Arquivos de tags: Visto para Inglaterra

Brasileiros podem entrar na Inglaterra sem visto

Os turistas brasileiros continuarão precisando apenas do passaporte para visitar o Reino Unido, informou o governo britânico, que hoje tirou Bolívia, Venezuela e mais três países africanos de seu programa de isenção de vistos.

Em julho do ano passado, o Reino Unido havia incluído o Brasil numa lista com nomes de 11 nações que precisavam melhorar os sistemas de segurança e identificação dos documentos de seus cidadãos.

Mas, nesta segunda-feira, o Ministério do Interior britânico informou que, da lista divulgada em 2008, apenas Bolívia, Venezuela, Lesoto, África do Sul e Suazilândia não cumpriram os requisitos estabelecidos na revisão anual do programa de isenção de vistos do país Desta forma, os turistas destas cinco nações que quiserem visitar o Reino Unido agora terão que pedir visto.

Em nota, o Ministério do Interior britânico disse que “a extensão na exigência de vistos é só uma de uma série de medidas que o Governo implementou para reforçar a segurança na fronteira e permitir a entrada no país apenas das pessoas que o Reino Unido quer e precisa”. Todos os países não europeus tiveram revisada sua participação no programa britânico de isenção de vistos.

O objetivo da medida foi avaliar o nível de risco que os cidadãos destas nações representam para o Reino Unido em relação à imigração ilegal, à criminalidade e à segurança. Até hoje, bolivianos e venezuelanos precisavam de visto apenas para trabalhar ou fixarem residência no Reino Unido. Porém, com a mudança, precisarão do sinal verde das autoridades britânicas mesmo para estadas inferiores a seis meses em solo britânico.

Governo britânico quer retomar pedido de visto

O governo britânico quer impor aos brasileiros a necessidade de visto de entrada, a partir do próximo ano. O primeiro passo foi dado há dois meses, quando o País foi colocado, sem nenhuma negociação prévia, numa lista de países “suspeitos” – pelo alto índice de imigrantes ilegais ou de outros crimes -, ao lado de Bolívia, Malásia, África do Sul, Botsuana, etc.  Todos têm até o fim do ano para provar que aceitam “uma política mais rígida de fiscalização de quem desobedece às leis da imigração”.

No dia 3 de julho, em carta entregue pessoalmente pelo embaixador Peter Collecott aos ministros Celso Amorim (Itamaraty) e Tarso Genro (Justiça), o governo britânico explicita a ameaça. “A menos que trabalhemos juntos nos próximos seis meses, não teremos outra opção a não ser introduzir um regime de vistos para o Brasil.”

Para que a “política seja eficaz”, o Reino Unido exige que o Brasil aceite “mecanismos”, como colocar um policial britânico na imigração do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Esse “oficial de ligação internacional” daria treinamento às companhias aéreas sobre passaportes e identificação de fraudes. Exige-se também que as agências de turismo, para que não funcionem como “facilitadoras” de ilegais, entrevistem os clientes e não vendam passagens a quem apresentar indícios de que não seja um “visitante genuíno” – empresário, turista ou estudante.

Na carta, o governo britânico diz que “está seriamente preocupado” com o número de brasileiros “que permanecem além do permitido e/ou trabalham ilegalmente no Reino Unido”. Afirma ainda que devem existir “150 mil ilegais brasileiros na Grã-Bretanha”. Em 2006, segundo o Itamaraty, 5 mil brasileiros foram impedidos de entrar no Reino Unido.

Em números redondos, o Brasil tem hoje 4 milhões de cidadãos imigrantes – ante 870 mil estrangeiros que residem aqui. Do total de imigrantes brasileiros, 1,5 milhão deles vivem nos EUA, 400 mil no Paraguai, 400 mil no Japão e a maioria dos demais na União Européia (UE), no Canadá e na Austrália.

Rui Nogueira/Estadão

%d blogueiros gostam disto: