Arquivos de tags: Mulher

Ampliado direito das mães adotivas

INSS terá que conceder 120 dias de licença-maternidade para mães adotivas. Antes, este direito estava relacionado à idade da criança ou do adolescente

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi obrigado a conceder licença-maternidade de 120 dias para mães que adotarem criança ou adolescente de qualquer idade. Atualmente, a licença é limitada à idade da criança. Além disso, o benefício não é concedido se ela tiver mais de oito anos.

A decisão, da 1ª Vara Federal de Florianópolis, também vale para quem já adotou criança com mais de um ano e ainda está de licença.

Nesses casos, a segurada não será obrigada a pedir a prorrogação do pagamento do salário-maternidade.

LEIA A ÍNTEGRA DA SENTENÇA AQUI

A prorrogação do prazo para 120 dias será efetivada de ofício pelo INSS, independentemente de requerimento administrativo da segurada, informou o instituto.

Na decisão, o juiz federal Marcelo Krás Borges disse ser indispensável que a criança adotada tenha intimidade com os pais nos primeiros meses – por isso a licença deve ser prorrogada para 120 dias.

Para ele, a lei atual desestimula a adoção de crianças que poderiam ter um rumo com o acolhimento e educação em uma família estável.

GASTO IRRISÓRIO – O custo do INSS com a extensão do benefício, disse, será ínfimo quando comparado a benefícios com a educação que terão as crianças adotadas, que precisam de um período de adaptação.

A ação civil pública foi movida pelo Ministério Público Federal. O INSS vai recorrer. O juiz determinou uma multa diária de R$ 10 mil se o instituto não cumprir a sentença.

Segundo o advogado pernambucano especializado em direito previdenciário Paulo Perazzo, as mães adotivas eram prejudicadas no recebimento do salário-maternidade, pois só recebiam uma fração do benefício que variava de acordo com a idade da criança.

Mãe de óctuplos faz filme pornô para pagar dívidas

Atriz pornô Jessica Drake ‘treinou’ Nadya Suleman durante a gravação.
Octomãe aceitou fazer filme para tentar sustentar seus 14 filhos.

Jessica foi a “treinadora” de Nadya durante a performance, segundo o site.

Nadya fez o filme pornô e também aceitou um emprego de stripper na Flórida para tentar evitar a perda de sua casa, disse sua representante. Segundo Gina Rodriguez, esse tipo de trabalho “não é novidade” para sua cliente.

Em abril, Nadya disse que, se fosse necessário, aceitaria empregos no “mercado do entretenimento adulto” para garantir um futuro para seus 14 filhos -ela já tinha 6 quando os óctuplos nasceram.

Mas ela ressaltou que não pretendia se prostituir.

Suleman, de 36 anos, vai fazer dois shows por noite em um clube de West Palm Beach, a partir de 11 de julho.

Ela vai fazer topless durante o show, disse Gina.

O cachê da “octomãe” não foi revelado.

A casa em que ela mora foi posta para leilão, mas ele acabou sendo adiado diversas vezes.

Nadya decretou falência em maio, mas ela não foi aceita por questões burocráticas.

Ela afirmou que não conseguia lidar com dívidas no valor de US$ 1 milhão, segundo a imprensa.

O empresário que vendeu a casa ao pai da mulher disse que já está há mais de um ano sem receber qualquer pagamento, segundo a emissora KTLA.

Nadya se submeteu a um tratamento de fertilidade que a transformou em mãe de óctuplos em janeiro de 2009, o que imediatamente provocou um tremendo interesse midiático nos EUA pelo êxito clínico e abriu um debate sobre a ética da reprodução assistida.

O parto de óctuplos concedeu um status de estrela midiática a Suleman, e inclusive lhe permitiu protagonizar seu próprio programa de televisão.

ELIZABETH II: os números e os segredos reais

O Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II é uma bem-sucedida ação de entretenimento, numa campanha de relações públicas, que desvia a atenção da crise européia e foca na soberana, amada pelos britânicos.

Alguns números dos 60 anos: 12 primeiros-ministros governaram durante o reinado dela; ela já fez 261 viagens a 116 países e o mais visitado foi o Canadá (22 vezes); já posou para 129 retratos oficiais e recebeu 1,5 milhão de pessoas para festas no Palácio de Buckingham.

Chapéus são sua marca registrada (ela é pequena, usa cores fortes e os chapéus fazem Elizabeth II aparecer mais). Detalhe: na bolsa, carrega apenas óculos de leitura, balas de hortelã e batom. Quando vai à missa, aos domingos, leva cinco libras (R$ 15) para o dizimo.

 

GibaUm

Dilma cria dia nacional da MPB

A pianista e regente Chiquinha Gonzaga  - Reprodução
Reprodução
A pianista e regente Chiquinha Gonzaga

A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem lei que cria o Dia Nacional da Música Popular Brasileira, em 17 de outubro. A data foi escolhida por ser o dia do nascimento da pianista e regente Chiquinha Gonzaga (1847-1935), a primeira compositora popular do Brasil. O texto da lei 12.624 foi publicado ontem no Diário Oficial da União.

A carioca Francisca Edwiges Neves Gonzaga, a Chiquinha Gonzaga, transitava por vários ritmos (polca, tango, choro, marcha) e fazia uma ponte entre erudito e popular. É dela a canção Ó Abre Alas, sucesso eterno nos bailes de carnaval. Também fundou a Sociedade Brasileira de Autores Teatrais (SBAT).

Ex baterista dos Ramones vende almôndegas nas ruas de Nova York

O ex-baterista dos Ramones Marky Ramone (foto), único integrante ainda vivo do grupo, trabalha atualmente vendendo almôndegas com molho de tomate pelas ruas de Nova York.

Ramone criou a empresa Cruisin Kitchen (algo como fogão sobre rodas), que vende quatro tipos de pratos com almôndegas numa caminhonete negra pintada com labaredas de fogo e que tem impressa a imagem do músico com sua jaqueta de couro e tocando bateria, como pode ser visto no perfil do Facebook da marca.

As almôndegas, preparadas pelo cozinheiro Keith Album, são “ecléticas e internacionais” e são feitas com diferentes complementos, como o molho de tomate que também leva o nome do ex-baterista: “Marky Ramone’s Brooklyn’s Own Marinara Sauce”.

O frasco de molho de tomate pode ser comprado pela internet por US$ 0,88. A cozinha sobre rodas de Ramone muda de localização com o tempo e desde 1º de abril se encontra nos arredores da sala de concerto The Bell House, no Brooklyn, onde o baterista fez uma apresentação ao lado de seu novo grupo, The Blitzkrieg.

Marky, de 54 anos, que na verdade se chama Marc Bell, participou de míticos discos dos Ramones, como “Road to ruin” e “End of the century”, mas foi expulso do grupo em 1983 por seus problemas com o álcool.

DA EFE, EM NOVA YORK

FRANÇA: Valérie Trierweiler, a mulher que substitui Carla Bruni

A jornalista de 47 anos se transformará na oitava primeira-dama da Quinta República francesa.

Valérie Trierweiler, mãe de três filhos, divorciada duas vezes, iniciou em 2006 um romance secreto com Hollande – que não seria oficializado até 2010 – e desde as eleições primárias do Partido Socialista começou pouco a pouco a abandonar o mutismo midiático.

Nascida em Anger em 1965 no seio de uma família humilde, Valérie Massonneau, seu nome de solteira, foi criada em uma família de seis irmãos e irmãs ao lado de um pai inválido pela guerra e uma mãe que trabalhou como caixa de uma pista de patinação.
“Não eram burgueses, mas também não eram pobres”, contou recentemente um vizinho da família a um jornal local.

A pessoa a quem Hollande definiu como a mulher de sua vida – apesar de ter vivido três décadas e tido quatro filhos com a ex-candidata presidencial Ségolène Royal -, estudou História e Ciências Políticas na Sorbone de Paris.

A jovem jornalista tinha 23 anos quando conheceu Hollande, que aos 34 anos já vivia absorvido pelo universo político, como conselheiro de François Mitterrand e deputado na Assembleia Nacional.

No entanto, o amor entre ambos não surgiu naquela época e, após um primeiro divórcio, Valérie se casou com o jornalista da “Paris Match”, Denis Trierweiler, com quem teve três filhos, hoje adolescentes.

Divorciada de seu segundo marido, embora tenha mantido seu sobrenome, a namorada do novo presidente da França não se casou com o socialista e assegura que nenhum dos dois deseja um matrimônio por protocolo.

PRÊMIO AÇORIANOS DE MÚSICA 2011

A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura, apresenta a 21ª edição doPrêmio Açorianos de Música, referente ao ano de 2011, a maior premiação do gênero no Rio Grande do Sul. A cerimônia será realizada na quarta-feira, dia 9 de maio, a partir das 20h30min, no Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº, Centro Histórico), com entrada franca e aberta ao público, limitada à capacidade física do TSP.

Os interessados em assistir a cerimônia de entrega do Prêmio Açorianos de Música 2011 devem se encaminhar à bilheteria do Theatro São Pedro, nos horários de funcionamento.

Nesta edição, haverá um tributo musical à cantora Elis Regina, nos 30 anos de sua morte. O Conjunto Farroupilha será homenageado pelo conjunto de sua obra.

Também serão dadas menções especiais aos 60 anos de carreira do flautista Plauto Cruz; aos 50 anos de carreira do cantor e compositor Luiz Carlos Borges; ao professor Luiz Osvaldo Leite, por sua representatividade histórica musical; aos 30 anos do programa de TV “Galpão Crioulo”, e aos 25 anos de carreira da Banda Apocalypse.

Na mostra competitiva do Açorianos de Música, concorrem 8 categorias, sendo que, uma delas, a categoria Disco, é dividida em 5 gêneros (Erudito, Instrumental, Regional, Pop e MPB) e subdividida em quatro itens (Compositor, Intérprete, Instrumentista e Disco). Haverá premiação ainda para DVD, Espetáculo, Disco Infantil, Arranjador, Produtor Musical, Projeto Gráfico e Revelação.

O corpo de jurados é formado por jornalistas, músicos e especialistas.

A direção do espetáculo será de Alexandre Derlam e o Mestre de Cerimônias será o ator Leonardo Machado. A Coordenação de Música da SMC está a cargo de Jorge André Brittes.

 PRÊMIO AÇORIANOS DE MÚSICA 2011

THEATRO SÃO PEDRO – 09/05/2012 – 20H30MIN

ENTRADA FRANCA

Mulher: cientista diz ter encontrado ‘ponto G’

Efe

Ginecologista afirma ter encontrado o cobiçado ponto G – zona erógena das mulheres que divide opinião de especialistas – ao dissecar as camadas da parede vaginal do cadáver de uma mulher de 83 anos.


O médico Adam Ostrzenski (foto), da Flórida, nos Estados Unidos, teve seu trabalho sobre o tema publicado no “The Journal of Sexual Medicine”. Um trecho do estudo que foi publicado na internet detalha que o ponto G tem “uma estrutura anatômica diferenciada e se encontra próximo a membrana perineal dorsal, a 16,5 milímetros da parte superior do orifício uretral, formando um ângulo de 35 graus com a borda lateral da uretra.

Entre outros detalhes, o trabalho aponta que o ponto G, denominado assim pelo ginecologista Ernst Gräfenberg, “parece uma bolsa bem delineada no interior da vagina”. A região apresenta paredes que se assemelham a tecidos fibroconectivos e eréteis. Além disso, a parte superior teria visíveis irregularidades de tom azulado.

Sob esse tecido da parte superior, Ostrzenski diz ter achado uma série de “composições em forma de uva”, de 81, milímetros de comprimento, entre 1,5 e 3,6 milímetros de largura e 0,4 milímetros de altura.

O médico do Instituto de Ginecologia de Saint Petersburg, na Flórida, afirma no estudo que a descoberta pode ter “um impacto nos exames e clínicos no campo da função sexual feminina”.

A existência desta região, a qual se atribui a capacidade de aumentar o nível de excitação sexual da mulher e provocar nela orgasmos, é posta em dúvida cientificamente. Já houve relatos, inclusive, da existência de diversos “pontos G”.

Miss Universo passa a permitir transexuais

Canadense Jenna Talackova irá concorrer ainda neste ano

O concurso Miss Universo anunciou hoje que passará a permitir a participação de transsexuais. A primeira será a canadense Jenna Talackova, que irá concorrer neste ano. A justificativa do concurso, organizado pelo milionário Donald Trump, é que homens que mudem de sexo merecem ser tratados como qualquer outra mulher.

A notícia foi comemorada pela Aliança Gay e Lésbica contra a Difamação (GLAAD, em inglês), que defendeu o direito de Jenna participar do concurso. “Os transexuais ainda têm negado a igualdade de oportunidades em termos de habitação, emprego e saúde”, afirmou o porta-voz da entidade, Herndon Graddick.

Jenna foi selecionada para participar do concurso Miss Universo Canadá, que ocorre no dia 19 de maio, mas foi desclassificada em março, quando a organização descobriu que ela era uma transexual.


Algo mais: miss desclassificada por ter sido homem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Loura e de corpo espetacular, ela é a primeira transexual que conseguiu se classificar e chegar a finalista de concurso de miss – no caso,  Miss Universo Canadá.

Jenna Talackova, 24 anos, de Vancouver,  foi finalmente desclassificada, assim que se descobriu que ela nasceu homem e fez cirurgia de troca de sexo em 2010.

Jenna começou o tratamento com hormônios, para mudar de sexo, com 14 anos. E foi submetida à cirurgia em 2010.

– Tudo o que eu posso dizer é que eles me desclassificaram porque eu não nasci “naturalmente” – disse a canadense, em entrevista ao Vancouver Sun.

Jenna disse em entrevista que a desclassificação não tinha sentido, porque ela sempre se sentiu mulher. Acrescentou ainda que era um questão de “direitos humanos”.

Os organizadores do evento acreditam que foram enganados pela modelo, que não contou nada sobre ter nascido homem.

Segundo informações do jornal Mirror, a atual Miss Universo Canadá, Denis Davila, saiu em defesa do concurso.

– Ela se sente como uma verdadeira garota, e é uma verdadeira garota. Ela não esperava que as pessoas pudessem questionar isso. Mas as regras do concurso são muito claras e não existem possibilidades de voltar atrás nisso – explicou Denis.

O comunicado do concurso – cujo dono é Donald Trump –  diz que “ela” não tem os requisitos nescessários para competir com as outras mulheres e que mentiu quando preencheu o formulário. Trump pede que  “respeitem suas conquistas e deseja o melhor para “ela

%d blogueiros gostam disto: