Demissão em massa em grandes jornais nos EUA


Samuel Zell, presidente da Tribune Company, empresa proprietária dos jornais “Los Angeles Times” e “The Chicago Tribune”, anunciou hoje numa conferência com executivos de Wall Street que vai reestruturar os dois jornais, demitindo pessoal, reduzindo o número de páginas diárias e redesenhando os dois produtos.

Depois de investir US$ 8,2 bilhões na compra do controle acionário da Tribune Company em dezembro, Zell anunciou que o “programa de reestruturação será mais agressivo do que muitos imaginam, a fim de adequar os dois jornais aos níveis de produtividade do mercado”.

Entre as novidades da nova proposta editorial está a divisão de 50%-50% do espaço disponível nas páginas entre material jornalístico e publicitário. Zell destacou que no primeiro momento pretende uniformizar o nível de produtividade dos vários jornais da Tribune Company.

Ele disse que o “Los Angeles Times” produz 51 páginas de noticiário por ano para cada jornalista empregado enquanto que noutras duas publicações do grupo, o “The Baltimore Sun” e “The Hartford Courant”, são diagramadas 300 páginas de noticiário por ano para cada jornalista empregado.

O editor geral do “Los Angeles Times, James O’Shea, foi recentemente demitido por recusar-se a fazer cortes na redação.

Marilia Martins/NY

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: