Arquivos de tags: Falcao

Falcão lança livro “O Time que Nunca Perdeu”

Trinta anos após a conquista do único título invicto do Campeonato Brasileiro, o ex-volante Paulo Roberto Falcão, eterno ídolo colorado, entrevistou seus 21 ex-companheiros da equipe do Internacional de 1979 e está recontando a história daquela façanha no livro O Time que Nunca Perdeu.

O relato recupera episódios de vestiário, destaca o trabalho do treinador Ênio Andrade e do preparador físico Gilberto Tim e mostra como vivem hoje os campeões do passado.
Todos os jogadores que entraram em campo e participaram de pelo menos alguns minutos de jogo foram ouvidos novamente, com exceção de Adílson Miranda, falecido em 1980 num acidente automobilístico. O livro traz ainda a campanha da equipe, jogo por jogo, com comentários do autor – que, à época, era o capitão do time.

Apresenta também a tabela de classificação dos 94 clubes que participaram do campeonato naquele ano, número recorde até hoje.

O Time que Nunca Perdeu terá pré-lançamento no próximo dia 14 de dezembro, às 19h, no antigo Estádio dos Eucaliptos – onde Falcão e muitos de seus companheiros iniciaram a carreira profissional.

A obra será lançada oficialmente no dia 17 de dezembro, no Beira-Rio, na festa popular pela celebração dos 100 anos do Internacional: o Show do Centenário Colorado.
Livro: O Time que Nunca Perdeu, de Paulo Roberto Falcão (Editora AGE, 117 páginas)
Pré-lançamento: Segunda-feira (14 Dezembro), a partir das 19h
Local: Estádio dos Eucaliptos (Rua Silveiro, 178 – Porto Alegre/RS)
Preço: R$ 29,00

BG

Jornal perde ação movida por Falcão

Diário Popular é obrigado a pagar 50 salários mínimos por reproduzir declarações ofensivas ao ex-jogador

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por unanimidade, manter a condenação imposta ao Diário Popular, de Pelotas, que deve pagar uma indenização no valor de 50 salários mínimos ao ex-jogador de futebol e comentarista da Rede Globo e colunista da Zero Hora, Paulo Roberto Falcão.

O jornal foi condenado por reproduzir declarações da ex-mulher de Falcão, na qual ela o acusava de ter sequestrado o filho do casal e fazia insinuações quanto à sua opção sexual. Segundo o STJ, que tomou a decisão nesta quarta-feira, 6, embora tenha apenas reproduzido a entrevista, o Diário Popular ofendeu a imagem e a dignidade de Falcão.

O Portal Imprensa informou que, em decisão de primeira instância, a editora Gráfica Diário Popular Ltda. já havia sido condenada a indenizar o comentarista em 50 salários mínimos, por danos morais. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul também manteve a sentença e salientou que, ainda que a entrevista tivesse sido publicada anteriormente em outro veículo, o jornal teria violado os direitos de personalidade de Falcão. A defesa alegara que o jornal exercia seu direito de informar, já que a entrevista havia sido publicada anteriormente. No entanto, o relator do processo, ministro Luís Felipe Salomão, deixou claro que o jornal, ao reproduzir a matéria, não esclareceu, por exemplo, que o sequestro citado se tratava, na verdade, do “cumprimento, por um oficial de Paz da Seção de Apreensão de Crianças do Condado de Los Angeles (Califórnia), de uma ordem judicial de guarda conferida a ele pela Justiça brasileira e confirmada pela justiça americana”.

O relator registrou que o Diário Popular deveria ter checado minimamente informações que facilmente seriam desmentidas. “Ao assim agir, difundindo a um maior número de pessoas a notícia, o

Record condenada a indenizar Falcão por danos morais

A TV Record foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar uma indenização de R$ 200 mil ao ex-jogador de futebol Paulo Roberto Falcão por danos morais.

Na última quinta-feira (28/8), o TJ-SP entendeu que a intenção da Record foi denegrir a imagem de Falcão. Reportagens exibidas nos programas “Note e Anote” e “Fala Que Eu Te Escuto” afirmavam que o jogador teria seqüestrado seu filho e que sua esposa o teria visto tomando banho com outro homem.

Entretanto, o que houve foi que Falcão recuperou judicialmente a guarda de seu filho, que estava nos Estados Unidos. Ele entrou com uma ação judicial por danos morais contra a emissora, e os desembargadores do TJ-SP entenderam que “houve clara superação dessas regras, que causaram inegável situação de enxovalhamento do nome do jogador. Ainda que eventualmente verdadeiros os fatos, não estava a ré autorizada a tratar as questões da forma como o fez”.

De acordo com o site Consultor Jurídico, o bispo que apresentou um dos programas afirmou que Falcão falsificou um documento para conseguir trazer seu filho de volta ao Brasil. “Se não sabia como são operadas essas medidas, devia [o bispo] silenciar a respeito e não fomentar mau juízo sobre a conduta alheia, assentada em procedimento governamental”, informou a sentença.

Portal Imprensa

Cinema: Falcão premiado

O filme “Falcão, meninos do tráfico”, de MV Bill e Celso Athayde, ganhou o prêmio de Melhor Documentário no Festival de Milão, que vai até segunda-feira.
O filme, com o troféu do júri já garantido, só deve ser exibido para o público no sábado.

Ancelmo

%d blogueiros gostam disto: