Arquivos de tags: Crime Bruno

Caso Bruno:buscas de corpo em casa do ex-policial russo

NOTA ATUALIZADA EM 08/07/2010
Bruno estava junto na casa tomando cerveja na hora do assassinato!

As policias civis do Rio e de Belo Horizonte acabam de encontrar a casa onde estariam restos mortais de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, do Flamengo, desaparecida há cerca de um mês.

A casa em construção, no município de Vespasiano, a 27 quilômetros de Belo Horizonte, seria de um policial, de nome Marcos ( O Russo) . Os agentes chegaram até o lugar depois de oito horas e meia de buscas, orientados pelo adolescente de 17 anos apreendido ontem na casa de Bruno, no Recreio, e que confessou participação no sequestro da jovem. Bastante cansados, os policiais comemoraram. A rua está interditada.

A nota do site do Ministério Público do Rio de Janeiro que fala da decretação da prisão temporária do goleiro Bruno, do Flamengo, e de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, diz que o menor detido nesta terça contou à polícia que Eliza Samudio foi morta por estrangulamento. O adolescente foi apreendido na casa de Bruno, no Recreio dos Bandeirantes, e vai ajudar nos trabalhos de localização do corpo da vítima.

Bruno e Macarrão tiveram a prisão decretada pelo crime de sequestro de Eliza Samudio, ex-amante do jogador. O pedido de prisão por cinco dias foi feito pelo coordenador da 1ª Central de Inquéritos do MPRJ, Homero das Neves Freitas Filho, no fim da noite desta terça ao Plantão Judiciário. O advogado Ércio Quaresma Firpe, que defende Macarrão, afirmou, em entrevista à Globo News TV, em Minas Gerais, que tem “medo de tantas atitudes medonhas” que a polícia e do Ministério Público do Rio de Janeiro estão tomando no caso Bruno

A mulher do goleiro, Dayanne, já foi presa em Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira, por subtração de incapaz (ela foi encontrada com o filho de Eliza, após o desaparecimento da moça). A Justiça expediu, no total, oito mandados de prisão contra envolvidos no desaparecimento de Eliza. .

As medidas foram tomadas após depoimento do menor, que é primo de Bruno, na Divisão de Homicídios do Rio, na terça-feira. Ele confessou ter participado do sequestro de Eliza na noite de 4 de junho na saída de um hotel na Barra da Tijuca.

A movimentação é intensa na entrada da Delegacia de Homicídios da Barra da Tijuca, no início da tarde desta quarta-feira, onde curiosos e jornalistas aguardam a prisão do goleiro Bruno, decretada pela Justiça esta manhã. O caso atraiu não só os jornais do Rio, mas também de outros estados e até mesmo a imprensa estrangeira. No momento, 15 equipes da polícia estão à procura do goleiro.

G1/Globo

%d blogueiros gostam disto: