Arquivos de tags: Reitor

UNB: Novo reitor promete punir erros

Escolhido na lista tríplice feita pelo Conselho da UnB, o professor aposentado Roberto Aguiar, ex-secretário de Segurança do Rio e do DF, foi nomeado reitor pro tempore. Ele quer investigar as relações da UnB com as fundações de apoio.

Aguiar disse que vai investigar a relação da universidade com suas fundações de apoio. Aguiar é filiado ao PT e foi escolhido pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, entre os três nomes sugeridos ontem pelo Conselho Universitário da UnB.

– Fundação é para ser investigada. O que tem de errado é para ser punido. A gente tem que erradicar qualquer tipo de desvio de conduta.

Aguiar substitui o reitor Timothy Mulholland, que renunciou no fim de semana. O vice, Edgar Mamiya, também deixou o cargo. Mulholland saiu após ser denunciado pelo Ministério Público por uso indevido de recursos da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec). A Finatec pagou R$470 mil para decorar o apartamento funcional do reitor. O vice era investigado pelo uso de recursos de outra fundação.

Os estudantes, que estão no prédio há 14 dias, decidem hoje, em assembléia, se terminam a ocupação. Os alunos querem a realização de eleições paritárias, nas quais os votos de estudantes, professores e funcionários tenham o mesmo peso na votação. Hoje, nas eleições, os docentes têm peso de 70%, enquanto alunos e funcionários,15% cada.

Aguiar afirmou que não usará o carro da reitoria, um Honda Civic comprado pela Finatec, sem licitação, por R$72.200. Tampouco irá morar no apartamento funcional. O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que escolheu Aguiar porque ele foi o mais votado da lista tríplice: recebeu 40 votos, seguido pela professora de sociologia Lourdes Bandeira (30) e o professor aposentado Marcelino Gileno (24).

 

MEC anunciará novo reitor da UnB na terça

 

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse neste domingo que o nome do novo reitor da Universidade de Brasília (UnB) será anunciado na próxima terça-feira. Segundo ele, na quarta-feira, o novo nome será publicado no Diário Oficial.

Haddad deu as informações em entrevista coletiva no fim da tarde deste domingo. O reitor licenciado da Universidade de Brasília (UnB), Timothy Mulholland, anunciou pouco antes da entrevista de Haddad que vai deixar o cargo em definitivo.

TV

UNB: Reitor pede afastamento por 60 dias

 

10/ 04/ 2008 – NOTA OFICIAL

   

Comunicado à Comunidade Acadêmica

 

 

Na data de hoje, venho a público comunicar que decidi me afastar, pelo período de 60 dias, do cargo de Reitor da Universidade de Brasília. 

Esta decisão foi tomada com o objetivo de assegurar os princípios constituicionais da eficiência, publicidade, moralidade, impessoalidade, legalidade e transparência na apuração dos fatos a mim imputados.

Assim, de acordo com a lei, neste período de afastamento assumirá o exercício do cargo de Reitor, o Vice-Reitor da Universidade de Brasília.

Brasília, 10 de abril de 2008

Timothy Martin Mulholland
Reitor da UnB

 

Diferentemente do que dissera em sua defesa, o reitor da UnB, Timothy Mulholland, participou da decoração do apartamento onde morava, segundo contou a decoradora Cybele Santos Barbosa ao MP. A Editora da UnB comprou até caviar com verba para saúde indígena.

A ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público contra o reitor da Universidade de Brasília (UnB), Timothy Mulholland, diz que ele e a mulher se reuniram com a decoradora contratada para mobiliar o apartamento funcional – uma cobertura de quase 400 metros quadrados – onde a família viveu durante um ano. A acusação do MP, com base em depoimento da decoradora, desmonta a principal justificativa do reitor para explicar o gasto de R$470 mil de um fundo de desenvolvimento institucional da universidade. Ele alegava que não tinha participação na montagem do apartamento com móveis de luxo.

Em outra frente de investigação, o MP acusa a Editora da UnB de usar verbas de convênio para saúde indígena na contratação de bufês de luxo. Foram pagos eventos sociais cujos cardápios tinham até caviar.

 

Embora Mulholland diga que o apartamento funcionava como espaço de representação da universidade, para receber autoridades, o projeto deixa clara a vinculação do imóvel às necessidades da família do reitor. O projeto, segundo a ação, cita o “quarto para filho” e o “quarto para filhas”.

O Globo

UNB: Reitor denunciado

Dois meses e meio após vir à tona o escândalo da decoração do apartamento funcional da Universidade de Brasília (UnB), o reitor Timothy Mulholland e o decano de administração, Érico Paulo Weidle, foram denunciados à Justiça por improbidade administrativa.

Eles são acusados de usar recursos destinados ao financiamento de projetos de pesquisa para mobiliar o imóvel e comprar um carro de luxo. O beneficiário é o reitor.Cerca de R$ 470 mil foram gastos para mobiliar e decorar o apartamento onde Timothy morava. O veículo de uso exclusivo dele consumiu mais R$ 72 mil das pesquisas.

A Finatec custeou as despesas, considerada ilegal e imoral pelo MPF. Não há prazo para que o juiz Hamilton de Sá Dantas decida se aceita ou rejeita a denúncia. O MPF e o MPDF pedem a condenação do reitor e do decano ao ressarcimento do suposto dano causado, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até cinco anos, além do pagamento de indenização por danos morais.

Durante todo o ano de 2006, menos de 10% do gasto com a mobília no imóvel do reitor foram usados na melhoria de infra-estrutura de instalações físicas da UnB.

AE

%d blogueiros gostam disto: