Arquivos de tags: Marte

Nasa 50 anos

A NASA comemora o 50.º aniversário, período marcado por triunfos e tragédias, sobretudo pela perigosa conquista da Lua, em 1969, um dos grandes momentos do século XX. E há planos para novas façanhas nos próximos 20 anos

Futuro da agência espacial americana não parece fácil

A história dos últimos 50 anos não seria a mesma sem esta sigla, NASA, de National Aeronautics and Space Administration, agência espacial americana, cujo maior triunfo até agora foi a conquista da Lua, em 1969.

A NASA comemorou ontem o início do seu 50.º aniversário, que coincide com a decisão do Presidente Dwight Eisenhower de assinar a lei que a criava. Hoje, o objetivo é ir a Marte até 2037 e de regressar entretanto à Lua.

O contexto de 1958 também era de crise, pois a potência rival dos EUA, a URSS, colocara um satélite em órbita, em Outubro do ano anterior. Dividindo o esforço tecnológico por várias entidades, os americanos pareciam estar a perder a corrida.

A NASA só começou a funcionar em Outubro de 1958, com 80 funcionários, e teve o primeiro fracasso em 1961, ao não colocar um homem em órbita antes dos russos. Mas os americanos gozavam de vantagem material, pelo que o contratempo foi compensado pela conquista da Lua. O triunfo da Apollo 11, em Julho de 1969, foi um dos grandes momentos do século XX, embora ensombrado pelo primeiro acidente (Apollo 1) que custara a vida a três homens.

Os voos à Lua eram perigosos e acabaram em 1972. A tripulação da Apollo 13 quase perdeu a vida, num acidente que revelou a fragilidade do programa. Mas a exploração espacial esteve sempre ligada à política. Finda a Guerra Fria, as coisas mudaram, com maior aposta em projectos científicos, com destaque para as sondas Viking e o telescópio Hubble. Nos anos 80, a NASA criou o programa de naves reutilizáveis, muito caro e com dois catastróficos acidentes, que destruíram duas naves, Challenger e Columbia, matando 14 astronautas.

Com um orçamento de 17 mil milhões de dólares e 19 mil empregados, a agência enfrenta hoje um futuro complexo. A nova frota de naves, Orion, não estará operacional antes de 2015 e o vaivém será retirado em 2010. O futuro da dispendiosa Estação Espacial Internacional parece difícil.

NASA

Phoenix confirma existência de água em Marte

A sonda Phoenix, que explora o solo de Marte desde maio, confirmou nesta quinta-feira (31) a existência de água no planeta. A descoberta ocorreu depois que a Phoenix colocou amostras do solo em um instrumento que identifica os gases produzidos por substâncias. Para os técnicos, é a primeira vez que a existência de água é provada quimicamente.

Reuters
Imagens coloridas obtidas pela sonda Phoenix mostram superficie de Marte
Imagens obtidas pela Phoenix mostram Marte

“Nós tínhamos evidências de gelo antes, em observações da sonda Mars Odyssey e por pedaços que desapareceram [do solo de Marte] no mês passado, mas essa é a primeira vez que a água em Marte é tocada e provada”.

A função do Tega é esquentar amostras coletadas pelo braço robótico, transformando os materiais em gases. Com isso, é possível identificar os compostos químicos e analisar sua composição.

Em junho, técnicos da missão já diziam estar convictos de que o material brilhante encontrado na superfície de Marte era gelo, e não sal. Eles chegaram a essa conclusão em razão de quantidades do material que haviam sido fotografadas pela sonda terem desaparecido do solo –indicando que a água congelada sublimou após ter sido exposta no solo.

A Phoenix está em Marte desde o dia 25 de maio com a missão de investigar as características da água e outros materiais existentes no pólo norte do planeta –procurando por condições propícias para a vida no planeta, como compostos orgânicos, ou respostas para questões como a mudança climática.

Com o resultado, a Nasa (agência espacial norte-americana) decidiu estender a missão da sonda até 30 de setembro. A idéia original era que o sistema funcionasse por cerca de três meses, até o fim de agosto.

Nasa.

%d blogueiros gostam disto: