Arquivos de tags: Prisão Rafael Ilha

Ex-cantor do Polegar Rafael Ilha é preso em SP

O ex integrante do grupo Polegar Rafael Ilha, de 35 anos, foi preso em flagrante na noite desta terça-feira por tentativa de seqüestro, no centro de São Paulo. Rafael, que atualmente é dono de uma clínica de reabilitação para usuários de drogas, teria tentado levar uma paciente à força para a clínica, localizada em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

O ex-polegar diz que foi procurado por um ex-paciente da clínica, Pedro Santana Vaz, que pediu a internação da ex-mulher, Karina de Souza Costa. Ela seria usuária de drogas. Pedro está no Amapá mas combinou, por telefone, com Karina de encontrá-la no prédio onde reside, na Rua Maestro Cardim, na Bela Vista. Ilha e mais dois funcionários de sua clínica agarraram a estudante de Direito em frente ao local, no momento em que ela chegava para o encontro.

Rafael teria dito à polícia que fez a abordagem à moça atendendo a um pedido do ex-marido da paciente, que havia solicitado a internação dela para um tratamento de desintoxicação.

A mulher teria sido abordada e obrigada a entrar em um veículo por Rafael e dois funcionários da clínica. A vítima pediu por socorro no momento em que era levada para um carro da clínica, um Toyota Hilux. O cantor e os dois funcionários foram detidos pela Polícia Militar.

Dentro do carro usado por Rafael Ilha foram encontradas seringas, vários calmantes e faixas para imobilização. O ex-polegar se defendeu:

– Ela é uma pessoa que o marido disse que estava com problema com drogas, tinha espancado a filha.

Karina disse que irá se submeter a um exame toxicológico para comprovar que não é dependente química. Ela disse que é vítima de uma armação do marido.

Além de Rafael Ilha, foram presos os dois funcionários e o ex-marido da vítima. Todos foram autuados por tentativa de seqüestro e formação de quadrilha. O ex-Polegar ainda responderá por usurpação de função pública, por ter se passado por policial ao fazer a abordagem à vítima. Ele estaria com uma camiseta com o símbolo do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil.

Histórico

Rafael Ilha já havia se envolvido em episódios que preencheram as páginas policiais nos últimos anos. Foi preso duas vezes, em 2000, por envolvimento com drogas, e 2005, por porte ilegal de armas. Dependente químico, ficou dez meses, entre 1999 e 2000, em tratamento na clínica do psiquiatra Sabino Ferreira de Farias Neto, médico que receitou o coquetel de remédios antes ao lutador Ryan Gracie, encontrado morto em dezembro do ano passado, na carceragem do 91º Distrito Policial (Vila Leopoldina).

Bom Dia Brasil

%d blogueiros gostam disto: