Arquivos de tags: vídeos mais vistos em 2010

You Tube: os vídeos mais vistos em 2010

A dramática reação de Antoine Dodson a um crime em sua casa se tornou o vídeo mais assistido no YouTube em 2010, excluídos os clipes musicais.

O estudante do Alabama deu um depoimento revoltado para uma rede de televisão sobre uma tentativa de estupro sofrida por sua irmã. Quando a entrevista foi editada com o programa “auto tune” se tornou um hit viral na internet, conhecido como “Bed Intruder Song” , com mais de 61 milhões de visualizações.

O YouTube separou os vídeos comerciais de seu top 10 para evitar que ele fosse tomado por artistas como Justin Bieber, Shakira, Eminem, Rihanna ou Lady Gaga. Com mais de 406 milhões de visualizações, o grande vencedor nessa categoria foi Bieber, com o clipe de “Baby” .

O vídeo de Dodson foi mixado por Evan e Michael Gregory, dois músicos de Nova York conhecidos pela série “Auto-Tune the News”. A música está a venda no iTunes, com o lucro sendo dividido entre Dodson e os irmãos Gregory.

O segundo vídeo mais assistido doi uma paródia da música “Tik Tok”, de Ke$ha, com mais de 50,6 milhões de visualizações. Em terceiro lugar, surge uma potencial estrela pop: Greyson Chance, de 13 anos, que já foi comparado a Justin Bieber. Ele canta a música “Paparazzi”, de Lady Gaga, ao piano durante um recital do colégio.

O top 10 também traz um vídeo da série “Annoying Orange” ; um anúncio viral da Old Spice ; o sujeito do “double rainbow” ; o clipe “This Too Shall Pass”, do OK Go; o trailer de “Eclipse” ; Jimmy Kimmel surpreendendo uma fã de Bieber de três anos com uma visita do cantor mirim e um vídeo do piloto de rally Ken Block .

O YouTube abriu uma exceção para o clipe do OK Go pois a banda não está ligada a uma grande gravadora. Em março eles deixaram a EMI. Além disso, o OK Go se tornou famoso graças a clipes simples e criativos produzidos por eles mesmos, bem no espírito do YouTube.

Mia Quagliarello, gerente de comunidades do YouTube, nota que vários campeões de audiência em 2010 foram feitos por pessoas ou empresas que querem ter algum lucro com o materia publicado. O YouTube divide a receita de publicidade com quem publica os vídeos.

– Cada vez mais as pessoas vêem o YouTube como um lugar onde podem fazer carreira – disse ela – Nós tentamos dar a eles as ferramentas necessárias para isso.

%d blogueiros gostam disto: