Arquivos de tags: telefone fixo

Telefone poderá ter assinatura básica reduzida

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – Pro Teste está promovendo uma campanha para a redução do valor cobrado de assinatura básica pelas operadoras de telefonia fixa.

A entidade argumentou que a justificativa pelos valores cobrados, em média R$ 40 mensais, eram os altos custos para a expansão das redes de telefonia. Como a rede já está 100% implementada no Brasil, as metas de universalização não pesam mais para as operadoras.

Logo, elas deveriam reduzir o custo, para democratizar o acesso ao telefone disse a coordenadora da Pro Teste, Maria Inês Dolci. O objetivo é reduzir em 75% o valor da assinatura básica, além de ligações livres gratuitas entre aparelhos fixos do mesmo estado.

Maria Inês disse que os altos valores cobrados hoje pelas empresas de telefonia fixa impedem a democratização do acesso ao telefone. Os mais pobres, hoje, ficaram sujeitos telefonia móvel pré-paga que também é muito cara.

A cada dia aumenta o número de residências em que o único telefone existente é o celular, disse Inês. Os consumidores interessados em aderir campanha podem participar de um abaixo assinado disponível no site da entidade.

AE

RS: portabilidade chega ao Sul

A partir desta quinta-feira, 08, os gaúchos poderão mudar de operadora de telefone celular ou fixo sem precisar trocar de número. A portabilidade numérica chega ao Rio Grande do Sul, em municípios de prefixo 51 e 55, após já estar presente em 16 estados brasileiros.

Em vigor desde 1o de setembro do ano passado, a portabilidade já beneficiou cerca de 115 mil brasileiros, que solicitaram a troca de operadora com manutenção do número, segundo a Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom), coordenadora do processo.

Para requerer a portabilidade, o usuário deve procurar uma loja da operadora para a qual deseja transferir seu número. A partir daí, as ofertas de pacotes, facilidades e funcionalidades ficam a cargo das empresas, mas, segundo a ABR Telecom, é preciso ter cautela, já que geralmente os contratos exigem fidelização, o que implica em gastos mensais por períodos de tempo variáveis.

No Rio Grande do Sul, outra região receberá a portabilidade a partir da segunda-feira, 19. Desta vez, o prefixo atendido será o 54. Já o 53 contará com o recurso em 02 de março.

GVT investe alto
Com investimentos superiores a R$ 48 milhões no Rio Grande do Sul, a GVT pretende manter também no estado a liderança que já possui em outros mercados em se tratando de portabilidade de telefonia fixa.

Por aqui, a companhia presta atendimento em Porto Alegre, Canoas, Alvorada, Campo Bom, Cachoeirinha, Esteio, Gravataí, Guaíba, Montenegro, Santa Cruz do Sul, Montenegro, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Viamão e Santa Maria.

A expectativa é que a portabilidade nos pampas gere resultados similares a de outros grandes centros de presença da GVT, como Florianópolis, Goiânia, Campo Grande e Salvador.

De tudo o que a empresa investiu no RS em 2008, cerca de R$ 13 milhões foram destinados apenas à capital. Com isso, a idéia aumentar a capacidade de atendimento da empresa em mais de 40% na cidade.

“A portabilidade numérica acaba com uma barreira importante que inibe alguns consumidores gaúchos interessados em contratar um novo serviço de telefonia por não quererem abrir mão do número já conhecido”, afirma o vice-presidente de Marketing e Vendas da GVT, Alcides Troller Pinto. “Conosco, o benefício da portabilidade pode ser requisitado gratuitamente na Central de Atendimento, pelo telefone 103 25”, diz.

Glaucia Civa/Baguete

ba

%d blogueiros gostam disto: