Morre segurança baleado no Museu do Holocausto


O segurança Stephen Tyrone Johns (foto), baleado nesta quarta-feira por um homem de 88 anos, no Museu do Holocausto de Washington, nos EUA, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, segundo informa a rede de TV americana CNN.

O autor dos disparos, que está internado em estado grave, foi identificado como James von Brunn, um antissemita e ex-integrante de grupos racistas, morador do estado de Maryland. Segundo o porta-voz da polícia, David Schlosse, ele tinha uma arma de grosso calibre.

De acordo com a CNN, o museu emitiu uma declaração afirmando que Johns morreu “heroicamente na linha do dever”.

“nossas bandeiras ficarão a meio mastro em sua memória”. Johns serviu a segurança do local por seis anos.

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: