

      MARTA

      NÃO SEI PORQUE MAS ACHO QUE VOCE É ESPIÃ

    • carlos red jr  On setembro 26, 2009 at am:04 am

      Para Marta Marques: Saiba em 1º lugar que sou crente em Jesus Cristo e tenho fé em todas suas promessas.Mas o “x” da questão,é que num país de democracia plena,(creio eu) não pode haver acordo político com qualquer religião que seja.A própria Constituição Federal por si,já permite que qualquer religião possa proferir suas convicções de fé.Sendo o Brasil láico,Se formos olhar pelo lado da coerência,não pode haver esse acordo.Eu próprio,pertenço a uma deteminada denominação,onde de acordo com as próprias leis brasileiras,temos um estatúto próprio,com registro legal.Nós não queremos nada do estado,a não ser a própria garantia das leis para a nossa profissão de fé em Deus, por Cristo nosso Senhor.Eu creio que o próprio Senhor Jesus Cristo nunca precisou do estado para a realização de suas obras,aliáz,foi até perseguido desde o seu nascimento pelo próprio estado até a sua morte.Eu tenho uma esperança muito maior do que acordos que autoridades desse mundo celebram entre si.Esses acordos também já estão previstas na Bíblia.Mas todos eles tem um só fim.

      • caio  On setembro 26, 2009 at am:22 am

        CARLOS

        A IGREJA CATÓLICA DESDE SUA ORIGEM, SEMPRE VIVEU EM SIMBIOSE COM O PODER, TANTO Q HJ ELA É UM ESTADO ( PAÍS ),

  • Marta Marques  On setembro 25, 2009 at am:21 am

    Artigo 11
    A República Federativa do Brasil, em observância ao direito de liberdade religiosa, da diversidade cultural e da pluralidade confessional do País, respeita a importância do ensino religioso em vista da formação integral da pessoa.
    §1º. O ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação.

    Alguém por acaso leu isso? O acordo só confirma o que diz a Constituição!
    Como diz o Jefferson, o texto garante o ensino católico. É CLARO, é um acordo com o Vaticano, eles não tem que garantir o ensino de outras religiões especificando cada uma! Ora, as demais que façam seus próprios acordos.
    O texto afirma em todos os parágrafo a soberania das Leis da Federação, apenas se reserva o direito de ter suas próprias regras. Todas as religiões as tem! As pessoas criam polêmica até onde não há. Li aqui até sobre Santa Inquisição.
    Há um sentimento de medo e rancor em relação ao catolicismo, eles não vão se impor novamente ao mundo

    • caio  On setembro 28, 2009 at am:13 am

      MARTA

      AH TA ENTENDI MAS, PQ O ACORDO? NÃO ESTA TUDO NA CONSTITUIÇÃO, PQ O BRASIL ( LULA SIMPATIZANTE, ANALFABETO, NORDESTINO CATOLICO” ) ASSINOU?

  • Raquel  On setembro 24, 2009 at pm:57 pm

    Adorei suas palavras Jefferson. Vc colocou seu ponto de vista muuuuuuito bem justificado!
    Embora na minha opnião, eu ache que atinja um bem comum sim (ou seja não ético) mas não vai prejudicar as demais, quer dizer, não abalará nenhum outra religião, onde qualquer outra religião pode fazer o mesmo.
    Mas sua colocação foi ótima. Posso dizer que a melhor resposta contra o acordo.
    A Paz de Deus irmão.

  • Padre Antônio Marcos  On setembro 23, 2009 at pm:54 pm

    Clavus e a José Maria e a quem mais interessar.
    repondendo as suas perguntas
    Minha Igreja tem Imagem, mas não a cultuamos, temos as imagem dos Santos como exemplo de Fé, Maria é a Mãe de Jesus e exemplo de Fé. O Batismo não Salva, somente faz parte da Salvação, temos a Bíblia com regra de Fé e Doutrina e temos o Senhor Jesus como unico e sufuciênte mediador entre Deus e os Homens.

    Volto a lhes dizer NÃO SOU PADRE ROMANO, NÃO TENHO NENHUMA LIGAÇÃO COM O PAPA. MINHA IGREJA NÃO TEM DISCIDÊNCIA COM A IGREJA ROMANA.

    PERCEBO NOS CRISTÃOS EVANGÉLICOS UMA GRANDE ARROGÂNCIA, E UMA SOBERBA MUITO GRANDE VCS SABEM O QUE DEUS FALA A RESPEITO DOS SOBERBOS NÉ.

    PERCEBO TAMBÉM QUE A GLÓRIA DO CRENTE É CONVERTE UM CATÓLICO. POR EXEMPLO: SE TIVER UM CATÓLICO E UM DROGADO NUMA ESQUINA E O CRENTE SÓ TEM UMA OPORTUNIDADE PARA FALAR DE JESUS PARA UM DOS DOIS TENHO CERTEZA QUE O CRENTE VAI PRA CIMA DO CATÓLICO E DEIXA O DROGADO PARA TRÁS, É MAIS OU MENOS ASSIM. VAMOS NOS PREOCULPAR MAIS EM FALAR DO MOR DE JESUS A QUEM REALMENTE PRECISA SALVEM VIDAS AJUDEM NÃO IMPORTA QUE SEJA FAÇA O BEM A SEU PRÓXIMO, VC VAI ALEGRAR MUITO O CORAÇÃO DE DEUS. E SE LEMBREM QUE SALVA É O BOM JESUS.

    QUANDO ELE NOS CHAMAR E PERGUNTAR O QUE TEMOS A APRESENTAR A ELE, O QUE VCS VÃO DIZER?

    QUE DEUS OS ABENÇOE!

    • Raquel  On setembro 24, 2009 at am:40 am

      Oi padre.
      Obrigada pelas explicações da sua igreja.
      Sou católica mas romana, mas vejo que a única diferença é que vcs não tem ligação nenhuma com o vaticano.
      O senhor é do Rio?
      Se for me diz o endereço que farei uma visita a sua comunidade.
      O que o senhor falou no seu texto eu estava conversando com uma amiga/irmã em Cristo ontem.
      Sei que não são todos os protestantes que agem dessa forma como o senhor falou mas a maioria se preocupa mais em querer convencer um católico que ele está errado do que falar sobre a obra de Deus na vida de cada um.
      Minha vida e da minha família é tão abençoada…. tão cheia de milagres e alegrias em Deus. Deus só nos derrama bençãos. Isso ninguém nunca quis saber por aí. Pq na visão de alguns Deus só olha para os protestantes. O José Maria no email que recebi (que foi por isso que não quis mas debater com ele) me deu um desafio de chamar muitas pessoas da minha religião, inclusive padres e rádios para um grande debate e depois (o mais ridículo) invocar a Deus um milagre e ver a quem Deus vai atender se é a católicos ou a ele.
      MISERICÓRDIA!!!!!!!
      Mas aqui nesse site encontrei alguns protestantes bem intecionados.
      O Clavius (que o senhor citou) quando ofendeu os católicos teve humildade de pedir desculpas e dizer que não foi a intenção.
      Ele só quer trocar informações mas pelo que vi tem boas intenções. Mas outras pessoas só querem mesmo atacar os católicos.
      Já li essa frase “não tenho respeito nenhum pelo catolicismo”.
      Complicado trocar idéias né.
      Mas agradeço a alguns protestantes que colocaram o ponto de vista, tenham certeza que li com o coração aberto.
      A Paz de Jesus a todos e por favor, se amem e se respeitem pq independente da religião do próximo somos todos filhos e adoradores do mesmo DEUS e o que Deus quer não são discursos religiosos (que podem se tornar de divinos para diabólicos se não for bem colocado) mas Ele quer apenas a nossa vida e nosso amor ao próximo como a nós mesmos.
      E a fé e a intimidade com DEUS é individual e só Ele conhece nossos corações. Religião não salva ninguém!!!! A igreja de DEUS está estabelecida no coração de cada um de nós. Somos sacrários vivos de DEUS, então respeitar um católico, um protestante, um budista é respeitar a Deus pois embora algumas pessoas não acreditem Nele, Ele não desiste de ninguém e continua no coração do homem quietinho esperando ser chamado. Inclusive aquele drogado, aquele assassino… Deus é misericordiodo e não abre mão de ninguém.
      Então irmãos fiquem na Paz e pensem na misericórdia divina e na mansidão como Jesus se dirigiria para um irmão se fosse escrever num site ou falar na rua, no trabalho…
      Um abraço a TODOS!!!!!!

    • CLAVIUS  On setembro 25, 2009 at pm:29 pm

      ELE É DE CAMPINAS RAQUEL

    • CLAVIUS  On setembro 25, 2009 at pm:46 pm

      PADRE O Q SR PENSA SOBRE:

      -SOMOS O MAIOR PAÍS CATOLICO DO MUNDO;
      -EVANGÉLICOS SÃO SEITAS ( Ñ O SIGNIFICADO DA PALAVRA MAS O SENTIDO);
      -FUI CATÓLICO E TENHO AMIGOS CATOLICOS QUE TORCEM O NARIS QDO SE FALA DE CRENTE;

      NÃO TEM A MESMA CONOTAÇÃO DO Q O SR FALOU?; POIS BEM VEJO Q VIVEMOS UM PERÍODO SINGULAR NO BRASIL, O CATOLICISMO PERDEU, EM PARTE, SUA FORÇA POLITICA E,
      OS FIEIS TEM O DESEJO DE CONHECER A BIBLIA, FUGINDO DA MANEIRA TRADICIONAL, QUE NÃO IMPORTAVA COM O CONTEÚDO, DIGO ISTO NO SENTIDO DE QUE, ALADAINHAS E REZAS NÃO SATISFAZEM A CURIOSIDADE DE CONHECER CRISTO MAIS PROFUNDAMENTE, VEJA Q MUITOS MAS MUITOS CATÓLICOS TEM POUCA CULTURA BIBLICA E MESMO RELIGIOSA, TEM-SE MAIS O TEMOR DE DE CÉU INFERNO, E UM DISTANCIAMENTO MUITO GRANDE DO DIVINO, PENSAM NA IGREJA NOS PERIODOS DE FESTAS E FERIADOS, PERGUNTE A UM FIEL O Q ELE PENSA SOBRE SALVAÇÃO, ELE CERTAMENTE DIRA Q FAZ A PARTE DELE MAS COMPETE A DEUS JULGA-LO, O SR ACHA CERTO?
      SE IGREJA É UMA “ROLETA RUSSA”, AS COISAS SÃO COMPLICADAS, PQ PASSO A MAIOR PARTE DA MINHA VIDA EM DUVIDA QTO AO MEU DESTINO.

      • Raquel  On setembro 25, 2009 at pm:17 pm

        Oi Clavius!!!!
        A Paz de Cristo!
        Olha, não duvido que alguém possa torcer o nariz pra alguns crentes não mas, participo e convivo com muuuuitos católicos e não vejo essa reação de ninguém não. O que nenhum católico gosta é da maneira como são discriminados pelos protestantes que afirmam a todo momento que católico não se aprofundam na Palavra como vcs.
        Então vamos lá…
        Em todos os cultos que fui em igrejas protestantes e na batista vi muitos pastores bem preparados para pregar mas escutei apenas 2 leituras bíblicas e a pregação do pastor (boa por sinal).
        Na missa nós lemos 4 textos bíblicos.
        2 do antigo testamento (incluindo um salmo) e dois no novo testamento. Após a leitura há a parte de estudo onde o padre explica e nos orienta magnificamente como aplicar e entender a Palavra de DEUS no nosso dia a dia.
        Ladainhas não são o foco de nenhum católico mas tb confesso que vejo muitas pessoas (principalmente que não participam da igreja) que agem de maneira incoerente do que a igreja católica prega, essas pessoas se prendem mais a Maria do que ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Isso é errado e contra os ensinamentos católicos. Os padres nos orientam constantemente durante as missas.
        A missa se resume em 4 textos bíblicos a homilia um momento de reflexão de nossos pecados e a eucaristia (a ceia).
        Maria nós respeitamos e o uso de imagens é apenas uma tradição. Você tem uma fotografia de alguém que vc ama não é? Infelizmente naquela época não existiam fotografias e as pessoas esculpiam as imagens em mármore carrara e em outras técnicas que não saberei responder. Mas sei que isso ficou. Depois vieram os quadros que em muitas igrejas são usados ao invés de estátuas… mas, o que quero dizer é que a imagem de pessoas é apenas uma forma de lembrar quem foi e ver que o que ela fez em vida qualquer um pode fazer. NÃO É PARA ADORAR PQ ELA NÃO FAZ MILAGRES E NEM TE DÃO A SALVAÇÃO.
        Nosso foco é sempre o Divino Clavius.
        Vc deve ter sido frequentador da católica e não participante pq tenho certeza que não sairia e se saisse iria defender tb essas questão como 3 protestantes que conheço que eram católicos.
        Mas a imagem da igreja eu sei que é muito difícil de mudarem, principalmente o passado.
        Mas temos um Deus de misericórdia que esquece qdo nos arrependemos do q fizemos. Com a igreja tenho certeza que não é diferente. Católicos e protestantes são “liderados” aqui na terra por homens e homens erram…
        Os filhos de DEUS não podem pagar por isso.
        Eu sei que hoje temos uma igreja tão linda…
        E sem hipocrisia nenhuma… gosto de todas as outras religiões cristãs. Menos uma que não concordo pois parece até a igreja católica na idade média rs… mas as pessoas que frequentam ela eu convivo e os amo muito pois tem um papel essencial na minha vida.
        A Paz de Deus irmão. Sinto por não ter te respondido há uns dias atras qdo me perguntou sobre isso mas estava sem tempo.
        Beijos
        Um maravilhoso final de semana pra vc!!!!

    • caio  On setembro 26, 2009 at am:26 am

      CARO PADRE ANTONIO

      O Q SIGNIFICA O QUADRO DA TRINDADE COM MARIA NO CENTRO, ABAIXO DO ESPIRITO SANTO, ESTARIAMOS CRIANDO A FIGURA DE ALGO ACIMA DA TRINDADE ( TETRAENTIDADE) ?

      • Raquel  On setembro 28, 2009 at am:42 am

        Nunca vi um quadro assim. A Santísima Trindade é apenas o Pai, o Filho e o Espírito Santo!
        Só se a idéia do quadro for dizer que Maria está em comunhão com a Santíssima Trindade assim como cada um de nós deve estar.

      • CLAVIUS  On setembro 28, 2009 at am:16 am

        EU ASSISTO A REDE VIDA E VEJO ESTE QUADRO NOS HORARIOS DA MISSA, PRINCIPALMENTE ÀS DA PARTE DA TARDE

    • Raquel  On setembro 28, 2009 at am:23 am

      Então deve ser essa a explicação que eu dei… não assisto rede vida apenas canção nova.
      Vou ver e reparar pq deve ser bonito.
      Mas acho que o que o quadro quer dizer meu irmão é o q te falei… dizer que Maria esteve em comunhão com a Santíssima Trindade e que nós possamos estar assim sempre.
      Bjs
      Ótima semana pra vc!!!

    • Ivan Carlos S. Pantoja  On outubro 2, 2009 at pm:17 pm

      Olá Padre Antonio,

      Tenho 3 (três) coisas a dizer:

      1º) V. Senhoria não deve generalizar quando falar dos crentes, pois nem todo mundo é igual. Há àqueles que fazem a coisa certa conforme o mandamento divido, entre outros; Agora, há outros que deturpam a lei divida para enriquecimento pessoal;

      2º) Quando V. Senhoria Disse que: “…Entre um Crente evangelizar um Cátolico e um Drogado… ele prefere àquele em detrimento deste”, Isso nem SEMPRE é verdade. há casos e casos. Há momentos em que um Católico precisa de um palavra; há, outros, um Drogado. Tudo para sua própria edificação; e, por último, e não menos importante, me responda uma coisa que há tempos queria perguntar e não tinha oportunidade. Por que os Católicos insistem em colocar MARIA, mãe de JESUS, como intercessora, ou melhor dizendo, MEDIADORA entre Deus e os Homens visto que na BIBLIA SAGRADA não há nenhuma referência dela nesse sentido?
      Agora, há sim, de Jesus Cristo como, ÚNICO, SUFICIENTE, MEDIADOR, ADVOGADO.

      Aguardo sua resposta…

      • caio  On outubro 4, 2009 at am:55 am

        DUVIDO QUE VC TERA A RSPOSTA

      • caio  On outubro 4, 2009 at am:05 am

        MAS EU AS TENHO:

        QDO DA CRISTANIZAÇÃO DE ROMA, HOUVE UMA MISTURA DO PROFANO COM O RELIGIOSO, AOS MOLDE DO QUE OCORREU COM O NEGRO NO BRASIL, ISTO PQ A RELIGIÃO ANTERIOR ( ROMA ) TINHA A PRESENÇA DE VARIOS DEUSES, EM ASSIM SENDO, CRIOU-SE A FIGURA DOS SANTOS INTERSEÇORES, PROTETORES E POR AI VAI, COMO DEUSES MENORES, JUNTE ISTO A TRADIÇÃO CATÓLICA, ESTA FEITO O NÓ, QUE A IGREJA NÃO CONSEGUE DESATAR, IMAGINE ACABAR COM OS CULTOS A ESTES PERSONAGENS HISTORICO, ACABA A IGREJA, PQ OS FIEIS SÃO MAIS PRESOS AOS SANTOS DO Q A DEUS, VEJA Q OS AGRADECIMENTO AS GRAÇAS ALCANÇADAS SÃO DIRECIONADO AO SANTO DE DEVOÇÃOE NÃO A DEUS

  • carlos red jr  On setembro 20, 2009 at pm:32 pm

    Num país como o Brasil,de Estado democrático pleno,esse Estado não deve jamais orientar a fé de seus cidadãos,limitando tão somente em dar direitos às diversas religiões converter em seus credos os seus fiéis.E num provável ensino religioso de caráter escolar,esse(o ensino religioso) não pode ser tendensioso a uma determinada religião.Os grandes impérios da antiguidade,como o persa por exemplo,não interfiriam na religião dos povos subjugados.Quanto agora, mais no atual
    século,seria muita incoerência para o Estado Brasileiro selar tal acôrdo com o Vaticano,uma vez que se trata de um acôrdo de fundo religioso.O Brasil,para ser realmente um país láico,deve portanto manter-se neutro em matérias que envolve religião,limitado-se apenas a permissão,dentro da ordem pública,dos cultos,permanência etc das mais diversas religiões que existir.

  • Padre Antônio Marcos  On setembro 20, 2009 at pm:12 pm

    Resposta a CLAVUS, RAQUEL E QUEM MAIS POSSA INTERESSAR.

    NÃO SOU PADRE DA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, NEM DA IGREJA CATÓLICA BRASILEIRA, SOU DA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA CARISMÁTICA, COM DIOCESE EM CAMPINAS A MAIS DE 30 ANOS E JÁ PRESENTE EM MAIS DE 30 CIDADES DO ESTADO DE SÃO PAULO E TB EM SALVADOR E FEIRA DE SANTANA, O NOME CATÓLICO OU CATÓLICA SIGNIFICA “UNIVERSAL” O NOME PADRE NÃO DE USU EXCLUSIVO DA IGREJA ROMANA. SE TODO MUNDO DEDICAR UM TEMPO PARA LE A BÍBLIA ESTAR DETRO DE UMA IGREJA QUE FALE DE JESUS RESSUCITADO, UM JESUS QUE CURA, QUE LIBERTA, QUE FAZ TUDO NOVO EM NOSSA VIDA TUDO SERIA DIFERENTE. A MISSÃO DA IGREJA DE CRISTO É ABRIR O CAMINHO PARA QUE AS PESSOAS TENHAM UM ENCONTRO VERDADEIRO COM O SENHOR BOM JESUS, E É ISSO QUE A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA CARISMATICA TEM FEITO AO LONGO DO TEMPO AO CONTRÁRIO DE OUTRAS IGREJAS QUE SÓ SABEM IMPOR DOUTRINAS E DOGMAS, COM ISSO AFASTAM AINDA MAIS AS PESSOAS DO CAMINHO DE JESUS COLOCANDO BARREIRAS, POR ISSO QUE VEMOS MUITAS PESSOAS DESACREDITADAS DE DEUS! ELAS ESTÃO EXATAMENTE COMO O DIABO QUER, SEM PROTEÇÃO!.
    QUEREM SABER MAIS DA MINHA IGREJA OU PEDIR UMA ORAÇÃO, PALAVRA DE AJUDA ETC… ENTRE EM CONTATO COMIGO: pemarcosmartins@ig.com.br

    FIQUEM COM DEUS!!!!!!!!!!

    • CLAVIUS  On setembro 22, 2009 at pm:06 pm

      MINHA CURIOSIDADE E A SEGUINTE:

      A IGREJA DO SENHOR CULTUA MARIA E OS SANTOS?
      É CHEIA DE IMAGEM?
      ACREDITA NA TRANSUBSTANCIAÇÃO?
      O BATISMO SALVA?
      ACREDITA EM MEDIADORES?
      TEM A BIBLIA COMO UNICA FONTE DE FÉ?

      ACREDITO Q SEJA SÓ POR ENQUANTO
      GRATO SE ME RESPONDER O ACIMA

      • JOSÉ MARIA  On setembro 23, 2009 at am:15 am

        Claudius,

        Tenho observado seu debate com a Raquel (Mariana) e também com o padre. Permita-me dar-lhe um conselho: não perca seu tempo com a mariana (Raquel), ela não quer saber da Palavra, quer a “grande religião”. O texto que a enviei por aqui (13/09), ela distorceu tudo e, como todo pessoa que tem a mente cauterizada, tentou mudar o objetivo do conteúdo. No escrito, fiz algumas ponderações e fiz uma proposta à mesma. Ela não deu nenhuma importância à proposta. Enviou-me um artigo sobre intercessão e respondi à luz da bíblia: texto com contexto. Nada adiantou. Desafiei a fé que ela diz que tem em Cristo e ela tomou como ofensa e arrogância. Ela simplesmente ofende as pessoas e diz que nós que ofendemos os “crentes” católicos. Todos os argumentos que você usar, para ela não em nada adiantará. Ela se acha cristã, mas é uma mariana, como todos os que se dizem católicos praticantes. Eles, quando encontram uma pessoa que tem conhecimento da bíblia e da história e tem coragem de fazer um debate em público, fogem da raia, porque sabem o que vão encontrar pela frente. Esclarecimento da verdade não interessa a nenhum “católico praticante”. Quanto ao padre, a RCC é um remendo novo num pano velho. São marianos imbutidos. Eles não têm imagem nas igrejas e nem rezam avé maria… mas fale alguma coisa contra o que eles acreditam nos santos feitos pelo papa ou contra a “divindade” de Maria… espere a resposta. Verá quem eles realmente são. O rosário está sempre dependurado no pescoço ou no cantinho do bolso da calça… são católicos romanos…
        Saiba de uma coisa Claudius… só existem dois povos no mundo: um salvo porque crê piamente em Cristo, somente nele, e outro que diz crêr Nele, mas é pelo futro que se conhece a árvore… para esse…
        Por favor, não perca mais seu precioso tempo… não joque ossos aos porcos…

    • CLAVIUS  On setembro 23, 2009 at pm:51 pm

      OK JOSÉ MARIA

  • Pastor William  On setembro 20, 2009 at pm:28 pm

    Estamos nos últimos dias!!!! Depois falo mais sobre este assunto. Aguradem.

  • carlos red jr  On setembro 19, 2009 at pm:55 pm

    Essa lei,é totalmente inconstitucional.Se for aprovada e sancionada,seria melhor então rasgar a nossa Constituição,já que essa tal lei fere profundamente os dispositivos prescritos na ref. Constituição Brasileira.
    O que acho é que para se ter stato de democracia plena,o Brasil não pode adotar leis como estas,onde uma determinada religião,possa ter privilégios sobre outras.É o princípio da igualdade.Louvo os EUA nessa parte,onde qualquer religião pode exercer seus ofícios,mas sem causar ônus à nação Americana. Para tanto,basta as diversas religiões seguirem a Unidade Federativa Americana,não tentarem lograrem o fisco americano,como tentou membros da Igreja Renascer e podem assim exercerem os seus diversos credos,com total apoio das autoridades americanas.

  • Suriii  On setembro 19, 2009 at pm:13 pm

    Oi Oi galera… só agora fiquei sabendo desse assunto !!!
    E realmente achei um absurdo o que estão tentando fazer!!!
    Desse jeito teremos a volta da Inquisição!!!!
    Só que pra mim o que é mais absurdo é ver irmãos se digladiado por conta da religião!!!
    Chegando até a julgar a postura dos outros!! E por diversas vezes encontramos irmãos que não se cansam de bajular os outros, servindo de pedra de tropeço para os demais irmãos!!!
    Freud já dizia: ” Todo homem é capaz de rebater uma crítica, no entanto, nenhum homem é capaz de rebater um elogio!”

    • claudener  On setembro 21, 2009 at pm:07 pm

      oi vc é adventista do setimo dia?

      • claudener  On setembro 21, 2009 at pm:11 pm

        jesus esta voltrando esse tratado min da mais alegria a sabe que meu pai do seu esta voltando e au mesmo tempo tristeza porque muiotos ainda naoestao preparado eu falo por mim eu ainda nao estor preparado

  • Sueli  On setembro 19, 2009 at pm:32 pm

    Manda quem pode obedeçe quem tem juízo. As profecias bíblicas vão se cumprir. O grande chifre vai se erguer com força e poder. Leiam Daniel e Apocalípse. Igreja e política não combinam, nosso presidente está apenas sendo um “instrumento” utilizado por Deus. Retroceder na história…Idade Média…poder absoluto…que vergonha!

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 18, 2009 at pm:27 pm

    Ainda nas entrelinhas

    Analisando com mais vagar, mais detidamente, o Artigo 11 do acordo, cheguei às conclusões que passo a aduzir:
    Que a letra do §1º do artigo 11 impõe a existência do ensino religioso católico nas escolas públicas de ensino fundamental estaduais e municipais de todo o País. É óbvio que o mesmo parágrafo menciona o ensino religioso de outras religiões, mas soa como algo desprezível, ou seja, enfatiza-se o ensino religioso católico e depois faz-se mera alusão àquelas outras quaisquer que sejam “religiões”… A gente lê assim: §1º. O ensino religioso, CATÓLICO e de outras confissões religiosas” (grifo do autor). Sejam quais forem as outras confissões religiosas, nenhuma delas é citada de forma expressa, porém, “o ensino religioso, CATÓLICO (…) constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas”. Ou seja, o ensino religioso CATÓLICO está garantido pelo acordo. Já o ensino religioso de cada uma das “outras confissões religiosas” não está garantido de forma expressa, porque não se disse que tipos de ensinos religiosos seriam. Nenhum outro tipo de confissão religiosa ou de ensino religioso foi especificado, exceto o católico. O ensino católico está expresso, escrito, especificado: ensino religioso católico. Este ensino católico está expressamente garantido.
    Que pelo citado parágrafo há de ter ensino religioso nas escolas públicas de ensino fundamental, mas, seja qual for o ensino religioso que se adote, o ensino religioso católico já está garantido.
    Que o §1º do artigo 11 do acordo nada mais é que uma distorção de uma lei federal brasileira, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação , Lei nº 9.334, de 20 de dezembro de 1996, com redação dada pela Lei nº 9.475, de22 de julho de 1997, que legisla sobre este assunto da seguinte maneira, em seu artigo 33: “O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo.”
    Que a letra do §1º do artigo 11 do acordo evidencia acréscimos e omissões ao artigo 33 da citada lei federal supra, forçando um proselitismo ao catolicismo romano. Compare-se a seguir os dois textos superpostos (artigo 33 mencionado e §1º do artigo 11 do acordo), estando em negrito o que foi acrescentado e sublinhado o que foi omitido: “O ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação, vedadas quaisquer formas de proselitismo.” O texto do acordo acrescentou especificamente o termo “católico” e depois os termos “e de outras confissões religiosas”, omitiu os termos “parte integrante da formação básica do cidadão”, acrescentou “em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes” e omitiu os termos “vedadas quaisquer formas de proselitismo”.
    Que os termos do acordo “em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes” jamais poderão subsistir em nosso ordenamento jurídico, porque a constituição Federal veda, proíbe especificar o tipo de ensino religioso a ser aplicado nas escolas públicas e a LDBEN, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, vedou “quaisquer formas de proselitismo” e por isso mesmo não citou especificamente qualquer tipo de ensino religioso em seu texto, mas apenas determinou “O ensino religioso, de matrícula facultativa”. Não há no texto da lei federal o termo “católico” nem o de qualquer outro seguimento religioso. Isto sim, refere-se a ensino ecumênico e não o texto do acordo.
    Que a LDBEN submeteu-se à Constituição Federal, respeitando nossa Lei Maior, obedecendo ao princípio da hierarquia das leis, não vinculando seu texto a qualquer seguimento religioso específico. Ora, o texto da Constituição Federal, em seu artigo 210 e §1 determina, “in verbis”: “Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o ensino fundamental, de maneira a assegurar formação básica comum e respeito aos valores culturais e artísticos, nacionais e regionais. § 1º – O ensino religioso, de matrícula facultativa, constituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental.” É notório que o texto constitucional também não especifica qualquer tipo de ensino ou seguimento religioso. A LDBEN obedeceu ao texto constitucional. Ao contrário disso, o acordo especificou o ensino religioso católico. O acordo foi, mais uma vez, contra a Constituição, mais uma vez foi inconstitucional, não se submeteu ao texto da Constituição, antes, rebelou-se contra ela. O acordo não diz que o ensino religioso seria só o católico, mas garante que seja qual for o tipo ou tipos de ensino religioso o ensino religioso católico haverá que ter a sua vez, obrigatoriamente, não obstante a matrícula seja facultativa.
    Que se o acordo foi aprovado pela câmara alta, o Senado Federal, merecerá por ato da mais lídima justiça uma ADIN, Ação Direta de Inconstitucionalidade, ajuizada por qualquer pessoa ou órgão competente.
    “PACTA SUNT SERVANDA”: OS CONTRATOS DEVEM SER CUMPRIDOS.
    Nada mais tenho a dizer sobre o tal “acordo” feito na surdina. O resto são falácias.
    GLÓRIA AO DEUS ALTÍSSIMO QUE REMOVE REIS E ESTABELECE REIS, DÁ SABEDORIA AOS SÁBIOS E ENTENDIMENTO AOS ENTENDIDOS, COMO ESTÁ ESCRITO NO LIVRO DE DANIEL QUE, JUNTO COM SEUS TRÊS AMIGOS MOSTRARAM-SE DEZ VEZES MAIS SÁBIOS QUE OS SÁBIOS DE BABILÔNIA.
    AMO A TODOS OS CATÓLICOS, BUDISTAS, ESPÍRITAS, UMBANDISTAS, ATEUS, EVANGÉLICOS E A TODOS OS DEMAIS ISTAS, EUS, ÓLICOS E ÉLICOS E EUS QUE EXISTEM POR AÍ.
    SÓ JESUS CRISTO SALVA.
    A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO AOS AMADOS IRMÃOS EM CRISTO E A QUANTOS MAIS QUEIRAM RECEBÊ-LA.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 16, 2009 at pm:59 pm

    Gostaria que um verdadeiro educador pronunciasse sobre o acordo, pois é quase unânime entre os educadores que ensino religioso algum deveria haver, seja de que denominação for, nas escolas brasileiras. Consultem, caros debatedores, os grandes pedagogos deste País, leiam seus livros, consultem os grandes antropólogos também.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 16, 2009 at pm:45 pm

    Nas entrelinhas do Acordo

    Li todos os comentários anteriores e exprimo a seguinte opinião:
    DA EXISTÊNCIA INCONSTITUCIONAL DO ACORDO
    Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;
    O próprio acordo em si já é inconstitucional. Não importa qual seja o teor ou conteúdo expresso no acordo. A simples existência do acordo (sinônimo de aliança) já é contrária ao texto expresso da Constituição de 5 de outubro. Se não, vejamos:
    O Artigo 19 da CF/88 proíbe à União, aos Estados, ao distrito Federal e aos Municípios estabelecer ou manter relações de aliança com igrejas ou seus representantes. Ora, o Vaticano é representante da denominada Igreja Católica e, portanto, a União não pode estabelecer ou manter aliança (acordo) com o Vaticano ou com a denominada Igreja Católica. Está evidente no texto constitucional: “É vedado à União (…) estabelecer (…) ou manter (…) aliança (…)” com aqueles entes, não importa qual seja o credo.

    DA SUBVENÇÃO E ESTABELECIMENTO DE CULTOS RELIGIOSOS OU IGREJAS
    Outrossim, reza no mesmo artigo 19, de nosso diploma legal máximo, ser vedado à União “estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los”.
    Ora, as partes do acordo em tela são o Brasil e o Vaticano. Sendo assim, ao “declarar o seu empenho na destinação de espaços a fins religiosos, que deverão ser previstos nos instrumentos de planejamento urbano a serem estabelecidos no respectivo Plano Diretor” de cada Município, o Brasil está subvencionando a denominada Igreja Católica ou seu representante, ou o Vaticano ou seus representantes, estes também representantes da Igreja Católica, com bens materiais, de altíssimo valor monetário, como sói ser o espaço territorial ou lote de cada Município brasileiro. Nesta mesma esteira, por via de conseqüência, o Brasil estaria estabelecendo fisicamente a presença da Igreja Católica naqueles locais e forçosamente estabelecendo o tipo de culto que nos mesmos seriam realizados, pois que a Igreja Católica não realizaria ali um culto aos orixás, nem uma reunião no estilo Kardecista, ou uma reunião budista e muito menos islâmica ou protestante, ou qualquer outra que contrariasse sua interpretação das Escrituras, seus dogmas e tradições. Mesmo que tal estabelecimento de culto seja por via oblíqua, indireta, é inegável o fato. Leia-se o texto do artigo14 do acordo ora impugnado:
    “Artigo 14. A República Federativa do Brasil declara o seu empenho na destinação de espaços a fins religiosos, que deverão ser previstos nos instrumentos de planejamento urbano a serem estabelecidos no respectivo Plano Diretor.”

    DO EMBARAÇO
    É letra do artigo 19 de nossa Lei Maior: “É vedado à União (…) estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento”.
    Ao subvencionar o espaço para a denominada Igreja católica, O Brasil estaria estabelecendo locais de construção exclusiva dos prédios da mesma e excluindo as demais religiões daquele local, em cada Município do país, embaraçando o funcionamento de outras Igrejas e demais religiões naqueles espaços.

    DAS RELAÇÕES DE DEPENDÊNCIA

    A Constituição Cidadã fixa ainda, no mesmo artigo. 19, que é “vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios (…) estabelecer cultos religiosos ou igreja (…) ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público”.
    Se o indigitado acordo for aprovado pelo Egrégio Colegiado da câmara alta, o Brasil haverá estabelecido e estará mantendo com a denominada Igreja Católica e seus representantes, daqui ou do Vaticano, relações de dependência, uma vez que estará sujeito a obedecer aos termos do acordo, inclusive aos eventuais acréscimos que vierem a ser feitos no mesmo. Essas relações de dependência são vedadas pela Magna Carta.

    DA DESIGUALDADE
    Para quem gosta de reza, aí vai:
    Reza a nossa Constituição: Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
    VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

    Ao formalizar o referido acordo os representantes do Brasil estão proporcionando um tratamento desigual aos brasileiros e estrangeiros residentes no País. Isso é evidente no tratamento diferenciado que o acordo proporciona à denominada Igreja Católica, o que assaz expusemos e demonstramos acima, consistindo tudo isso uma questão só de direito, bastando ver e entender os textos constitucionais que antagonizam com o acordo, sem necessidade de demonstração de provas fáticas, pois não é uma questão de direito e de fato. Destarte, ao ensejar o estabelecimento cultos religiosos ou igrejas, sua subvenção, o embaraço do funcionamento de muitos cultos e igrejas, ao ensejar a manutenção de ter com a denomina da Igreja Católica ou seus representantes relações de dependência ou aliança, os representantes do Brasil estão dilacerando o inciso VIII, do artigo 5º no qual reza: “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa”. Ora, procedendo como estão, os tais representantes do Brasil estão privando de direitos por motivo de crença religiosa aos demais brasileiros e estrangeiros residentes no País que não são da denominada Igreja Católica, pois que estão sendo privados da doação pelo Estado de espaços para construção de seus templos, da realização de cultos religiosos nos mesmos espaços denegados, privados da subvenção estatal, privados pelo embaraço no funcionamento de seus estabelecimentos e cultos naqueles mesmos espaços. Mas alguém dirá: ora, conceder essas regalias às demais religiões ou igrejas é inconstitucional! Perguntamos: e por que não é inconstitucional para a denominada Igreja Católica?!
    Veja-se agora a notória desigualdade de tratamento, estampada no artigo 19 do acordo em pauta: “Quaisquer divergências na aplicação ou interpretação do presente acordo serão resolvidas por negociações diplomáticas diretas.”
    Negociações diplomáticas diretas?! Por que não submeter ao Poder Judiciário? Quando alguém possui alguma divergência contra outrem, seja pessoa física ou pessoa jurídica, inclusive contra qualquer outra religião ou igreja não recorre ao Poder Judiciário? Não consta em nossa Constituição, em seu artigo 5º, inciso XXXV que “a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito” ? Como, pois, resolver-se-ia toda controvérsia sobre o indigitado inconstitucional acordo com negociações diplomáticas diretas?!!!

    DA CONCLUSÃO
    EX POSITIS,
    Protesto contra essa injustiça que veio se desenrolando na surdina, contra esse acordo antijurídico, ilícito, inconstitucional e que agora veio a lume. Tomo a liberdade, como cristão evangélico, em primeiro lugar, depois como brasileiro, patriota e por ultimo na condição, com muita galhardia, de Advogado, de protestar contra essa injustiça, usando as palavras do grande literato de nossa língua, o Pe. Antônio Vieira, inclusive como prova de que não tenho preconceito religioso:
    “Não hei de pedir pedindo, senão protestando e argumentando; pois esta é a licença e liberdade que tem quem não pede favor, senão justiça.”
    Brasileiros!! A Constituição Federal é o nosso maior acordo, é o nosso maior contrato, é o nosso maior pacto para garantir a paz social e a nossa soberania. Queimemos com nossos protestos essa bula injusta!!!
    “PACTA SUNT SEVANDA”

    Por fim, peço que leiam e analisem o seguinte Decreto, mencionado no referido acordo. O referido Decreto está em vigor.
    Presidência da RepúblicaCasa CivilSubchefia para Assuntos Jurídicos
    DECRETO Nº 119-A, DE 7 DE JANEIRO DE 1890.
    Vigência restabelecida pelo Decreto nº 4.496 de 2002 Prohibe a intervenção da autoridade federal e dos Estados federados em materia religiosa, consagra a plena liberdade de cultos, extingue o padroado e estabelece outras providencias.
    O Marechal Manoel Deodoro da Fonseca, Chefe do Governo Provisorio da Republica dos Estados Unidos do Brasil, constituido pelo Exercito e Armada, em nome da Nação,
    decreta:
    Art. 1º E’ prohibido á autoridade federal, assim como á dos Estados federados, expedir leis, regulamentos, ou actos administrativos, estabelecendo alguma religião, ou vedando-a, e crear differenças entre os habitantes do paiz, ou nos serviços sustentados á custa do orçamento, por motivo de crenças, ou opiniões philosophicas ou religiosas.
    Art. 2º a todas as confissões religiosas pertence por igual a faculdade de exercerem o seu culto, regerem-se segundo a sua fé e não serem contrariadas nos actos particulares ou publicos, que interessem o exercicio deste decreto.
    Art. 3º A liberdade aqui instituida abrange não só os individuos nos actos individuaes, sinão tabem as igrejas, associações e institutos em que se acharem agremiados; cabendo a todos o pleno direito de se constituirem e viverem collectivamente, segundo o seu credo e a sua disciplina, sem intervenção do poder publico.
    Art. 4º Fica extincto o padroado com todas as suas instituições, recursos e prerogativas.
    Art. 5º A todas as igrejas e confissões religiosas se reconhece a personalidade juridica, para adquirirem bens e os administrarem, sob os limites postos pelas leis concernentes á propriedade de mão-morta, mantendo-se a cada uma o dominio de seus haveres actuaes, bem como dos seus edificios de culto.
    Art. 6º O Governo Federal continúa a prover á congrua, sustentação dos actuaes serventuarios do culto catholico e subvencionará por anno as cadeiras dos seminarios; ficando livre a cada Estado o arbitrio de manter os futuros ministros desse ou de outro culto, sem contravenção do disposto nos artigos antecedentes.
    Art. 7º Revogam-se as disposições em contrario.
    Sala das sessões do Governo Provisorio, 7 de janeiro de 1890, 2° da Republica.
    Manoel Deodoro da Fonseca.
    Aristides da Silveira Lobo.
    Ruy Barbosa.
    Benjamin Constant Botelho de Magalhães.
    Eduardo Wandenkolk. – M. Ferraz de Campos Salles.
    Demetrio Nunes Ribeiro.
    Q. Bocayuva

    Na proclamação da República já se pôs um basta nesses absurdos. Vejam quem figurava ali: Ruy Barbosa, Benjamim Constant, Campos Salles, Quintino Bocaiúva entre outros ilustres da história brasileira. Não podemos regressar ao século XVIII, mesmo porque envergonharíamos nossos antepassados que assinam o Decreto Nº 119-A, de 7 de janeiro de 1890.

  • Ríquisom  On setembro 16, 2009 at am:21 am

    Bem, lí o acordo e também os vários comentários acerca do mesmo. Primeiramente gostaria de ressaltar que não percebo nenhum problema no acordo entre os dois estados e destacar ainda que o ensino religioso não significa o ensino do catolicismo ou do protestantismo, haja vista que muitas pessoas confundem o ensino da religião com o ensino das denominações religiosas. As religiões são: Cristãs, judaicas, islâmicas, espíritas, etc… isso é religião. Agora denominação religiosa são: católica, evangélica, protestatante, etc… destacando as denominações cristãs. Assim, todas as denominações religiosas cristãs, veem Jesus como a concretização do reino de Deus e a única salvação, como mensionado nas sagradas escrituras que “O verbo de Deus se fez carne e abitou entre nós” e o que difere uma denominação de outra é pura e simplesmente a forma de exercer o culto, o que não torna uma mais merecedora que outra, já que Jesus morrendo na cruz mereceu a salvação a todos sem mérito de partes específicas. O sacrificio de Jesus foi suficiente para a nossa salvação. O ensino religioso então irá abordar os varios aspectos das diferentes religiões e as suas visões sem tomar partido e não o ensino das denominações religiosas e falo isso por ser professor e por saber da didática que deve ser adotada em sala de aula diante da diversidade cultural de nosso país. Não ha o que temer, o ensino religioso apenas levará os estudantes a momentos de reflexão sobre a vida, sobre o amor ao próximo, sobre o ecumenismo e o dialogo entre as religiões e e entre as denominçõe religiosas. Conhecimento é sempre importante e irá ajudar os nosso alunos a quebrarem os paradigmas acerca das crenças que nos são estranhas e isso beneficiará na formação de uma sociedade mais humana onde o respetio à diferença é fator essencial para a paz tão sonhada. Tomemos cuidado para que nosso acervo de conheciemento não nos faça sentirmo-nos como a quarta pessoa da santíssima trindade, capazes de julgar os outros e apontar quem está certo ou errado e para nós cristãos, isso vale de maneira especial, pois convenhamos que não somos a religião mais antiga do mundo e por isso nós não temos o direito de considerarmos nossa crença melhor que a dos outros. Termino parabenizando todos que teceram comentários acerca do acordo, pois opiniões diferentes revelam um país onde a liberdade de expressão é garantida e opinião própria é sinal de independência.
    A paz de Deus a todos vocês.
    Ríquisom / Psicopedagogo e estudante de teologia.

    • Raquel  On setembro 16, 2009 at pm:33 pm

      VALEU RÍQUISOM.
      SUA MENSAGEM FOI SENSATA E EXCLARECEDORA.
      A PAZ DE DE DEUS!!!!

      • CLAVIUS  On setembro 19, 2009 at pm:25 pm

        RAQUEL MINHA IRMÃ

        CATOLICISMO É ISTO:

        JESUS TRANSFORMA AGUA EM VINHO, QUEM LEVA A FAMA É MARIA;
        JESUS MORREU E NO 3º DIA RESSUSCITOU, MARIA TAMBEM;
        NA PARABOLA DE LAZARO E O RICO CONSEGUIRAM INVERTER A LOGICA, AO INVÉS DE NÃO HAVER INTERCESSOR, CONSEGUIRAM VE-LO, E OLHA QUE A PARABOLA VISA DIZER Q NÃO HA INTERCESSÃO; ( POIS TEMOS OS PADRES OS PASTORES PREGANDO…,A UM GRANDE ABISMO ENTRE O….);
        A BIBLIA É AUTOEXPLICAVEL, SO NÃO É PARA OS CATOLICOS Q USAM TRADIÇÃO PARA JUSTIFICAR DOGMAS.
        MARIA TEVE MÃE E PAI;
        O CASAMENTO É UMA BENÇÃO, PORTANTO SEXO DENTRO DO CASAMENTO NÃO IRIA TORNAR MARIA PECADORA;
        SE OS IRMÃOS DE CRISTO SÃO SEUS PRIMO, PQ NA TRADUÇÃO PARA O PORTUGUÊS NÃO COLOCARAM NESTA SITUAÇÃO E DEIXARAM COMO IRMÃOS.
        FOI ESCOLHIDA PARA SER A MÃE DE JESUS TERRENO, JA QUE ELE EXISTIA ANTES, ELA CEDEU O CORPO PARA GERAR ELE CARNE, ELA NÃO FOI MÃE DE JESUS ESPIRITO, O Q ESTA NO CÉU, NÃO JUSTIFICA PURIFICA-LA, ELA FOI ESCOLHIDA PQ TINHA MÉRITO E DEUS VIU GRAÇA NELA, SE NÃO FOSSE ASSIM ELE PODERIA ESCOLHER QQUER MULHER E PURIFICA-LA, NÃO TEM SENTIDO ESTA IDÉIA DE PURIFICAÇÃO PARA ACOMODAR CRISTO, SE FOI PURIFICADA ELA ERA IMPERTFEITA, E NÃO É O Q DIZ A BIBLIA.
        A IGREJA CATÓLICA É COMO UM PAÍS POBRE, QTO MENOS VC SABE MELHOR É PARA OS LIDER, IGUALZINHO O BRASIL
        OS DOZE APOSTOLOS NÃO ERAM NENHUMA SUMIDADE EM INTELECTUALIDADE,PQ HJ NÃO POSSO LER A BIBLIA;
        ALGUEM ALGUM SER HUMANO INFALIVEL, POIS BEM EU CONHEÇO , O PAPA BENTO XVI, É A MAXIMA AUTORIDADE EM BIBLIA, ESQUEÇAM OS TEOLOGOS Q FALAM MIL E UMA LINGUA E ESTUDAM A BIBLIA A VIDA INTEIRA, NÃO SÃO PAREO PARA O SANTO PADRE;
        A BIBLIA É UM LIVRO DE TRADIÇÃO,CONTA HISTORIA DE VARIOS POVOS;
        A “BIBLIA JUDAICA” , CONTEM O VELHO TESTAMENTO SEM OS 7 LIVROS CONSIDERADOS APÓCRIFOS DA IGREJA CATÓLICA, COINCIDÊNCIA? NÃO, ESTE 7 JUSTIFICA MUITOS DOS DOGAMAS DA IGREJA, Q FORAM MUITO IMPORTANTE NA IDADE MÉ DIA E HJ EM DIA, ELES Q DIFERENCIA EM PARTE A PREGAÇÃO CATÓLICA DOS EVANGÉLICOS;
        MALABARISMO COM PASSGENS BIBLICA;
        E POR FIM, VCS CONHECEM OS CARISMATICOS, DO UM DOCE PRA QUEM DISSER Q VEIO DA ASSSEMBLÉIA DE DEUS AMERICANA, DECADA DE 50, ISTO MESMO, A IGREJA NO COMEÇO DOS ANOS SETENTA SENTINDO Q OS EVANGELICOS ESTAVAM CRESCENDO, PROCURARAM ALGO NOVO NA IGREJA Q ATRAI-SE OS FIEIS, E TA AI, PADRE MARCELO COM A MAIORIA DE SUAS MUSICAS VINDA DAS IGREJAS EVANGÉLICAS, ISTO QDO ELE SE LANÇOU, POIS O PADRE FEZ PARTE DAS MEDIADAS PARA ESTANCAR A SANGRIA DA IGREJA, EXISTE PADRE MARCELO DA ARGENTINA E OUTROS PAISES LATINO AMERICANO

        CANSEI TEM MUITO MAIS DO QUE ISTO, É QUE EU NÃO LEMBRO NO MOMENTO, ESCREVI OS FATOS ACIMA CONFORME VINHA NA MINHA CABEÇA.
        BOA NOITE

      • Raquel  On setembro 21, 2009 at am:55 am

        É… vc não conhece nossa religião.
        Não adoramos Maria apenas a veneramos como uma mulher guerreira escolhida por Deus para ser a Mãe de DEUS!
        Apenas DEUS realiza milagres e apenas Jesus rescussitou dos mortos.

      • CLAVIUS  On setembro 21, 2009 at pm:50 pm

        RAQUELLLLLLLLLLLLLLLLL

        COM TANTOS CULTOS, QUE É PROIBIDO, PARA MARIA VC DIZ Q NÃO A ADORA, COMTANTOS BEIJINHO NOS PÉS, PASSADA DE MÃO, E OUTROS VC ME DIZ QUE NÃO HA ADORAÇÃO, TENHA DO VAI

      • CLAVIUS  On setembro 22, 2009 at pm:40 pm

        QUAL DIFERENÇA ENTRE ADORAR E VENERAR, VEJA NO DICIONARIO.
        ELA FOI ESCOLHIDA PELA PUREZA DE SEU CORAÇÃO, FOI MEIGA, FOI FIEL A DEUS ( SEU PAI ), TEVESEUS PECADOS LAVADOS PELO SANGUE DE SEU FILHO CARNAL MAS, NÃO FOI LIDER, NÃO FOI QUERREIRA, NA BIBLIA NÃO CONSEGUIMOS ENCHER NEM MEIA PAGINA DE SUFITE SOBRE ELA, PORTANTO FALA-SE MUITO NA IGREJA CATÓLICA MAS SABE-SE POUCO SOBRE ELA, E NÃO ME CITE HISTORIADORES DA IGREJA, JA Q ELES FIZERAM PARTE DO PROCESSO DE CRIAÇÃO DOS DOGMAS.

        SALMO 24
        DO SENHOR É TODA TERRA E TUDO O QUE NELA EXISTE, O MUNDO E OS QUE NELE VIVEM;
        POIS FOI ELE QUEM FUNDOU-A SOBRE OS MARES E FIRMOU-A SOBRE AS ÁGUAS;
        QUEM PODERÁ SUBIR O MONTE DO SENHOR?
        AQUELE QUE TEM AS MÃOS LIMPAS E O CORAÇÃO PURO;
        QUE NÃO RECORRE AOS IDOLOS, NEM JURA POR DEUSES FALSOS.
        ELE RECEBERÁ BÊNÇÃOS DO SENHOR , E DEUS, O SEU SALVADOR LHE FARÁ JUSTIÇA
        SÃO ASSIM AQUELES QUE O BUSCAM, QUE BUSCAM A TUA FACE, O DEUS DE JACÓ.

        SE TU QUISER QUESTIONAR SOBRE OS SANTOS, LEI-A SOBRE A TRANSIÇÃO DO PAGANISMO PARA O CRISTIANISMO NA HISTORIA, TEM SE UM PARALELO NO BRASIL QUANDO PROCURARAM CRISTIANIZAR OS ESCRAVOS.

      • CLAVIUS  On outubro 4, 2009 at pm:01 pm

        RAQUEL

        DEUS TEM MÃE?

        PENSEI Q O PRINCIPIO DE TUDO ESTAVA NELE.

        MARIA FOI MÃE DE JESUS CARNE, CARNE, CARNE,CARNE,CARNE, VÊZ QUE JESUS EXISTIA ANTES DELA NASCER, CUIDADO COM O PARALELO ENTRE MÃE E FILHO AI, NÃO CRIE UM PARADOXO, TAL QUAL A ISTORIA DA GALINHA E O OVO.

        DIZ A BIBLIA QUE NO PRINCIO ERA O VERBO E ESTE SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS,………………………………………………………

      • Raquel  On outubro 9, 2009 at pm:56 pm

        DEUS não tem mãe mas enviou seu Filho unigênito por Maria.
        Jesus e DEUS são um só.
        Mas mesmo assim Deus na sua grandiosidade QUIS precisar de Maria pra nascer dela DEUS nosso único Salvador.
        Existe sim uma ligação forte entre Maria e seu Filho Salvador do mundo. Uma prova disso foi o primeiro milagre de Jesus que não foi vontade de Deus por não ter chegado a hora Dele mas mesmo assim Jesus obedeceu a sua mãe. Ora, ele como DEUS poderia dizer não. Mas foi a obediência e o respeito por sua mãe que ele a obedeceu.
        E é assim que nós tratamos Maria, assim como Jesus, com respeito. E Ele a entregou nas mãos de cada um na hora da sua morte na Cruz, lemra? Filho eis aí a sua mãe, mãe eis aí seu filho. Ali Jesus dizia a cada um de nós pq somos todos irmãos filhos do mesmo PAI.
        Maria não é DEUS mas DEUS quis nascer dela pq como vc mesmo disse Ele já existia. Maria é mãe e serva de seu próprio filho.
        Por isso que falei que Maria é mãe de DEUS em nenhum momento eu disse que ela era digna de adoração ou que ela é DEUS!

    • JOSÉ MARIA  On setembro 23, 2009 at pm:41 pm

      Querido Riquissom,

      Com todo respeito à sua posição, quero aqui contradizer alguns argumentos seus. Você argumenta que não vê nenhum problema quanto à celebração desse Contrato (Altas Partes Contratantes é o termo usado no documento). Vejamos o que acontece nos dias de hoje. O Brasil, pelas atitudes de seus governantes, é realmente um país laico? Não, porque é só prestar atenção em tudo que acontece em nosso redor. Quando se inaugura um estabelecimento e convida uma autoridade eclesiástica para ministrar a parte espiritual, quem é convidado? O padre e não o pastor. Nas esferas governamentais, qual a religião dos que estão no poder? Católica. Quais os templos religiosos que estão construidos nas praças principais das cidades? Os católicos. O hospital que mais recebe verbas governamentais, qual é? As Santas Casas, fundadas, governadas e administradas pelas freiras e padres. Quais as festas religiosas que são comemoradas no país, com ajuda de verbas governamentais? As católicas, sendo os catopês (norte de Minas), Sírio de Nazaré, Iemanjá, Procissão do Encontro, Senhora dos Navegantes, etc. Até o carnaval que tem o apoio da igreja católica recebe verba do governo. Qual o órgão religioso que tem poder e influência no governo? A CNBB (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil), com sua campanha da fraternidade. Quem é o conselheiro pessoal do presidente Lula, com total influência em suas decisões? O Frei Beto, que recebia do governo, ou seja, recebia inclusive dos não-católicos, afinal todos pagam impostos. Quais as associações e fundações que têm preferência quanto à liberação de verbas? As católicas. É só observar as Santas Casas, a SSVP, a CNBB.
      Qual a religião é manifestada em todos os órgãos públicos do país? A católica, com a cruz e os santos afixados nas dependências públicas. Nas escolas públicas, quando se entra no portão, a primeira coisa que se vê é um altar de santos católicos.
      Qual a religião da maioria dos professores de todos matérias, inclusive do “ensino religioso”? Católica.
      Querido, o catolicismo já tem muito poder nesse país e no mundo, todas as coisas são destinadas preferencialmente à igreja católica; de forma sutil bem verdade, não precisa agora, se transformar em lei, porque é isso que o documento é: uma lei a favor da igreja católica. Não sendo uma lei, ainda há algo a fazer quando outros não concordarem com algum fato, do contrário não, tem apenas que obedecer. Os imóveis mais caros do país são de propriedade da igreja católica que os adquiriu na sutileza, agora querem, de toda maneira, obrigar a todos os empreendedores de loteamento, por exemplo, reservar uma área que hoje denomina-se institucional, para a Igreja Católica, de forma explícita. Pense bem, se o loteamento for de um evangélico? Já pensou ele ter que reservar lugar para destinar a uma religião que ele prega contra? É no mínimo embaraçosa essa situação. O que na verdade o paga quer, com a promulgação desse documento, é retornar a Igreja Católica à Idade Média. É retormar explicitamente o poder que detinha. E por que não começar com um país gigante como o nosso, onde a maioria da população confessa o catolicismo?
      Sendo a maioria dos professores católicos, evidentemente é o catolicismo que vai ser ensinado nas escolas? .
      Vê com as professoras primárias fazem hoje? Dão tarefa escolar para todas as crianças, sob ameaças psicológicas (sou testemunha viva disso). E quais são os assuntos das tarefas: Carnaval, Folclore: saci, mula sem cabeça, etc (quem acredita nessas coisas é somente os católicos), páscoa (não a páscoa da bíblia, mas aquela onde coelho bota ovo), coroação de maria…
      Isso porque somos um país laico, e quando não for?
      Para findar, quero dizer que religião é coisa humana e não deve ser instituida por governo nenhum.
      Funciona assim: a pessoa é temente a Deus, crê na Bíblia como a Palavra de Deus, medita nela, recebe o seu escrito no coração e decide servir a Deus para alcançar a graça salvadora de Jesus Cristo. Aí ele procura sua religião. Se lá estiver ensinando conforme a Bíblia, ele fica nela; se não, ele sai dela.
      Nada de interferência de governo…

      Grato pela atenção…

      Fique na paz. Que Cristo Jesus o abençoe.

  • jefferson miranda dos reis cury  On setembro 15, 2009 at pm:22 pm

    O Estado é laico em nosso ordenamento jurídico.
    Se os referidos privilégios já estavam previstos em nossa própria Constituição e demais leis esparsas, para que formalizar um acordo desses? Seria um acordo inócuo? Sem razão de ser? Ora, não se firma acordo sem propósito. Por que não lhe foi dada desde o início a devida publicidade – não estou falando de publicações em jornal oficial do Estado, que quase ninguém lê -, através da imprensa televisiva e falada? A fata de transparência e dediálogo com a sociedade, que é a maior interessada, gera a suspeição.
    Quanto ao Vaticano, este não é um Estado laico. Por via de conseqüência, interfere nos assuntos religiosos de sua principal circunscrição territorial e estende o seu tráfico de influência através das ventosas sutis de seus tentáculos, pelos quatro cantos da terra, como no presente “acordo” e, por não se laico, de forma oblíqua transforma ou tenta transformar os Estados com quem mantém alguma relação em Estados não laicos, uma vez que através de acordos, como o acordo em tela, inocula o veneno da sua não laicidade no organismo estatal que objetiva influenciar.
    Seria despiciendo um vernáculo escorreito nesta simples pauta de humílimo argumento via e-mail, mas grassa aqui o acerto na acertiva, não decritica, mas na defesa da acusação de que nós, evangélicos, não sabemos nada e vivemos a odiar e atacar o próximo. Ora, quem diz que~osevangélicos nada sabem, que os evangélicos são pessoas cheias de ódio, que os evangélicos vivem a atacar os católicos, que os evangélicos são ignorantes, assassinos, etc., quem diz tudo isso, não enxerga que ao fazê-lo está exatamente atacando os evangélicos? Não enxerga que a sua crítica é destrutiva? Não enxerga que está a par e passo com os criticados? Não vê que com isso tornou-se igual àqueles que critica? Se é verdade que somos, os evangélicos, tudo isso que falam a nosso respeito.
    Sei que há muitos PhDs. católicos. Contudo, há também muitos PhDs. evangélicos e muitos outros em muitas religiões diversas, inclusive entre os que crêem na inexistência de Deus. Todavia não é a questão aqui. A questão é que esse recente acordo que ainda não está na pauta da câmara alta, o Senado.
    É lógico, é evidente, é axiomático, é mister, é inequívoco, sem sombra de dúvidas que o enlace entre um Estado laico e um Estado não laico resulta em um enlace não laico. Além disso, há um tratamento desigual para com os demais brasileiros de outras religiões, para com os brasileiros ateus e para com os cristãos evangélicos. É um acordo discriminatório. Portanto, o acordo ora indigitado não é laico e transgridiria os preceitos e princípios da Magna Carta, caso fosse aprovado.
    O julgamento do Senhor Jesus foi feito como em um acordo entre os governantes de Roma e os principais dos judeus. Foi feito utilizando-se normas jurídicas e religiosas. Foi concretizado em alta madrugada, na calada da noite: na surdina. Sem publicidade.
    Não ao acordo brasileiros!!!!!!!!!
    Sou cristão.
    Sou brasileiro.
    Sou Advogado.

  • Claudimar Barbosa da Silva  On setembro 15, 2009 at pm:44 pm

    Amigo. Confesso que li, reli e tri-li o acordo acima e não vi em que o referido acordo fere a Constituição ou implica em cerceamento à garantia constitucional da liberdade religiosa. Por mais que não gostemos, precisamos adimitir que, em nível internacional, o Estado do Vaticano é a expressão política da Igreja Católica, tendo, por isso, possibilidade de celebrar tratados e convenções internacionais com outros Estados Soberanos, como é o caso do Brasil. Tais tratados não significam revogação, derrogação ou negação da vigência das garantias constitucionais de cada País. Como toda e qualquer norma jurídica, a interpretação de um Tratado Internacional deve ser feita conforme a Constituição Federal, razão pela qual não há nenhum motivo para alardes ou temores quanto à aplicação do tratado celebrado entre o Brasil e o Vaticano. Paz de Jesus a todos.

  • Ivan Porto  On setembro 14, 2009 at pm:50 pm

    Graça e Paz do Senhor Jesus à todos!
    Que este acordo fere a nossa Constutição não se discute, é claro que sim. E o tempo vai mostrar a verdeira intenção do Vaticano na busca desesperada por esse acordo. Há anos que o banco do Estado do Vaticano vem fechando seus balanços no vermelho. Será exigido que os professores que ministrarão as aulas de religião nas escolas possuam o curso de graduação ou pós. Isso já será uma grande vantagem para a igreja católica que tem seus cursos de seminário reconhecidos como tal. Será uma forma também de desonerar os cofres desta igreja, pois estes professores serão pagos pelo erário público. Mas o que me deixa mais entristecido é com o que a Palavra de Deus chama de cegueira espiritual. Como vemos pessoas se dizendo cristãs e ao mesmo tempo defendendo o ecumenismo. São totalmente antagônicas. Jesus ensinou aos convertidos à Ele, a amar a todos sim, mas também procurar pregar o seu Evangelho da Salvação(Boas Novas) e ganhar essas almas para o seu Reino. Não é uma questão de denominação de igrejas, mas sim a Verdade chamada JESUS. A Paz de Jesus à todos!!!

  • Leomar  On setembro 14, 2009 at pm:26 pm

    Vejam bem, senhores e senhoras que neste me antecedem, falam tanto de questões não pertinentes com relação ao acordo entre o Estado Brasileiro e o Estado do Vaticano, tudo bobagem (desculpem a expressão da palavra), falam porque simplesmente nao conhecem o minimo da legislação em vigencia e a interpretam muitas vezes de forma equivocada, vejam que o ensino religioso já consta da própria CF/88 art 210 par.1, como matricula facultativa, Há o reconhecimento da validade do casamento religioso para efeitos civis (art. 226, parágrafo 2), entao encerro meu simples comentário, dizendo que a licidade do Estado bHá o reconhecimento da validade do casamento religioso para efeitos civis (art. 226, parágrafo 2) encerro meus sucintos comentários dizendo que o acordo nao inflingirá, a licidade do Estado Brasileiro, tendo em vista que felizmente neste Estado, nós Católicos, respeitamos a todas as crenças e não é um acordo qualquer que nem aprovado está ainda, abalará nosso estimada reputação.

  • Leomar  On setembro 14, 2009 at pm:24 pm

    Vejam bem, senhores e senhoras que neste me antecedem, falam tanto de questões não pertinentes com relação ao acordo entre o Estado Brasileiro e o Estado do Vaticano, tudo bobagem (desculpem a expressão da palavra), falam porque simplesmente nao conhecem o minimo da legislação em vigencia e a interpretam muitas vezes de forma equivocada, vejam que o ensino religioso já consta da própria CF/88 art 210 par.1, como matricola facultativa, Há o reconhecimento da validade do casamento religioso para efeitos civis (art. 226, parágrafo 2), entao encerro meu simples comentário, dizendo que a licidade do Estado bHá o reconhecimento da validade do casamento religioso para efeitos civis (art. 226, parágrafo 2) encerro meus sucintos comentários dizendo que o acordo nao inflingirá, a licidade do Estado Brasileiro, tendo em vista que felizmente neste Estado, nós Católicos, respeitamos a todas as crenças e não é um acordo qualquer que nem aprovado está ainda, abalará nosso estimada reputação.

  • wercilene  On setembro 14, 2009 at pm:46 pm

    Este e apenas o inicio ja aguardado pelo irmaos adventistas.Logo, logo voces ouvirao falar do Decreto Dominical. Quanto a voce Raquel, nao tem o que fazer nao, vai ficar o dia e a noite toda orando por cada um que diverge de sua opiniao santarrona, mandou bem Clavius.

    • Raquel  On setembro 14, 2009 at pm:44 pm

      Oro por todos nós, dia e noite quem dera… quem dera tb ser santa. Ô Glória!
      Mas oro em especial pelas pessoas que gostam de falar mal das outras e julgam sem conhecer o terreno do coração do próximo. Pq as pessoas não deixam para DEUS julgar??????

  • MIZAEL  On setembro 14, 2009 at pm:07 pm

    como pode um pais que diz ser laico fazer um acordo as escuras e em carater de urgencia com o vaticano acordo esse que fere naõ so a constituição brasileira como tambem o direito de escolha de cada cidadão E UMA POUCA VERGONHA UM PAIS COM TANTOS PROBLEMAS SOCIAIS COMO O BRASIL FAZER SESOES DE URGERCIA NA CAMARA DOS DEPUTADOS PARA APROVAR UM ACORDO QUE FERE A CONSTITUIÇÃO DO PROPRIO PAIS QUE DIZ SER UM PAIS DEMOCRATICO ACREDITEM ISSO E SO O COMEÇO DO RETROSCESO

  • Rodrigo  On setembro 14, 2009 at pm:37 pm

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
    VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
    Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
    I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;

    • Sandro  On setembro 14, 2009 at pm:52 pm

      Raquel, não pude deixar de observar que você tem uma forte fé no que você acredita. Crê na bíblia sagrada? Sei que acredita, por isso estou enviando alguns textos que concerteza você já leu, mas, relembra-los não faz mal algum, concorda? Estes textos respondem a perguntas muitissímo importantes veja por favor:

      Era da vontade de Jesus unir as entidades religiosas existentes na sua época? S. João 8:42-44 e S. Mateus 23:29-33

      Deus aceita qualquer forma de adoração, independente de qual seja a religião ou quem são seus líderes, desde que a pessoa esteja buscando a Ele? S. Mateus 7:21-23 e 2 Coríntios 11:13-15

      As doutrinas das religiões são todas certas e estão em harmonia com a bíblia sagrada? Apostolos 20:29,30 e 1 Timóteo 4:1-3

      Caso a doutrina ou a postura dos líderes de qualquer religião não estejam plenamente de acordo com a sagrada bíblia o que pode acontecer? 2 S. Pedro 2:1-3, 2 Coríntios 11:3 e a Epistóla de Judas 3,4

      Examine atentamente estes textos e concerteza encontrará respostas bastante satisfatórias, pois são a palavra de Deus, a bíblia sagrada.

      • Raquel  On setembro 14, 2009 at pm:40 pm

        Caro Sandro, nós católicos adoramos apenas DEUS!!!
        Seguimos os ensinamentos DELE.
        Não adoramos imagens não adoramos santos e nem adoramos Maria.
        Obrigada pelos capítulos é sempre maravilhoso ler sim, principalmente em ler sempre tendo a conciência de que NINGUÉM é conhecedor da VERDADE ABSOLUTA!!!!
        Deixo isso pra DEUS julgar.
        Por isso não criticamos ninguém… nem mesmo as religiões afros e nem as crenças indígenas.
        Temos um DEUS ÚNICO, um DEUS de misericórdia que acolhe todos os seus filhos com amor PLENO, um amor que está muito além da capacidade humana de entender por mais santo que alguém possa viver.
        Certos… errados… não importa… ter DEUS no centro da nossa vida e deixar Ele reger a sua vida confiando no Poder do seu Santo Nome é o que nos faz buscar cada vez mais a santidade e ter ele como nosso Pai e conquistas de grandes vitórias.
        Sou católica sim mas, como toda católica creio no ecumenismo, no respeito religioso… pra mim, debater com o catolicismo não leva a nada pq nenhum de nós nunca será contra vós.
        Esse acordo não vai dar em nada, mas é impressionante como incomodou e como pude ver as máscaras caindo de pessoas (não como vc que parece ser realmente servo de DEUS) que pregam a Deus mas espalham discórdias, intrigas, ódio e ofensas.
        Por isso que voltei a minha igreja católica que é mãe, que acolhe, que não julga ninguém que ensina que o amor e respeito ao próximo é a base para a santidade.
        As vezes acompanho amigos em cultos protestantes e os proprios pastores falam mal de igrejas protestantes.
        Porque não falar mal e muito mal dos católicos?
        Passam uma imagem errada de nós. Citei um exemplo por email para um irmão nosso que participa daqui.
        Todos os meus amigos protestantes (q são muitos) quando conhecem minha família e meus amigos sempre falam: não sabia que vocês católicos eram assim… tinha outra imagem de vocês…
        SEMPRE OUÇO ISSO IRMÃO.
        É uma pena nossa Igreja ser tão atacada qdo nós católicos somos adoradores e servos do mesmo PAI!!!
        A Paz de Deus irmão!

      • Raquel  On setembro 21, 2009 at am:49 am

        KKKKKKKKKKKKKKKKKK

        Isso é verdade Clavius.
        Você esqueceu de citar que muitos não seguem religião nenhuma e dizem que são católicos. rs
        Talvez seja aí que o IBGE erre.
        A Paz de Deus irmão, tenha uma ótima semana!!!!

  • Silvia S.  On setembro 14, 2009 at pm:33 pm

    Isto é apenas uma gota d’agua no oceano aguardem e voces veram no futuro o que irá acontecer em relação a “liberdade religiosa”, só o tempo dirá, a Biblia diz: “Vigiai e Orai” .

  • Rodrigo  On setembro 14, 2009 at pm:12 pm

    Sou contra qualquer tratado ou emendas com relação a opiniões, ideologias e religiões. Vivemos em um Estado laico. É inaceitável q uma igreja se representando como Estado, venha a inserir nesse tratado matérias ligadas à religião. somos cidadãos e não súditos. Assim como o Estado não pode inteferir em igrejas e consequentemente nos seus cultos, salvo excessões, a igreja não pode interferir nas coisas do Estado. O aprendizado em escolas públicas seria um modo da igreja interferir no ensino público mantido pelo Estado, mesmo não sendo obrigatório para alguns alunos. Enfim, qual o fundamento de um tratado desse ser aprovado, se o nosso Estado é laico e temos o direito de aderir qualquer denominação?

  • Rodrigo  On setembro 14, 2009 at am:11 am

    O q muita gente não sabe é q a influência da Igreja Católica, aos poucos de forma sutil, se introduzirá em várias áreas do nosso Ordenamento Jurídico. Isso refletirá no Matrimônio, no Ensino, nos Tributos e até na Indústria e Comércio.

  • Raquel  On setembro 14, 2009 at am:03 am

    PARA CLAVIUS E JOSÉ MARIA

    A PAZ DE JESUS!!!!

    INFELIZMENTE NÃO TENHO MUITO TEMPO PARA PARTICIPAR DESSE DEBATE. GOSTARIA MUITO.

    JOSÉ MARIA NOS FALAREMOS POR EMAIL SIM. TEREI O MAIOR PRAZER.

    ENTÃO ESTOU ENVIANDO UM LINK QUE TEM ALGUMAS RESPOSTAS.
    A SUA SOBRE INTERCESSÃO JOSÉ ESTÁ LÁ.

    http://www.veritatis.com.br/print/2874

    ESPERO QUE LEIAM DE CORAÇÃO ABERTO, LIVRES DE PRECONCEITOS E DISPOSTOS A REFLETIR.

    UM ABRAÇO A TODOS

    • CLAVIUS  On setembro 18, 2009 at am:38 am

      EU TENHO UM LIVRETINHO QUE FAZ AS MESMA DEFESA

      • Raquel  On setembro 18, 2009 at pm:44 pm

        É… parece que isso é um livro mesmo.
        Se eu não me engano se chama “respostas aos protestantes”. Acho que é isso.
        Beijos
        A Paz

      • CLAVIUS  On setembro 19, 2009 at am:38 am

        ISTO MESMO, MAS PARECE QUE O PROBLEMA ESTA MAIS FOCADO EM RELIGIÃO, QUER SEJA, PREOCUPAM MAIS EM DEFENDER SEUS DOGMAS DO QUE A VERDADE QUE É PALAVRA DE DEUS E QUE ESTA NA BIBLIA, E MAIS, DEUS TEM UM SÓ PROPOSITO PARA O SER HUMANO, QUE NÃO ENVOLVE QUAL BIBLIA, ADORAÇÃO A SANTOS, MARIA, BATISMOS QUANTO SUA FORMA OU PROPÓSITO, SANTA CEIA SE É EM MEMORIA OU TRANSUBSTANCIAÇÃO, SE EXISTE PURGATÓRIO OU NÃO, SE DEVO FALAR LINGUAS OU NÃO, SE DEVO ORAR EM VOZ ALTA OU BAIXA, SE DEVO TER CABELO LONGO OU CURTO, SE DEVO USAR SAIA LONGA, SE MINHA IGREJA É QUEM LEVA PARA O CÉU, SE MINHA IGREJA É A UNICA DE CRISTO, OS PASTORES SÃO ANALFABETOS, MINHA IGREJA NÃO TEM FUNDADOR A SUA TEM, E ASSIM VAI POLEMICAS POLEMICAS SEM FIM, NINGUEM QUER ARREDAR O PÉ DE SUA FÉ, ISTO É BOBAGEM, O HOMEM ESTA SE PRENDENDO A COISAS TERRENA, A VERDADE É UMA SO, DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU SEU FILHO UNIGENITO, PARA MORRER POR NOSSOS E PECADOS NA CRUZ, E QUEM CRER NELE SOMENTE NELE E FOR BATIZADO, SERA SALVO, SO ISSO NADA MAIS, O RESTO É BRIGUINHAS QUE NÃO LEVAM A LUGAR ALGUM, NEM MESMO AO CÉU, MUITO PELO CONTRARIO.

      • JOSÉ MARIA  On setembro 21, 2009 at pm:38 pm

        Oi Claudius,

        Gostaria de enviar-lhe alguns textos de um debate iniciado com a Raquel via e-mail no dia 13/09. Meu endereço consta lá, verifique por favor e envie-me o seu. Grato.

    • JOSÉ MARIA  On setembro 23, 2009 at pm:04 pm

      Todas as vezes que um te chama à reflexão bíblica você foge, hein!!!
      Porquê você não responde, com passagens bíblicas os questionamentos que te são feitos?
      Responda a mim, ao Sandro com a transcrição de versículos bíblicos. Não respostas evasivas, sem contexto bíblico.
      Percebeu como o Sandro citou a bíblia?
      Todos os argumentos dos “protestantes arrogantes” como você mesma diz, são com fundamentos bíblicos. Faça igual… se puder.
      Mostre na bíblia onde Jesus definiu que a “santa igreja católica” ou outra qualquer, seria a d`Ele? Aliás, a religião de Jesus como homem era o judaismo; alguma vez Ele a defendeu?
      Nós não defendemos a Igreja Evangélica, defendemos o Evangelho.
      Se formos defender a religião, veja que coisa mais triste…
      A igreja católica: uma árvore frondosa com ramos verdes e floridos, mas com fruto sem nutriente nenhum, daqueles que se come, enche a barriga, mas não cessa a vontade, porque a raiz dessa árvore é podre.
      A igreja evangélica: uma bela árvore, com raiz sadia, a maioria dos ramos verdes e com frutos saborosos de muitos nutrientes, mas contém também, alguns galhos de árvores estranhas, enxertados, que dão frutos híbridos e sem gosto.
      Então não dá para defender nenhuma delas.

  • Carlos Martins Ferreira Brum  On setembro 14, 2009 at am:58 am

    Brasil e Vaticano fazem acordo juridico histórico?
    Após aprovação do acordo entre a República Federativa do Brasil com a Santa Sé, relativo ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil, continuaremos cidadãos ou quase súditos da Igreja Católica?!

    • Rodrigo  On setembro 14, 2009 at am:19 am

      É lamentável o país em q vivemos. Tantos problemas sociais q poderiam ser motivos de convocação d emergêcia…

    • Rodrigo  On setembro 14, 2009 at am:20 am

      pelo andar da carruagem seremos sim

    • Carlos Martins Ferreira Brum  On setembro 14, 2009 at pm:34 pm

      Religião e Orgia também nos deram cultura, folclore e tradição! Mas daí, no postulado de deixarmos de exrecer o exercício de cidadania para passarmos e sermos quase súditos de uma religião, ou, credulo, seita religiosa qualquer?! Que fiquemos (ficássemos) laicos como somos (éramos)!

  • osvaldo ferreira  On setembro 14, 2009 at am:43 am

    Façamos igual a Daniel 3;28 ” 28-Falou Nabucodonosor e disse: Bendito seja o Deus de sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que enviou o seu anjo e livrou os seus servos, que confiaram nele(DEUS) pois não quiseram cumprir a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus.

    Vamos adorar a DEUS e fazer a direfença.

  • Sara  On setembro 14, 2009 at am:09 am

    Ao estudar a história do cristianismo na versão católica-romana, pode-se ver que a mesma sempre foi marcada pela intolerância religiosa, onde milhões de pessoas foram mortas, torturadas e desapropiadas de seus bens.Graças à reforma protestante é gozamos relativa liberdade desde lá. Mas ,vejo não muito longe, um retrocesso á antiga condição, quando mesmo no século 21, com toda a aparente defesa dos direitos humanos, se permite a um país democrata assinar acordos autocratas como o em estudo. É lamentaável que a sociedade esteja ás cegas para isso e que mesmo certas instituições que deveriam encabeçar um melhor estudo do assunto ,venham a concordar com tamanho desrespeito aos direitos individuais levando em conta seus própeios interesses egoístas.

  • raquel alves de sousa  On setembro 14, 2009 at am:22 am

    bom dia me chamo raquel alve de sousa sou catolica admiro muito o excelentissi presidente luiz inacio lula da silva porem nao estou de acordo com que ele fez assinar este acrodo com o vaticano pois neste pis basil existem varias crenças eu creio e acho que todas as cenças devem ser respeitadas este acordo fere a liberdade de religiao como se pode por no colegio uma materia religiosa se a outras pessoas ou cranças que tem outra formalçao religiosa sou contra a este acordo atenciosamente raquel

  • Amina  On setembro 13, 2009 at pm:06 pm

    O presidente Lula ultimamente tem feito muitos acordos e tem viajado tanto que esqueceu do respeito ao povo brasileiro e, ainda, de dá uma revisada na CF. O que acontece é que a grande maioria desse povo é cristão (evangélico), mesmo que as pesquisas queram maquear a verdade. Isso porque, as pessoas estão cansadas de tentarem se agarrar a tudo o que podem em busca de uma solução para suas vidas. Conversei com pessoas de várias religiões e notei que elas, mesmo tendo essas experiências religiosas não conheceram aquele que é o único que transforma – JESUS-. Notei, também, que não O conhecem porque não lêem o livro dos livros. Não é um acordo com a igreja romana que vai fazer com que os brasileiros sentem-se nos seus bancos. O povo brasileiro já alcançou uma consciência própria desde a reforma protestante e se tivessem descoberto na igreja católica a tansformação que procuram para suas vidas estariam nela até hoje. Da mesma forma, acontece com outras denominações.
    O presidente Lula foi infeliz em acordar algo, por sua conta, que é de opção do povo brasileiro, (ISSO É INCONSTITUCIONAL). O Brasil está como está, em relação à marginalidade, à atrocidades, etc., porque não se fala mais em Deus nas salas de aula, porque os valores cristãos foram substituídos por uma liberdade falsa onde pode-se fazer de tudo, até fumar maconha pois não é crime (como disse o ministro dançando), mas falar o nome de Deus é como se fosse abominável. Agora, privilegiar determinada religião para ver se a salva do último suspiro é, realmente, uma decisão, no mínimo sem sabedoria. Os nossos líderes têm que saber que quem permite ou deixa de permitir é o Deus altíssimo, Aquele que deu início à criação.
    “Sr. Presidente, uma vez eu fui convidada para ouví-lo no Porto de Suape e, estando bem perto, ouvi o Sr. dizer que todos os dias, antes de sair de casa conversava com aquele lá de cima, se isso é mesmo verdade, será que o Sr. conversou com Ele sobre isso? O Sr. ouviu a Sua resposta? – PENSE BEM.

  • Izabel  On setembro 13, 2009 at pm:03 pm

    Nós não devemos discutir sobre religião,e sim sobre o acordo.
    O ensino religioso nas escolas é importante,desde que não tenha placa de denominação e que verdadeiramente falar de Deus e dos ensinos de Jeus,como a o amor a Deus e ao proximo e respeito a vida,coisa que eu não estou vendo aqui.A té agora só estou vendo pessoas se agredindo com palavras devido seu credo religioso ou mesmo por suas opiniões formadas.
    Ao meu ver se o Pais é mesmo democratico,a Lei vale para todos seja qual for o credo religioso,os direitos são iguais para todos.
    Do mesmo modo que o patrimônio da igreja Catolica for resguardada as outras tabem teriam o mesmo direito,o direito da igreja ser reformada com ajuda do Governo as outras teriam o mesmo direto,o direito de trazer missionarios de outros Paises e adiquerirem o visto de permanencia com facilidade,todas teriam o mesmo direito, e de que as altoridades eclesiasticas seja de credo religioso for responda pelos seus crimes ou delito conforme as Leis,que não tenham previlejos que venham deixar esses crimes impunhe,igualmente a todos, e se o estado doar area para construção de igrejas catolicas ,as outras tambem teriam o mesmo direito.
    Igualmente para todos! pois os direitos são iguais?
    O que estar faltando a humanidade é o amor e não religião,religião tem muita mas um coração voltado para amar outra vida estar em extinção.
    Nós cristães invez de ficarmos nos agredido devido credo religioso,doutrinas humanas,dogmas ditados pelo homem ,passamos a praticar os ensinos de Cristo,vizitando os enfermos encarcerados,ajudando os necessitados,levando a palavra para todos e dar palavras de esparança,divulgando assim o evangelio de Cristo e dizendo que o amor e a misericordia de Deus é tão grande que não a definição,e se quesermos mudar o quadro da nossa vida ele estar pronto para nós ajudar .
    Vamos parar de nós agredir,pos samos todos falhos e pecadores,ninguem é melho do que ninguem,todos nós temos defeito,ninguem é perfeito somente DEUS.

  • Psytasya  On setembro 13, 2009 at pm:59 pm

    Isso é um absurdo!
    Regredir à liberdade e a igualdade entre todas as crenças e até o direito de
    não ter crença religiosa.

    Sinceramente, esse Sr. Lula está ficando maluco ou vendeu a alma ao Vaticano.
    Chegar ao ponto de tratar o catolicismo como matéria escolar…
    O que deveriam inserir na educação era a educação sexual, de modo a orientar os jovens
    sobre as DSTs, fecundação… Ao invés disso, divagam sobre ensinar algo tão pessoal e, ainda
    seremos nós a pagar o salário do profissional que vai aplicar as aulas…

    Por que tratar a religião católica como a única oficial?
    Quem tem o mérito de afirmar isso?
    Quem criou a igreja católica?
    Será que o Deus deles não é o mesmo do Evangélico, do Espiritismo?
    E ainda, é permitido não crer em Deus nenhum?
    Se é assim, esse acordo contradiz a teoria de que vivemos num país laico, sob um regime democrático…
    Naturalmente…
    Ele está mostrando a verdadeira face ao pais: demagogo.

    Quanto ou o que será que ele tá levando por pactuar com isso?
    Quem sabe ele não quer entrar para a lista – negra – da história como o político que deu início
    ao retorno da Inquisição?
    Tudo tem um começo…

    Isso é um desrespeito para com a sociedade, merecedor de impeachment
    Somos pacíficos, mas não somos odiotas, por isso não podemos permitir
    que nos tratem como sendo…

  • Izabel  On setembro 13, 2009 at pm:58 pm

    Nós não devemos discutir sobre religião,e sim sobre o acordo.
    O ensino religioso nas escolas é importante,desde que não tenha placa de denominação e que verdadeiramente falar de Deus e dos ensinos de Jeus,como a o amor a Deus e ao proximo e respeito a vida,coisa que eu não estou aqui.A té agora só estou vendo pessoas se agredindo com palavras devido seu credo religioso ou mesmo por suas opiniões formadas.
    Ao meu ver se o Pais é mesmo democratico,a Lei vale para todos seja qual for o credo religioso,os direitos são iguais para todos.
    Do mesmo modo que o patrimônio da igreja Catolica for resguardada as outras tabem teriam o mesmo direito,o direito de ser reformada com ajuda do Governo as outras teriam o mesmo direto,o direito de trazer missionarios de outros Paises e adiquerirem o visto de permanencia com facilidade,todas teriam o mesmo direito, e de que as altoridades eclesiasticas seja de credo religioso for responda pelos seus crimes ou delito conforme as Leis,que não tenham previlejos que venham deixar esses crimes impunhe,igualmente a todos, e se o estado doar area para construção de igrejas catolicas ,as outras tambem teriam o mesmo direito.
    Igualmente para todos! pois os direitos são iguais?
    O que estar faltando a humanidade é o amor e não religião,religião tem muita mas um coração voltado para amar outra vida estar em extinção.
    Nós cristães invez de ficarmos nos agredido devido credo religioso,doutrinas humanas,dogmas ditados pelo homem ,passamos a praticar os ensinos de Cristo,vizitando os enfermos encarcerados,ajudando os necessitados,levando a palavra para todos e dar palavras de esparança,divulgando assim o evangelio de Cristo e dizendo que o amor e a misericordia de Deus é tão grande que não a definição,e se quesermos mudar o quadro da nossa vida ele estar pronto para nós ajudar .
    Vamos parar de nós agredir,pos samos todos falhos e pecadores,ninguem é melho do que ninguem,todos nós temos defeito,ninguem é perfeito somente DEUS.

    • Raquel  On setembro 14, 2009 at am:28 am

      QUE DEUS A ABENÇOE IZABEL.

  • Padre Antônio Marcos  On setembro 13, 2009 at pm:19 pm

    Sou Padre Católico Carismatico, e não Romano, vejo esse acordo, ou melhor essa pouca vergonha um pouco triste. Pois através deste “acordo” a igreja Romana quer de alguma maneira tentar enfraquecer as outras denominações Cristãs, pois assim acham que terão devolta os fiés perdidos ao logo dos anos. Ouvi de uma jovem a poucos dias assim, fui catequista por muito tempo mas decidi parar pois não entedia o porque de tantas contradições entre os dogmas da igreja romana e o que esta na Santa Bíblia, e ela me disse mais, ia as missas e sentia um grande vazio, por isso não vou mais. Veja, a igreja como um todo não pode de maneira alguma impor que as pessoas sejam suas frequentadoras ou devotas, membros etc, a igreja tem que conquistar as pessoas como o Senhor Jesus Fazia e ainda Faz, conquistar com ensinamentos Bíblicos e o Carisma que é a Marca de Jesus. É triste ver uma Igreja tão grande e rica como a igreja romana usar destes artificios para querer ter a soberania religiosa em nosso Pais. MAS O QUE EU ACHO MESMO É QUE ESTÁ FALTANDO ORAÇÃO SINCERA E LEITURA DA PALAVRA DE DEUS A BÍBLIA SAGRADA, SE BUSCAREM MAIS A DEUS EM ORAÇÃO, JEJUM, FIDELIDADE AOS ENSINAMENTO BÍBLICOS A IGREJA ROMANA NÃO PRECISARIA DISTO EU GARANTO. AH! UMA OPNIÃO MINHA, ACHO QUE A IGREJA ROMANA FORMA BONS PROFESSORES MAS NAS QUESTÃO DE PASTORES DO REBANHO DE CRISTO DEIXAM A DESEJAR. QUE DEUS NOS ABENÇOE E ABENÇOE OS NOSSO SENADORES.

    • CLAVIUS  On setembro 14, 2009 at am:51 am

      GOSTEI DA TUA PALAVRA PADRE E, OLHA QUE NÃO SOU CATÓLICO OU MELHOR FUI MAS, EM RAZÃO DO VAZIO CITADO ACIMA PROCUREI NA PAVRA E ENCONTREI CONFORTO, HJ SE PREOCUPA MUITO COM RELIGIÃO E POUCO COM O Q ESTA ESCRITO NA BIBLIA, ESTAMOS AFASTANDO DELA E SE PRENDENDO A DOGMAS Q HAS VEZES SÃO CONTRA O ENSINAMENTO DE CRISTO.
      O ENVAGELHO É SIMPLES, CRISTO MORREU POR NÓS DEVIDO AO AMOR IMENSO DO PAI PELO SER HUMANO, O RESTO É RECHEIO COLOCADO PELO HOMEM, COM LOGICA AS VEZES ESDRUXULAS MAS Q SEMPRE TEM QUEM ACEITE.

    • Edson José  On setembro 14, 2009 at pm:29 pm

      Que a snta paz de Nosso Senhor esteja em vosso coração.
      Irmão eu não sei o que aconteceu p/ que o senhor desse uma declartação dessa e se proclamar padre e, ainda mais carismático. Analizando as suas palavras venho a pensar que o senhor deveria reavaliar a sua ordenação.
      Como é que um homem que se diz padre é contra a Mãe igreja?
      Por mais q a igreja tivesse erreada, coisa q não está, o senhor devria rezar e não criticar. Ai eu lhe pergundo:_ Onde está a obediencia? o amor? A caridade? Deus ama os obediente.
      Deixe as criticas aos protestantes e não a um padre
      Deus abençoe o teu sacerdócio.

      • Raquel  On setembro 18, 2009 at am:29 am

        Ele não é padre da Igreja Católica Apostólica Romana.
        Já ouvi falar que existe uma igreja católica brasileira e uma igreja católica internacional.
        Não sei se existe ainda mais. Nem nunca procurei me informar ( se alguém puder dizer se existe mais igrejas que usam esse nome por favor me falem), só sei que ele não é Padre ordenado da nossa Mãe Igreja, irmão Edson.
        Soube que ainda estão abrindo uma outra que usa o nome católica e os que pregam lá usam o nome padre.
        É bom ficarmos atentos principalmente os protestantes porque o que eles pregam é bem diferente da nossa. O que eles fazem não sei.
        Por isso peço sabedoria para que vcs possam discernir e diferenciar um “padre” de uma outra religião que usa o católico com os Padres da nossa Igreja Católica Apostólica Romana.
        Fora que… não sei se é esse caso mas em um site protestante que entrei tinha um cara com o nome de padre massacrando a igreja católica depois de muito tempo descobri que era um protestante só para dizer que existe padre casado e que fala mal do catolicismo.
        Infelizmente encontramos pessoas assim. Graças a Deus essas pessoas são raras.
        Volto a repetir que não sei se é esse o caso, talvez ele seja padre de alguma outra dessas denominações.
        Só não acho correto usar o mesmo nome pq isso confunde quem está de fora. poderia haver outro nome.
        A Paz de Deus a TODOS e ao padre Antônio se puder dizer ao certo essas diferenças desde já agradeço. Não quero falar bobagens pois não conheço a igreja católica de vcs.

      • CLAVIUS  On setembro 23, 2009 at pm:16 pm

        NÃO SABIA QUE IGREJA TEM MÃE, SABIAMOS QUE TODOS NÓS QUE PROFESSAMOS A FÉ EM CRISTO, SOMOS CRISTÃO, AS DENOMINAÇÕES FORAM CRIADAS PELO HOMEM, AGORA SE VC QUER DIZER QUE A INSTITUIÇÃO CATÓLICA É MAIS ANTIGA ORGANIZAÇÃO CRIADA PELO HOMEM SIM , MAS ELA NÃO É MAE DA MINHA IGREJA QUE É A BATISTA, POR SINAL A IGREJA BATISTA NÃO FOI GERADA PELA IGREJA CATÓLICA, A MAÉ DE MINHA IGREJA É A BIBLIA, SE POSSO DIZER.
        E TU SABES PQ A IGREJA CATÓLICA TORNOU-SE SOBERANA DURANTE A IDADE MÉDIA, NÃO? MATANDO TODOS DA OPOSIÇÃO, LEMBRA-SE DE TER OUVIDO FALAR DE HEREGES, JOANA D’ARC, DE GALILEU GALILEI, OU MESMO DOS CATAROS, VALDENSES, MONTANHESES, NOITE DE S~]AO BARTOLOMEU NA FRANÇA, POIS É QUASE TODOS MORTOS PELA SANTA IGREJA CATÓLICA, LUCRÉCIA BORJA É UMA LINDA HISTORIA PRA VTU VER, VEJA PELO MENOS UM POUQUINHO DO QUE ESTOU ESCREVENDO, A IGREJA NÃO ACEITAVA OPOSIÇÃO, CRIAVA-SE DOGMAS E TODOS ERAM OBRIGADOS A ENGOLIR A SECO, REVEJA SEUS CONCEITOS, PELO MENOS PRA SABER SE TUA FÉ NÃO É VÂ

      • CLAVIUS  On setembro 23, 2009 at pm:21 pm

        VAI AMIGO APROVEITA ENQUANTO TU ESTA DEFRONTE SEU PC, LANÇA NO GOOGLE,SÃO DOIS MINUTOS E ACABOU, TENS AS INFORMAÇÕES FRESQUINHA COM BASE, PODE ATÉ DAR UMA RESPOSTA PARA MIM DE PRONTO

  • Solange Machado  On setembro 13, 2009 at pm:32 pm

    Clavius, no dia 08/09, vc questiona que a Igreja Católica foi criada por um imperador romano em 313, o imperador a quem vc se refere é Constantino, um homem pagão e supersticioso que acreditava ser necessário agradar aos deuses de todas as religiões, ele teve experiências que o obrigaram a respeitar o Deus dos cristãos, lembre-se de que naquele período os cristãos (donde se origina os primeiros católicos) eram perseguidos por Roma, se vc procurar na história verá que a cruz era o sinal utilizado para identificação, razão pela qual ainda hoje os católicos usam esse símbolo em suas igrejas e adornos pessoais, veja a seguir um pequeno trecho de um livro de História Geral. “Constantino (313-337) – através do Edito de Milão, concedeu liberdade de culto aos cristãos, já em número e influência, buscou também estabilizar a produção rural frente à escassez de mão-de-obra decretando, com a lei do Colonato, obriga a fixação do colono á terra onde ele trabalhava. Era a intensificação do uso de trabalho servil em substituição ao trabalho escravo.” (graças a Igreja Católica) “Outra medida de destaque tomada por Constantino foi à função de uma segunda capital do império – Constantinopla (hoje Istambul) -, situada no Oriente, com a finalidade de garantir a proteção da fronteira leste.”. “A tradição cristã conta que, na véspera da batalha de Ponte Mívio, junto aos muros de Roma, em 312 Constantino invocou a ajuda do Deus cristão e teve uma visão celeste: “In hoc signo vinces” (com este sinal vencerás).”. “Após a vitória, em 313, Constantino, em gratidão, abaixou o Edito de Milão aos seguidores de Cristo, legalizando a nova crença. Foi Constantino que também converteu o domingo no dia de descanso, fechando tribunais e proibindo todo o trabalho, exceto na agricultura. Apesar da nova crença, Constantino nunca abandonou o culto pagão ao Sol (Mitarismo), mantendo a figura do Sol em suas moedas, e só se convertendo em seu leito de morte”. Agora vamos ver quando realmente o CRISTIANISMO (quer dizer que, só uma denominação, pois o cristianismo só fica com diferentes denominações em 431, e não existe nem um registro histórico de que isso acontecera) é oficializado… “O Imperador Teodósio (378-395) – oficializou o CRISTIANISMO e, em 395, dividiu o Império em dois: o Oriente, que tinha como capital Constantinopla; e do Ocidente, cuja capital era Roma. [...]”. “[...] O crescimento do CRISTIANISMO foi um fator de desagregação do império, pois SE OPUNHA À ESTRUTURA MILITAR E ESCRAVOCATA, SUSTENTÁCULO DO IMPÉRIO ROMANO”. (Cláudio Vicentino. História Geral. São Paulo (SP). Editora Scipione.1997 p. 93 e 94).

    • CLAVIUS  On setembro 14, 2009 at am:37 am

      SOLANGE QUERO PRIMEIRAMENTE DIZER Q SOU UM CURIOSO DA RELIGIÃO E NÃO UM FANATICO Q FICA POLEMIZANDO POSIÇÕES DE COLEGAS NA INTERNET, PROCURO A VERDADE DE CADA AFIRMAÇÃO QUE EU VENHA CONHECER, NÃO AS ENGULO E PRONTO, PORTANTO MINHAS POSIÇÕES SEMPRE FOI PAUTADA EM PESQUIZAR PRIMEIRAMENTE PARA DEPOIS AFIRMAR, NÃO Q EU ESTEJA SEMPRE COM A RAZÃO MAS, ATÉ Q SE PROVE Q ESTOU ERRADO ………………………..

      PERFEITO SOLANGE EM PARTE SUAS AFIRMAÇÕES, O SIMBOLO CRISTÃO NA ÉPOCA ERA O PEIXE, QTO A CONSTANTINO EXISTE DUVIDA SOBRE SUA CONVERSÃO MESMO, POIS ELE TINHA A MÃE CRISTÃ, PORTANTO PODE SER Q ELE USOU DE UMA JOGADA POLITICA, NA EPOCA, PARA UNIR O IMPÉRIO Q ESTAVA EM FRANGALHO E TINHA UM NUMERO GRANDE DE CRISTÃO, MEDIDA ADOTADA PARA AGRADAR O POVO, MUITA USADA AINDA NOS DIAS DE HJ .
      QDO INSTITUIU O CRISTIANISMO COMO RELIGÃO DO ESTADO, HOUVE DIVISÕES NO MEIO CRISTÃO, POIS UNS ACHAVAM Q O ESTADO DEVERIA SER LAICO COMO NOSSO PAÍS O É, POREM UMA PARTE SE UNIU AO ESTADO, FORMANDO-SE O NUCLEO DO Q VIRIA SE TORNAR A IGREJA CATÓLICA Q HJ CONHECEMOS E OUTRA PESQUISE VC E VERA Q EXISTIU SIM, LANCE NO GOOGLE SO PRA INICIO, NÃO SEI SE VC PESQUIZA DESTA FORMA, MAS É UMA IDEIA SIMPELS Q LHES PASSO PARA COMEÇAR, NAQUELA EPOCA COMUNICAÇÃO ERA ALGO PRECARIO, PORTANTO A ORDEM DO IMPERADOR DEVE TER CHEGO UNS PAR DE ANOS DEPOIS NOS CONFINS DO IMPÉRIO, E VEJA O Q AFIRMO ACIMA NEM TODOS ACEITARAM O IMPERADOR COMO CHF DA IGREJA Q O FOI, POIS OS PRIMEIROS CONCILIO FORAM DETERMINADOS POR ELE ( IMPERADOR )

      A IDÉIA CATOLICISMO COMO HJ CONHECEMOS FOI SE SEDIMENTANDO COM O TEMPO, PRINCIPALMENTE POS QUEDA DO IMPÉRIO, VISTO A IGREJA SER A UNICA INSTITUIÇAÕ ORGANIZADA NÁ ÉPOCA QUE SUBSISTIU.
      O TERMO CATOLICO NÃO ERA AINDA USADO, QUANTO A CRUZ NÃO SEI QDO FOI INSTITUIDA MAS O SINAL DA CRUZ FOI NO ANO 400, SE VC ESTUDAR A HISTORIA DA IGREJA VERA Q ELA VEM INSTITUINDO OS DOGMAS COM O PASSAR DO TEMPO, VEJA A ASSUNÇÃO DE MARIA TORNOU-SE DOGMA DE FÉ EM 1950, PORTANTO A IGREJA VEM NUM PROCESSO MILENAR SE APERFEIÇOANDO, NÃO SEI SE ESTE TERMO SERIA CORRETO PARA TANTO. MAS IMAGINE O Q SERA DAQUI DOIS MIL ANOS, ESPERO Q RETORNE PARA A BIBLIA.
      QTO A PASSAGEM BIBLICA UTILIZADA CORRIQUEIRAMENTE COMO INSTITUIÇÃO DA IGREJA POR CRISTO, LEIA TODO O CONTEXTO É IMPORTANTE, PQ REALMENTE SE VC TEM EM MENTE Q PEDRO É O PAI DA IGREJA VC NÃO INTERPRETA O TEXTO CORRETAMENTE E PARA SEM TERMINA-LO DE LER, VA EM FRENTE E VEJA O TEXTO NO TODO, VERA Q ELE SE REFERE AO PRORPIO CRISTO COMO A PEDRA ANGULAR DA IGREJA, MAS LEIA VC MESMA E INTERPRETE, LEIA COM ISENÇAO E PRONTO. HAJA VISTA TAMBEM Q O PAPADO FOI INSTITUIDO EM 609, E CRISTO FILHO DE DEUS NÃO VEIO AO MUNDO PARA DEIXAR EM MÃOS HUMANA SUA IGREJA, UMA Q NÃO TEM LÓGICA, POIS SE PEDRO A RECEBEU, ELE JA MORREU E ISTO VALEU PRA ELE, OUTRA PQ ENTÃO TEMOS A BIBLIA.

    • CLAVIUS  On setembro 14, 2009 at am:17 am

      EU IA ESQUECENDO DE ALGO ANTES DE IR PARA A CAMA, IGREJA NÃO SALVA NINGUEM.
      TU ACHA Q UMA IGREJA DO ANO 1000, POR EXEMPLO, TINHA A MISSA NOPS MOLDES DA QUE TU COHECE HJ EM DIA?

  • Maturino Elias de Souza  On setembro 13, 2009 at pm:21 pm

    No Livro de Mateus cap.24 e 25… Jesus Cristo revela que muitos falsos profetas veriam em seu nome, e muitas religioes estão no mundo hoje e perduram séculos fazendo e desfazendo, falando e enganando em nome de Deus… No Livro do Apocalipse cap. 13.1 a 10 nos revela uma besta que saiu do mar, a qual é o falso profeta… E continua no mesmo cap. dizendo que surgirá outra besta que sai da terra, a ual é o anticristo vs 11 a 18… O mesmo livro do Apocalipse diz que esta besta (O falso profeta) havia sido morta, mas reviveu… e continuou a enganar muios em várias nações, até chegar o tempo certo para que, esta besta que saiu do mar, passe o poder para a outra besta que saiu da terra. Toda esta profecia nos revela que é de muitas formas que se engana e se impõe pela força ou pelo enagno, para fazer que outros creiam na mentira., e por fim ganhar o poder do mundo todo

  • Carley  On setembro 13, 2009 at pm:19 pm

    Acho abominável esse acordo … imensamente desrespeitador dos direitos de igualdades de todos BRASILEIROS e uma afronta à nossa Carta Mágna, a Constituição Brasileira.
    Não vou ficar quieto com relação a isso, pretendo mobilizar em entrar com um processo de impugnação contra esse acordo “asqueroso”
    Já não bastam os favorecimentos recebidos por essa entidade chamada: Igreja Católica, já não basta todo o ouro do vaticano, obtido às custas de muito sangue de inocentes derramado durante toda a história da humanidade?
    Não tenho religião, acho ter uma, uma verdadeira perda de tempo e é em muito, devido a esse poder ilegítimo exercido, não só por essa (á religião católica), mas também por outras várias pelo mundo a fora. Creio em Deus, como o Supremo Criador de tudo o que há sobre a face da terra, mas, no que diz respeito a religião, abomino.
    Espero sinceramente que Nós Brasileiros, de todas os setores da nossa sociedade, não fiquemos parados e passimos com relação à essa verdadeira agressão contra os nossos direitos constitucionais.

  • neto  On setembro 13, 2009 at pm:02 pm

    Queridos irmãos, sou evangélico, mas amo católicos, espiritas, budistas, muçulmanos e praticantes de todas as outras religiões porque Deus é amor e, portanto, amo todos vocês! Como em qualquer área da sociedade nas diferentes religiões existem boas e más pessoas, justamente porque o ser humano é humano e falho. O próprio Senhor Jesus Cristo em diversas passagens criticava os fariseus e escribas porque sabiam da lei, mas não praticavam o amor, a justiça e a misericórdia! O que acho que todo mundo que é contra o acordo está querendo dizer aqui é que, por mais que se ensinem diversas religiões nas escolas, sempre se correrá o risco de os professores serem tendenciosos naquilo que acreditam, na doutrina que praticam porque justamente são seres humanos e o ser humano defende aquilo em que acredita, defende as suas convicções e, por isso pode influenciar sim as crianças a seguirem por essa ou aquela religião. Lembremos que se tratam de crianças que podem sim ser influenciadas por alguns desses professores para seguirem aquilo que acreditam. Acho sinceramente que religião é uma escolha muita intima e pessoal que deve ser tratada dentro de casa entre os familiares e não dentro de uma escola para que justamente não ocorra o que está acontecendo aqui que nada mais é do que intolerância religiosa! Já pensaram se um aluno católico ou evangélico ou espirita, etc, não concordar com aquilo que está sendo ensinado? Ele não será obrigado a assistir a aula, mas o fato de sair por si só já é constrangedor e já é uma forma de tratamento diferenciado. Amo a vida de todos vocês e em nome de Jesus Cristo peço a todos que pratiquemos aqui o segundo maior mandamento, segundo Jesus Cristo que é “amar ao próximo como a ti mesmo” e não se esqueça Deus é amor. Amo todos vocês, que Deus abençoe a todos. Neto

    • Raquel  On setembro 14, 2009 at am:01 am

      ATÉ QUE ENFIM UM EVANGÉLICO CONVERTIDO EM DEUS!!!!!
      TODOS OS PROTESTANTES DEVERIAM SER COMO VOCÊ IRMÃO.
      TENHO CERTEZA QUE DEUS ESTÁ DERRAMANDO MUITAS BENÇÃOS NA SUA VIDA E ORO PARA QUE DERRAME MAIS. É DE CRISTÃOS COMO VOCÊ QUE O BRASIL ESTÁ PRECISANDO.
      VOCÊ PREGA A PAZ E A TOLERÂNCIA ENTRE CRENÇAS.
      CONCORDO QUE O ENSINO DE RELIGIÃO SEMPRE VAI TER UM QUE POSSA PUXAR SARDINHA PRO LADO DELE, COMO VC DIZ SOMOS TODOS HUMANOS MAS… SERÁ QUE VAI SER TÃO RUIM ASSIM?
      HÁ ANOS E ANOS ATRÁS JÁ EXISTIAM DIFERENTES CRENÇAS E TINHA RELIGIÃO NAS ESCOLAS.
      AS CRIANÇAS TINHAM CONTATO COM O CONHECIMENTO SOBRE DEUS E CRESCERAM COM MAIS VALORES.
      DA MINHA GERAÇÃO PRA CÁ JÁ NÃO TEMOS MAIS E… AUMENTARAM O INDICE DE GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA… USO DE DROGAS… DE ÁLCOOL… FAMÍLIAS SEPARADAS…. ENFIM… ISSO SEMPRE EXISTIU MAS EM MENOR ESCALA… MUITO MENOR ESCALA… SERÁ CONSCIDÊNCIA?
      SONHO PELO DIA DO RESPEITO ENTRE AS CRENÇAS E ONDE PODEREMOS ENSINAR RELIGIÃO APENAS POR DEUS E NÃO POR SEGUIMENTOS.
      ISSO PODE ACONTECER, SÓ DEPENDE DE CRISTÃOS COMO VOCÊ NETO.

      • CLAVIUS  On setembro 23, 2009 at pm:41 pm

        TU QUERES DIZER COM ISTO, OPINIÃO TAL QUAL A SUA

  • Antonio Carlos  On setembro 13, 2009 at pm:56 pm

    Parece-me que o Imperialismo Romano, está querendo dominar o mundo novamente, só que desta vez através da religião, que outrora causou muita discórdia entre as nações e semeando o ódio e limitando o livre arbitrio, que é o direito de todos, isto nos é dado por Deus e jamais poderá ser limirtado por um simples tratado ignóbil.Sejamos mais huminildes respeitando os direitos de cada um adorar Deus, independentemente da sua Ceita ou Crença, o Brasil é berço do Envangelho e Coração do Mundo.Nenhum ser humano vai mudar isto.

  • Rogerio  On setembro 13, 2009 at pm:56 pm

    Meus queridos irmaos este acordo e para cumprir a palavra de Deus vamos ficar tranquilo porque conhecemos a verdadeira palavra e temos ciencia que estamos nos fim dos tempo vamos deixar os catolicos com a crença deles porque nos ja somos um povo separado, que Deus possa ter missericordia dessas pessoas que ainda nao conhece a verdadeira palavra

    • Raquel  On setembro 14, 2009 at am:47 am

      PIOR COMENTÁRIO QUE JÁ LI.
      VOU ORAR MUITO POR VOCÊ.
      DEUS É UNIÃO E SE VOCÊ JULGA A VONTADE DE DEUS ASSIM… RSRSRSRS

  • Filósofo  On setembro 13, 2009 at pm:47 pm

    ta errado, nosso Estado não pode fazer esse tipo de coisa, mesmo sabendo que Padres em suas missas não fazem referências nada e se fazem, tá demonstrando erros que cometeram no passado e que mesmo pedindo perdão, acho que ninguém vai perdoá-los além de Deus. O mal da igreja católica perante o mundo, foram terriveis.

  • Juliane  On setembro 4, 2009 at pm:07 pm

    Vejo que muitas pessoas tem opiniões totalmente diversas a respeito do assunto. Sinceramente não vi nada de extraordinário aqui, são normas completamente compreensíveis, visto que querem assegurar o Patrimônio que não é só católico, mas cultural, principalmente.
    Em nossas Missas, nunca ouvi um Padre julgar nossos irmãos que escolheram outra religião pra seguir, muito pelo contrário somos ensinados a amar a todos assim como Deus nos amou e a perdoar!
    Nossas entidades merecem reconhecimento sim, participo da SSVP a tempos, de pouquinho em pouquinho, ajudamos famílias a se promoverem, a terem perspectiva de vida! Nos movimentos como EAC e ECC muitas famílias se doam em prol da Igreja, também faço parte do EAC, vi muitos adolescentes se libertarem das drogas!!
    Isso é muito maior do que qualquer erro que a Igreja já tenha cometido, e ela não se exime de culpa, sempre pede perdão pelos erros!!
    Passado é passado, temos que nos preocupar com o futuro, e ainda mais, tentar torná-lo melhor, nos tratando como irmãos, Filhos do mesmo Pai, unidos no mesmo Irmão!!
    Paz e bem a todos!!

    • Raquel  On setembro 8, 2009 at am:11 am

      Paz e Bem Juliane.
      Que DEUS a abençoe e tenha uma semana cheia de Graça.
      Continue firme na sua caminhada.
      Infelizmente as pessoas não querem entender pois são induzidas por pastores a isso.
      Coisa que, como vc falou, nunca vi um padre fazendo.
      Sempre ouvi dos padres que todos nós devemos amar e respeitar o próximo assim como suas escolhas, afinal, como vc disse, somos filhos do mesmo Pai unidos no mesmo Irmão.
      Não entendo pq eles insistem em praticar a discórdia.
      Os protestantes só estão afim de brigas e não conseguem entender nada do que está escrito no acordo.
      Não entendem que isso não dá poder nenhum a nós e a última coisa que a Igreja Católica quer é ser superior a alguém.
      O que difere ela das outras religiões.
      Paz e Bem!

      • Raquel  On setembro 9, 2009 at am:35 am

        Nossa Clavius!!!!
        Ontem achei tão interessante suas perguntas ali embaixo que fiquei feliz por termos uma oportunidade de trocarmos idéias e informações.
        Entrei aqui agora para responder suas questões e vi um monte de respostas suas com tom de ironias, ofensas, deboches afim de provocar discussões e não mais trocas de idéias.
        VC É TUDO QUE UM CRISTÃO PROTESTANTE NÃO DEVERIA SER!!!!
        Vc responde em tons de raiva e ódio, vejo que está regido por forças negativas porque isso não vem de DEUS.
        Vou orar por vc para que vc em sua religião siga a Jesus assim como muitos outros protestantes e evangélicos que conheço. Aliás vivo no meio de alguns e nunca conheci um como vc que só quer ofender, brigar e viver na ignorancia. Uma pena…
        Que DEUS ilumine vc e que o ESPIRITO SANTO derrame os dons da tolerância, PAZ e sabedoria pq vc precisa muito.
        Me recuso a trocar idéias com uma pessoa que serve o inimigo por distribuir aqui neste site ofensas, ódio e intolerância.
        Paz e Bem!

      • Raquel  On setembro 9, 2009 at am:37 am

        Ué… sumiram suas respostas Clavius? Vc que apagou ou foi o moderador?
        Fica com DEUS!

      • CLAVIUS  On setembro 9, 2009 at pm:41 pm

        esta la embaixo, dia oito, beijo

      • CLAVIUS  On setembro 9, 2009 at pm:41 pm

        me responda aqueles questionamento

      • CLAVIUS  On setembro 9, 2009 at pm:54 pm

        MENINA COMO TU SE APRESENTA COMO UMA SANTARRONA QUANDO ESCREVE, SEI LA SE É IMPRESÃO MINHA OU VERDADE, É O Q APARENTA, TALVÊZ SEJA PELO MODO REFINADO COM Q SE EXPRESSA, MANEIRA CRINHOSA COM QUE TRATA O ASSUNTO MAS, QUERO Q TU NÃO TENHA A IMPRESSÃO CONTRARIA SOBRE MINHA PESSOA, EU SOU MUITO RACIONAL PORISSO DEIXO UMA IMPRESSÃO GRAVE, FEIQUE TRANQUILA QUANTO AO MEU PROPOSITO, NÃO TENHO A INTENÇÃO DE CONFRONTO MAS DE INFORMAR, LEIO MUITO SOBRE O ASSUNTO RELIGIÃO, PORÉM SO CONHECI A PALAVRA MESMO A POUCO TEMPO, ANTES TINHACOMO ALGO HISTORICO, FUI CRIADO NO MEIO CATÓLICO, POREM…….

      • Raquel  On setembro 10, 2009 at pm:02 pm

        Bom Clavius, respondendo ao seu comentário sobre mim…
        Não sou santa mas busco a santidade sim. As pessoas verdadeiramente praticantes da minha religião são assim também.
        Promovemos a Paz que vem de DEUS.
        Não aceitamos discordias e respeitamos todos porque é assim que tem que ser.
        Dizer que conhecemos a Bíblia é fácil para todos nós mas colocar a Palavra de Deus em prática……..
        Você realmente me passou uma péssima impressão pelas suas ironias e confronto com tons de ódio.
        Mas… se você falou que não foi sua intenção, tudo bem… deixa pra lá. Passamos uma borracha no assunto.
        Realmente prefiro ter boa impressão das pessoas.
        Ser racional é ótimo mas tenho certeza que vc não é tanto porque acreditar em Deus é questão de Fé e não de razão. Aliás somos todos um pouco loucos por Cristo não é? rsrsrs
        DEUS é maravilhoso!!!!
        Você disse que foi criado no meio católico mas vc nunca foi católico pois não existe ex-católico pois quando conhecemos a Palavra pelo catolicismo e conhecemos de verdade a Igreja Católica não largamos jamais. Mas todas as outras religiões são lindas pq quem faz a religião somos nós cristãos e não a Instituição em si.
        Se vc ainda não leu recomendo o livro “A Cabana” para vc ler. Não foi um católico que escreveu não, mas, o livro diz todos os desejos de Paz e ecumenismo que a igreja católica sonha entre todos os Cristãos.
        Todos em comunhão com DEUS e sem confrontos ou discursos religiosos.
        As pessoas tem que colocar DEUS em primeiro lugar e não a religião.
        Enfim, meu tempo está acabando, vou retornar ao trabalho, vou responder as suas questões assim que der um tempinho aqui.
        Já que vc afirma que não quer confronto então poderemos trocar informações na Paz de Cristo como IRMÃOS.
        Beijos
        Fica com DEUS!

      • marli franco  On setembro 18, 2009 at am:47 am

        Raquel, vc generaliza qd diz que os protestantes querem brigas , não é verdade queremos paz e muitos pastores tem ensinado o amor ao próximo. E o que vemos são os chefes religiosos brigando pra ver quem é melhor, e a igreja católica se coloca na mesma posição qd aceita fazer esse tipo de acordo que fere a nossa constituição.

  • Alexsandra  On setembro 3, 2009 at pm:09 pm

    O acordo formalizou novamente uma prática que vem ocorrendo a muito tempo em nosso país. Lamento, entretanto, que mesmo vivendo num país democrático de Direito ainda temos que aceitar estes tipos de acordo. Isto apenas evidencia, mais uma vez, a falta de clareza política, ideológica e de compreensão do que seja um país laico. Assim, respeito minha constituição e por ela não adotar nenhuma forma de religião, e será com ela que deveremos atentar nossos legisladores sobre a suas funções. Ou, na pior das hipóteses entrar com uma ADIN para escancarar e mostrar o quanto pode ser inconstitcional este tratado. Somos um país com diferentes religiosidades. Cada um que pratique a sua, da forma que ela exige, sem precisar impor a todos uma única verdade. Religiosidade é bem diferente de Religião, Igreja, isenção tributária, manutenção dos edifiícios. Isto sim, é bem interessante. Tô pensando até em abrir uma Igreja para mim. Alguém se habilita???

  • welison  On setembro 3, 2009 at pm:32 pm

    Já estava passando da hora deste acordo ser assinado, queira ou nao qualquer pessoa nota a grande influencia da religiao Católica na historia do Brasil, desde outrora foi ela que impulsionou e formou a cabeças de todos, temos as bases do Brasil nela, isto é uma verdade, aceitemo-la ou não.
    e alem disto é um acordo que mais de cem paises já realizaram, até mesmo paises islamicos, entao porque nao o Brasil com a maioria da populaçao Catolica.

  • lucianovieira cidadao  On setembro 3, 2009 at am:13 am

    nos evangelicos vamos continuar consientiusando as pessoas de que tudo isso que a igreja catocicva prega e uma mentira somos mais quatoreze milhoes de cristaos em todo mundo e pregaremos a salvaçao e o reino de deus luciano vieira fone 011- 72725698

  • lucianovieira cidadao  On setembro 3, 2009 at am:10 am

    bem e facil a igreja catolica ´no ano de 1618 matou mais de 500000 de cristao entre mulhers homesm e criança mor causa da santa equisisao e agora vem com esses papos furados e ai como fica

    • Raquel  On setembro 3, 2009 at am:34 am

      Caro Luciano se vc não sabe desde aquela época qdo Lutero criou sua própria “igreja” os protestantes começaram a perseguir os católicos e a matarem. Só que a inquisição católica acabou naquele ano e a inquisição feita por protestantes naquela época dura até hoje. Há quase 500 anos milhares de católicos são fuzilados em praças públicas de páises protestantes. Crianças, jovens e adultos tem que viver escondidos nesses lugares. A igreja católica errou naquela época por conta dos reis mas desde que tirou o poder deles ela pediu desculpas e a cada papado os papas pedem perdão. E os protestantes? Tenho certeza absoluta que se o Brasil fosse um país protestante tb haveria a perseguição contra os católicos e muita morte pq vcs tem ódio dos católicos. Isso é notório no modo como vcs se expressam. Cada protestante que conheço fala com desprezo de católicos. Já fui num culto evangélico que escutei horrores. Vcs falam com palavras de inimigo e não de filhos do Criador. Agora falar do que aconteceu há séculos atrás como um disco arranhado e não olhar pro próprio umbigo? Há mais de 400 anos vcs matam católicos em outros lugares do mundo. E o Papa pedindo paz… rs…

      • JOSÉ MARIA  On setembro 13, 2009 at pm:38 pm

        Querida Raquel,

        Fiquei sabendo da aprovação desse contrato hoje (13/09) – não é tratado, pois o próprio documento denominada as partes em Altas Partes “Contratantes” – não sei vc tem experiência jurídica para interpretar um documento. Mas, permita-me dar-lhe algumas dicas: não há necessidade de se redigir um documento afim de proteger o patrimônio católico, isso já é feito por todos os governos; moro em Minas e cidades como Ouro Preto, Mariana, Congonhas, Sabará, Tiradentes, enfim, cidades históricas fundadas por católicos já tem seu patrimônio protegido. O artigo 14 do documento define literalmente que todas os empreendedores que fizerem loteamentos de terreno, são obrigados a destinarem área para a Igreja Católica e o município é obrigado a aprovar. Nós sabemos que não há nenhuma dificuldade para a Igreja Católica adquirir seus terrenos nos lugares mais nobres da cidade, mas isso se dá apenas pelo fato do governante ser católico, e, evidentemente, priorizar sua religião. Com a aprovação desse Contrato, mesmo que o governante seja de outra religião, ele será obrigado, por força de lei, a destinar área do terreno para a Igreja Católica exercer suas atividades. Os artigos 18 e 19 do documento, abre uma grande brecha para os bispos católicos criarem “saidas” que obriguem o governo a ensinar o catolicismo nas escolas e demais eventos, em detrimento de outras religiões.

        Outra coisa, parece-me que você não está bem situada na história. Onde é mesmo que os protestantes matam católicos? Se puder responder, cite a fonte que vou pesquisar, para sua informação sou um estudioso. Por que o que conheço é o contrário.

        Você acha que a Igreja Católica não que ser superior a ninguém. Responda-me algumas perguntas: Quantas igrejas evangélicas ou outros templos você conhece que estão situados na praça principal de um bairro da cidade? Quantas vezes a Igreja Católica teve que comprar os imóveis para construção de seus templos? Quantas ruas, estabelecimentos e praças são denominadas com nomes que não sejam de alguém envolvido com o catolicismo? Em quais os estabelecimentos públicos (não católicos, mas laico) você não encontra um altar de santo católico? Só o fato do presidente Lula ter feito essa audiência em caráter privado com o Papa, para decidir sobre um assunto tão polêmico e sencivel como esse, já não caracteriza um privilégio para a Igreja Católica? Quantas vezes você já ouviu alguma história de que os evangélicos tentaram proibir a construção de templo católico em algum lugar?

        Para seu conhecimento, já fui sacristão, coroinha, gritador de leilão, presidente de conferência vicentina e seminarista católico. Conheço bem essa religião, por participar durante 30 anos de minha vida, e, agora, por estudar a fundo.

        Querida, religião é coisa de homem, Cristo é o verdadeiro evangelho, só Ele salva e intercede a Deus pelo homem pecador. Faço-lhe uma proposta: professe publicamente que você, a partir de agora, crê somente em Cristo e que não precisa de outros interlocutores perante Deus, e observe qual a primeira pergunta que vão lhe fazer: “Você agora é crente”?
        Quando for às missas e às reuniões, diga que não mais aceitará nenhum ensinamento baseado em outra coisa senão a bíblia. Vão lhe fazer a mesma pergunta.
        Diga que agora você terá Maria apenas como uma grande mulher, santificada pela Palavra de Deus, que serviu a Cristo como seu salvador individual, e que, segundo a Bíblia, não pode interceder por ninguém. Terá a mesma resposta.

        Não defenda sua religião, querida, defenda a Cristo com sinceridade de coração e verá a diferença.

        No catolicismo você está apenas aprendendo a se enraizar na religião de seus antepassados. Quando aceitar a Cristo, de verdade, não colocará a religião em primeiro lugar, defenderá a Verdade e cultuará a Deus numa igreja evangélica, pois, ao contrário do catolicismo, você aprenderá a cada dia, ter uma afinidade com Cristo e Sua graça salvadora na caminhada rumo às Mansões Celestiais.

        Se quiser, poderemos continuar esse diálogo por e-mail: jose_do_egito@yahoo.com.br. Está autorizada a publicação do mesmo.

        Que o Senhor te abençoe e a todos os seus.

        Te aguardo…

        José Maria.
        Montes Claros/MG.

      • Clenir  On setembro 21, 2009 at pm:10 pm

        QUE EU SAIBA , ERA OS PROTESTANTES QUE ERAM PERSEGUIDOS! SRSRRS.., Ñ OS CATOLICOS..
        O QUE A SENHORA DIZ DA MORTE DE JOANA D’ARC? E DEMAIS,,,, COMO GALILEU GALILEI, AI DAQUELE QUE DISESSE QUE A TERRA ERA REDONDA.. MEU DEUS ABRI OS OLHOS DESTA SENHORA E O CORAÇÃO DELA TB,… TENHA PIEDADE SENHOR..

  • Felipe  On setembro 2, 2009 at pm:14 pm

    O acordo foi bom para colocar em pauta os assuntos referentes à Igreja no país,já que ela é influente na sociedade.
    Toda sociedade de diferentes culturas tem sua religião,no caso do Brasil,o catolicismo por questão histórico-cultural,bem como feriados,instituições,história etc.
    O ensino religioso FACULTATIVO(como diz o acordo,eu acho que um ou outro leu esta palavra)e ecumenico é ótimo para uma sociedade corrompida pela devassidão,criminalidade,derrespeito às leis e falta de patriotismo!
    é claro que o catolicismo será,no ensino das escolas,mais ensinado,já que a maioria é católico e vivemos em um país católico por excelencia.Mas as outras religiões serão repeitadas já que a intenção é o ecumenismo e as aulas são facultativas!
    Família,Deus e respeito às autoridades são o lema de nós CRISTÃOS católicos,se as pessoas fossem como antigamente(como dizem os mais velhos,como a minha vó),seguindo essa idéia,o país não teria este índice de criminalidade!

    • Raquel  On setembro 3, 2009 at pm:36 pm

      FELIPE VOCÊ DISSE TUDO!!!!

  • Felipe  On setembro 2, 2009 at pm:01 pm

    Nós não somos idólatras!
    Gostaria de responder a algumas pessoas aqui que não sabem o que é respeito!
    Nós somos cristãos como qualquer outro e portanto não adoramos falsos deuses e desagradamos a Deus como todo ser humano!Alguns evangélicos se dizem os Filhos do Pai,mas na verdade fazem tudo o que Ele não quer e fazem a mesma coisa que a Igreja Ctólica fez na Idade Média!
    Isso é um acordo político e devemos botar nossa visão política,claro religiosa incluída,já que o acordo é do Brasil com o Vaticano,porém nunca uma visão estritamente religiosa!

    • Raquel  On setembro 3, 2009 at pm:36 pm

      BOA COLOCAÇÃO!!!!

    • CLAVIUS  On setembro 19, 2009 at pm:21 pm

      RAQUEL

      SO VC ADORA DEUS NA SUA IGREJA, PQ O Q TEM DE GENTE Q BOTA UMA FÉZINHA NO SEU SANTO DE DEVOÇÃO, QUER
      BEIJANDO OS PÉS, CULTUANDO NOS ANDORES, VEJA QUE O MANDAMENTO DIZ QUA NÃO DEVEMOS ADORAR E NEM FAZER CULTO, E NÃO ME VENHA COM PAPO FURADO

      • Raquel  On outubro 15, 2009 at am:48 am

        É VERDADE CLAVIUS… EXISTE CATÓLICOS ASSIM MESMO QUE BEIJAM PÉS DE SANTO ETC ETC… MAS COMO TB EXISTE PROTESTANTE QUE JULGA MAIS QUE DEUS, NA VERDADE QUE AMA JULGAR A FÉ E A INTIMIDADE DA PESSOA COM DEUS… TEM TB PASTOR QUE ROUBA A IGREJA… NINGUÉM PODE GENERALIZAR A RELIGIÃO DO OUTRO, SÓ ACHO QUE TEM Q HAVER MAIS RESPEITO ENTRE AS RELIGIÕES.
        SE SOU CATÓLICA E ACEITO APENAS O MEU DEUS COMO ÚNICO SALVADOR E VIVO O EVANGELHO TB SEI QUE EXISTE MILHARES DE PROTESTANTES QUE TB FAZEM O MESMO. EU QUE NÃO POSSO JULGAR A SUA FÉ POR CONTA DOS OUTROS.
        NINGUÉM PODE JULGAR A EXPERIÊNCIA QUE O PRÓXIMO TEM COM DEUS! SÓ DEUS CONHECE OS NOSSOS CORAÇÕES.
        UM ABRAÇO IRMÃO!
        FICA COM DEUS!

  • Raquel  On setembro 2, 2009 at pm:54 pm

    Mas uma vez vc está julgando coisa que não cabe a nenhum ser humano.
    Mandar eu ler a bíblia é motivo de gargalhadas…
    Estudo a bíblia desde criança o que me encaminhou na teologia.
    Pq a minha religião é diferente da sua não quer dizer que não leio a bíblia ou o modo de ler é errado ou ainda que minha fé e minha intimidade com Deus é menor.
    Para de julgar os outros Clavius. Respeito vem de Deus.
    E parece que vc está tão longe julgando uma pessoa que vc nem conhece…
    É uma pena…
    Que Deus te abençoe.

    • CLAVIUS  On setembro 8, 2009 at am:14 am

      Obrigado irmã raquel mas, me responda o seguinte:

      – pq meu catecismo é diferente do que consta na biblia, no q se refere aos 10 mandamentos;
      – gosto muito de historia, o que imperador romano criou em 313;
      NÃO FOI A IGREJA CATÓLICA?
      – rarissimas exceÇões li sobre perseguição de protestante contrA católicos, a não ser que tenha ocorrido nos EUA, POR FAVOR ME MANDE INFORMAÇÕES A REPEITO.
      – ja q tu le a biblia, não passou por uma passagem em que c diz q não ha mediador entre deus e o homem, ou mesmo ja les-te a parabola do homem rico e lazaro, é muito boa, .. sem mais obrigado.

  • Nailson Matos de Souza  On setembro 1, 2009 at pm:29 pm

    Olha eu acho que a Igreja Católica deveria que os nossos parlamentares deveria acordar, e deixar de puxar o saco da Igreja Católica. Vocês sabiam que se fosse analizar no brasil tem mais evangélicos do que propriamente católicos. O total estimado da população não tenho em mente, mais vamos dizer que seja 180. milhões de habitantes. A maioria da população não são catolicos. Existem varias religiões diversificadas como: Seixo – no – iî, Maçonaria, Budismo, taoismo, islamismo, Testeminhas de jEOVÁ. Espiritsmo, Religiões afros brasileira, e centenas de seitas, sem falar em diversidades de Igrejas Evagélicas.
    Só evangelicos no brasil passa dos 60 milhões, imagina se for analizar e tirar os católicos do meio das demais que ora estar registrada acima. O NÚMERO fica bem pequeno. Então eu acho que as autoridades antes de decidir qualquer coisa para beneficiar a um segmento religioso como os catolicos, deveria ver que hoje os evangelicos já tem vez e voz e pode até decidir a eleição de um presidente da Republica.
    A minha opinião é essa
    Obrigado

  • anônima  On setembro 1, 2009 at pm:06 pm

    A única palavra q eu tenho pra isso é:

    L.A.V.A.G.E.M!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Raquel  On setembro 1, 2009 at pm:33 pm

    Acho que quem está precisando orar é você.
    Que DEUS o abençoe irmão.
    Fica na Paz!

  • gabi  On setembro 1, 2009 at am:55 am

    esse acordo tá certíssimo!!! tem que mostrar pra esses evangélicos ai quem é que manda!!!!!!!!!!!!

    • Raquel  On setembro 1, 2009 at am:27 am

      Gabi, ninguém manda em nada.
      Os evangélicos tem todos os direitos quanto nós católicos.
      Só que eles estão fazendo tempestade em copo d´água pq isso não nos dá mais direito que eles em nada.
      Não só os evangélicos mas também católicos como você tem que entender que Deus é união!!!!
      Respeitar o próximo e sua escolha religiosa é essencial para viver em comunhão com Deus.
      Deus não pode ser motivo de brigas e arrogâncias.
      Vamos parar com as ofensas porque você está agindo como eles, com ataques e ofensas. Isso é contra a tudo que os padres nos ensinam através do evangelho.
      Acorda menina!

    • Clenir  On setembro 21, 2009 at pm:16 pm

      CRIATURA DE DEUS NUINGUÉM MANDA EM NADA, QUEM DITA AS REGRAS É DEUS.!!
      É SIMPLES SABE? : É ASSIM Ó: AMAR Á DEUS SOBRE TODAS AS COISAS… O RESTO Ñ TEM VALOR NEHUM! PQ FOI JESUS QUEM MORREU POR MIM E POR VCS NAQUELA CRUZ , ABRE OS OLHOS E CORAÇÕES DE VCS PRA ISSO SERÁ QUE TÁ DIFICIL AI DE ENTENDER E ACEITAR SOMENTO CRISTO EM TUAS VIDAS? PAREM C ESSA HONRA E GLORIA Á MARIA .. GENTE ISSO Ñ VAI SALVAR VCS.. O QUE SALVA É VCS ACEITAREM Á JESUS E HONRAR APENAS Á ELE .. É ISSO QUE ELE QUER DE NÓS … SE LIGA GENTEEEEEEEEEE , PQ DPOIS QDO VCS MORREREM E IREM P O INFERNO , Ñ TERÁ VOLTA EM!!! ACEITEM ELE SOMENTE ELE ENTENDERAM?? A PAZ DE DEUS ESTEJA EM VOSSOS CORAÇÕES , SE CUIDEM EMM… E CUIDADOOO

      • Raquel  On outubro 15, 2009 at am:36 am

        ” PQ DPOIS QDO VCS MORREREM E IREM P O INFERNO , Ñ TERÁ VOLTA EM!!! ”

        NOSSA CLENIR EU ACHO QUE NÓS TEMOS QUE SEGUIR É VOCÊ PORQUE VC SABE ATÉ PRA ONDE VAI, JULGA MAIS ANTECIPADO QUE JESUS.

  • josenildo  On agosto 31, 2009 at pm:46 pm

    ntroduzir o conhecimento de Deus nas escolas é importante.
    Isto concientizará mais as pessoas de sua necessidade de conhecerem a Deus e ajudadará a sociedade diminuindo a violência, seja em casa, na escola…….
    Há muitos segmentos religiosos, mas só existe uma verdade. Esta verdade se encontra na palavra de Deus que é a expressão da vontade de Deus para todos nós.
    Saibam uma coisa: Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. “Conhecereis a verdade e a verdade vos lirbertará”
    Cuidado: todo ensinamento que contraria o pensamento bíblico nao vem de Deus, pois Deus não se engana.
    O próprio Jesus nos alertou contra os falsos profetas que falam em nome de Jesus, porém são loubos robadores disfarsados de ovelhas que estão enganando e sendo enganados.
    Deus te abencoe e te dê a paz, amém

    • Raquel  On setembro 1, 2009 at am:40 am

      É verdade, antigamente existia as aulas de religião que junto ao encaminhamento espiritual dos pais as crianças cresciam com a mente mais sadia assim como o espírito. O papel da família é fundamental para a descisão da criança ao seguir seu caminho religioso. Mas, concordo com o Emo aí embaixo.
      Acho difícil um evangélico dar aula de religião e não seduzir uma criança a seguir sua linha religiosa.
      Os católicos já não tem essa preocupação de puxar a pessoa pro catolicismo. Nós nos damos bem com todas as religiões mas para um evangélico é muito difícil o respeito de escolha de uma pessoa para o catolicismo. Sei que não são todos mas a maioria é assim. Como uma minoria dos católicos que possivelmente teria esse comportamento.
      A prática do ecumenismo era um sonho do papa João Paulo II.
      E acredito que de Deus também.
      Todas as religiões se respeitando e unidas para louvar um só DEUS! E não uma instituição ou os seus líderes.
      Não entendo pq os evangélicos dizem que estudam profundamente a Palavra de Deus mas adoram e sentem prazer ao falar mal das outras religiões.
      Eu acredito que uma pessoa que pratica uma religião de origem africana (que contradiz com o evangelho) tem mais lugar no Céu do que uma pessoa que “conhece” a Verdade e julga o próximo condenando sua opção religiosa.

  • josenildo  On agosto 31, 2009 at pm:37 pm

    ntroduzir o conhecimento de Deus nas escolas é importante.
    Há muitos segmentos religiosos, mas só existe uma verdade. Esta verdade se encontra na palavra de Deus que é a expressão da vontade de Deus para todos nós.
    Saibam uma coisa: Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. “Conhecereis a verdade e a verdade vos lirbertará”
    Cuidado: todo ensinamento que contraria o pensamento bíblico nao vem de Deus, pois Deus não se engana.
    O próprio Jesus nos alertou contra os falsos profetas que falam em nome de Jesus, porém são loubos disfarsados de ovelhas que estão enganando e sendo enganados.
    Deus te abencoe e te dê a paz, amém

  • EMO  On agosto 31, 2009 at pm:56 pm

    Queridos!
    Penso que é uma perda de tempo fazer um acordo de algo que já está assegurado pela Constituição Federal. Vejo que a pessoa em sua essência está ficando de lado. Quanto ao ensino ecumênico nas escolas, isto é uma ilusão. Acredito que não exista um professor que não convesse nenhuma religião, portanto, ele sempre será tendencioso quando ao ensino. Nesta questão, não vejo o Estado como laico, uma vez que as questões religiosas estão tomando lugar além das fronteiras das instituições religiosas. Não resta dúvida de que está havendo ai uma enorme confusão entre o PÚBLICO E PRIVADO. Questiona o competência de nossas autoridades políticas neste momento.

  • Mauricio jose  On agosto 30, 2009 at am:02 am

    Não adianta nós os evangelicos ficarmos brigando por isso se a propria palavra de Deus ja falava sobre tudo o que esta acontecendo o momento e do povo de Deus se unir e buscar a face de Deus e não nos importarmos com tudo isso.
    Queria que os catolicos lecem mais a palavra de Deus e ai sim teriam o mesmo entendimento que teve Lutero, essa lei tenta fazer forte alguem que começou o ano dizendo que não estava crescendo, por isso essa atutide é o momento de Deus começar a escrever a nova historia nas vidas “ai veras a diferença entre o impio e o justo entre o que serve e o que não serve a Deus”

    • Raquel  On agosto 31, 2009 at am:09 am

      Poxa Maurício evangélicos como vc me deixam muito triste pois usam o nome de DEUS e a Palavra Dele para criticar a igreja.
      A Bíblia tb diz q muitos falsos profetas lotarão templos e curaram pessoas em nome de Deus… a igreja católica não faz isso… vcs fazem… saber quem está certo ou não não cabe a vc, nem aos padres, nem aos pastores e nem ao papa. Isso, quem vai julgar é Deus.
      A partir do momento que católicos, evangélicos e protestantes afirmam isso q vc disse não estão mais falando por Deus e sim por discurso religioso.
      Concordar ou não com esse documento q nada fere o estado laico e nem dá poderes a igreja católica é opnião pessoal sua mas, ninguém nessa terra pode julgar a fé e o ponto de vista do outro. Os católicos leem a bíblia e estudam tão aprofundado qto todos os outros cristãos mas cada um interpreta de maneira diferente. Usar Lutero como refrência não é valido. Concordo q ele foi contra a igreja e construiu uma nova… mas vc sabe o pq ele se arrependeu e pediu desculpas a igreja? Vc sabe como ele realmente morreu? Pergunta não a alguem da sua religião mas um historiador culto sem crença religiosa. Assim como lutero foi contra a igreja católica todos os outros fundadores de várias religiões são contra algo onde frequentava e cria sua própria igreja a partir do seu ponto de vista. Vc já viu quantas religiões existem? Já percebeu que cada uma julga a outra independente se for da mesma linha? Sabe pq Maurício? As pessoas julgam a fé das outras e isso não é função do humano. Respeitar é um dom de DEUS. A igreja católica nunca julgou ninguém, eu já fui da evangélica e era o q eu só via. Fui ha pouco tempo na mundial e lá atacaram muito a universal e assim vai Maurício. Vc sabia q esse acordo toda religião pode ter? Q inclusive protestantes tem em outros países? Isso não fere nada amado irmão. Agora, não use a Palavra pra julgar a fé nem a crença de ninguém. Isso só quem vai julgar é DEUS!!!!!! Ele é a VERDADE e LIBERTAÇÃO. Religião não salva ninguém, isso é pessoal. E julgar os outros e perder tempo atacando a religião dos outros não vem de DEUS!

      • Ivan Carlos  On setembro 28, 2009 at pm:10 pm

        Raquel, Concordo com vc em parte. Como por exemplo: dos falsos profetas, falsas doutrinas, falsas reliogioes, etc. Há na realidade, várias pelos mundo afora. Há muitos lobos se fazendo de cordeiros, etc. Agora, com relação ao acordo entre o Brasil e o Vaticano, noto que no art. 3º § 1 que este (vaticano) tem uma pretensão muito grande de controlar as demais instituições religiosas. Não só isso, de submeter todos os cursos de teologia ministrados por outras à aprovação de roma. Recomendo que você vá direto na fonte. Entre no site oficial do governo e procure saber na íntegra. Já o li e não gostei de alguns artigos, porém de outros eu concordei, pois não fere a CF.

  • Cristina  On agosto 28, 2009 at am:36 am

    Acho vergonhoso esse acordo. Tbém, vindo de quem vem dá para entender. RELIGIÂO se aprende em casa, é uma obrigação da família orientar seus filhos e dar-lhes essa educação. A criança deve ingressar na escola já orientada!!!!! Na escola vai apenas praticar aquilo que aprende em casa sobre religião: respeitoao próximo, aos professores e funcionários. De nada vai adiantar a escola ter que fazer as vezes da família pois esta deve dar o exemplo, caramba!!!!! E tem mais: O ESTADO DEVE SER LAICO E CONTINUAR ASSIM, gente! Parece que ninguém vê os exemplos de países muçulmanos ou onde os católicos ou protestantes tomam conta do governo: é uma ignorância completa e atraso total!!!! Deus nos livre desses religiosos fanáticos!!!

    • Raquel  On agosto 28, 2009 at am:13 am

      O próprio arcebispo da cidade de Mariana declarou:
      “O acordo não fere a Constituição, não fere o Estado laico e não reivindica nenhum privilégio para a Igreja Católica. O acordo integra, em um único texto, aquilo que já está na legislação do país, na Constituição e na jurisprudência”

      • CLAVIUS  On setembro 9, 2009 at pm:38 pm

        o arcebispo disse e os juristas diz o mesmo?

    • Pe. Romeo  On agosto 28, 2009 at pm:04 pm

      Precisamos garantir o respeito e diálogo entre todos. O merecimento deste e de outros acordos são muito importantes. A base da sociedade é a família. Todos os valores são ensinados dentro desta base, a família. Sabe-se, no entanto, que isto não está acontecendo na base. É por isso que devem ser dadas respostas firmes no campo da educação religiosa. É na família, na escola, na sociedade que tudo é cultivado. A grande investida que precisamos dar é o nosso exemplo na defesa dos princípios sublimes que nascem na família e continuam sendo dados na escola e sociedade. Quero parabenizar a todos que tem coragem em defender a pessoa como um todo. Vale a pena lutar por aquilo que se crê e por aquilo que se ama. O ensino religioso nas escolas é muito importante, pois está dentro duma formação integral. Qual é de fato nossa missão mais essencial na trajetória terrena?

  • Jane  On agosto 27, 2009 at pm:15 pm

    Acho um absurdo ensinar religião na escola!

    Religião é coisa particular cada um tem direito a seguir seus princípios, sua fé. Não concordo no ensino do catolicismo nas escolas publicas, devem respeitar as crianças de outras religiões que estudam lá.
    A crença deve ser ensinada pelo pais em casa.

    Que Deus seja louvado.

    • Raquel  On agosto 27, 2009 at pm:18 pm

      Jane, não vai ser ensinado o catolicismo… lamento desaponta-la na sua acusação….
      O ensino vai ser religioso mas de maneira ECUMÊNICA.
      Acho essencial voltar as escolas o ensino religioso sim.
      Pode ficar tranquila que não serão somente professores católicos e sim evangélicos, protestantes… enfim… quem tiver preparo pra ensinar a “matéria”.
      Ninguém vai estipular religião. Em escolas a única religião que vai ser ensinada é Deus!!!!
      Vc não acha importante?
      Párem de ter medo… a igreja católica não quer levar ninguém pro catolicismo. Afinal, ela é contra o fanatismo e o discurso religioso…
      Ela só quer, assim como outras religiões sérias, introduzir o ensino religioso dentro das escolas. No mundo de hj isso é fundamental.
      O ensino não afetará nem quem é judeu.
      Ao invés de brigas vamos ajudar uns aos outros num ato ecumênico que sempre foi o sonho da igreja católica. Cada um na sua reliugião mas todas respeitando e ajudando cada uma. Isso sim é estar voltados para DEUS!!!!

  • Raquel  On agosto 27, 2009 at am:11 am

    Wanderlanya está certíssima!
    E na boa… Deus é mansidão… totalmente o oposto dos protestantes e evangélicos que só sabem e só querem contra-atacar a igreja católica.
    Gente vamos ter Paz e Respeito! Vcs se comportam ao contrário do que pregam.
    Isso não vai alterar em nada para os evangélicos e nem vai dar poder a mais a Igreja católica.
    O próprio arcebispo da cidade de Mariana declarou:
    “O acordo não fere a Constituição, não fere o Estado laico e não reivindica nenhum privilégio para a Igreja Católica. O acordo integra, em um único texto, aquilo que já está na legislação do país, na Constituição e na jurisprudência”

    Vamos deixar a ignorância e a guerra de lado!!!

    • Clenir  On setembro 19, 2009 at pm:31 pm

      SEnhora Raquel e aos senhores desta página:
      POR FAVOR GENTE, PROCUREM PREGAR, A PAZ, E OS ENSINAMNETOS QUE JESUS, NOSSO ÚNICO SALVADOR DEIXOU!!
      ELE DISSE QUE AQUELE QUE O ACEITAR E SE ARREPENDER DE SEUS PECADOS ESTÃO SALVOS!.. VOCÊS JÁ PEDIRAM PERDÃO Á DEUS?SE NÃO ESTÁ NA HORA… ELE QUER DE NÓS Ñ IMPORTA COR , RELIGIÃO, QUE NOS AMAMOS, E ENSINAMOS SEUS PRECEITOS.. QUANDO ELE MORREU E RESSUSCITOU, OS NOSSOS PECADOS FOI LAVADOS , JUNTO NA CRUZ.. ENTÃO TENHAM PAZ EM VOSSOS CORAÇÕES E PREGUEM AMOR E A PALAVRA QUE NA BIBLIA SE ENCONTRA, ACHO QUE VCS PERDEM MTO TEMPO C ESSAS CRITICAS ABSURDAS, PORQUE Ñ VAÕ POR AI ENSINAR AS PESSOAS CARENTES DE DEUS? MAS VEJAM BEM , A PALAVRA DIZ QUE APENAS JESUS NOS LEVA Á DEUS.. BASTA ENTEREGAR AS SUAS VIDAS Á ELE !!
      OBRIGADA FIQUEM EM PAZ…

      • Raquel  On setembro 21, 2009 at am:43 am

        E estou fazendo o que? O que você escreveu é praticamente o que eu escrevi nos outros textos.
        Quero paz entre as religiões!
        Só estou vendo aqui pessoas intencionadas a pregar a desunião.
        Vc falou tudo o que penso.
        A Paz de Jesus amada!

    • Clenir  On setembro 21, 2009 at pm:28 pm

      SENHORA RAQUEL: PARECE-ME QUE,VOCÊ FROFESSA UMA RELIGIÃO CONTRARIA Á SUAS IDÉIAS.pOIS VC DIESSE QUE Ñ ADORA MARIA: MAS A TUA RELIGIÃO ADORA, VC É OPOSTA DOQUE CITEI NO TEXTO ANTERIOR… QUANDO DIGITEI NO TEXTO QUE JESUS É O ÚNICO MEDIADOR ENTRE HOMENS E DEUS, QUIZ DIZER QUE Ñ TEM OUTRA FORMA DE INTERSSEÇÃO.. VC ME ENTENDE? ENTÃO MINHA SENHORA: CASO AINDA Ñ ENTREGASTES A TUA VIDA NA MÃO DE CRISTO NOSSO UNICO SALVADOR AINDA ESTÁ EM TEMPO, O QUE ELE QUER DE TI E NÓS , É O NOSSO AMOR Á ELE , ENTÃO AUTOMATICAMENTE , Ñ PODE-SE ADROAR FALSOS DEUSES, PQ O AMOR QUE DEVE TER Á ELE SOME, QUEM CRÊ EM DEUS, SOMENTE NELE DEVE CRÊR! SE DEPOSITAMOS NOSSAS CONFIANÇAS Á ELE , PQ HÁ DE TER OUTROS DEUSES FALSO? ISSO Ñ PRECISA! PQ DEUS É ONIPOTENTE, ONIPRESENTE, É SO PEDIR Á ELE QUE ASSIM FARÁ… NÃO ESQUEÇAS TODA HONRA E TODA GLÓRIA SOMENTE A ELE … ELE É O NOSSO TODO PODEROSO, AINDA BEM QUE ELE EXISTI!! PQ SEI QUE ELE ME AMA, E JAMAIS IRÁ ME DEIXAR… E EU TBM O AMO… PQ JA ME LIBERTEI DO PECADO PQ SEI QUE ELE ME PERDOOU..
      GENTE VAMOS PREGAR DEUS, SOMENTEEEEEEEEE DEUSSSSSSSS!!.

      AMÉM…

      • Raquel  On setembro 23, 2009 at am:21 am

        É… vc realmente não conhece a igreja católica. Logo… se não conhece, não julgue. A igreja nunca adorou santo nem Maria. Lamento desapontá-la. Nós só adoramos a Deus! E só Ele nos dá a salvação e nos concede milagres. Sorry…

      • CLAVIUS  On setembro 23, 2009 at pm:56 pm

        PARA RAQUEL

        RAQUEL EU CONHEÇO CLENIR DESDE QUE ELA NASCEU, ELA ERA PRA TER SIDO FREIRA, FOI CATÓLICA FERVOROSA DAQUELAS Q IA PARA IGREJA AGARRADA NA SAIA DA MÃE, PORTANTO TU NÃO PODES DIZER Q ELA NÃO CONHEÇE A IGREJA CATOLICA, ESTAIS ENGANADA, ELA DEIXOU O CATOLICISMO CERCA DE 1 ANO, HAJA VISTA Q NÃO AGUENTAVA MAIS A MESMA ALADINHA, PADRE FINGINDO Q PREGA, PESSOAS OUVINTE JULGANDO RELIGIOSA, TU DEVES CONHECER BEM ESTES TÊRMOS, FAZER CARIDADE, DAR ESMOLA A QUEM BATER NA PORTA POIS PODE SER JESUS, PAGAR PROMESSA NÃO SEI PQ, O SANGUE DE JESUS NÃO LAVOU TEUS PECADOS?, CONFESSAR PRA HOMEM , E DEUS?
        ELA FÊZ Q TU FIZESTE NA IGREJA CATÓLICA, MAS ELA RESOLVEU BUSCAR ALGO MAIS, POIS A IGREJA NÃO SATISFAZIA SUAS NECESSIDADES ESPIRITUIAS, E OLHA Q MORAMOS NUM ESTADO EM Q O CATOLICISMO É TERRIVEL, NA CIDADE AO LADO DA NOSSA. EM SÃO MARTINHO/SC APEDREJARAM UMA KOMB DA IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS Q FAZIA PREGAÇÃO NA RUA, PODE? O ORGULHO DESTA CIDADE E Q QUASE TODAS FAMILIAS TEM UM PADRE, SABIA DESTA?

  • Elenilton  On agosto 27, 2009 at am:04 am

    Criticar erros de português é muito fácil num pais colonizado pela igreja cátolica.
    principalmente em nosso país onde esta instituição não respeitou os direitos de ninguem, que dizem isso a nação indigena que quase foi dizimada…
    daqui a pouco vão querer voltar com a inquisição que matou milhões.
    daqui a pouco Leão X volta a vender as indugências, mais na palavra de está escrito que sempre existirá um remanecente de seu povo… sempre um como lutero renascerá.
    Que Deus vos abencõe…..

  • wanderlanya cruz  On agosto 22, 2009 at pm:22 pm

    Fico envergonhada em ver algumas pessoas que se dizem evangélicas se preocuparem em discutir e pregar uma falsa religião que não leva a nada, pois o fanatismo religioso é como um câncer que corrói a alma e a inteligência. Ao invés de se preocuparem com um tratado que não tem nada de inconstitucional, deveriam se preocupar com os seus falsos profetas que constoem palácios de ouro e desviam de seus bolsos milhões de reais. POR FAVOR IRMÃOS ACOOOORDEM!

  • ESMERALDA LIMA  On agosto 19, 2009 at am:10 am

    E dificil n se manifestar, achei interessante o comentario da pessoa que esta mais interessada nos erros de portugues, do que dos conteudos dos comentarios, esquecendo o principio da liberdade, que tem qualquer brasileiro, de dar opinião sobre calquer assunto, e observei a arrongancia c/ que ela se expressou. Gostei do comentario que traz a luz as questões historicas, muito culta em relaçao ao portugues, mas tapada quanto aos assuntos historicos, va ler a historia da Igreja, una seu maravilhoso portugues a um pouco de conhecimento historico, n esqueça de ver meus erros de portugues, mas acima de tudo n esqueça de uma frase LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!

  • Annabelle  On agosto 17, 2009 at pm:33 pm

    Conforme pude verificar nos comentários acima, os maiores absurdos falados, vem de pessoas que mal sabem escrever o português, muito menos sabem opinar sobre uma questão tão técnica quanto o acordo celebrado entre o vaticano e o Brasil.
    Os evangélicos estão indignados com o que eles nem sabem o significado, falam os miores absurdos e se esquecem do que eles realmente deveriam saber: a doutrina Cristã.
    O acordo não é nada mais que um intrumento de direito internacional, como inúmeros outros já celebrados entre o Brasil e outros países, cujos conteúdos quaisquer dos sabidos que acima criticaram conhecem…
    Tal intrumento não concede nenhum privilégioà Igreja Católica que já não esteja contemplado pela legislação brasileira e pela Constituição Federal.
    Não há nada que fira o Estado Laico e as liberdades Constitucionais brasileiras, muito ao contrário, todos os artigos ressalvam as previsões constitucionais.
    Só posso lamentar que nosso povo tenha indivíduos tão ignorantes a ponto para fazerem comentários tão levianos e acusações infundadas sem qualquer conehcimento para tanto…MUITO TRISTE!!!

    Parabéns ao acordo que preservou os direitos constitucionais brasileiros!

  • kenia  On agosto 17, 2009 at am:33 am

    LEIAM COM ATENÇÃO!
    ESSE ACORDO É INCONSTITUCIONAL!!!

    Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

    I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;

    II – recusar fé aos documentos públicos;

    III – criar distinções entre brasileiros ou preferências entre si.

  • MARCOS  On agosto 16, 2009 at pm:42 pm

    Artigo 9º
    O reconhecimento recíproco de títulos e qualificações em nível de Graduação e Pós-Graduação estará sujeito, respectivamente, às exigências dos ordenamentos jurídicos brasileiro e da Santa Sé.

    ISSO SIGNIFICA Q QUALQUER CURSO DE NIVEL SUPERIOR FICARÁ SOBE CONTROLE DAS EXIGENCIAS DO CATOLICISMO PRESTEM BEM ATENÇÃO, ELES QUEREM FAZER UMA NOVA INQUISIÇÃO AOS POUCOS VÃO INTRODUZINDO ISSO, TUDO NO COMEÇO COMEÇA MEIO DESFARÇADO, EU LI TBM Q O GOVERNO VAI TER A OBRIGAÇÃO DE AJUDAR FINANCEIRAMENTE A IGREJA CATÓLICA

    • Annabelle  On agosto 17, 2009 at pm:45 pm

      Mesmo?? acho melhor vc dar uma lida mais aprofundada nesse artigo e procurar saber o que ele realmente quer dizer…

      • Iva Carlos  On setembro 28, 2009 at am:53 am

        Annabelle, Acho que você se equivocou. Pois, o Marco tem razão quanto ele diz que os cursos de teologia ficarão sujeito à aprovação por parte do Vaticano. Recomendo que vc var à fonte. Ou seja, entre no site oficial do governo federal e lá você verá na íntegra o respectivo acordo. Eu li, e não gostei muito, principalemente do art. 3º. Que subordina todas as entidades religiosas ao vaticano.

    • Raquel  On agosto 27, 2009 at pm:26 pm

      Nossa Marcos!!!!
      Estuda mais um pouco o artigo… só mais um pouquinho…

  • maristela leitao  On agosto 5, 2009 at pm:44 pm

    A maioria dos ‘sabidos’ que aqui se expressaram acusaram o Presidente Lula de ter “ferido” a Constituição Federal. Ora meus caros, aprendam a ler! Por falta de leitura vocês ‘feriram’ foi a minha inteligência com esses os comentários absurdos! Ora, pois, o acordo foi celebrado entre o Governo brasileiro e a Igjeja de Roma. Qualquer instituição religiosa tem todo o direito de fazer o mesmo. O documento NÃO pede tratamento diferenciado para a Igreja Católica. E vocês que se dizem “evangélicos”, então, que ajam de acordo com o Evangelho de Jesus, e parem de dizer asneiras. A PALAVRA DE JESUS NÃO PREGA A BRIGA, O ÓDIO NEM A CONFUSÃO. Ao contrário, ELE veio para que TODOS TENHAM VIDA, PLENAMENTE. A propósito, porque não fazem o mesmo, no lugar de ficarem enchendo o saco?

    • Annabelle  On agosto 17, 2009 at pm:46 pm

      Parabéns pelo comentário!! concordo inteiramente!

    • Raquel  On agosto 27, 2009 at pm:27 pm

      Isso aí!!!! Todos tem direitos iguais.

  • renan  On agosto 4, 2009 at pm:12 pm

    leiam direito, a critica por critica nunca foi um bom negocio e quando falarem da igreja católica mesmo que dela nao partilhem sua fé sejam no minimo repeitosos e estudem um pouco pois se vcs tem fé é por que esta instituiçao a guardou mesmo que alguns nao concordem ela quem lhes deu a conhecer a fé

  • francimar  On julho 27, 2009 at pm:36 pm

    a igreja católica quer forçar um ecumenismo sem presedentes, num

    regime democrático,isto é inveável.

    • Annabelle  On agosto 17, 2009 at pm:47 pm

      Precedentes se escreve com C e inviável, com I.

    • Raquel  On agosto 27, 2009 at pm:32 pm

      É inviável quando as outras religiões só querem perder tempo em fazer protestos, brigas, separações e pregar o preconceito para os seus seguidores.

      Quando se fala em DEUS se fala em ecumenismo.

      Não há nada de inviável em querer praticar a união, o respeito e o amor entre diferentes religiões.

  • Paulo Waldir  On julho 22, 2009 at pm:30 pm

    Absurdo de inconstitucionalidade! Além do mais existem incompatibilidades inerentes as leis que regem o país e a icar, como no caso do divórcio; o que traria problemas em relação aos casamentos religiosos com efeitos civis, realizados por uma entidade sustentada só por superstições, que não admite o direito de dissolução do matrimônio, por exemplo.

  • samuel dutra  On julho 22, 2009 at pm:07 pm

    bancada evangelica deputados federais;está na hora de acordar para
    um absurdo desse.” lembre-se brasil estado laico”.
    para que fazer um acordo a qual pode dar interpretações diferentes e dispertar controvercias; se já existe a liberdade para todos inclusive os catolicos.

  • Pedro Lucas  On julho 20, 2009 at am:23 am

    LAMENTÁVEL!

    Como se já não bastasse os feriados inconstitucionais, como o famigerado 12 de outubro, dia da ns aparecida, que para os judeus, evangélicos, mulçumanos, nada representa, agor mai esta!

  • Ateu  On julho 14, 2009 at pm:17 pm

    Fico lendo os crentes falando da Igreja Católica da época de Colombo e penso: como teria sido se, naquele tempo, pessoas como Edir Macedo fossem tão influentes como o Papa.

    E viva o estado laico com educação religiosa

    • Annabelle  On agosto 17, 2009 at pm:49 pm

      Viva mesmo!!! Você falou tudo!!! ainda bem que Deus existe e nos protege de pessoas como ele. (o Edir Macedo)

  • Nelson Gomes  On julho 11, 2009 at am:27 am

    Aos irmãos evangelicos, esta mensagem:
    O nosso presidente LULA ( Nero brasileiro) acaba de perder nossos votos.
    Não sabem vocês que, Nero, Diocleciano e outros imperadores, quanto mais perseguia, torturava e matava os crentes em CRISTO ( evangelicos), mais o evangelho crescia?
    Estejamos preparados para morrer por CRISTO. Será uma glória para nos. O importante é que o evangelho cresça e que todos se salvem.
    O sangue de JESUS CRISTO é preciosissimo.
    Nos evangelicos respeitamos as autoridades por ordem de DEUS.
    Não devemos esperar proteção por parte de idolatras. Não devemos nos lamentar diante dos criadores de imagens de deuses falsos.
    Somos filhos do DEUS ALTISSIMO, CRIADOR DOS CEUS E DA TERRA, PAI de NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO, “O REI DOS REIS”. Que queremos mais ?
    Deixem eles correrem até cansarem. Deixem eles fazerem os acordos que eles quizerem. Nosso DEUS é maior. Eles estão sujeitos ao nosso DEUS.
    Nos não temos doutrina que leva o nosso proximo para o inferno. Nos louvamos e exaltamos a um so DEUS, O VERDADEIRO. Eles se prostituem com outros deuses, os falsos. Eles praticam o que satanas ensina, contrariam a Bíblia.
    Sabem qual será nossa arma para lutarmos contra as tolices deles?
    - Vamos ganhar cada um de nos, no mínimo, três (03) almas para CRISTO, dentro de um ano. Assunto para pregar o evangelho não falta: Aumento da fome, da corrupção, das enfermidades, da violencia, pedofilia numa parcela de líderes catolicos, tremores de terra, pai contra filho, filho contra pai, guerras e rumores de guerra, perseguição aos cristãos evangelicos (crentes em CRISTO,unicamente) e sinais nos ceus.
    O Vaticano apelou para um acordo com o Governo Brasileiro.
    Nos apelaremos para Nosso DEUS que é proprietario de tudo. Que manda em tudo. Que não se curva para nada. Que é infalivel. Por isso que o evangelho cresce e incomoda ao Vaticano, reinado da Babilonia, das imagens de seus deuses falsos e da doutrina que contraria a PALAVRA DE DEUS, levando os incautos para o lago de fogo que arderá eternamente e onde ninguem sai nem morre e permanece sofrendo eternamente.
    Vamos orar muito, meus irmãos.
    Nossas armas serão: A ORAÇÃO, A BÍBLIA, a PALAVRA DE DEUS E A PREGAÇÃO; que os idolatras não conhecem, principalmente o papa, os cardeais, os bispos e os padres. Se eles agissem corretamente DEUS daria poder a eles para curarem e expulssarem demonios. Vamos orar por eles tambem, para que eles possam se converter e não esconderem a verdade dos mandamentos divinos do conhecimento dos fieis da ICAR.

    Nelson Gomes – Cambuci, Maceió, Al.

  • José Viveiros de Faria  On junho 8, 2009 at pm:26 pm

    Acheu ótimo o artigo e gostaria de passar a receber noticias ligadas ao assunto.

  • Heloa  On maio 5, 2009 at pm:58 pm

    Isso é um absurdo…nada poderia ser tão absurdo como tamanho acordo…

  • WILMA SOUZA  On maio 5, 2009 at am:00 am

    Tudo bem, o vaticano tem statatus de pais, o que infelizmente, as demais religiões não possuem, por isso, tem o direito a um acordo absurdo como esse ? Ora, os cristãos teem sido vilipendiados ao longo de séculos por essa organização, nós, brasileiros, somos diretamente, desde o malfadado ¨descobrimento ¨¨ colônia, explorada, de todas as formas, os índios, verdadeiros donos da terra, foram aviltados em seus direitos, em sua cultura, perderam a sua identidade, mudaram até os seus nomes. Agora, como se já não bastasse todos os privilégios que goza essa instituição, ainda teremos que ¨tomar conta do seu incalculável patrimônio, seremos os tutores, é deveras, impressionante, sendo a maior latifunduária do planeta, precisa de guardião, e vamos nós, bancarmos as babás, as amas-secas, chega de mamar nas tetas dessa ama, já chega, como cristãos, são quase 1700 anos de despotismo, e como brasileiros, são mais de 500 anos. Por que a isenção, por que teremos que aceitar o livre transito de estrangeiros que ela, a ICAR, queira colocar em nosso país, por que o vaticano não faz um pouco de caridade, com os carentes, verdadeiramente, sem paternalismo barato, sem assistencialismo de fachada, prá inglês ver, como se falava, com respeito aos navios negreiros ? Duvido, se fosse outra religião, que tivesse um estado com statatus de país, esse tipo de acordo jamais seria sequer cogitado !!!! É mais uma manobra, esse filme, muita gente inteligente já conhece, do trailler ao desfecho………
    Por que não devolvem a nossa identidade, de pais livre, para adorar ao deus que quiser, da forma que quiser, não por livre e expontanea pressão. Isso é só o começo, preparem-se, cristãos, OS CAVALEIROS DE COLOMBO ESTÃO ÁS PORTAS, E INFELIZMENTE, O PRESIDENTE DA REPÚBLICA JÁ ESTÁ ENTREGANDO A CHAVE DA NOSSA CASA. O CIRCO DA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL ESTÁ ARMADO, HÁ ALGUM TEMPO. LEIAM O LIVRO: A HISTÓRIA SECRETA DOS JESUÍTAS- ( EDMOND PARIS ) ALI ESCLARECE MUITA COISA, SE O NOSSO PRESIDENTE, NÃO FOSSE IDÓLATRA, E SE AMASSE MAIS OS LIVROS, TALVEZ, ANTES DE CELEBRAR ESSE ACORDO, LHE FOSSE DESPERTA A CONSCIÊNCIA; HITLLER, MUSSOLINI E O GENERALÍSSIMO FRANCO ASSINARAM TAMBÉM, UM ACORDO BEM PARECIDO. Bem, alguém sabe o que veio depois……… nos respeite, presidente, o senhor é nosso funcionário, e nesse país, há pelo menos, oficialmente, quase 30 por cento de cristãos primitivos, que não dobram os joelhos, que não são idólatras, quer ser o paisão do vaticano, seja, no quintal da sua casa, respeite as outras religiões, que são muitas, há muito tempo, graças a DEUS, não somos católicos na totalidade, PARE DE LEGISLAR EM CAUSA PRÓPRIA, E MUITO MENOS, EXECUTE ESSAS LEIS.
    RESPEITE A NOSSA CONSTITUIÇÃO, JÁ QUE NÃO RESPEITA A CONSTITUIÇÃO MAIOR, QUE A PALAVRA DE DEUS; ELA DIZ: QUANDO O IMPIO GOVERNA, O POVO GEME !!!!!!!!!!! QUE ECUMENISMO BARATO É ESSE ? NÃO SOMOS FANTOCHES, NEM ANDRÓIDES, COM UMA PROGRAMAÇÃO, SE ERRAMOS AO COLOCAR O SENHOR NA PRESIDENCIA, POR DUAS VEZES, AINDA É TEMPO, DE CONSERTAR O ERRO, 1964 JÁ PASSOU, ALIÁS, O VATICANO FOI UM GRANDE ALIADO DA DITADURA, ESTÁ TUDO NOS ANAIS DA HISTÓRIA, E O POVO, POR INCRÍVEL QUE PAREÇA, AINDA TEM MEMÓRIA, VIU ?????????????????????

  • Neucir Valentim  On abril 30, 2009 at pm:39 pm

    Alguns pontos que me chamaram a atenção e que dão um privilégio diferenciado a Igreja Católica das demais Igrejas no Brasil, promovendo um status diferenciado entre religiões, o que seriam INCONSTITUCIONAIS – A MANUTENÇÃO DO PATRIMÔNIO DA IGREJA ATRAVÉS DO GOVERNO BRASILEIRO, O QUE NÃO OCORRE COM NENHUMA OUTRA IGREJA: ” As Altas Partes reconhecem que o patrimônio histórico, artístico e cultural da Igreja Católica, assim como os documentos custodiados nos seus arquivos e bibliotecas, constituem parte relevante do patrimônio cultural brasileiro, e continuarão a cooperar para salvaguardar, valorizar e promover a fruição dos bens, móveis e imóveis, de propriedade da Igreja Católica ou de outras pessoas jurídicas eclesiásticas, que sejam considerados pelo Brasil como parte de seu patrimônio cultural e artístico.”

    O CASAMENTO DE OUTRAS IGREJAS DEVEM GOZAR DOS MESMOS BENEFÍCIOS QUE A IGREJA CATÓLICA QUER, ISTO É, O VALOR JURÍDICO, ESTABELECIDO NO ATO DA CELEBRAÇÃO, E NÃO DEPOIS QUE AS IGREJAS NORMAIS OS ENVIAM AO CARTÓRIO, PARA SEREM REGISTRADOS. VIDE CÓDIGO CIVIL – DO CASAMENTO RELIGIOSO PARA EFEITOS CIVIS! ISTO É, CONFORME O ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO…
    “O casamento celebrado em conformidade com as leis canônicas, que atender também às exigências estabelecidas pelo direito brasileiro para contrair o casamento, produz os efeitos civis, desde que registrado no registro próprio, produzindo efeitos a partir da data de sua celebração.”

    Ao criar diferença de tratamento com qualquer outra religião, o Estado deixa de ser Laico, e passa a tratar diferenciadamente outras formas de religião.

    NUMA OLHADELA RÁPIDA, ACHEI ISSO, MAS DEVE TER MAIS ALGUNS ITENS ENTRE AS LINHAS GERAIS, INFELIZMENTE O STF É MAJORITARIAMENTE CATÓLICO, E ISSO VAI PASSAR, RASGANDO A O PRINCÍPIO LAICO DO ESTADO BRASILEIRO, GARANTIDO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988.

    • Bekkah  On agosto 31, 2009 at am:37 am

      O povo é engraçado, aproveita a deixa para alfinetar uns aos outros. Sou evangélica, mas a discussão principal nesse acordo não se trata de crença, mas de ele se encaixar ou não na Constituição Federal.
      O Estado brasileiro é (pelo menos deveria ser…) laico, o que significa que o governo é uma instituição pública, que NÃO SE METE A SI em assuntos civis, como no caso das crenças. Há sim um tratamento especial dado ao Vaticano pelo Governo nesse acordo, o que fere sim a Constituição. Acorda, gente, não interessa o que fulanos pensam, interessa o que vai pro papel. E depois o que vai pro papel pode receber a interpretação que bem entenderem, e aí começa a lambança.
      Quem tem um mínimo de noção de Direito sabe disso, que a lei recebe diferentes doutrinas e interpretações. Inclusive, parte do trabalho de advogados e promotorem fazem exatamente procurar brechas e interpretações da lei que tornem justificados seus argumentos, para provarem que o que defendem (seja a condenação ou absolvição) está correto.
      Num país onde a lei á articulada de todas as maneiras pra gerar a tão asquerosa corrupção, quem me garante que um acordo desses, que vai sim contra a lei maior do país (ainda que não pareça), não possa também manipulada futuramente?
      Pra refrescar a memória, até alguns 25 anos atrás, várias crenças eram perseguidas ferrenhamente, o catolicismo era a “religião oficial” do país… quem tem mais de 45 anos e morou no interior me diga que isso é mentira… lembra quando se chamavam os outros de judeu como xingamento? (e talvez o pessoal simples daquela época o fizesse por costume mal aprendido mesmo, sem saber do que estava falando).
      O Estado deveria ter consciência de que seu caráter visa o coletivo, o bem comum de todos que vivem sob sua tutela. As crenças divergem entre si, por isso mesmo o Estado deve ser laico, porque assim não se coloca no risco de perder de vista seu caráter de cuidar de todos, favorecendo, de qualquer forma que seja, um grupo específico dando-lhe benefícios especiais.
      Nada contra regulamentar o funcionamento de uma instituição num país, isso é até necessário; nada contra incentivar iniciativas sociais de uma instituição religiosa. Mas esse acordo vai além disso, e o Vaticano costuma, historicamente, ser sutil em suas ações. Ele fere a Constituição e pronto, não deveria existir como está assinado. Já que a lei é o que vale e ele vai contra de alguma maneira, não deveria existir assim.

  • Anônimo  On abril 12, 2009 at pm:51 pm

    LEIA O LIVRO O GRANDE CONFLITO E TERÁ AS RESPOSTAS PARA TODAS ESTAS QUESTÕES A QUE SE REFERE ESTE TRATADO

  • Nilnews  On abril 7, 2009 at pm:09 pm

    Martha e demais leitores…

    Este é um acordo de ESTATUTO JURÍDICO entre dois Estados Soberanos ( Brasil e Vaticano). O Vaticano tem estatus de país. Isso acontece em todas as nações do mundo e fazem por acordos diplomátos e até religiosos ( livre pensar ou crebça livre) que é o caso do Brasil, Estados Unidos,etc.

    Nada a ver com religião ou fé…estes acordos juridicos são feitos com TODAS as religiões que se instalam no país. É algo meramente burocrático para com os estrangeiros que vem “trabalhar” (pregar) aqui.
    Leiam o texto com mais atenção e menos paixão…numa boa, estão colocando bugalhos nos alhos…

    Vcs estão confundindo tudo só por que o acordo foi assinado com Lula e o Papa?!

    Se aparecer um bispo representando Katimulé querendo implantar sua seita aqui haverá o mesmo procedimento.
    abraços

  • Martha Mattos  On abril 7, 2009 at am:10 am

    Pelo que entendi, este acordo é ilegal e fere a Constituição Brasileira(88), pois a mesma no seu artigo V e inciso VI, afirma categoricamente que o Brasil é um Estado laico e que todos tem liberdade para seguir o credo que quiser, será que o presidente Lula desconhece este capitulo ou não leu ainda? acho que o povo brasileiro foi ferido em sua dignidade, e que o nosso presidente tem assuntos muito mais sérios para se preocupar. Com essa crise financeira tremenda em que passa o nosso país, existem pessoas literalmente morendo de fome e sem nenhuma assistencia médica entre outras necessidades.Esse é o momento de mostrar serviço!

  • silas queiroz  On março 23, 2009 at pm:57 pm

    Para ser honesto, imaginei que este documento tivesse a previsão de algum privilégio específico para a igreja católica. Não consegui ver nada no texto, além do que já está previsto no ordenamento jurídico brasileiro, e acessível a todas as demais religiões. O ensino religioso, por exemplo, está consagrado na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, sem privilegiar este ou aquele segmento. O grande problema é o crescente pensamento anti-proselitismo em todos os níveis da sociedade. O que há de diferente no caso é que sendo o Vaticano um Estado autônomo, vale-se de sua condição política para celebrar acordos com outros Estados, protegendo, através deles, a existência e o funcionamento da igreja católica. As demais religiões não contam com uma pessoa jurídica de mesmo nível (um Estado independente e autônomo), mas nem por isso são discriminadas no texto constitucional. O que há de privilégio para os católicos ainda vem dos tempos anteriores à democracia, como a questão dos feriados católicos e a instituição da “padroeira do Brasil”, o que, aliás, fere a laicidade do Estado.

  • Anônimo  On março 17, 2009 at pm:00 pm

    Parece-me que neste caso a igreja católica se coloca como nação. Ela teme em fragmenta-se em lideranças locais. Roma ainda manda muito. Querem os católicos que nenhuma autoridade local intrometa-se em suas questões internas, só que o trabalho católico é realizado em comunidades com suas peculiaridades. Isso o Vaticano não aceita. Ou seja, toda questão deverá ser levada para Alta autoridade católica, o Vaticano. Visa este acordo o fortalecimento do catolicismo, meio quebrado por aqui entre as classes populares e agora entre as melhores colocadas economicamente. Isso assusta, pois os evangélicos crescem a toda prova. Em pouco tempo teremos governadores em sua maioria evangelicos e um presidente não seria impossível.
    tudo isso assusta. Se fosse católico, pensaria da seguinte forma, tudo que sobe, um dia cai. Faria uma releitura de meu posicionamento e me prepararia isso sim para daqui a 50 ou 60 anos voltar a ser referencia em termos de religião. Hoje tá difícil.

    Walkimar Gomes

  • gladis maria endres  On março 12, 2009 at pm:23 pm

    A dignidade do povo brasileiro mais uma vez foi ferida.A única palavra que pode definir este acordo é,¨Lavagem¨.

  • centauro  On fevereiro 22, 2009 at pm:36 pm

    Nosso mundo já sofreu demasiadamente com a falta de liberdade religiosa.
    quando falamos em tratados logo associamos que a proibição e a legalização, sendo regidas pelas partes contratantes, venham a ferir pessoas ou até mesmo segmentos religiosos não participantes;
    logo perguntamos “por que a republica não incluiu ou até mesmo criou tratados para outros segmentos?”.
    Nosso presidente mostra preocupação com sua religião,e aprovo sua preocupação, mas diante desse fato ele deveria se mostrar indiferente a religiosidade.

  • Ubiratan Guimarães  On janeiro 6, 2009 at am:52 am

    Quando ouvi falar desse acordo imaginei coisa bem pior, na verdade a maioria das coisas que estão nele já aconteciam, e não muda o que a lei brasileira já regulamenta. O que muda e oferece perigo: Vi um desrespeito claro à liberdade de consciência no artigo 11, quando diz que o Brasil ” respeita a importância do ensino religioso em vista da formação integral da pessoa.” Isso é o Estado afirmando que pende mais para Os religiosos do que para os ateus por exemplo, o Brasil se posiciona ideologicamente aqui, O QUE É CLARAMENTE INCONSTITUCIONAL! No artigo 17 ao que parece, uma facilidade para enfiarem quem quiseram aqui, é algo também muito perigoso. O artigo 14, que prevê destinação de espaço para fim religioso, devendo ser previsto no plano diretor, é uma afronta às demais religiões, e a liberdade de consciência, por que só a igreja católica, e não também o Edir Macedo, ou a mãe fulana do terreiro tal? Parece engraçado mas não é, a religião católica é tão extranha aos membros de outras, quanto as outras são aos católicos! Mas a grande rasteira está no artigo 18 e no seu parágrafo único, que dizem clarmente que quando ninguém mais estiver lembrano do acordo em questão eles poderão alterá-lo livremente, inserindo o que quiserem, mais escondido da opinião pública do agora já está! Quanto ao ensino religioso ( leia -se doutrinação católica) “facultativo” nas escolas públicas, essa violência ideológica sempre existiu e não mudou nada, facultativo está entre aspas pois, conheço gente esclarecida e influente que tentou exercer o direito de não submeter o filho a isso e comprou briga com a direção da escola, que por sinal é uma escola de classe alta muito respeitada, localizada numa capital. Agora, imaginem o josé das couves que põe o filho estudar na rede pública num subúrbio do interior? Quanto as beiteiras que esse Ricardo disse aí acima não procede, esse documento não fede nem cheira em relação ao casamento gay ou ao crescimento do protestantismo, quando se fala em casamento está se escalrecendo que diferente do acordo celebrado no século XIX, que dava efeito civil ao casameto religioso, algo que a lei civil brasileira revogou há anos, agora está firmado também em novo acordo com a igreja o que a lei civil já dizia.

    • Maciel Rodrigues  On agosto 27, 2009 at am:44 am

      Caro Ubiratan Guimarães:

      Li seu comentário sobre o acordo da Santa Sé com o Governo brasileiro e gostaria de lhe esclarecer duas coisas.

      1. Busque entender melhor a natureza do Ensino religioso. A dimensão Religiosa e trasncendente do ser humano é irrenunciável. A religião está presente em todas as épocas e culturas. Compreendê-la faz-se importante para acompreensão do ser humano em sua integralidade. Até para aqueles que são ateus, supõem Deus para negá-lo. Portanto, NÃO HÁ NADA DE INCONSTITUCIONAL! Ãté para aqueles que não tem religião ou não acreditam em deus, o Ensino religiosso é um isntrumento de conhecimento para poder compreender o diferete afim e poder ter mais elemntos para a cnvivência pacífica.

      2. o Atigo 14, NÃO É UMA AFRONTA AS DEMAIS RELIGIÕES! Esse acordo sela algo que já existe e acontece, tanto com o Catolicismo com as demais religiões. Ou vc não exerga missionários estrageiros de diversas confissões em nosso pais?

      Termino reafirmando que a acordo são entre dois Estados consolidados, não primeiramnete entre um estado e uma religião.

      Tenha mais prudencia, calma e inteligencia ao escrever e menos emoção em sua compreensão!

      • CLAVIUS  On setembro 12, 2009 at am:47 am

        A QUESTÃO NÃO É CONSTITUCIONAL E SIM FINANCEIRA, TEM-SE A PREOCUPAÇÃO COM PATRIMONIO DA IGREJA, ONDE ALGUNS JA ESTÃO DE OLHO PRESSIONANDO A SOCIEDADE PARA ENTRAREM NA PARTILHA COM OS SEM TERRA, SEM TETO,….
        PAPA JÃO PAULO QDO DA ULTIMA VEZ Q ESTEVE EM NOSSO PAÍS
        JA TINHA O PROJETO EM MENTE, POIS VENTILAVA-SE NA EPOCA QUE HAVIA UMA ENXORRADA DE AÇÕES CONTRA A IGREJA, ISTO NA INSTANCIA SUPERIOR, DE HERDEIROS DE TERRAS DOADAS POR PAIS BEATOS.

      • Luis  On setembro 13, 2009 at pm:24 pm

        para Marciel Rodriguez,

        nao concordo com seu ponto 1: a religiao è a maior praga do mundo, è so pensar a todas as guerras que foram feitas e ainda continuam pela religiao, entao nao acho che isso leve a uma convivencia pacifica, ainda a cultura sempre se distanciou da religiao, se fosse pelos religiosos o mundo estaria ainda na idade da pedra, os maiores progressos foram sempre perseguidos pela religiao, veja a terra redonda, o sol que roda ao redor da terra etc…
        ainda eu sou ateo e nunca supoes deus, ma ja acreditei em papai noel e no bicho papau… depois virei homen

      • Igor Dessaune  On outubro 10, 2010 at am:20 am

        Bravo! Até que enfim alguém que demonstre inteligência! Meus cumprimentos!

  • Conceição  On dezembro 28, 2008 at am:02 am

    Não podemos deixar este acordo ser homologado. Onde está a nossa liberdde religiosa? Como pode o nosso Presidente concordar com este tratado absurdo? A imprensa não divulgou, mais uma vez acontece sem que o povo tenha conhecimento. Precisamos divulgar na mídia. Não só incomoda os evangélicos, mais muitos católicos não concordam com isto.Sou brasileira, com muito orgulho e amor, coopero com a ordem do meu país. Sou cidadã, pago meus impostos e por isso luto pelo direito da liberdade religiosa. Não podemos concordar com estebtratado.

  • Ricardo  On dezembro 17, 2008 at am:24 am

    Parece que alguém está com medo do avanço dos evangélicos neste país… Parece que alguém está desapercebido de que o Estado Laico pode criar leis que obriguem a igreja a realizar casamentos que em sua excência contrariam a fé cristã… mas também parece que alguém está preparando terreno para uma abertura, via catolicismo, com vistas a que a pouca vergonha se prolifere em nossa nação. Engraçado… estão querendo colocar nariz de palhaço até em Deus. Só, que Deus é soberano e está no controle de tudo. Infelismente… os homens que pensam estar no controle não sabem disso!

    • Igor Dessaune  On outubro 10, 2010 at am:18 am

      Infelizmente você é tão burro que não sabe nem escrever, “infelismente’ não existe no português. Sendo assim, desconsidera-se o que você tentou falar. Termine pelo menos o ensino funadamental, depois tente argumentar alguma coisa, caso consiga.

      • johndindon  On julho 2, 2012 at pm:34 pm

        Vc é super inteligente parabéns, chamando o rapaz de burro só porque trocou o s pelo z . Mas Jesus disse que revela as coisas espirituais aos pequeninos e as oculta aos que se dizem sábios….A sabedoria vem de Deus e não de pessoas arrogantes que são encontradas por ai.

  • celeni de Almeida  On dezembro 16, 2008 at pm:25 pm

    Lá vamos nós de volta ao Brasil colônia onde o colonizador ditava a religião de todo o povo. Será que isto ainda ocorre devido a limitação cultural de nossos governantes ou é porque lhes foi oferecido algum favorecimento????

  • Dayse  On dezembro 16, 2008 at pm:15 pm

    Esse tipo de disparate só poderia ter vindo de um presidente semi-analfabeto que não sabe o que constituição, porque provavelmente nunca a leu. NO BRASIL TEMOS O DIREITO DE ESCOLHER A NOSSA RELIGIOSIDADE e espero que nosso povo não deixe esse tratado ridículo se concretizar. Tudo neste país é feito por baixo dos panos. Infelizmente mais uma tristeza e derrota para o nosso país.

  • Jefferson  On dezembro 14, 2008 at am:01 am

    Isso é totalmente despresivel, isso fere o direito de escolha… fera a constituição!

  • Haroldo Reimer  On dezembro 9, 2008 at am:47 am

    Os rumores sobre este acordo deixavam margem a preocupações. Falava-se até de ‘concordata’, com salvaguarda de privilégios próprios à Igreja Católica. Face à diversidade cultural e religiosa e à pluralidade confessional no Brasil, assgurada na CF 88 em seu artigo 5, inciso VI, a diplomacia fez bem em ratificar no acordo com a importante instituição da Igreja Católica, através de sua representação máxima, a Santa Sé, os direitos e garantias assegurados constitucionalmente a todos os credos em solo brasileiro. Qualquer privilégio especial seria um retrocesso no avanço havido desde a constituição republicana e as subsequentes, culminando no ordenamento magno de 1988. Privilégios especiais poderiam dar causa a animosidades inesperadas no país.

Trackbacks

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.450 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: