Arquivos de tags: Comércio

Iguatemi mantém investimento de quase R$ 1 bi

O presidente da Iguatemi Empresa de Shopping Centers, Carlos Jereissatti Filho, afirmou hoje que não há mudanças nos projetos de investimento da empresa, que tem dois empreendimentos previstos para São Paulo e um para Brasília, além de outros dois em fase de aprovação em Ribeirão Preto e Jundiaí.

Os cinco projetos, mais duas ampliações nos centros comerciais de Porto Alegre e Sorocaba, representam investimento de quase R$ 1 bilhão e serão executados até 2011, informou o executivo em entrevista, antes de participar de reunião-almoço da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul).

Questionado sobre os possíveis efeitos da crise financeira para o comércio, Jereissati avaliou que, se for mantido o nível de emprego e renda no Brasil, o setor será menos afetado que outros e pode inclusive ser beneficiado pelo efeito de uma reversão nas vendas de bens financiados no longo prazo.

Os recursos para financiar os projetos previstos pelo Iguatemi saem de linhas pré-aprovadas de crédito imobiliário e de uma específica do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e não tiveram restrição até o momento, observou o executivo.  A Iguatemi opera 11 shopping centers.

AE

América do Sul deve abolir passaporte

Os cidadãos do Brasil e das nações de língua espanhola da América do Sul poderão visitar os dez países apenas com documento nacional de identidade, sem necessidade de passaporte, segundo decisão que deve ser confirmada na reunião dos presidentes do Mercosul, na próxima terça-feira, em Tucumán, na Argentina.

O Mercosul deverá criar um fundo financeiro para sustentar um seguro destinado a exportações de micro, pequenas e médias empresas dos países do bloco. O valor ainda não foi decidido, porém. Os presidentes anunciarão, ainda, a liberação de recursos do Focem, fundo regional para desenvolvimento econômico, para investimentos de US$ 23,7 milhões em infra-estrutura no Paraguai.

Desde 2004, os quatro sócios do Mercosul tentam criar um código comum para os procedimentos de alfândega. A negociação esbarrou na resistência argentina em mudar os dispositivos do próprio código aduaneiro que autorizam o governo a impor impostos de exportação aos próprios produtores.

As taxas sobre produtos exportados estão no centro de uma crise política entre o governo de Cristina Kirchner e produtores agrícolas na Argentina, que paralisaram estradas e promoveram negociações contra o governo.

Outra medida em discussão há quatro anos é o fim da chamada dupla cobrança da tarifa externa comum do Mercosul – hoje, um produto que é importado, com pagamento de imposto de importação, em um dos sócios do bloco, é obrigado a pagar novamente o imposto caso atravesse a fronteira.

Valor

Número de endividados no Brasil cresce 47%

Junto com a expansão do crédito no país, que já chegou a R$ 1 trilhão, cresce o número de clientes de banco com dívidas altas. O Sistema de Informações de Crédito do BC, conhecido pela sigla SCR, mostra que, em fevereiro deste ano, 15,6 milhões de pessoas tinham dívidas acima de R$ 5.000.

Na comparação com dezembro de 2005, quando eram 10,6 milhões os clientes de bancos com dívida maior de R$ 5.000, houve um crescimento de 47,17%. Em relação a junho do ano passado, quando 13,5 milhões estavam nessa situação, houve uma alta de 15,6%.

Os dados do Banco Central mostram que a dívida das pessoas físicas com os bancos somava R$ 442,4 bilhões em fevereiro deste ano, dos quais R$ 146 bilhões (33%) tinham prazo de vencimento em até 180 dias e R$ 74,7 bilhões (16,8%) venciam em até 360 dias.

UOL

90% DAS EMPRESAS BRASILEIRAS ESTÃO NA INTERNET

Mais de 90% das companhias brasileiras já estão na internet, segundo pesquisa da agência de marketing direto Rapp Digital Brasil, com mais de 800 empresas de todos os portes.

Entre as ferramentas on-line de marketing de relacionamento mais usadas, estão os blogs, citados por 27,5% dos entrevistados, as comunidades virtuais, com 26,8%, os games on-line e o Second Life, ambos com cerca de 12%.

Segundo a pesquisa, cerca de 56% das empresas ouvidas e que ainda não usam a web 2.0 querem passar a usá-la em dois anos.

Mercado Aberto

%d blogueiros gostam disto: