Arquivos de tags: cinema nacional

Se Eu Fosse Você 2 : 5,5 milhões de espetadores

Depois que virou o filme mais visto do cinema nacional desde os anos 90, Se Eu Fosse Você – 2 segue alcançando novas marcas. Em sua décima semana de exibição, o filme de Daniel Filho passou dos 5,5 milhões de espectadores.

Isso significa que ele subiu um degrau no ranking dos maiores campeões de bilheteria da história do cinema brasileiro. Com a marca alcançada ontem, ultrapassou Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia, de Hector Babenco que, em 1977, levou 5 401 milhões de espectadores aos cinemas. E virou o sétimo filme mais visto da história.

À sua frente, ainda estão, segundo o ranking preparado pelo portal Filme B: Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976), O Ébrio (1946), Casinha Pequenina (1963), Jeca Tatu (1960), Dama do Lotação (1978) e O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão (1977).
Lauro Jardim

O que afasta o brasileiro de filmes nacionais?

O que afasta o público do cinema brasileiro? A pergunta feita pelo GLOBO ONLINE deu várias amostras sobre a crise que passa o setor audiovisual no Brasil, com as quedas de bilheterias tanto nos filmes estrangeiros quanto, principalmente, nas produções nacionais. Em sua maioria, os leitores afirmaram que a qualidade dos trabalhos feitos no Brasil são o principal motivo.

O resultado de pesquisa sobre as atividades de cultura e lazer preferidas dos brasileiros, mostra que TV, DVD e compras em shopping são a melhor diversão, e não o cinema, que ficou em quarto lugar.

A preferência por assistir filmes em DVD, 12 pontos percentuais à frente do cinema, indica um aumento desse mercado, sobretudo na venda de discos piratas. Uma faixa de 43% do universo pesquisado respondeu que costuma comprar DVDs piratas, enquanto apenas 30% disseram comprar DVDs originais.

As razões para que os espectadores brasileiros se afastem do cinema: 17% consideram o preço dos ingressos muito caro; 38%, caro; 36%, nem caro nem barato; e 8% barato.

A pesquisa mostra que 52% dos entrevistados não costumam ir ao cinema. Os maiores motivos são falta de tempo (28%), razões financeiras (16%), comodidade de assistir a filmes de outra forma (15%), ingresso caro (11%), distância das salas (7%), falta de companhia (7%), desinteresse por sair de casa (4%) e preferência por ir à igreja (4%).

Em relação aos cinema nacional, cuja taxa de ocupação de mercado em 2008 está num péssimo 6,9%, apenas 56% dos entrevistados declaram considerar as produções brasileiras ótimas ou boas. Os filmes estrangeiros, por sua vez, foram avaliados como ótimos ou bons por 72% do universo pesquisado. Só no Rio, 13% dos entrevistados disseram que os filmes brasileiros são ruins ou péssimos.

Questionados sobre os motivos para consideraram o cinema brasileiro ruim, 36% disseram que os filmes são pornográficos ou trazem vocabulário vulgar, 17% reclamaram da falta de conteúdo, 14% lamentaram a pouca criatividade e 10% atribuíram o fato às cenas violentas.

OGlobo

%d blogueiros gostam disto: