Arquivos de tags: Rodrigo Santoro

Gabi entrevista Rodrigo Santoro neste domingo

O convidado do “Marília Gabriela Entrevista” deste domingo, dia 31, é o ator Rodrigo Santoro. Ele é um dos protagonistas do longa “Os Desafinados”, de Walter Lima Jr., e acaba de participar de três novas produções norte-americanas. Com atuações elogiadas pela crítica, ele admite que a profissão não é fácil. “Tudo é muito delicado, você está fazendo um personagem e construindo um ser humano. É complexo”, explica.

Neste ano, Rodrigo ainda poderá ser visto no filme “Che”, de Steven Soderbergh, cujo lançamento na Europa está previsto para setembro. No filme, o ator interpreta Raul Castro, irmão do ditador cubano Fidel (personagem de Benicio Del Toro). Ele conta que foi sua primeira “aventura” em espanhol e que tremeu ao fazer a primeira cena com Del Toro. Rodrigo admite estar solteiro e acredita que o tempo é remédio para o fim de um relacionamento. Sobre sexo e amor, ele acha que os dois existem separados, mas que sexo com amor é infinitamente melhor. “Eu me respeito muito, não faço as coisas por fazer. Procuro me alinhar, conectar, com meu interior para ver o que interessa para mim”, afirma.

A apresentadora pede ao convidado que diga um defeito e uma qualidade profissional. “Acho que sou perfeccionista demais. E respeito muito meu trabalho”, avalia. Para o futuro, Rodrigo quer atuar mais nos palcos. “Sempre tive vontade, o teatro é tão prazeroso. Para finalizar o programa, Gabi e Rodrigo cantam o clássico da Bossa Nova “Desafinado”.

Marília Gabriela Entrevista com Rodrigo Santoro no GNT 

Domingo, dia 31, às 22h. Horários Alternativos: segunda, às 3h30; terça, às 22h30; quarta, às 4h e às 10h e sábado, às 10h30 e às 15h

Rodrigo Santoro viverá mito do futebol

Rodrigo Santoro é um homem mil e uma utilidades. Em seu novo filme, “Os desafinados”, que estréia em 29 de agosto, ele aparece tocando piano, gaita, violão. E cantando. Para o próximo projeto, um filme sobre o jogador Heleno de Freitas, ele pretende aperfeiçoar suas habilidades de boleiro – e já está envolvido numa área totalmente nova: a produção.

O ator – que é vascaíno – começa, no início do próximo ano, a rodar um filme sobre Heleno de Freitas (foto), ex-craque do Botafogo. Trata-se da cinebiografia do jogador de futebol Heleno de Freitas, que fez muito sucesso nos anos 40.

Heleno foi considerado o primeiro craque ‘problema’, porque era absolutamente intempestivo em campo. Nervoso, arrogante, polêmico, Heleno também foi advogado, boémio, galã e genial a jogar futebol. Tinha o apelido de “um homem chamado Gilda” uma alusão ao filme Gilda, devido ao seu genio e beleza.

Ganhou fama e dinheiro e era uma das presenças marcantes das noites cariocas, sempre impecavelmente vestido, gomalina nos cabelos e um sucesso nos salões da época que só as atuações em campo conseguiam rivalizar. Privou sempre com mulheres bonitas e homens inteligentes, tornando-se amigo íntimo da família do presidente Peron quando jogou pelo Boca Juniors.

Santoro será o protagonista do filme, que será dirigido por José Henrique Fonseca e terá Fernando Castets (“O Filho da Noiva”) como roteirista.

Se Rodrigo é bom de bola? “Jogo toda semana uma pelada com os amigos, mas quando chegar mais perto das filmagens com certeza vou fazer algum treinamento”. No filme Santoro estréia em nova área: a produção.

“Vou ser o produtor associado. É um projeto da Video Filmes, da Conspiração e do Rodrigo Teixeira. Mas ainda estamos correndo atrás da captação, e é muito difícil”, lamenta o ator, que ainda pode voltar à televisão neste ano. “Posso fazer uma participação em algo, mas ainda não sei exatamente o que. Tomara que seja um projeto bacana”.

NF/

Rodrigo Santoro: oferta milionária da Record

Rodrigo Santoro recebeu uma oferta milionária da Rede Record para encabeçar o elenco de sua nova novela, “Vendetta”, segundo a colunista Marina Forte, do “Jornal da Tarde”.

A direção da emissora fez o convite logo após o astro ser cogitado para o elenco de “Som e Fúria”, próxima minissérie da Globo, que será gravada em Palermo, na Itália.

A novela da Record é escrita por Lauro César Muniz, que revelou a esperança de ter Santoro como protagonista. “É o melhor personagem que já fiz e tenho esperanças de que ele aceite. Os próximos contatos serão feitos entre Iran Silveira (chefe do departamento de dramaturgia da emissora) e Francisco Santoro, pai e agente dele”, contou Lauro à colunista.

O contrato de Santoro com a Globo acaba daqui a três meses. Por isso, o ator tem que se decidir rapidamente.

Segundo a assessoria de imprensa do astro, qualquer oferta terá que ser baseada em sua agenda internacional, pois ele está filmando dois longas, “Talking with dog” e “Black Oásis”.

DENISE GODINHO

Morre escritor que inspirou ‘Bicho de sete cabeças’

Morreu na tarde de terça-feira (27), aos 51 anos, o escritor Austregésilo Carrano Bueno. Ele estava internado desde segunda-feira (26), no Hospital das Clínicas, na Zona Oeste de São Paulo. Ele morreu às 17h40 em razão de uma infecção generalizada resultado de um câncer no fígado.

O trabalho mais conhecido de Carrano foi o livro “Canto dos Malditos”, que originou o filme “Bicho de sete cabeças” (2001), dirigido por Laís Bodanzky e que tinha Rodrigo Santoro no papel principal.

No livro, Carrano Bueno narrava supostos abusos praticados em centros psiquiátricos em Curitiba e no Rio, dos quais era interno. A obra foi lançada no começo dos anos 90.  Proibida pela Justiça em 2002, a pedido da família de um psiquiatra. Foi recolhida das livrarias do país e só teve permissão para ser reeditada no ano passado.

Carrano Bueno foi internado aos 17 anos, em 1974, após seu pai ter encontrado uma trouxinha de maconha nos seus pertences. Como conseqüência dos anos de internação. Carrano tornou-se mais tarde um dos símbolos do movimento antimanicomial.

O corpo será velado e enterrado em Curitiba, no Cemitério Parque Iguaçu. O escritor deixou filhos, dois irmãos e a mãe, Maria Carrano, de 70 anos.

G1

Rodrigo Santoro encarna Raúl Castro

Os olhos de Rodrigo Santoro e um certo atrevimento podem ter garantido ao ator um de seus papéis mais polêmicos. O brasileiro será o cubano revolucionário Raúl Castro no filme “Che”, de Steven Soderbergh, que o levará nos próximos dias ao Festival de Cinema de Cannes.

O filme, que conta com o apoio do Centro Che Guevara, em Havana, faz uma adaptação dos diários de Che durante a revolução que começou em Cuba, ao lado de Fidel Castro e seu irmão, Raúl, nos anos 1950. “Che” tem mais de quatro horas de duração — na verdade são dois filmes, “O Argentino” e “Guerrilha” — e será exibido em duas partes no festival.

Esta será a segunda vez de Santoro em Cannes, após sua ida com “Carandiru” cinco anos atrás. Ele também estará no festival com o argentino “Leonera”, que assim como “Che” é falado em espanhol e está na competição do festival. O evento abre na quarta-feira.

“Sabia que era um personagem delicado e muito polêmico”, disse Santoro à Reuters sobre o papel de Raúl Castro, hoje presidente de Cuba. “Como ator, o que eu tenho que fazer é tentar incorporar um ser humano. Não vou fazer uma análise política, eu não posso julgá-lo”, disse.

Santoro fez uma longa viagem a Cuba, durante quase dois meses. Visitou Sierra Maestra, de onde Fidel comandou a revolução, e a casa onde os irmãos nasceram.

O filme, que tem Benício Del Toro como Che, foi rodado em diversos países, mas Santoro só participou das filmagens em Porto Rico e México. Por não ter visto o filme ainda pronto, Santoro diz estar bastante ansioso com a ida a Cannes.

Em Cannes, Santoro estará também com a equipe de “Leonera”, do argentino Pablo Trapero. Ele faz uma participação como Ramiro, um estrangeiro que vive há muito tempo em Buenos Aires e se envolve numa trama de mistério e assassinato.

Reuters

Rodrigo Santoro de braço dado com Jim Carrey

O ator brasileiro Rodrigo Santoro foi fotografado ao lado de Jim carrey em Miami gravando cenas do filme ” I love you, Phillip Morris”, nesta segunda-feira, 28. 

Na imagem, duas coisas chamam a atenção. Primeiro, o figurino extravagante de Jim Carrey com direito a superbronzeado e cinto com fivela dourada. A segunda é o fato de Santoro estar andando de braço dado com o colega. Será que eles vão viver um romance na tela?

O longa-metragem conta a história de um amor homossexual entre Steven Russel (Carrey), um pai de família que é preso, e seu companheiro de cela Philip Morris, vivido por Ewan McGregor. O papel de Rodrigo no filme ainda não foi divulgado.

 Recentemente, os três atores foram vistos num bar Gay na Flórida fazendo um laboratório para o filme.

EGO

Santoro em filme com Jim Carrey e E.McGregor

O ator Rodrigo Santoro foi a um bar gay de Miami esta semana ao lado dos atores Ewan McGregor e Jim Carrey. O trio estava fazendo laboratório para o filme I Love You Philip Morris, segundo informações do site Monsters & Critics.

Eles se divertiram muito no local, chegando a dançar na pista de dança.

I Love You Philip Morris é uma comédia que conta a história de Steve Russel (Carrey), um ex-policial que é preso após cometer uma fraude. Na cela, ele se apaixona por Philip Morris, que foge da cadeia.

Após o episódio, Russel tenta fugir de qualquer forma da prisão para ficar com seu amante, antes de ser condenado a 144 anos de detenção.

O filme é baseado no best-seller I Love You Phillip Morris: A True Story of Life, Love, & Prison Breaks, do repórter Steve McVicker. O papel de Rodrigo Santoro ainda não foi divulgado.
 

Monsters & Critics

%d blogueiros gostam disto: