ARROZ 30% MAIS CARO


 

O Governo vai usar o estoque de 1,4 milhão de toneladas de arroz na tentativa de segurar o preço do produto, que sobe em todo o mundo. O governo vai intervir no mercado de arroz para evitar uma alta generalizada nos preços ao consumidor. Está no momento de desovar o estoque de 1,4 milhão de toneladas, o que representa 11,6% da produção prevista para o ano (12 milhões de toneladas). 

O arroz já é apontado, por alguns analistas de mercado, como um dos vilões da inflação nesse ano — ao lado do pão francês, tomate e carne bovina.

Amanhã, representantes do Ministério da Agricultura, da Companhia Nacional da Abastecimento (Conab) e de produtores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, se reúnem, em Brasília, para definir a estratégia de venda do estoque do governo.

Em janeiro, o governo vendeu parte do estoque porque o preço estava subindo. O valor do arroz está disparando em todo o mundo. Na Tailândia, por exemplo, o preço da tonelada saltou de US$ 337, no final de 2007, para US$ 950, na semana passada. A expectativa é de uma produção mundial de 27,5 milhões, para este ano, sendo que o consumo previsto é de 24 milhões.

Somente nos últimos 30 dias, o produto apresentou uma valorização para o agricultor de cerca de 30%. Se essa elevação for repassada para o consumidor, representará um acréscimo de R$ 0,11 no quilo do arroz.

CB 

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: