Arquivos de tags: Delegado da PF

Blog Protógenes traz mais sobre Satiagraha

Depois de se afastar do comando da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, o delegado Protógenes Queiroz é apontado como responsável por um blog na internet que reúne detalhes da sua carreira na instituição. O blog supostamente criado por Protógenes reúne matérias de jornais e sites com informações sobre o seu afastamento forçado do comando da Operação Satiagraha, além de detalhes sobre o seu “currículo” como delegado federal.

Apesar do título do blog ser “Blog do Protógenes Queiroz”, o delegado não fala em primeira pessoa sobre as suas atividades.

Ao relatar o episódio em que teria sido forçado a deixar a operação, ele fala que “curiosamente Protógenes teria comentado com aliados que esse afastamento desmerece seu trabalho e causa prejuízo muito grande à investigação”. O delegado afirma que “Protógenes formalizou uma representação junto ao Ministério Público Federal, em São Paulo, que abriu procedimento para apurar se as investigações sofreram, ou estão sofrendo, algum tipo de obstrução”.

Entre as reportagens citadas por Protógenes no blog estão as que acusam a cúpula da PF de forçar o seu afastamento da operação depois de “excessos” -como divulgação de imagens da prisão de Celso Pitta, flagrado de pijamas.

O blog lista as operações da PF já conduzidas por Protógenes antes da Satiagraha, como a que resultou na prisão do contrabandista Law Kin Chong e as investigações de fraudes e evasão de divisas no caso Corinthians/MSI.

A PF não confirma se o blog é efetivamente de Protógenes. Como o blog seria uma atividade pessoal do delegado, a Polícia Federal não comenta o assunto. O delegado também vem se mantendo afastado da mídia desde que deixou o comando da Operação Satiagraha.

Protógenes está em Brasília onde participa de um curso de reciclagem promovido pela Academia da Polícia Federal. Em conversas com interlocutores, o delegado revelou que foi forçado a deixar as investigações depois de “excessos” cometidos na operação.

Protógenes também encaminhou denúncia ao Ministério Público de São Paulo para denunciar a obstrução da própria PF ao seu trabalho. Na representação, o delegado reclama que foi prejudicado pela falta de recursos humanos e materiais para a condução das investigações.

FSP

%d blogueiros gostam disto: