Álbum “Kaya” Bob Marley faz 35 anos com edição “deluxe”


220px-BobMarley-Kaya[1]Considerado um dos discos mais alegres de Bob Marley, o álbum “Kaya”, que completa 35 anos de seu lançamento, será reeditado em uma edição “deluxe” que inclui, além disso, a gravação do show “Live at Ahoy Hallen”, realizado em Roterdã em julho de 1978.

Kaya< é de longe álbum de estúdio mais pop de Bob Marley e contribuiu imensamente para a construção de sua imagem como compositor pop, revolucionário, musicalmente afinado. Ele adotou uma estética musicalmente suavizada com canções mais sentimentais como “Is This Love” e “She’s Gone”. Bob aproveitou para dar novos arranjos a faixas antigas, como “Sun is Shining”, “Kaya” e “Easy Skanking”. Durante o One Leave Peace Concert, que marcou seu retorno à Jamaica, Bob apresentou essa sua faceta mais tranquila e acalmou os ânimos em sua terra natal, que sofria com a repressão policial e inúmeras complicações políticas.

O selo Tuff Gong, criado por Marley em meados da década de 60, foi encarregado pela nova reedição do álbum, que inclui as dez canções originais, as faixas do show citado e mais uma extra, a “Smile Jamaica”, informou nesta segunda-feira a gravadora em comunicado.

“Cantar sobre o sofrimento não é algo somente profundo. Queremos que nossa gente viva feliz”, afirmou Bob Marley ao definir o disco durante seu lançamento, em 1978. O disco em questão, que foge das opiniões políticas para focar “a paz interior”, contém clássicos como, “Is This Love” e “Satisfy My Soul”.

Além de um encarte com as letras das canções e fotos exclusivas, a edição “deluxe” contém um disco reservado somente ao show “Live at Ahoy Halle” em Roterdã, onde Marley e seu grupo, The Wailers, interpretaram canções místicas, como “Jamming”, “I Shot The Sheriff” e a popular “No Woman, No Cry”.

Apesar de ter morrido ainda em 1981, Bob Marley aparece como uma das figuras mais famosas do mundo da música. Segundo a nota da gravadora, o ícone jamaicano conta com 42 milhões de seguidores no Facebook, “o segundo maior perfil para um artista falecido”.

EFE

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: