Vagas para afrodescendentes na diplomacia


O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, assinou uma portaria que institui reserva de vagas para candidatos afrodescendentes no concurso para diplomatas, organizado pelo Instituto Rio Branco.

Segundo o Itamaraty, a medida segue iniciativas voltadas à promoção de diversidade nos quadros do governo e está “em consonância com os dispositivos do Estatuto da Igualdade Racial”.

Em 2002, o Instituto Rio Branco iniciou um programa de ação afirmativa que concede bolsas de estudo a candidatos afrodescendentes, com o objetivo de auxiliar na sua preparação para o exame de admissão. Até hoje, 198 candidatos afrodescendentes foram beneficiados pelas bolsas de estudo, dentre os quais 16 foram aprovados no concurso de admissão à carreira de diplomata.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: