Arquivos de tags: Eleições Porto Alegre

Eleições: resultado em 30 cidades

Capitais, votos válidos, arredondados!

@-São Paulo, SP: Gilberto Kassab (DEM) 60%;

@-Rio de Janeiro, RJ: Eduardo Paes (PMDB) 53%;

@-Belo Horizonte, MG: Marcio Lacerda (PSB) 60%;

@-Salvador, BA: João Henrique (PMDB) 59%;

@-Manaus, AM: Amazonino Mendes (PTB) 58%

@-Porto Alegre, RS: José Fogaça (PMDB) 58.97%;

@-Belém, PA: Duciomar Costa (PTB) 60%;

@-São Luís, MA: João Castelo (PSDB) 56%;

@-Cuiabá, MT: Wilson Santos (PSDB) 60%;

@-Florianópolis, SC: Dário (PMDB) 57.68%;

@-Macapá, AP: Roberto Góes (PDT) 52%.

———————————————————-

@Cidades (acima de 200mil eleitores), votos válidos e arredondados!

@-Guarulhos, SP: Almeida (PT) 57%;

@-São Bernardo do Campo, SP: Luiz Marinho (PT) 58%;

@-Santo André, SP: Dr. Aidan (PTB) 55%;

@-Contagem, MG: Marilia Campos (PT) 57%;

@-Juiz de Fora, MG: Custódio Mattos (PSDB) 52%;

@-Londrina, PR: Antonio Belinati (PP) 53%;

@-Joinville, SC: Carlito (PT) 64%;

@-Campos, RJ: Rosinha Garotinho (PMDB) 55%

@-São José do Rio Preto, SP: Valdomiro Lopes (PSB) 52%

@-Mauá, SP: Oswaldo Dias (PT) 51%

@-Vila Velha, ES: Neucimar Fraga (PR) 53%;

@-Campina Grande, PB: Veneziano (PMDB) 51.55%;

@-Pelotas, RS: Fetter (PP) 56.35%;

@-Canoas, RS: Jairo Jorge (PT) 53%;

@-Bauru, SP: Rodrigo Agostinho (PMDB) 55%;

@-Petrópolis, RJ: Paulo Mustrangi (PT) 65.05%;

@-Montes Claros, MG: Tadeu (PMDB) 53%;

@-Anápolis, GO: Antonio Gomide (PT) com 76%;

@-Ponta Grossa, PR: Wosgrau (PSDB) 52.25%

Observação: vermelho e roxo: base aliada do Governo. Azulzinho: oposição

Blog Brasil Brasil do Nogueira Jr

Porto Alegre: Lula grava apoio a Maria do Rosário

Finalmente Lula gravou uma mensagem de vídeo pedindo votos para Maria do Rosário, candidata do PT a prefeita de Porto Alegre. A gravação foi feita esta tarde. E irá ao ar amanhã e na sexta-feira, últimos dias de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

O PMDB do prefeito José Fogaça, candidato à reeleição, sempre foi mais aliado do PSDB do que do governo Lula. No passado, Fogaça foi líder no Senado do governo Fernando Henrique. E Eliseu Padilha, atual coordenador da campanha de Fogaça, ministro.

Mesmo assim, Lula se negou a gravar em favor de Maria do Rosário alegando que não queria arranjar problemas com o PMDB. Gravou no fim do jogo, quando a reeleição de Fogaça é quase certa. Espertinho!

NoBL

Eleições: Mulheres tentam no segundo turno

Para cada 100 prefeitos eleitos, nove são do sexo feminino

O segundo turno das eleições, neste domingo, pode ajudar a engrossar a lista de mulheres escolhidas para ditar os rumos de cidades brasileiras pelos próximos quatro anos.

No primeiro turno da sucessão municipal, foram eleitas apenas 498 das 1.620 mulheres que disputavam um cargo de prefeito. Um magro percentual entre os vitoriosos. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as eleitas representam somente 9,1% do total de eleitos no primeiro turno. Já os homens abocanharam a maior parte dos cargos de prefeito. Ao todo, 4.986 dos 12.944 candidatos foram eleitos. Isso representa 90,9% dos eleitos.

De acordo com o TSE, na primeira fase da disputa eleitoral, 5.484 prefeitos — entre homens e mulheres — foram eleitos.

Mulheres estão em busca do comando de cidades importantes no cenário político nacional. Esse é o caso de Marta Suplicy (PT), que briga com Gilberto Kassab (DEM) pela Prefeitura de São Paulo (SP), e da também petista Maria do Rosário, que disputa a Prefeitura de Porto Alegre (RS) com José Fogaça (PMDB). Outros municípios vivem situações inusitadas.

Em Campos dos Goytacazes (RJ), o TSE liberou a realização de segundo turno. A disputa tinha sido encerrada no primeiro turno, com a vitória de Rosinha Garotinho (PMDB), mas uma pendência judicial envolvendo o candidato Arnaldo Vianna (PDT) modificou o quadro. Ao julgar um recurso proposto por Vianna, que teve o registro impugnado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) e ficou fora da disputa, os ministros anularam a decisão e decidiram que o TRE precisa rever o julgamento. Já os 4.271 eleitores da pequena Benedito Leite (MA) vão votar para prefeito pela primeira vez no domingo. A eleição foi anulada porque os moradores colocaram fogo nas 400 urnas da cidade em protesto pelo cancelamento de 400 títulos de eleitor. Penélope Barros (PMDB) está no páreo.

Segundo o TSE, o Acre foi o estado que mais elegeu mulheres em relação ao número de concorrentes (veja tabela). Das quatro candidatas, duas foram eleitas para prefeituras no estado (50%). O Rio Grande do Norte aparece em segundo lugar. Das 55 candidatas, 27 foram eleitas prefeitas — o que equivale a 49% do total. Foi o caso, por exemplo, de Micarla de Souza (PV).

Em números absolutos, São Paulo, que tem o maior colégio eleitoral do país, teve o maior número de prefeitas eleitas — 52. Foi seguido por Minas Gerais, que elegeu 50 mulheres. A Bahia teve 46 prefeitas eleitas. Em Roraima, os 15 eleitos são homens.

Mirella D’Elia Correio Braziliense

Porto Alegre: Maria troca de marqueteiro

– O marqueteiro pernambucano Alexandre Augusto chega à Porto Alegre para atuar na campanha de Maria do Rosário (PT) com a missão de “apimentar” o segundo turno das eleições municipais. Embalado por uma vitória no primeiro turno de João da Costa (PT) na disputa da prefeitura do Recife, substituiu o mineiro Augusto Fonseca, que integrou a equipe de TV na primeira etapa da campanha.

A falta de acordo sobre os valores para o segundo turno foi um dos fatores que teria motivado o afastamento consensual de Fonseca, informou o site zerohora.com. Em entrevista ao portal ele admitiu ter enfrentado cobranças de alas da esquerda por uma campanha mais dura.

O coordenador de comunicação não cita mudanças, mas afirma que a substituição foi motivada não apenas por questões financeiras. Além de encarar a vinda de Alexandre Augusto como um reforço, Oliveira ressalta que o tom da campanha do segundo turno será marcado por um profundo debate sobre os desafios e problemas da cidade, sendo que as peças publicitárias irão destacar as diferenças entre os planos e projetos das duas candidaturas.

Segundo pesquisa do Ibope, publicada no último domingo no jornal Zero Hora, o candidato à reeleição José Fogaça (PMDB) tem 51% das intenções de voto e a candidata do PT registra 40%. Considerando apenas os votos válidos, o Ibope mostra Fogaça com 56% e Rosário com 44%.

Coletiva.net

Ibope: Fogaça sai na frente no 2º turno

O prefeito de Porto Alegre e candidato à reeleição, José Fogaça (PMDB), saiu na frente na disputa pelo segundo turno das eleições municipais na capital.

Fogaça aparece com 51 por cento das intenções de voto, enquanto a adversária Maria do Rosário (PT) tem 40 por cento na pesquisa divulgada pelo Ibope, no sábado.

Fogaça venceu o primeiro turno das eleições com 43,8 por cento. Rosário fez 22 por cento. O candidato à reeleição também leva vantagem na expectativa de vitória. Entre os entrevistados, 63 por cento disse acreditar que Fogaça será o próximo prefeito, enquanto 31 por cento aposta na vitória de Rosário.

O Ibope ouviu 1001 eleitores entre 9 e 10 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais. Os indecisos são 4 por cento, enquanto a margem de eleitores que pretendem votar em branco ou anular ficou em 5 por cento.

A pesquisa foi realizada antes do reinício da propaganda eleitoral gratuita que voltou a ser veiculada no sábado, 11 de outubro.

A pesquisa foi contratada pela RBS TV e está registrada com o número 110/2008 na 161ª Zona Eleitoral de Porto Alegre.

Reuters/ZH

Eleições Porto Alegre: Onyx campanha em crise

Problemas na campanha do DEM para a prefeitura de Porto AlegreFoto: Robinson Estrásulas

Robinson Estrásulas

O principal mote da campanha do Democratas à Prefeitura de Porto Alegre “Onyx cumpre a palavra, Porto Alegre pode confiar” está sendo questionado por gente que até pouco trabalhava pela eleição do candidato. Desde terça-feira a produtora responsável pelo programa fechou as portas para novas gravações pela falta do pagamento de uma parcela de R$ 500 mil, a segunda de duas contratadas verbalmente com profissionais que sempre trabalharam com o Partido Progressista. O DEM atraiu o PP para a coligação com a promessa de cobrir os custos da campanha proporcional.

. “A campanha me deve dinheiro, o que deixou 40 profissionais na lona”,queixou-se Tânia Moreira, diretora da Produtora Mor, de Porto Alegre. Onyx abandonou o estúdio que usava até agora e passou a gravar de forma mais modesta no comitê da Avenida Polônia. A produtora Mor foi desautorizada de deixar os programas nas emissoras de TV. Quarenta profissionais trabalhavam na equipe e tiveram atraso no pagamento. Pessoas ligadas ao PP criticam a centralização das decisões nas mãos do candidato.

BLOG do Andre Machado

Záchia sai da campanha de Fogaça

O Coordenador político da campanha de José Fogaça em Porto Alegre, o deputado estadual Luiz Fernando Záchia ( a direita na foto ) emitiu a seguinte nota comunicando seu afastamento da função. Záchia contesta dados enviados ao Ministério Público de Contas, os quais levantariam suspeita de enriquecimento ilícito.

Leia a íntegra da nota:

Em relação as matérias veiculadas pela imprensa, venho a público prestar os seguintes esclarecimentos, a fim de repor a verdade dos fatos:
1. A denúncia apresentada ao Ministério Público de Contas do TCE não guarda relação com a minha realidade patrimonial.
2. O objeto da denúncia refere que, quando chefe da Casa Civil do Governo do Estado, em 2007, teria adquirido um apartamento de cobertura em bairro nobre da Capital. Não comprei, não possuo e não moro em uma cobertura.
Na verdade troquei de apartamento no ano de 2007, comprando em construção o apartamento – não uma cobertura- e dando como parte de pagamento o imóvel em que residia.
3. Ainda, também no ano de 2007, teria adquirido terreno e edificado uma casa no litoral gaúcho. Igualmente não é verdade. Na verdade comprei um terreno de forma parcelada em condomínio na praia no ano de 2003, onde posteriormente construí minha residência.
Nem as datas, nem as características dos imóveis, nem os valores, das transações correspondem a realidade da citada denúncia.
Para finalizar, reafirmo que todas as informações , contrato de compra e venda, declaração de imposto de renda meu e de minha família, assim como demonstração de rendimentos, relação de bens e contratos de prestação de serviços, foram encaminhados, por iniciativa própria, ao Procurador do Ministério Público de Contas.
Em função da possibilidade dos fatos noticiados interferirem no processo eleitoral em curso, buscar sobretudo, confundir os eleitores e proporcionar dúvidas quanto a postura de retidão da campanha da coligação “Cidade Melhor Futuro melhor” , comuniquei ao meu partido a decisão de me licenciar da Coordenação Política da campanha, para que tais inverdades não sejam exploradas politicamente.

Informo ainda que, face aos prejuízos causados a minha imagem de homem público, constituí representante legal para buscar na Justiça a devida reparação.
Dep. Estadual Fernando Záchia
26 DE SETEMBRO DE 2008″

TCE investiga deputado Luiz Fernando Záchia

A compra de dois imóveis de luxo levou o deputado estadual Luiz Fernando Záchia (PMDB) a ser investigado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Rio Grande do Sul por suspeita de enriquecimento ilícito. A informação está na Folha, de hoje.

Ex-presidente da Assembléia Legislativa gaúcha e ex-chefe da Casa Civil da governadora Yeda Crusius (PSDB), Záchia é o coordenador da campanha à reeleição do prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB).

As suspeitas recaem sobre a compra de um apartamento em Porto Alegre e de uma casa no município de Xangri-lá, balneário 130 km ao Norte da capital. Nenhum deles está registrado no nome do deputado. Propriedades similares nos locais valem, somadas, entre R$ 1,4 milhão e R$ 1,6 milhão, segundo imobiliárias – mais do que o triplo dos bens que Záchia declarou à Justiça Eleitoral antes de concorrer à reeleição, em 2006 (R$ 438 mil).

O apartamento de Porto Alegre, onde Záchia vive atualmente, foi adquirido no ano passado, quando o deputado estava na Casa Civil, coordenando a articulação política da governadora tucana.O imóvel tem 234 m>2< e fica num bairro de classe média alta. Imóveis estão à venda no mesmo prédio por valores entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão.

No cartório, o apartamento está em nome de Durafa Empreendimentos Imobiliários, que construiu o edifício. Já a casa tem 222 m e fica no Carmel (foto), um condomínio fechado que conta com um lago particular, próximo da praia de Atlântida, uma das mais badaladas do litoral gaúcho. Záchia comprou o terreno no condomínio em 2004 e construiu a casa.

O TCE-RS começou a investigar a evolução patrimonial de Záchia no início deste mês e mantém o caso sob sigilo.

O deputado Luiz Fernando Záchia (PMDB) nega irregularidades na sua evolução patrimonial e diz que comprou os imóveis por R$ 975 mil, somando os dois, e que eles constam na declaração de imposto de renda do ano passado. Ele atribuiu a adversários -cujos nomes não mencionou- a denúncia que originou a investigação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) gaúcho sobre seus bens.
Záchia diz que o apartamento em Porto Alegre custou R$ 675 mil. Ele afirma ter pago R$ 500 mil em abril de 2007 e parcelado o restante. O dinheiro, diz, veio da venda de outro apartamento e do FGTS de sua mulher.

Uma compra abaixo do valor de mercado foi a explicação para a casa de veraneio em Xangri-lá, no litoral. Záchia afirma ter comprado o terreno em 2004 parcelado com uma entrada de R$ 10 mil e o restante dividido em 24 parcelas. Ele alega que o apartamento segue em nome da Durafa Empreendimentos Imobiliários porque ainda não foi integralmente pago, e a casa de praia continua em nome da Malpaso por causa de problemas com o licenciamento municipal.
O dono da Malpaso, Solon Soares, disse que vendeu o terreno abaixo do preço de mercado por causa de “relações de amizade e família”. A Durafa não se manifestou. O procurador do TCE, Geraldo Da Camino, não comentou o caso alegando sigilo.

FSP

Revista Voto: Fogaça e Manuela no 2o. turno

Se a eleição fosse hoje em Porto Alegre, o PT estaria fora da disputa pelo segundo turno, que seria travada entre José Fogaça e Manuela D’Ávila. Fogaça está com 32% e Manuela crava 16,2%. Este resultado é da espontânea, quando o eleitor é chamado a dizer em que vai votar, sem ver lista alguma. Maria do Rosário está com 14,9%.

. A revista vai para as bancas nesta sexta-feira. A capa é Manuela, que promete tirar o PT do segundo turno em Porto Alegre.

. A segunda pesquisa realizada nos dias 27 e 28 de agosto em Porto Alegre pelo Instituto INDEX em parceria com a Revista VOTO, mostra um grande avanço do candidato à reeleição José Fogaça, e da candidata Manuela D´Avila

Na simulação espontânea Fogaça cresce mais de 16% em relação à pesquisa publicada na edição anterior, Manuela acompanha o atual prefeito e cresce de 5,9% para 16,2%. A pesquisa VOTO/INDEX foi registrada no cartório eleitoral no dia 28 de agosto com o nº 48/2008. Margem de erro de 2,9%. Base: 1200 entrevistas.

Jornalista Polibio Braga

%d blogueiros gostam disto: