Arquivos de tags: Cartão Aluguel

Cartão para pagar aluguel sem fiador

A Caixa Econômica Federal lançou o Cartão Aluguel, uma opção na locação de imóveis residenciais ao fiador, ao depósito caução e ao seguro-fiança.

O produto terá uma taxa de anuidade de R$ 96 ( em 12 parcelas) e será oferecido nas bandeiras Mastercard e Visa versão internacional.

O cliente terá dois limites, sendo um exclusivamente para o aluguel e outro para o pagamento de compras no varejo.  A renda mínima solicitada é um mil reais.  os juros por atraso de pagamento são os mesmos dos cartões de crédito no mercado.

Se a “função” locação for ativada, será cobrada uma taxa mensal de manutenção de 6,67%, em um contrato fechado com o banco e com a imobiliária, que pode variar de 2 a 12 meses.

A fatura passa então a incluir o valor do aluguel. Se ficar inadimplente, o cliente terá que pagar juros como em um cartão convencional, com taxa de 10,02% ao mês.

O produto deve chegar a todo o Brasil em fevereiro e pode haver ajustes. Para o executivo, o fato de haver dois limites para o cartão não vai incentivar a inadimplência, citando como exemplo o teto para o cheque especial e para o crédito pessoal para o mesmo cliente.

Seguradoras

Segundo ele, as seguradoras já devem estar pensando em como reduzir o valor e os bancos privados podem lançar produtos semelhantes para concorrer com a Caixa. Para Rogério Vergara, presidente da Comissão de Crédito e Garantia da Federação de Seguros Gerais, a situação “não é confortável” para as seguradoras, já que elas podem perder potenciais clientes. Na avaliação de João Crestana, presidente do Secovi-SP, será possível até negociar um valor menor de aluguel, já que o locatário “terá o melhor fiador: um banco”.

A Caixa prevê atingir 300 imobiliárias até fevereiro. Mais de 4 mil já têm parceria com o banco para financiamento e serão convidadas a participar. A expectativa é ter 100 mil cartões um ano e 1 milhão em 5 anos.

Como funciona
– O cliente pode usar o cartão sem ativar a função aluguel
– Ao ativá-la, terá que pagar uma taxa de manutenção de 6,67% ao mês, o que, para o período de um ano, vai equivaler a 80% do valor de um aluguel
– O contrato com o banco pode variar de dois a 12 meses.
– Mesmo que o locatário só precise cobrir as despesas com aluguel por um mês, terá que pagar os encargos pelo período acordado com a imobiliária
– A fatura do cartão passa, então, a incluir o valor do aluguel. Se ficar inadimplente, o cliente terá de pagar, ainda, juros do crédito rotativo
%d blogueiros gostam disto: