Arquivos de tags: Roberto dinamite

Vasco: genro de Dinamite lucra mais de 600 mil em comissões

De Guto Seabra/Extra

No Vasco, os laços entre o presidente Roberto Dinamite (foto) e Gerson Oliveira de Almeida Junior vão além dos familiares. Casado com Tatiana, uma das filhas do cartola, Gerson é um dos sócios da empresa Locaflat Agência de Viagens e Turismo, que, entre julho de 2008 e dezembro de 2010 — de acordo com os balancetes analíticos do clube — recebeu R$ 615.273,99 mil de comissionamento por efetuar a logística de viagens referentes aos 20% que lhe cabe, conforme contrato, do valor de R$ 3.076.366,93.

— Não acho nada (ético ou não a relação com o genro). Somente na segunda-feira (hoje) posso falar sobre isso. O Vasco tem inúmeros contratos e preciso ver — disse o vice-presidente de finanças do Vasco, Nélson Rocha.

Firmado em 21 de julho de 2008, 20 dias após a posse do presidente, e autenticado no 15 Ofício de Notas da Barra da Tijuca, somente no dia 11 de março de 2010, com assinatura do escrevente Marcelo Mathias, o contrato com a Locaflat prevê, na cláusula quarta, exclusividade nas operações de logística — viagens, hospedagens, traslados etc. — até o dia 20 de julho de 2011.

Ainda de acordo com o contrato, no artigo 5.1, a Locaflat quitará as notas fiscais emitidas em face do Vasco e que, assim, lhe será devido 20% sobre o valor total. No Brasil, vários clubes usam funcionários do departamento de futebol para executar a função, atualmente terceirizada em São Januário. Consultadas pelo EXTRA, empresas que fazem logística de futebol cobram, em média, 10%.

Além dos 20%, o contrato estabelece que a Locaflat receba R$ 2,5 mil pelo fechamento de cada voo — leia-se despachar a delegação — a quantia de R$ 2,5 mil, “independente do valor da assessoria devida por partida”. A comitiva de dirigentes, convidados e até de torcedores em projetos de viagens oficiais ficam sob a responsabilidade da empresa.

Da celebração da parceria até o final de dezembro, os gastos com logísticas cresceram no Vasco: em 2008, foram R$ 324.397,65; em 2009, R$ 1.261.135,21; em 2010, R$ 2.032.905,69.

O presidente Roberto Dinamite, através da assessoria, informou que não falaria sobre o assunto, movido por ódio político.

Atribuições

A empresa presta serviço de agência de viagens, consultoria e assessoria, aérea e terrestre, hospedagens nacional e internacional para todos os setores do Vasco. Isso inclui o time de futebol, a comitiva de dirigentes e convidados. Exemplo: a empresa reserva passagens e hotéis e recebe 20% sobre todo o valor gasto na estada. Tem outras atribuições, como promover traslados, providenciar escolta… Tudo, posteriormente, pago pelo clube com o comissionamento. A empresa pode ter até sala em São Januário.

Competições

No contrato, há o cuidado em especificar as competições a que tem direito de promover a logística e cita, na celebração em 2008, a Série B. A previsão de cuidar de tudo em caso de participação no Mundial Interclubes. No contrato, está estabelecido que as partes podem rescindir o contrato. E que se três notas fiscais atrasarem a empresa pode encerrar o vínculo, que vai até julho de 2011.

Quitação garantida

O fiel relacionamento entre Vasco e Locaflat é constatado no balancete analítico ao qual o Jogo Extra teve acesso. Mesmo com passivo na casa de R$ 300 milhões, o clube fechou o ano de 2010 sem dever um centavo à empresa. Enquanto só na mesma folha do documento, credores com valores inferiores continuam na fila.

No contrato, o parágrafo terceiro da cláusula quinta impõe que, em notas fiscais ou boletos bancários, o repasse do Vasco para a Locaflat seja feito a cada 15 dias. No parágrafo seguinte, a menção de que o atraso da quitação e três notas fiscais é passível de rompimento.

Parceira do Vasco, como estampa em seu site, a Locaflat tem em sua relação de atribuições, além de providenciar locais para realização de preleções e palestras com equipamentos multimídia — mediante ressarcimento, se for cobrado —, promover até a adequação no cardápio alimentar, sugerindo mudanças nas refeições. Em viagens, não é costume dos clubes que os nutricionistas sigam juntos.

Sem conselheiros

Regido pelo Código Civil, contratos de prestação de serviços não precisam necessariamente ser submetido à análise dos conselheiros do Vasco.

Filho de Dinamite, com 16 anos, vai treinar no Vasco

Rodrigo, filho do presidente Roberto Dinamite, vai treinar nas categorias de base do vasco. O nome do jogador aparece no boletim da Ferj (Bira) desde o dia 27 de agosto como atleta da equipe da Colina. Aos 16 anos, ele vai atuar no time juvenil do clube de São Januário.

Rodrigo Dinamite não atuava no Vasco anteriormente por causa da briga entre o pai e o ex-presidente Eurico Miranda. Como Roberto era candidato da oposição, o clima para o garoto treinar em São Januário não era dos melhores.

Ele foi inscrito na Federação Carioca de Futebol com o seguinte número: 154275. Rodrigo chegou a atuar nas categorias de base do CFZ, clube que tem como dono o ex-jogador Zico, maior ídolo da torcida do Flamengo.

Globo

Vasco: Dinamite afasta Angioni e 12 funcionários

Num dia bastante agitado a diretoria do Vasco confirmou a demissão de 13 funcionários nesta sexta-feira, entre eles o superintendente Paulo Angioni. Ao todo, sete fisioterapeutas, dois preparadores físicos, um auxiliar técnico, um coordenador de futebol e dois supervisores deixaram o clube. A idéia é enxugar a folha para gerar novas receitas, principalmente para reforçar o time da Colina, que não vai bem no campeonato Brasileiro.

Os demitidos foram os seguintes: os fisioterapeutas Daniel Bóvio, Márcio Saldanha, Cláudio Coutinho, Sandro Mansur, Reinaldo Júnior, Angelo Raposo e Marcos Minelo, os preparadores físicos Toninho Oliveira e Mauro Brito, o auxiliar técnico Amilton Oliveira, o coordenador de futebol André Araújo e o supervisor Nilson Gonçalves. O grupo deixa o clube nesta sexta-feira.

O coordenador André Araújo afirmou que soube de sua demissão pela Rádio Globo. E reclamou da atitude tomada pela atual diretoria cruzmaltina.

– A gente fica triste pelos 15 anos de Vasco, mas são coisas do futebol. Fomos avisados da demissão pela imprensa.

O presidente Roberto Dinamite confirmou a saída de alguns profissonais, inclusive a de Angioni.

– São pessoas com quem eu convivi e eu sei da capacidade de cada um. Essas demissões aconteceram por causa da realidade do clube, que precisa dar a volta por cima – afirma Dinamite, que ainda não escolheu um substituto para Angioni.

Globo esporte

Roberto Dinamite é o novo presidente do Vasco

Em uma eleição tensa e tumultuada, o maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite, saiu vitorioso, acabou com a era Eurico Miranda e é o novo presidente do clube.

Ele obteve 140 votos contra 103 de Amadeu Pinto da Rocha, candidato da situação indicado por Eurico, na reunião do Conselho Deliberativo, realizada na sede náutica do Vasco, na Lagoa. A sessão começou às 20 horas de sexta-feira e terminou na madrugada de sábado (por volta das 2h40).

Antes mesmo do final da votação, Eurico Miranda assumiu a derrota e entregou os pontos. “Estou no Vasco até o dia 1º de julho.

Bastante cumprimentado, Roberto Dinamite prometeu um Vasco forte e com boa relação com as pessoas e a imprensa. “O Vasco tem de ser campeão não só em campo”, declarou o maior artilheiro da história do clube, com 708 gols, demonstrando euforia e emoção.

Uma discussão sobre quais sócios beneméritos têm direito a voto causou tumulto e paralisou a eleição por 40 minutos. Além disso, integrantes das chapas da situação e da oposição quase se agrediram. Diante desse clima tenso, alguns conselheiros mais idosos tiveram de receber atendimento médico porque passaram mal.

AE

%d blogueiros gostam disto: