Arquivos de tags: CPI

Pedofilia: Google entrega 18.500 álbuns do Orkut à CPI

O Google Brasil entregou hoje (5) à CPI da Pedofilia informações sobre 18.500 álbuns fechados do Orkut suspeitos de hospedar imagens de pornografia infantil.

Os álbuns foram localizados através de denúncias feitas por usuários da rede à Ong Safernet.

O presidente da CPI, senador Magno Malta (PR-ES) espera que pelo menos sete mil pedófilos serão identificados. Ele também destacou o relacionamento entre o Google e o colegiado. “A partir da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta [TAC] pelo Google, a empresa tem sido uma grande parceira da CPI, das autoridades policiais e da sociedade brasileira”, ressaltou Magno Malta.

Redação Adnews, com informações da Agência Senado.

RS: Cai mais um do governo Yeda Crusius

A saída de Ronei Ferrigolo (foto) da presidência da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs) já era esperada.

Ferrigolo foi citado em reportagem da Revista Veja por ter supostamente recebido complementação salarial da Federasul quando assumiu o cargo, em setembro do ano passado. O Ministério Público investiga o caso.

Outra suspeita, a de que ele seria sócio oculto de uma empresa que presta serviços para a Procergs, é objeto de uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado, que está em fase de conclusão.

Ferrigolo tentou manter-se no cargo,mas sua situação ficou insustentável após a denúncia na Veja de que ele recebeu uma complementação salarial paga pela Federasul.

Além disso, o Tribunal de Contas do Estado investiga uma licitação da Procergs, sob suspeita de irregularidade envolvendo a empresa Processor, da qual Ferrigolo era sócio. Em nota oficial, Ferrigolo diz que foi vítima de “denúncias covardes e anônimas” que expressariam “resistência a um projeto de mudanças”. A saída do presidente da Procergs engorda a lista de secretários e dirigentes de estatais afastados desde o início do governo Yeda Crusius (PSDB). A lista é longa. Alguns dos principais casos:

Ênio Bacci – Segurança Pública
José Francisco Mallmann – Segurança Pública
Vera Callegaro – Meio Ambiente
Luiz Fernando Zacchia – Casa Civil e Sedai
Cezar Busatto – Casa Civil
Delson Martini – Secretário Geral de Governo
Ariosto Culau – Planejamento
Flávio Vaz Netto – Detran
Nelson Proença – Desenvolvimento e Assuntos Internacionais
Paulo Azeredo – Obras
Paulo Fona – Porta-voz e Comunicação
Cel. Edson Ferreira Alves – Brigada Militar
Renato Breunig – Fepam
Marcelo Cavalcanti – “Embaixador” do RS em Brasília

Qual será a próxima cabeça a rolar?

do Blog: RSUrgente

Yeda Crusius garante reestruturação do Detran

Yeda Crusius, governadora do Rio Grande do Sul, anunciou projeto de reestruturação do Detran local, apontado como um dos locais onde há loteamento de cargos públicos.

O esquema foi divulgado pelo vice-governador Paulo Feijó (DEM), que tornou públicas conversas onde Cezar Busatto, ex-chefe da Casa Civil, confirmava o loteamento e o uso de dinheiro do local para o financiamento de campanhas eleitorais.

Entre as medidas, está confirmada a ampliação do quadro de funcionários, que passará a 416 pessoas. Além disso, será realizado concurso público e estruturado um plano de carreira para o órgão. O governo também quer agilizar os processos de multas, os leilões de veículos e reestruturar as juntas de recursos e infrações.

Segundo Yeda, as mudanças já estavam previstas antes da criação, na Assembléia Legislativa gaúcha, de uma CPI para investigar o Detran.

CPI terá acesso a 19 pastas secretas de Lula

Em reunião a portas fechadas, que acabou há instantes, a CPMI dos Cartões Corporativos decidiu examinar as 19 pastas em poder do Tribunal de Contas da União que contêm os gastos secretos do presidente Lula e de seus familiares com cartões de pagamento do governo, assim como gastos do “tipo B”.

O exame poderá ser feito durante trinta dias, entre 22 de abril e 22 de maio, e os parlamentares poderão se fazer acompanhar de um assessor, mas terão de assumir o compromisso de não desrespeitar o “sigilo”. Eles não poderão usar celular, nem máquinas fotográficas, e manusearão a papelada na companhia de um técnico do TCU.

A reunião foi tensa e a bancada governista tentou impedir a decisão, que foi exclusiva da presidente da comissão, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS).

CPI quebra o sigilo de 3 mil álbuns no Orkut

 

A CPI da Pedofilia aprovou ontem a quebra do sigilo de 3.261 álbuns privados publicados no site de relacionamentos Orkut, que pertence à Google, com suspeita de conter material pornográfico.

Essas páginas foram denunciadas, de novembro de 2007 até março, à ONG SaferNet Brasil, que monitora e denuncia crimes na internet. Elas são bloqueadas por um sistema de privacidade e só podem ser vistas por pessoas autorizadas pelos seus donos.

Fotos, imagens e recados provenientes dessas páginas serão disponibilizados para investigações, além de todos os dados cadastrais de quem criou a página no site.

O requerimento da quebra de sigilo foi aprovado durante reunião da CPI, da qual participaram o diretor-presidente da Google no Brasil, Alexandre Hohagen, e o procurador da República Sérgio Suiama.

O Orkut é o maior responsável pela difusão de material pedófilo na internet. Segundo dados da SaferNet, 90% das denúncias feitas à ONG são relacionadas à difusão da pedofilia por meio do site de relacionamentos Orkut.

Hohagen afirmou que o site contém 27 milhões de páginas criadas por brasileiros, das quais cerca de 0,4% apresentam conteúdo pedófilo. Ele compareceu à CPI acompanhado do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça), que na semana passada passou a defender a Google.

Hohagen citou algumas medidas para colaborar no combate à pedofilia. Entre elas, se comprometeu a ampliar de 30 dias para seis meses o arquivamento do registro dos computadores e dos dados cadastrais de usuários considerados suspeitos; a usar filtros mais modernos que impeçam a postagem de fotos e vídeos que contenham pornografia infantil

Senado cria a CPI dos Cartões Corporativos

O presidente do Senado, Garibaldi Alves, no final da tarde indeferiu uma questão de ordem da líder do PT, Ideli Salvatti (SC), e decidiu pela criação da CPI dos Cartões Corporativos, após a leitura de requerimento subscrito por 32 senadores.

Dentre os temas a serem investigados pela CPI estão os gastos com cartões corporativos de familiares do presidente Lula, como sua filha Lurian, que reside em Santa Catarina e desfruta de uma caríssima estrutura à sua disposição.

Garibaldi pediu ainda que as lideranças partidárias indique os respectivos representantes para compor a comissão. 

CH

Google vai responder sobre pedofilia no Orkut

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia aprovou, nesta quinta-feira (3), requerimentos de convocação do diretor-presidente do site de buscas Google no Brasil, Alexandre Hohagen, e do diretor de comunicação, Félix Ximenes, para prestar depoimento na próxima quarta-feira.

Os senadores querem ouvir os dois sobre denúncia do presidente da ONG SaferNet Brasil, Thiago Tavares Nunes de Oliveira, de que o site de relacionamento Orkut, pertencente ao Google, abrigaria mais de três mil endereços com material de pornografia infantil. Essas páginas contam com um sistema de segurança que só permite serem vistas por pessoas autorizados por seus criadores.

Os diretores do Google já haviam sido convidados para falar à CPI mas, alegando outros compromissos, não compareceram. Mais cedo, o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos entrou em contato com o presidente da comissão, senador Magno Malta (PR-ES), informando ter sido contratado como advogado do Google.

Agência Senado

%d blogueiros gostam disto: