Arquivos de tags: Consumo

Adoçantes são multados por propaganda enganosa

As fabricantes de adoçantes Gold e Stevia Brasil foram multadas, juntas, em R$325 mil pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça (DPDC) por propaganda enganosa e ausência de informações adequadas sobre a composição de produtos nas embalagens.

Segundo a decisão, os rótulos dos adoçantes Doce Menor Stevia Mix, da Gold, e Stevip, da Stevia Brasil, induziam o consumidor a pensar que estava adquirindo um produto à base do adoçante natural Stevia (nome comercial do edulcorante de steviosídeo), mas a quantidade da substância no produto era mínima.

Na prática, o sabor do adoçante era dado pelas substâncias artificiais sacarina e ciclamato de sódio.

Para o diretor do DPDC, Amaury Oliva, as empresas violaram o direito à informação. “Os rótulos já foram trocados e os produtos continuam em circulação”, afirma. A Gold vai pagar R$200 mil e a Stevia Brasil, R$125 mil. Cabe recurso à decisão.

O diretor comercial da Stevia Brasil, Flávio Silva, alega que não houve má fé e que todos os produtos da empresa têm fórmula registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Procurada, a Gold não atendeu às ligações do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a nutricionista Julianna Shibao, a troca da estévia pelos adoçantes artificiais não causa prejuízo nutricional, pois as substâncias são permitidas pela legislação. “O apelo em relação à estévia é que ela sai de uma planta, ao contrário dos adoçantes artificiais.” As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Lojas Colombo: maior varejista dosul do país vende 65 lojas

Após anos de especulações sobre quem levaria a Lojas Colombo, maior rede de varejo do Sul do país, um desfecho parcial foi concluído: a venda de 65 lojas de São Paulo e Sul de Minas Gerais para Cybelar.

 

O valor da operação não foi informado. A Colombo informou que vai focar as vendas nas 260 lojas espalhadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, Estados onde afirma ter a liderança de mercado. A companhia também espera aumentar investimentos em 2013, sobretudo em canais de vendas. O presidente da Cybelar, Ubirajara Pasquotto, afirmou após a assinatura do contrato, que todas as lojas compradas serão mantidas e os funcionários da Colombo serão absorvidos. O negócio ainda depende de aprovação pelo Cade.

A propósito, o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar), Eduardo Terra, explicou ao Jornal do Comércio que a Cybelar buscava maneiras de crescer. Já do ponto de vista da Colombo, ele crê que a empresa, durante o processo de expansão, enfrentou dificuldades por desconhecer os mercados dos locais em que estava se instalando. “Se analisar a rede de lojas da Colombo, os estabelecimentos envolvidos na transação não tinham ! os mesmos resultados dos do Sul”, afirma o dirigente. Mas esta operação não foi a primeira alienação de ativos da Colombo. No ano passado, a Bellenzier Pneus adquiriu as sete lojas de pneus da rede.

Fonte: Affonso Ritter

Nike vai expandir no Brasil operação no varejo

 

A Maior empresa de artigos esportivos do mundo, a Nike desenhou um projeto de expansão no Brasil, chamado internamente de “Vinte Vinte” ou “2020” que envolve medidas de crescimento mais agressivas para a marca nos próximos anos. Esse plano contempla um conjunto de ações que determinará o tamanho da empresa no país em oito anos.

As medidas têm como foco transformar a companhia num negócio de US$ 2 bilhões de receita entre 2016 (ano da Olimpíada no Rio) e 2020, apurou o Valor. É mais que dobrar a operação.

CONSUMO: Cadastro Positivo. Juros serão menores para quem paga em dia

Lei do Cadastro Positivo, que possibilitará a queda de juros para o consumidor, foi regulamentada nessa quinta-feira, 18.
O Diário Oficial da União de hoje traz o decreto que regulamenta a Lei 12.414. Ela havia sido sancionada em junho de 2011 e dependia de regulamentação. Na prática, o cadastro positivo é um banco de dados com informações de consumidores que têm histórico favorável de pagamentos.
A lei estabelece que dados poderão ser usados e de que forma. Contudo, o Conselho Monetário Nacional (CMN) terá ainda que aprovar uma resolução para definir como os bancos vão passar a informação do histórico de crédito para as empresas que fornecem o cadastro positivo.
O Cadastro Positivo pode ser importante para consumidores que não têm conta em bancos comprovarem histórico de pagamentos, diz o diretor de Programas da Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda, Esteves Colnago. Com o cadastro, se este cliente precisar de um financiamento, poderá mostrar como é seu relacionamento com outras instituições, comprovando, por exemplo, que paga em dia a conta de água e o crediário da loja, disse ele.
A expectativa é que, colocada em prática, a lei vai favorecer a queda dos juros bancários para bons pagadores.
CLIQUE AQUI para ler mais.

Anatel: número de telefone único para ouvidorias públicas

 A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) definiu o uso do número único 162 para todas as ligações feitas às ouvidorias públicas do país. O objetivo é facilitar a memorização por parte dos usuários.

A decisão será oficializada nesta quarta-feira na sede da agência, em Brasília, com a presença dos ministros Paulo Bernardo (Comunicações) e Jorge Hage (Controladoria Geral da União), do presidente da Anatel, João Rezende, e do ouvidor-geral da União, José Eduardo Romão.

Pela nova regulamentação, o 162 foi reservado aos serviços de utilidade pública, categoria que também inclui os serviços públicos de emergência. A nova regra foi publicada hoje no “Diário Oficial da União”.

(André Borges | Valor)

Você pode conhecer Penélope Cruz em Milão

Após anunciar a grande estrela da edição 2013 do Calendário Campari – a atriz Penélope Cruz – Campari vai proporcionar um momento único para os fãs da bebida no Brasil. A famosa marca acaba de lançar um concurso cultural através de um aplicativo em sua fanpage oficial no Facebook, onde levará o vencedor para a festa exclusiva do lançamento do Calendário em Milão, na Itália. Além de participar do evento fechado apenas para convidados, o fã vencedor terá ainda a chance de conhecer de perto a atriz Penélope Cruz.

Intitulado de “Você Penélope Milão”– nome inspirado no filme “Vicky Cristina Barcelona”, o aplicativo do concurso cultural será realizado em três fases, cada uma delas contendo um quiz com seis perguntas. As perguntas terão temas diferentes de acordo com cada fase. A primeira será sobre a atriz. A segunda sobre Milão, cidade onde Campari foi criado e que abrigará o grande evento e, por último, questões sobre as edições anteriores do Calendário Campari.

Para passar de fase, o fã precisará acertar, no mínimo, três perguntas de cada etapa. Ao final do concurso, quem acertar no mínimo 3 perguntas de cada fase será elegível para a última etapa e terá que usar a imaginação e muita criatividade para enfrentar a prova final. A melhor frase para a pergunta “Como você começaria um bate-papo com Penélope Cruz?”, será o vencedor da viagem até Milão, com direito a um acompanhante para ver de perto a atriz espanhola. As frases serão julgadas por uma comissão da Campari. Para participar do concurso cultural, basta acessar o aplicativo na página da Campari no Facebook e permitir o acesso.

O concurso cultural será lançado no dia 27 de setembro e terá duração até o dia 16 de outubro. O vencedor será revelado no dia 25 de outubro e a grande viagem acontece em novembro.

 

Sobre o Calendário Campari

O Calendário Campari é um dos mais icônicos e artísticos calendários do mundo, tem edição limitada e apenas 9.999 cópias são distribuídas em todo o mundo, destas apenas 300 unidades chegarão ao Brasil em dezembro.

Essa será a 14ª edição do Calendário Campari e a atriz PenélopeCruz foi a estrela escolhida para a edição 2013 e se juntará à galeria das mulheres mais lindas e elegantes, que já ilustraram as páginas do famoso calendário, como Salma Hayek, Eva Mendes, Jessica Alba e Milla Jovovich, que foi a estrela do Calendário Campari 2012.

 

 Gruppo Campari

O Gruppo Campari é um dos principais grupos globais no setor de bebida, presente em mais de 190 países, ocupando posição de destaque nos mercados italiano e brasileiro, e uma presença forte no EUA e Europa Continental.

Mirella Miranda/ GabryelStrauch

CIA AÉREA NÃO PODE COBRAR MAIS DE 10% PARA REMARCAR PASSAGEM

Justiça Federal vai multar em R$ 100 mil as companhias aéreas que cobrarem mais de 10% do valor da passagem em casos de remarcação ou cancelamento de voo. Se o passageiro quiser mudar uma viagem com mais de 15 dias de antecedência, a cobrança só deve ser de 5%. A decisão vale para TAM e Gol, que juntas detêm 75% do mercado nacional.

A ação civil pública, ajuizada no ano passado e com pedido de execução em março deste ano, é de autoria do Ministério Público Federal (MPF) no Pará. Por isso, só foram citadas as companhias com voos nos aeroportos daquele Estado.

Além de TAM e Gol, a decisão valeria também para Cruiser, TAF e Total, mas essas empresas já deixaram de ter voos regulares.

O teto de 10% do valor do bilhete para as taxas de cancelamento ou remarcação vale desde agosto do ano passado, mas as empresas jamais seguiram a ordem judicial. Por isso, a decisão de multá-las em R$ 100 mil pelo descumprimento. TAM e Gol ainda têm 15 dias para “comprovar documentalmente” à Justiça que se adaptaram à regra.

Questionadas, as duas companhias informaram que só vão se manifestar na Justiça. Ambas já recorreram da decisão de 2011. “O recurso, porém, não teve efeito suspensivo. Portanto, enquanto não é julgado, ainda vale a limitação de cobrança, mas elas não estavam cumprindo”, explica o procurador da República Bruno Soares Valente.

Alto custo
Segundo Valente, o MPF constatou, baseado em denúncias de consumidores, que as taxas cobradas pelas companhias chegam a 80% do valor da passagem.

Uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), porém, mostra que as taxas chegam a custar mais do que a própria tarifa paga na compra do bilhete e a diferença chega a 252,80%.

Em geral, TAM e Gol cobram uma taxa inicial de R$ 80 por remarcação de voo doméstico, mais a diferença da tarifa. Se uma passagem foi comprada com antecedência por R$ 100 e, hoje, o mesmo voo custa R$ 150, o passageiro obrigatoriamente tem de pagar os R$ 80 da remarcação mais os R$ 50 de diferença de tarifa, o que já extrapola o valor inicial do bilhete.
As empresas cobram também uma taxa de reembolso que varia de acordo com a tarifa. Quanto mais barata a passagem, menos flexibilidade o passageiro tem para mudar de ideia.

Mais barato
Apesar das cobranças abusivas para as remarcações, a tarifa aérea média doméstica de janeiro a dezembro de 2011 ficou em R$ 276,25, valor 6,8% menor que o apurado em igual período de 2010, quando a média foi de R$ 296,33.

Já o yield da tarifa aérea média doméstica (valor médio que passageiro paga para voar um quilômetro em território nacional) ficou em R$ 0,3493 no ano passado, resultado 10,3% menor na comparação com os R$ 0,3895 apurados no mesmo intervalo do ano anterior, segundo dados do “Relatório de Tarifas Aéreas”, publicados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Atraso nos voos
No início de junho, as companhia aéreas também passaram a ter de informar a média de atraso de seus voos no momento em que o cliente compra a passagem. A resolução foi feita pela Anac e aprovada no dia 28 de maio é válida para todo o país, para empresas nacionais e estrangeiras.

A medida permite ao consumidor comparar os índices de atraso e cancelamento das empresas para decidir por qual delas pretende voar. O não cumprimento da determinação pode resultar em multa de até R$ 10 mil.

OPERADORAS NÃO PODERÃO COBRAR NOVA CHAMADA QUANDO LINHA CAIR

Para tentar equilibrar as cobranças nos planos ilimitados de telefonia móvel, aAgência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai proibir as operadoras de cobrarem por novas chamadas para um mesmo número se a ligação cair.

A medida vem uma semana depois de o Ministério Público no Paraná ter divulgado relatório de fiscalização da agência que acusava a TIM de derrubar intencionalmente a ligação dos clientes do plano Infinity para ganhar pela cobrança de uma nova chamada. Uma cliente chegou a ganhar uma indenização de R$ 24,8 mil da TIM por danos morais, depois de acusar a operadora de derrubar de forma proposital as chamadas de usuários do plano Infinity.

Segundo o documento, 90% das chamadas com duração acima de 1,3 hora são desconectadas pela operadora. Quando o tempo é de menos de 11,7 minutos, cerca de 40% das ligações são desconectadas pela TIM. A análise utilizou uma amostragem de 600 ligações em um único dia, sendo 99% delas feitas por usuários do plano Infinity. O desligamento para os usuários do “Plano Infinity” é quatro vezes superior ao dos usuários de outros planos.

O vice-presidente da TIM, Mário Girasole, negou as acusações da agência e disse que a empresa não derruba as ligações deliberadamente. Segundo Girasole, o relatório contém erros básicos ao desprezar motivos de quedas nas ligações que não são culpa da operadora, como o fim da bateria dos aparelhos celulares, o deslocamento para áreas de sombra, o fim dos créditos pré-pagos, a reinicialização de smartphones ou mesmo as manutenções programadas nas redes.

A medida da Anatel atingirá todas as operadoras, mas a TIM deve ser a mais afetada. Uma fonte ligada ao Conselho do órgão regulador revelou à Agência Estado que a proposta é dar 2 minutos para que as pessoas refaçam suas ligações sempre que houver uma queda, independentemente do motivo.

Durante esse período, as operadoras não poderão cobrar pela nova chamada. “O objetivo é colocar essa regra em vigor o mais rápido possível. Os planos ilimitados são atraentes para os consumidores, mas precisam ser justos”, afirmou a fonte.

A proposta está no chamado “circuito deliberativo” do órgão regulador e pode ser aprovada individualmente por cada conselheiro, antes mesmo da próxima reunião do colegiado na próxima quinta-feira (16/08).

Após isso, a medida deverá passar por um curto período de consulta pública antes de entrar em vigor. Atualmente, as normas da Anatel preveem a gratuidade de uma nova chamada apenas nos 30 segundos iniciais de cada ligação. Mas como nos últimos meses a agência verificou um aumento considerável de quedas em chamadas mais longas, esse mecanismo será adaptado. A regra vale para qualquer tipo de telefonema originado por celulares, seja para fixos ou móveis e em chamadas locais ou interurbanas. “Para os clientes que pagam por minuto utilizado, não haverá nenhuma mudança, mas os usuários de planos ilimitados serão muito beneficiados”, completou a fonte.

Época NEGÓCIOS

Coca Cola pagará por explosão que cegou homem

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a decisão de primeiro grau e condenou a empresa Spaipa Indústria de Bebidas, distribuidora da Coca-Cola no Estado do Paraná e interior de São Paulo, a pagar cerca de R$ 60 mil de indenização a um comerciante de Bauru, interior de São Paulo, que perdeu a visão de um olho ao ser atingido pela tampa de uma garrafa de refrigerante que explodiu.
Além da indenização, a empresa foi condenada ao pagamento de uma pensão de um salário mínimo por mês durante toda a vida do comerciante. A decisão é do dia 2 de agosto.Segundo o relator do processo, o desembargador José Percival Albano Nogueira Júnior, ficou comprovado que o comerciante teve perda total da visão em um olho em consequência da explosão. O desembargador afirmou ainda que o homem já foi submetido a quatro cirurgias e provavelmente terá que fazer mais uma. Além disso, “esteve afastado das atividades habituais durante o longo período de tratamento e logrou demonstrar grande abalo emocional em razão da deformidade fisionômica”, diz a decisão.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Spaipa, a empresa ainda não foi informada e não irá se manifestar sobre o caso. As partes ainda podem recorrer da decisão.

Nova condenação
Em abril deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) já havia condenado a Spaipa a pagar uma indenização por danos morais de R$ 10 mil a um consumidor que teve o olho ferido quando uma garrafa de vidro do produto explodiu.

Penélope Cruz é a estrela do Calendário Campari 2013

 

A Campari acaba de revelar oficialmente quem será a grande estrela da edição 2013 do famoso calendário da marca: Penelope Cruz.

Penelope Cruz é a estrela do Calendário Campari 2013 (foto: divulgação)

Penelope Cruz é a estrela do Calendário Campari 2013 (foto: divulgação)

A famosa atriz espanhola será a musa do Calendário Campari 2013 e as fotos serão feitas pelo conceituado fotógrafo do mundo da moda, o francês Kristian Schuller.

Essa é a 14ª edição do Calendário Campari, um dos mais icônicos e artísticos calendários do mundo. Super disputado, o calendário tem uma edição limitada e apenas 9.999 cópias são distribuídas em todo o mundo, destas apenas 300 unidades chegarão ao Brasil em dezembro.

Penelope Cruz, primeira atriz espanhola reconhecida com uma estatueta do Oscar, se juntará à galeria das mulheres lindas e elegantes, que já ilustraram as páginas do Calendário Campari, como Salma Hayek, Eva Mendes, Jessica Alba e Milla Jovovich, que foi a estrela do Calendário Campari 2012, que traz como tema central a profecia Maia de que em 21 de dezembro de 2012 o mundo como conhecemos hoje entrará num período transformador, e não existirá mais.

O Calendário Campari 2013 e o seu tema serão revelados em um evento disputado e com estrelas desfilando pelo tapete vermelho, que acontecerá em Milão, na Itália, durante o outono europeu.

Gruppo Campari

O Gruppo Campari é um dos principais grupos globais no setor de bebida, presente em mais de 190 países, ocupando posição de destaque nos mercados italiano e brasileiro, e uma presença forte no EUA e Europa Continental.

Fonte: X Comunicação

Mirella Miranda/ Gabryel Strauch

%d blogueiros gostam disto: