Arquivos de tags: Caso Isabella

Caso Isabella: a rotina dos Nardoni na cadeia

..
Acusados de matar a menina Isabella Nardoni, assassinada no dia 29 de março aos cinco anos de idade, o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá completam neste sábado 200 dias de prisão preventiva.

Na edição que circula neste final de semana, a revista Veja publicou uma reportagem mostrando a rotina dos dois em Tremembé, interior de São Paulo, onde Nardoni e Anna Carolina estão presos em cadeias vizinhas.

A publicação revela que Nardoni divide com quatro presos uma cela de seis por quatro metros, equipada com televisão, rádio, três beliches duplos e chuveiro frio. Ele está mais gordo e mais à vontade do que na sua primeira noite na Penitenciária Dr. José Augusto Salgado. Lá, Nardoni teria caído em prantos depois de presos recebê-lo gritando em coro: “Pára, pai! Pára, pai! Pára, pai!”

Como Nardoni não trabalha nem estuda — a penitenciária de Tremembé, considerada modelo, tem emprego para tantos quantos queiram trabalhar, mas a atividade só é obrigatória para presos condenados —, ele fica na cama até as 10h, enquanto os detentos que trabalham acordam às 6h.

A rotina de Anna Carolina na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, a quinze minutos da cadeia de Nardoni, é um pouco mais movimentada, mostra a revista Veja. A madrasta de Isabella trabalha na limpeza e na distribuição de alimentos. Dias antes da sua chegada, a direção da cadeia achou por bem deixar as presas sem ver televisão, pois temia que, diante da repercussão do crime, elas reagissem mal à presença da mulher.

Anna Carolina passou a freqüentar cultos evangélicos na cadeia e a cantar no coral. Divide com quatro seguidoras da religião uma cela menor do que a do marido (quatro por três metros), também equipada com rádio e TV. Chegou a pedir ao pastor da cadeia para ser batizada, mas o sacerdote julgou que era cedo demais.

leia aqui a reportagem completa da Revista Veja

Caso Isabella: casal Nardoni vai a júri popular

O 2º Tribunal do Júri da Comarca de Santana decidiu nesta sexta-feira (31) submeter o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá a júri popular em São paulo. Eles são acusados de terem matado a filha dele, Isabella Nardoni, 5 anos, em 29/3/2008. A menina teria sido jogada do sexto andar do Edifício London, situado na zona norte da cidade, onde a família morava.

Alexandre e Anna Carolina são acusados, ainda, de terem alterado o local do crime “com o evidente intuito de prejudicar eventuais investigações”.

Os dois serão mantidos presos em Tremembé, interior paulista, até o julgamento, ainda sem data determinada. “Nego-lhes o direito de recorrer em liberdade da presente decisão, devendo aguardar encarcerados a data a ser designada para realização de seu julgamento”, diz a decisão.

Julgamento dos Nardoni só deve ocorrer em 2009

O casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, preso desde o último dia 7 de maio acusado da morte da menina Isabella, dificilmente se sentará no banco dos réus até o final deste ano como previa a acusação. A expectativa do promotor Francisco Cembranelli agora é que o júri aconteça em 2009.

Ele contou em entrevista exclusiva ao Globo Online que a defesa do casal está entrando com uma “enxurrada” de pedidos de liberdade para o casal com o objetivo de postergar ao máximo o julgamento. Com isso, diz o promotor, espera-se diminuir o clamor popular que o caso despertou em todo o país.

A morte de Isabella completou 5 meses nesta sexta-feira. A garota, de 5 anos, foi arremessada do sexto andar do prédio onde o pai e a madrasta moravam, na Vila Mazzei, zona norte de São Paulo.

Leia mais em Julgamento do pai e madrasta de Isabella só deve acontecer no ano que vem, diz promotor

O Globo

Presidente do STF pede informações de Nardoni e Ana Carolina

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), pediu ontem à Justiça de São Paulo informações sobre a prisão de Alexandre Nardoni e de Anna Carolina Jatobá, acusados de matar Isabella Nardoni. Com os dados em mãos, pode julgar ainda nesta semana o habeas corpus em que os advogados do casal pedem que os dois sejam libertados.

O advogado Marco Polo Levorin diz que “no STF, a gente tem esperança de conseguir esse habeas corpus”, já negado pelo Tribunal de Justiça de SP. Se Gilmar Mendes não julgar o pedido, o caso passa para as mãos do ministro Cesar Peluzo. Ele assumirá interinamente a presidência do Supremo na próxima semana, quando Mendes sai de férias.

O casal não vê os dois filhos pequenos desde 7 de maio, data da prisão. Embora Anna Carolina esteja “absolutamente torturada”, a família entendeu que seria traumático para as crianças visitar os pais na prisão.

Monica Bergamo

Caso Isabella: pico recorde no Fantástico

A longa entrevista com Ana Carolina de Oliveira, mãe de Isabela, rendeu ao Fantástico um ótimo Ibope e o maior pico de audiência do programa em mais de um ano.

A média de audiência do programa foi de 33 pontos (com 50% de share, ou seja, metade dos aparelhos de televisão ligados estavam sintonizados na Globo) – exatamente a mesma audiência do Fantástico que apresentou a entrevista exclusiva com Alexandre Nardoni e Anna Jatobá, no dia 20 de abril.

Mas o pico de audiência foi maior com a mãe de Isabella no ar do que o registrado com a entrevista do casal: 43 pontos, contra 42 pontos.

O interesse popular com o caso está, como se vê, longe de acabar.

IBOPE

%d blogueiros gostam disto: