Arquivos de tags: Vinho Gaúcho

Vinho: espumantes brasileiros ouro na França

Os espumantes brasileiros, mais uma vez, foram premiados no país do champagne. Desta vez foi no Concurso Effervescents du Monde 2008, realizado nos dias 13 e 14 de novembro. O Brasil foi destaque com uma Medalha de Ouro e três Medalhas de Prata. O evento reuniu 418 amostras de 24 países, que foram degustados por 75 degustadores. Esta é a quinta vez no ano que vinhos e espumantes brasileiros são premiados em concursos realizados na França.

Premiações

Medalha de Ouro

Garibaldi Espumante Moscatel – Cooperativa Vinícola Garibaldi

Vinícola Garibaldi Espumante Moscatel
Produtor: Vinícola Garibaldi
Método: Asti
Variedade: Moscatel
Elaborado pelo processo asti. Apresenta-se límpido e brilhante, de coloração amarelo palha com reflexos esverdeados e ótimo desprendimento de perlage com borbulhas finas e intensas. Ao olfato exala aromas potentes e vivos, lembrando frutas tropicais, flores brancas e um perceptível toque de mel. Temperatura de consumo 4ºC a 6ºC.
Harmonizações
Combina com canapés, massas com queijos e tomates, frutas em calda, morango, sorvetes, bolos e sobremesas.
Medalhas de Prata

Aurora Espumante Moscatel – Cooperativa Vinícola Aurora
Marcus James Espumante Demi-Sec – Cooperativa Vinícola Aurora
Amadeu Espumante Brut Rosé – Vinícola Cave de Amadeu

RS: Produtores de uva e vinho farão mobilização

O setor vitivinícola quer o apoio da sociedade para enfrentar os problemas pelos quais passa e, para tanto, promete uma série de ações na quinta-feira, em Porto Alegre. Mais de 2 mil pessoas devem percorrer diversos pontos da Capital e promover ato em frente à Assembléia Legislativa e ao Palácio Piratini, onde entregarão a pauta de reivindicações.

Para chamar a atenção para a concorrência com a bebida chilena, o Movimento em Defesa da Uva e dos Vinhos do Brasil lançará mão até da distribuição de suco de uva na Rua da Praia.

Um dos principais pleitos da pauta é que o presidente Lula assine a regulamentação do imposto fixo para o vinho importado de países de fora do Mercosul, de até R$ 15,00 o litro, informa o presidente da Câmara Setorial da Uva e do Vinho, Hermes Zaneti.

A medida dificultaria o ingresso da bebida de menor qualidade e estimularia a importação de vinho superior, mas a cadeia quer que o valor arrecadado com o imposto seja revertido para um fundo.

Na quinta-feira, ainda serão colhidas assinaturas para demonstrar a representatividade da cadeia, que reúne mais de 20 mil famílias produtoras de uva no RS.

%d blogueiros gostam disto: