Arquivo do dia: dezembro 9, 2010

Bolsa Ditadura: Norma Benguell, Betinho e Zé Celso ops novos beneficiados

Na foto Norma é a segunda da direita prá esquerda em passeata contra ditadura

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, assinou nesta quinta-feira uma centena de portarias concedendo condição de anistiado político e indenização a ex-perseguidos pela ditadura.

Entre estes casos aprovados pela Comissão de Anistia e ratificados agora pelo ministro estão o da atriz e diretora Norma Bengell, o diretor e ator teatral José Celso Martinez Correa e a anistia “post-mortem” ao sociólogo Herbert José de Souza, o Betinho.

Martinez receberá prestação mensal de R$ 5 mil e um retroativo acumulado de R$ 569 mil; Maria Nakano, viúva de Betinho, receberá prestação mensal de R$ 2,2 mil e retroativos de 652,2 mil; Bengell tem direito a mensalidade de R$ 2,7 mil e retroativo de R$ 254,5 mil.

As portarias foram publicadas nesta quinta-feira no Diário Oficial da União.

Foto: Lula e sua sombra

Gustavo Miranda, fotógrafo de O Globo, merece um prêmio pela foto que estampa hoje a capa do matutino carioca.

A sombra da presidente Dilma, ao lado de Lula, é mais do que uma imagem : é uma mensagem.

Blog Migalhas

As fotos de Christina Aguilera nua na web

Fotos de Christina Aguilera nua vazaram na internet na noite desta quarta-feira. Nas imagens íntimas, a cantora aparece usando apenas joias que cobrem os seus mamilos.

Segundo a cantora, as fotos foram obtidas ilegalmente por um hacker que invadiu o computador de seu “personal stylist”. “As fotos foram tiradas na privacidade da casa da Sra. Aguilera”, informou seu representante.

Aguilera declarou que a identidade do hacker está sendo investigada e que ela irá tratar desse assunto de forma agressiva.

Ex-paquita com esclerose múltipla tenta guarda do filho

Apesar da batalha judicial pela guarda do filho Oliver, de 4 anos, ser no Canadá, o advogado da atriz Louise Wischermann, mais conhecida pelos brasileiros como a ex-paquita Pituxa, acredita que há “bastante chance” de ela conseguir que o filho venha morar no Brasil.

Depois de 18 anos fora do país trabalhando como atriz e empresária, Louise, agora com 36 anos, voltou para se tratar de esclerose múltipla, doença diagnosticada em 2005, que pode trazer fraqueza muscular e perda da coordenação motora.

Semana passada o juiz canadense solicitou um estudo psicológico com Oliver, para verificar a vontade do menino e ainda qual seria a situação menos prejudicial para a criança, do ponto de vista psicológico.

Louise irá ao Canadá na primeira quinzena de janeiro, para uma audiência onde se espera que o laudo psicológico esteja pronto. “Eu acho que não está nas minhas mãos, está nas mãos do juiz canadense. Espero que ele realmente veja que não quero tirar meu filho do pai dele, mas quero ser mãe do meu filho de 4 anos”, desabafou.

 

Louise Wischermann

Separação
Segundo Louise, enquanto o tratamento da doença é oferecido gratuitamente pelo governo brasileiro, no Canadá chega a custar cerca de US$ 2.500 mensais. Ela contou que, após receber o diagnóstico da doença, decidiu engravidar antes de iniciar o tratamento, que impede a mulher de ter filhos. A partir daí, começaram as desavenças com o ex-marido, que, de acordo com ela, não queria ser pai.

Louise fez o parto no Brasil e retornou ao Canadá quando o filho tinha cerca de três meses. Tempos depois, iniciou-se o processo de separação e a atriz decidiu voltar de vez para seu país de origem. Só que o ex-marido, agora, também quer a guarda de Oliver.

Além do fato de Louise precisar tratar da doença no Brasil, os argumentos de ela não ter família no Canadá, nem emprego e nem casa podem ajudar na decisão do juiz para que Oliver fique com a mãe.

Pituxa
Louise Wischermann ficou conhecida no final da década de 80, graças aos 4 anos em que foi paquita no “Xou da Xuxa”, antes de passar o posto à Letícia Spiller. No exterior ela foi Lyekka, heroína da série de ficção científica “Lexx”, que foi ao ar na TV canadense no final da década de 1990 e virou cult entre os fãs do gênero em diversos países.

OGlobo

Demitida de prisão por ser ‘sexy demais’ vence na Justiça

Amitjo Kajla( foto), 22 anos, ganhou nesta segunda-feira (14) uma ação na Justiça, segundo reportagem do jornal inglês “Daily Mail”.

Ela foi demitida de uma prisão em Brinsford, na Inglaterra, por ser considerada “sexy demais”

O tribunal considerou a demissão injusta e condenou a prisão por discriminação sexual. “Estou muito feliz com a decisão do tribunal”, afirmou Amitjo, destacando que ela era vista como uma mulher fraca, que podia ser intimidada.

Amitjo Kajla, que teve o contrato rescindido pela prisão em 21 de maio, disse que os colegas faziam da vida dela um inferno, com comentários maldosos de que ela usava muita maquiagem e que suas roupas eram muito reveladoras.

Ela disse que era alertada sobre os riscos de ser puxada para uma das celas da casa de detenção juvenil Brinsford, próxima a Wolverhampton, e que teria sido chamada de “garotinha idiota” por um colega mais velho.

A jovem contou que havia trabalhado em outra prisão, sem problemas, mas que assim que foi transferida começou a ser reprimida por usar maquiagem pesada, pulseiras e piercing no nariz. Ela chegou a comprar sombras mais claras e outros produtos para se enquadrar nas regras.

Amitjo, cujo uniforme teve de ser diminuído por causa do seu tamanho, disse, na época, que “não conseguia dormir por causa do bullying e do assédio”. “Perdi peso e decidi que não podia me resignar”, disse a jovem.

 

%d blogueiros gostam disto: