Arquivos de tags: Itaú-Unibanco

Itaú fecha a Redecard

O Itaú Unibanco vai fechar o capital da Redecard, comprando os 49,9% da empresa hoje em mãos de outros acionistas por um valor total de até R$ 11,77 bilhões.

O maior banco privado do país, que teve lucro líquido de R$ 14,6 bilhões em 2011, busca com o movimento melhorar a competitividade de sua operadora de cartões.

Não são esperadas sinergias significativas, uma vez que diversas operações da empresa de cartões já estão integradas ao banco.

O anúncio ocorre depois que a Redecard encerrou o quarto trimestre de 2011 com lucro líquido acima do esperado, a R$ 457 milhões.

Analistas ouvidos pela Exame.com afirmam que a decisão de fechar uma companhia com boa performance no mercado financeiro – alta de 40% no Ibovespa em um ano cuja média foi queda de 18% – pegou o mercado de surpresa.

Mercado em ebulição

Depois do fim da exclusividade das bandeiras Visa e Mastercard com as operadoras Cielo e Redecard, em julho de 2010, o mercado brasileiros de processamento de cartões começou a entrar em ebulição.

A Elavon, segunda maior credenciadora de cartões dos Estados Unidos, com mais de US$ 270 bilhões em transações anuais, já está em fase de testes no país.

A meta da Elavon é ter 15% do mercado nacional até 2015. Até o momento a empresa já fechou por meio do Citibank com oito grandes clientes – entre eles a Walmart – 20 médias e 500 de pequeno porte.

A entrada dos americanos, que no ano passado faturaram estimados US$ 5 bilhões – o mercado brasileiro inteiro no período foi de R$ 542 bilhões – representa mais um concorrente para os gaúchos da GetNet.

A empresa, que já processava cartões privados, ampliou muito seu mercado potencial ao fechar um acordo com o Santander em março de 2010, mas até agora ambos só conquistaram 1,5% do mercado, deixando o resto em mãos do antigo duopólio Cielo e Redecard.

O banco espanhol, no entanto, promete uma reação. Executivos do banco revelaram no começo do ano planos de quintuplicar sua participação de mercado de cartões.

Baguete

Estudantes podem fazer transferências de valor sem custos para o exterior

Os brasileiros que desejam estudar no exterior, aprender um idioma, fazer graduação ou pós em outro país, estão agora com a oportunidade de poder efetuar, sem custos, as transferências de valores para pagamento de despesas escolares, como taxas de inscrição e mensalidades.

A facilidade, chamada de ISPS, na sigla em inglês, ou Serviço De Pagamentos Internacionais Estudantis, está sendo lançada no país por empresas de intercâmbio que atuam nesse segmento, entre elas a Taxback Group, que acaba de fazer uma parceria com o Itaú Unibanco.

Com essa nova facilidade, o estudante consegue mandar valores para instituições de ensino de praticamente qualquer lugar do mundo sem nenhum encargo e em até 48 horas. Para executar uma remessa, é necessário somente creditar uma conta específica junto aos bancos credenciados. Essa é, também, uma grande vantagem para quem contrata o curso por conta própria, já que terá acesso direto ao serviço.

Desde o ano passado algumas agências de intercâmbio têm empregado a ferramenta e a sua disseminação pode ainda baratear os pacotes oferecidos pelas empresas.

Sobre o Itaú Unibanco – Resultado da fusão entre duas grandes instituições financeiras, o Itaú Unibanco está entre os 10 maiores bancos do mundo. O processo ágil de integração, que exigiu capacidade de adaptação de toda a companhia, já aponta excelentes resultados. Passado mais de um ano de operações conjuntas, a instituição consolidou sua liderança em private banking, no financiamento de veículos e no mercado de cartões de crédito com as marcas Hipercard e Itaucard -; avançou significativamente na concessão de crédito imobiliário e intensificou a atuação em pequenas e médias empresas.

De janeiro a setembro de 2010, a instituição registrou lucro líquido de R$ 9,4 bilhões e os ativos consolidados somaram R$ 686,2 bilhões, o maior montante entre os conglomerados financeiros privados do Hemisfério Sul. O patrimônio líquido consolidado totalizava R$ 57,2 bilhões em 30 de setembro de 2010.

Perfil- O Taxback Group está presente no Brasil desde 2003. Com escritórios em 20 países tem parcerias com instituições educacionais na Irlanda e em todo o mundo, facilitando a experiência internacional dos estudantes. O ISPS já é bastante conhecido entre escolas e agências, utilizado em uma rede de 80 instituições bancárias.

Itaú encerra atividades da financeira Taií

O Itaú-Unibanco irá encerrar as atividades das lojas de rua da financeira Taií até o final de maio. Ao todo serão fechadas 135 unidades. Os pontos de atendimento nas parcerias (Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas e Marisa) serão mantidos.

Segundo a assessoria de imprensa, a maior parte dos cerca de mil funcionários e colaboradores dessa rede de lojas será realocado para funções no banco ou na Fininvest, financeira do Unibanco. O fechamento das lojas Taií faz parte da reorganização do grupo após a fusão entre os dois bancos.

No ano passado, antes mesmo do anúncio da fusão entre os dois bancos, o Itaú já havia promovido o fechamento de algumas lojas da Taií, que chegou a ter cerca de 250 lojas de rua.

Os clientes que possuem cartões ativos podem sacar os limites disponíveis nos caixas eletrônicos do Itaú. O pagamento das faturas poderá ser feito nas agências do banco. Os telefones de atendimento continuam os mesmos (4004-9999 nas capitais e regiões metropolitanas e 0800 726 9999 nas demais localidades).

%d blogueiros gostam disto: