Arquivos de tags: delegada Alessandra Wilker

Caso Bruno: delegadas são afastadas

As  delegadas Ana Maria Santos e Alessandra Wilke, da Delegacia de Homicídios de Contagem (MG), que vinham conduzindo o inquérito sobre o seqüestro e morte da jovem Eliza Samudio, foram afastadas do caso na tarde desta segunda-feira. Ela está sendo responsabilizada, pela cúpula da Polícia Civil mineira, pelo vazamento do vídeo em que o goleiro Bruno, do Flamengo, afirma desconfiar de seu funcionário Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, como responsável pelo desaparecimento da jovem.

A exibição do vídeo, na noite de domingo, pelo programa Fantástico, da Rede Globo, está rendendo mais problemas às autoridades de segurança envolvidas na investigação. Além de não acrescentar fatos novos à investigação, o vídeo, aparentemente feito com um celular dentro do avião, cai bem na estratégia da defesa de desqualificar a investigação e, pior, os investigadores.

O advogado Ércio Quaresma, que defende Bruno, Macarrão e outros quatro envolvidos, chamou de “circo de horrores” o Departamento de Investigações da polícia mineira. Quaresma denunciou uma suposta agressão sofrida por Macarrão. Segundo Quaresma, ele teria levado um “tapão” do delegado Júlio Wilke.

Na manhã desta segunda-feira, antes mesmo do anúncio do afastamento de Alessandra Wilke, o advogado Frederico Franco, que integra a equipe de Ércio Quaresma, havia anunciado que entraria com uma representação contra os investigadores na Corregedoria de Polícia Civil.

Diante da oportunidade de atacar a investigação, Bruno e Macarrão resolveram falar, e estão sendo ouvidos desde o início da tarde no Departamento de Investigações. O assunto, obviamente, não são informações que interessam ao inquérito, mas denúncias que, se comprovadas, podem colocar em risco os progressos da apuração da Polícia Civil até o momento.

O inquérito passa a ser presidido pelo chefe do departamento, delegado Edson Moreira. A titular da Delegacia de Homicídios. No avião que levou Bruno do Rio para Belo Horizonte viajaram as delegadas Alessandra e Ana Maria; Bruno e Macarrão; dois tripulantes (piloto e copiloto); uma assessora de imprensa da Polícia Civil e dois agentes.

%d blogueiros gostam disto: