Arquivos de tags: Pequim 2008

Clubes vencem Fifa e Brasil deve perder Diego

As chances dos brasileiros Rafinha e Diego e do argentino Lionel Messi de disputarem os Jogos Olimpicos sofreram um revés nesta quarta-feira, após a mais alta instância da Justiça desportiva mundial ter afirmado que seus clubes não são obrigados a liberá-los.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS), reunida em Pequim, acatou uma solicitação dos clubes Schalke 04, Werder Bremen e Barcelona, depois de a Fifa ter afirmado que as equipes eram obrigadas a liberar os jogadores com menos de 23 anos para o torneio de futebol da Olimpíada.

A Corte, entretanto, acrescentou que a decisão não altera a legalidade da inscrição dos atletas nos Jogos, e que eles continuam autorizados a competir, desde que as equipes os liberem.

“O painel (da CAS) concluiu que Schalke 04, Werder Bremen e Barcelona não tem obrigação legal de liberar os jogadores Rafinha, Diego e Messi, respectivamente, para o torneio olímpico de futebol”, disse a corte em comunicado.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, respondeu imediatamente após o anúncio da CAS:

“A Fifa está desapontada com essa decisão, mas nos respeitamos. Apelo aos clubes: ‘deixem seus jogadores participarem dos Jogos Olímpicos!”‘, afirmou Blatter em comunicado.

Tanto os dois brasileiros, titulares da equipe do técnico Dunga, quanto Messi já estão na China treinando para o início da competição masculina de futebol, na quinta-feira. O Brasil estréia contra a Bélgica. A CBF diz, oficialmente, que ainda não foi comunicada da decisão e que os jogadores continuam no grupo.

AE

Olimpiada: Ataque mata 16 policiais na China

Pelo menos 16 policiais morreram e outros 16 ficaram feridos em um ataque com explosivos perpetrado nesta segunda-feira, 4, contra uma delegacia na região chinesa de Xinjiang, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

Dois veículos invadiram um posto de controle fronteiriço na cidade de Kashgar, e seus ocupantes lançaram duas granadas contra a delegacia. Os dois motoristas dos veículos foram detidos após o ataque, que ocorreu por volta das 8 horas no horário local (21 horas de Brasília).

Em Xinjiang operam vários grupos independentistas que, segundo Pequim, são uma das principais ameaças à segurança dos Jogos Olímpicos, que começam na próxima sexta-feira.

No final de julho, o auto-proclamado Partido Islâmico do Turquestão reivindicou, por meio de um vídeo, a autoria de cinco atentados cometidos nos últimos meses na China, e ameaçou os Jogos Olímpicos de Pequim, embora as autoridades chinesas tenham minimizado a credibilidade destas ameaças.

Em 1º de agosto, as autoridades chinesas reconheceram que as sabotagens por parte de grupos terroristas uigures, etnia majoritária em Xinjiang, eram “mínimas”, apesar do desdobramento em massa de tropas durante os Jogos Olímpicos para prevenir um possível ataque.

Por outro lado, grupos de direitos humanos acusaram a China de usar a guerra contra o terrorismo islâmico nessa região como justificativa para aumentar a repressão à população muçulmana.

%d blogueiros gostam disto: