Arquivos de tags: Ponto Frio

FUSÃO: Ponto Frio e Casas Bahia terão que vender lojas em 54 cidades

Viavarejo[1]

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira (17), com restrições, a associação entre as redes Ponto Frio e Casas Bahia, anunciada em 2009. A fusão levou o Grupo Pão de Açúcar (cuja razão social é Companhia Brasileira de Distribuição – CBD), dona da Casas Bahia e Extra, à liderança do mercado de varejo no Brasil.

A decisão foi possível após um acordo em que as empresas aceitaram vender parte de suas lojas em 54 cidades do país, sendo 25 delas em São Paulo e 15 no Rio de Janeiro, onde o Cade avaliou que a operação traria riscos à concorrência no setor.

No mesmo processo, o conselho também aprovou, dessa vez sem restrição, a compra de 70% da Globex, holding que atua sobre a marca Ponto Frio, pela Companhia Brasileira de Distribuição (CBD), e que permitiu a fusão entre Ponto Frio e Casas Bahia.

Concentração
A análise feita pelo Cade apontou que, unidas, Ponto Frio e Casas Bahia concentram poder de mercado superior a 40% em pelo menos 117 cidades do país. Desses, foi verificado que a fusão traria riscos à concorrência em 54.

Para evitar problemas, como aumento de preços gerado pela concentração de mercado, o conselho condicionou a aprovação do negócio à venda de parte das lojas do grupo nesses 54 municípios. Essa medida visa garantir a concorrência nesses locais.

O conselheiro relator do processo, Marcos Paulo Verissimo, não divulgou quais são as cidades onde o grupo vai ter que reduzir sua participação de mercado nem quantas lojas precisarão ser vendidas.

De acordo com Verissimo, esse conjunto de ativos é responsável por um faturamento anual de R$ 900 milhões – pouco mais de 2% do faturamento anual do grupo em 2008, que foi de cerca de R$ 40 bilhões.

Multa
O Cade anunciou ainda nesta quarta que aplicou multa de R$ 1 milhão contra a Via Varejo, empresa que surgiu da fusão entre Casas Bahia e Ponto Frio, por prestar informações incorretas ao longo do processo de análise do ato de concentração pelo Cade.

Verissimo disse que não foi encontrado indício de má-fé do grupo, que aceitou pagar a multa apesar de discordar da pena aplicada pelo conselho.

Lily Safra: milionária nascida em Canoas

Leia também nota atualizada clicando abaixo:

Russo perde milhões e Lily Safra retoma mansão

A gaúcha, de Canoas, Lily Watkins Cohen Monteverde Bendahan Safra, de 71 anos, é a brasileira mais conhecida no jet-set internacional. Seus quatro casamentos com bilionários do Brasil, da Argentina, da Inglaterra e do Líbano resultaram num legado de fama, fortuna e lágrimas. Tanto Edmond Safra, seu último marido, como Alfredo Monteverde, com quem se casou em 1965 e que lhe deixou de herança o Ponto Frio, morreram de forma trágica.

A empresa, aliás, lhe despertava sentimentos díspares. Se por um lado o negócio garantia uma importante fonte de renda, por outro lhe trazia lembranças trágicas como a morte do primogênito Claudio Cohen. Diretor de marketing do Ponto Frio, ele foi vítima de um acidente de carro em 1989.

Desde então, Lily Safra começou a se afastar cada vez mais do Brasil. O distanciamento se acentuou nos últimos anos. “A dona Lily só vinha ao Brasil para receber os dividendos do Ponto Frio. Chegava, despachava com os executivos e na sequência embarcava de volta para a Europa”, conta um executivo que atuou na empresa.

Ex-maridos: a cada casamento, incorporava um sobrenome: Cohen vem de Mario,Monteverde de Alfredo e Safra de Edmond

Com a venda do Ponto Frio para o Grupo Pão de Açúcar, na segunda-feira 8, Lily rompeu o último laço que a prendia ao País. Tanto que nem apareceu para assinar a papelada. Toda a negociação foi conduzida por telefone e internet. O contrato foi enviado por email para Londres, onde fica a residência oficial de Lily.

As raras visitas ao Brasil eram motivadas ainda por atividades filantrópicas e eventos da alta sociedade. Em todas as ocasiões Lily era tratada com mesuras.  E não podia ser diferente, segundo um empresário que manteve um relacionamento comercial duradouro com ela: “Ela sempre foi uma pessoa difícil no trato pessoal e que jamais admitia ouvir um não como resposta”, recorda a fonte que pediu para não ter o nome citado.

O sócio minoritário Simon Alouan foi um dos que conheceram a face, digamos, mais agressiva de Lily. Nos últimos 20 anos ela sequer lhe dirigiu a palavra. Apontado por ela como causador da morte do filho Claudio, com o qual ele travou uma ríspida discussão no dia do acidente, Alouan foi expulso do enterro do Claudio.

Apesar do temperamento forte, Lily é tida como uma mulher sedutora. O charme e a beleza foram as armas usadas para conquistar bons partidos, como o argentino Cohen, dono de indústrias do segmento de náilon e com quem teve três filhos: Adriana, Eduardo e Claudio. Na sequência vieram o brasileiro Monteverde, o inglês Samuel Bendahan e o libanês Safra.

Este último, um solteirão convicto, foi fisgado aos 44 anos durante um leilão de arte em Paris, quando disputaram ferozmente um item apregoado. Safra venceu e depois a presenteou com a peça.

Em Londres, para onde se mudou após a morte de Safra, em 1999, Lily estreitou ainda mais seus laços com a nobreza. Fez o mesmo com personalidades do showbiz, como o cantor Elton John e eventos beneficentes patrocinados por ela na Europa e nos Estados Unidos. A faceta filantrópica de Lily, aliás, foi intensificada nesta década. À frente da Fundação Edmond Safra ela se tornou a 20ª maior contribuinte de instituições de caridade britânicas, com a doação de US$ 45 milhões.

Nascida Lily Watkins em Canoas (RS), a cada sobrenome influente adicionado ao seu registro civil ela foi amealhando uma fortuna em heranças, que hoje já soma US$ 1 bilhão, segundo a revista Forbes.

Pão de Açúcar compra Ponto Frio

Grupo de Abilio Diniz cresce nos eletroeletrônicos e líder no varejo brasileiro

O Grupo Pão de Açúcar fechou neste domingo, 7, a compra da rede Ponto Frio e tornou-se líder no varejo brasileiro, com cerca de R$ 26 bilhões de faturamento. A participação dos controladores do Ponto Frio foi adquirida por R$ 824,5 milhões, equivalente a 70,24% do capital total, com parte do valor pago com ações do Grupo.

O objetivo da aquisição é crescer no segmento de eletroeletrônicos, segundo o Pão de Açúcar. Em comunicado à imprensa, o Grupo destaca como principais ganhos resultantes da operação “a grande capilaridade de lojas com localização privilegiada, expertise no comércio eletrônico e na oferta de serviços financeiros ao consumidor, integração logística, entre outros”.

“Com uma sólida estrutura de capital que assegura o crescimento futuro do negócio, o Grupo Pão de Açúcar consolida sua atuação no comércio de eletroeletrônicos, unindo as atividades operacionais e comerciais das duas grandes empresas. Essa consolidação trará sinergias e ganhos de escala que beneficiarão nossos clientes”, afirma na nota o presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, Abílio Diniz.

AE

Ponto Frio pode ficar com Silvio Santos

O Grupo Silvio Santos informou nesta terça-feira o interesse em comprar a rede de lojas Ponto Frio, que já anunciou buscar um comprador.

Em nota, o Grupo Silvio Santos afirmou que o negócio, caso se concretize, “antecipa o projeto de transformar o Baú Crediário em uma das maiores redes do país”.

“Depois de tomar conhecimento da possível venda do Ponto Frio, o Grupo Silvio Santos se posiciona como um dos interessados na compra da rede, atualmente a segunda maior varejista de móveis e eletrodomésticos, com 445 lojas espalhadas pelo país”, informou o comunicado.

A Ponto Frio retomou o projeto de vender as lojas e está atrás de comprador. Lily Safra, viúva do bilionário banqueiro Edmond Safra e acionista majoritária da rede, já tentou negociar as lojas há cerca de dois anos. A iniciativa foi retomada, agora, diante das dificuldades de sucessão do negócio.

Segundo o presidente do Grupo Silvio Santos, Luiz Sebastião Sandoval, a possível compra da Ponto Frio “é um passo importante e vem em boa hora”.

“Conseguiremos avançar alguns anos o nosso planejamento. Anteciparíamos em muito o nosso projeto de cinco anos”, avaliou Sandoval.

O Baú Crediário é a mais nova empresa do Grupo Sílvio Santos, há 50 anos no mercado.

Ontem (30), a Globex Utilidades, companhia que opera a marca Ponto Frio, anunciou queda de 85,5% no lucro líquido no quarto trimestre do ano passado, para R$ 11,2 milhões, ante igual período em 2007. No acumulado de 2008, o recuo foi de 64,2%, para R$ 32 milhões.

Ponto Frio tem 1,5 mil vagas temporárias


O Ponto Frio, rede brasileira de varejo de eletroeletrônicos, eletrodomésticos e produtos para o lar, acaba de anunciar que irá contratar 1,5 mil temporários para reforçar o quadro de funcionários para o Natal.

Os novos colaboradores irão atuar nas lojas da rede presentes nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Goiás, além do Distrito Federal.

A rede vai recrutar para os cargos de Vendedor, Operador de Caixa, Expedidor, Auxiliar de Armazenagem, Operador de Empilhadeira e Conferente.

Para ingressar em uma das lojas, os profissionais devem preencher os requisitos exigidos. Confira quais são eles em cada função:

Vendedor: é preciso possuir o ensino médio completo e ter experiência de, no mínimo, seis meses na área de vendas;
Operador de Caixa: exigem-se o ensino médio completo e experiência mínima de seis meses na função;
Expedidor: com ensino fundamental completo;
Auxiliar de Armazenagem: é necessário possuir o ensino fundamental completo;
Operador de Empilhadeira: os candidatos devem ter o ensino médio completo, experiência de, no mínimo, seis meses na área e certificado de Operador de Empilhadeira;
Conferente: com ensino médio completo e experiência mínima de seis meses na área.

Os interessados em concorrer a uma das chances podem inscrever-se no site do Ponto Frio, no endereço eletrônico http://www.pontofrio.com.br, e clicar nos links “Institucional – Trabalhe Conosco – Cargos de Loja”.
Quem quiser pode entregar o currículo diretamente em uma das lojas da rede, entre os dias 15 de outubro e 28 de novembro, e mencionar no envelope a referência “Natal PF/2008”.

Patricia Magalhães/SP

%d blogueiros gostam disto: