Tag Archives: Carnaval

Jamelão será samba enredo da mangueira em 2013

Jamelão

A Mangueira já decidiu o enredo do próximo carnaval: Jamelão, o saudoso cantor ( ele odiava ser chamado de puxador de samba), que foi a própria encarnação da verde-e-rosa até sua morte em 2008.Em 12 de maio de 2013, se vivo fosse, ele comemoraria seu seu centenário.

AnnaRamalho

Brasil terá bioinseticida contra dengue em 2012

O país contará com um importante aliado para combater a dengue no próximo ano. Um bioinseticida desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e fabricado por uma indústria farmacêutica promete ser divisor de águas na luta contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.

O bioinseticida é resultado de quase dez anos de pesquisas coordenadas pela cientista Elizabeth Sanches, que trabalha na Farmanguinhos, unidade da Fiocruz responsável pela produção de medicamentos. Criado a partir do Bacillus thuringiensis e do Bacillus sphaericus, ele será produzido na forma de comprimidos, para dissolução em caixas d’água, ou em apresentações maiores, para utilização em açudes e reservatórios.

“No caso da dengue domiciliar, é recomendável a utilização do comprimido hidrossolúvel. O produto tem duas ações concomitantes: paralisa os músculos da boca e do intestino da larva e causa infecção generalizada nela”, explicou Elizabeth, engenheira bioquímica e bióloga.

A pesquisadora garantiu que o bioinseticida não apresenta qualquer risco para o meio ambiente. “Nós fizemos todos os testes referentes a impacto ambiental e toxicologia da formulação em animais de sangue quente, inclusive. Temos a segurança dos produtos que desenvolvemos, justamente por serem aplicados em ambientes domiciliares.

A Farmanguinhos concluiu o treinamento dos funcionários da empresa BR3, vencedora da licitação e que poderá iniciar a produção dentro de alguns meses, segundo Elizabeth. “A empresa acabou de ser treinada e está bem adiantada na implantação do projeto. Eu penso que no meio do ano que vem nós já tenhamos produtos dessa parceria tecnológica”.

Além do produto contra a dengue, a Farmanguinhos licenciou mais dois bioinseticidas: contra a malária e contra a elefantíase. A pesquisadora disse que produtos com ações semelhantes já são utilizados em outros países, como a China, mas não podem ser simplesmente importados para aplicação no Brasil: “O produto tem que ser desenvolvido com especificidade para o local de aplicação. Justamente para podermos ajustar a formulação para aquele ambiente”.

Morre o carnavalesco Joãozinho Trinta

 

O carnavalesco  Joãosinho Trinta, de 78 anos morreu por volta das 11h deste sábado (17) em São Luís, no Maranhão. Ele está internava desde o dia 3 deste mês, em estado grave.

“Sou a última pessoa que esteve com ele. O aparelho dele parou de funcionar. Apertou a minha mão e se foi. Estava no quarto com ele faz cinco minutos”, afirmou ao G1 Arley Mack, cuidador do carnavalesco.

Segundo o assessor de imprensa de Joãosinho, o sepultamento deve ocorrer às 10h da segunda-feira. O corpo será velado em São Luís.is

Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira, o Hospital UDI, em São Luís, havia informado que o carnavalesco estava com um “quadro de insuficiência respiratória e sepse, evoluindo com instabilidade hemodinâmica”. O hospital ainda não confirmou a causa da morte.

Problemas de saúde
Esta era a segunda vez que o carnavalesco é internado no Hospital UDI neste ano.Em maio, ele ficou 37 dias hospitalizado com quadro de pneumonia e insuficiência cardíaca.
G1

Cerveja: litrão da Skol e da Bohemia estão proibidos

Por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), uma cervejaria deve suspender a venda de cerveja em garrafas de 630 mililitros (ml), adotadas por duas marca, uma no Rio de Janeiro, e outra no Rio Grande do Sul.

Segundo termo de compromisso assinado pela cervejaria, o prazo para encerrar as vendas de cerveja nesse tipo de vasilhame é de 60 dias no Rio Grande do Sul e de 270 dias no Rio de Janeiro. A empresa também está proibida de usar garrafas de 630 ml em outros estados.

A questão se arrastava desde 2008, quando a cervejaria anunciou o lançamento da garrafa de 630 ml no mercado brasileiro.

A Companhia de Bebidas das Américas (AmBev) assinou este acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se comprometendo a interromper a venda das garrafas de 630 mililitros da marca Skol no Rio de Janeiro e da marca Bohemia no Rio Grande do Sul.

A medida foi tomada, pois um conjunto de cervejarias — Cervejaria Kaiser (do Grupo Heineken), Cervejaria Imperial, Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) e Associação Brasileira de Bebidas (Abrabe) — entrou com a reclamação na Secretaria de Direito Econômico (SDE) em 2008, alegando que a garrafa está fora do padrão de 600 ml, o que impede a reutilização do vasilhame por outras empresas. A Kaiser foi representada pela Advocacia José Del Chiaro.

A ação destaca que as garrafas de 630 ml colocam em risco o sistema de compartilhamento de vasilhames retornáveis vigente no Brasil há muitos anos, cujas características fomentam a concorrência, ao permitir que o consumidor e os varejistas possam escolher livremente entre as marcas de cerveja, já que podem trocar seus vasilhames por quaisquer outros sem nenhum custo.

Uma medida preventiva aplicada pela SDE, exceto nos estados em que já haviam sido lançadas e às marcas que a utilizavam. Por isso, as garrafas de 630 ml só eram comercializadas no Rio de Janeiro (com a marca Skol) e no Rio Grande do Sul (com a marca Bohemia). Agora, a proibição vale para todo o país.

De acordo com o termo assinado pela Ambev, as vendas das garrafas de 630 ml devem ser encerradas em 270 dias no Rio, e em 60 dias no Sul. A comercialização deste vasilhame foi vetada no ano passado pelo Cade em todos os estados, menos no Rio e no Sul. O descumprimento do termo pode gerar multas diárias de R$ 50 mil a R$ 200 mil à AmBev, além de reabertura do processo administrativo, dependendo do período de fabricação e volume de garrafas fora do padrão.

Litrão
O advogado Ademir A. Pereira Júnior, sócio da Advocacia José Del Chiaro, informou que a Ambev enfrenta outra discussão sobre o compartilhamento de garrafas retornáveis: o “Litrão”. O vasilhame está sendo questionado perante o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência, faltando a análise do pedido de medida preventiva formulado à SDE.

Segundo o advogado, o “Litrão” dificulta a concorrência no segmento de garrafas de um litro. Nesse caso, a Kaiser e a Abrabe não pretendem a proibição da comercialização da garrafa de 1 litro (que constitui mais uma opção de escolha aos consumidores), mas apenas que seja retirada a inscrição Ambev das garrafas, permitindo seu compartilhamento e, por consequência, formação de um mercado competitivo.

Consultor Juridico

 

Prudence doa 1 milhão de camisinhas a ONG’S

Para colaborar com as ações de prevenção de DST’s e AIDS, a DKT do Brasil, empresa detentora das marcas Prudence, Affair e L’Amour, distribuirá 1 milhão de preservativos a ONG’s no Dia Mundial de Combate à AIDS, celebrado no dia 1º de dezembro.

Focada em conscientização e marketing social, a empresa utilizará a internet para divulgar a ação e incentivar a participação do público na doação. Através de votação online, os internautas poderão decidir qual a entidade, dentre as cinco relacionadas, que deve receber a doação. Os preservativos serão enviados às ONG’s seguindo a proporção de votos que cada uma receber pela web.

“A ideia é aproveitarmos essa ação de doação para estimular a conscientização do público. Assim não apenas ajudamos entidades sérias e engajadas no combate a DST’s, como também envolvemos os internautas nessa importante luta de combate à AIDS e promoção do sexo seguro e consciente, ampliando os resultados da atuação”, afirma Denise Santos, gerente de marketing da DKT do Brasil.

“Não é exatamente uma disputa, já que todas as entidades serão contempladas seguindo a proporção de votos”, diz Denise.

Os interessados em participar dessa causa podem votar em sua instituição de preferência através do site. As votações seguem até o dia 20 de novembro e a entrega será no Dia Mundial de Combate à AIDS – 1º de dezembro.

A DKT do Brasil – empresa subsidiária a DKT International, entidade sem fins lucrativos atuante em 16 países em desenvolvimento ao redor do globo com ações de planejamento familiar e combate a disseminação de doenças sexualmente transmissíveis – mantem parceria fixa com diversas entidades do Brasil, realizando constantemente ações de doações e incentivos.

A DKT do Brasil – instalada no país em 1990 e detentora das marcas Prudence, Affair e L’Amour – apoia diversas ONGs (Organizações Não Governamentais), realizando trabalhos de conscientização sobre a importância do uso do preservativo em todas as relações sexuais.

Sabrina Sato é a rainha de bateria da Vila Isabel

Fotos de Fernando Torquatto

Sabrina Sato é a nova rainha de bateria da Vila Isabel. A apresentadora do “Pânico na TV” vai estrear na escola em 2011, ano em que a agremiação vai falar sobre cabelo. Sabrina, antes musa do Salgueiro, foi escolhida pela escola por ser popular, bem sucedida e ter uma identificação com o carnaval. A japa substitui Gracyanne Barbosa.

Amanhã, a apresentadora do “Pânico na TV” se encontrará pessoalmente com Wilson Alves, o Wilsinho, superintendente da agremiação, para definir os último detalhes. Sabrina virá ao Rio, direto de Fortaleza, para discutir alguns pontos finais sobre seu reinado na Vila Isabel. A beldade ficará na escola por, pelo menos, dois anos.
Será a primeira vez que Sabrina será rainha de bateria de uma escola do Rio. Por quatro anos, ela desfilou como musa do Salgueiro. Mas como não havia perspectiva alguma de ser rainha da escola de Viviane Araújo, Sabrina decidiu aceitar o convite da escola de Noel.
Em 2011, a Vila Isabel virá com o enredo sobre cabelos, patrocinado pela Procter & Gamble, dona da marca Pantene. Por isso, especula-se que, além de Sabrina Sato, Gisele Bündchen, garota-propaganda da marca, também venha defendendo a Azul e Branco.

Leo Dias/Extra

Morre o sambista Ratinho, compositor de Vai Vadiar

Morreu neste domingo (10), aos 62 anos, o sambista Alcino Correia Ferreira, o Ratinho, conhecido por composições como “Coração em Desalinho” e “Vai Vadiar”, feitas em parceria com Monarco e sucessos na voz de Zeca Pagodinho.

Ele deu entrada na manhã de ontem no hospital municipal Salgado Filho, no Meier, zona norte do Rio, com quadro de Acidente Vascular Cerebral. Nascido em Portugal, ele morava no Rio desde os quatro anos de idade.

Frequentou desde criança a Caprichosos de Pilares, pois seu pai tinha uma barbearia perto da quadra. Venceu sete vezes a disputa de samba-enredo na escola.

Neste ano ele lançou seu primeiro CD, “O Rato Sai da Toca”, com músicas inéditas interpretadas pelo compositor, parte delas em parceria com Zeca Pagodinho.

Ele está sendo velado na capela Santa Cássia, próxima ao hospital Salgado Filho, e será enterrado às 13h desta segunda-feira, no cemitério de Inhaúma, também na zona norte.

Veja o vídeo de “O dia se zangou”, um dos sucessos de Ratinho, interpretado pelo grupo Casuarina.

Ratinho deixou cerca de 300 composições gravadas e ainda parcerias inéditas com Guilherme de Brito, Wanderley Monteiro, Mijinha, Alcides Malandro Histórico, Argemiro da Portela e Noca da Portela, entre muitos outros.

Morre Nenê da Vila Matilde

Morreu, na madrugada desta segunda-feira, 4, o sambista Alberto Alves da Silva, conhecido como Nenê da Vila Matilde, aos 89 anos, em São Paulo, em consequência de insuficiência respiratória. O velório será realizado hoje, 4, a partir das 13h na quadra da escola na Rua Julio Rinaldi, 1 – Vila Salete,  Penha, zona leste da capital. O enterro será amanhã, 5, às 10h, no cemitério da Quarta Parada na avenida Salim Farah Maluf, S/N.

Nenê fundou em 1949 e presidiu o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Nenê de Vila Matilde, uma das mais tradicionais escolas de samba do carnaval de São Paulo, por 47 anos, até passar o comando da entidade em 1996 para seu filho, Alberto Alves da Silva Filho, em razão de alguns problemas de saúde.

Ele foi um dos grandes incentivadores do carnaval de São Paulo. Em 1968, ao lado de outros sambistas como Inocêncio, Tobias, Carlão do Peruche e Pé Rachado da Vai-Vai, se reuniu com o prefeito Faria Lima e constituiu o carnaval atual, com apoio da prefeitura. Ele era considerado um dos grandes sambistas da atualidade e é um exemplo para todos que ingressaram no carnaval.

Erasmo Carlos concorrre ao samba enredo da Beija Flor

O cantor e compositor Erasmo Carlos inscreveu uma canção no concurso que vai definir o samba-enredo da Beija-Flor para o carnaval 2011.

Na ocasião, a escola de Nilópolis vai homenagear Roberto Carlos, amigo e principal parceiro de Erasmo, com o enredo “A simplicidade de um Rei”.

A música será apresentada na quadra da escola, em Nilópolis, no próximo dia 12, último dia da primeira etapa do concurso.

O samba tem como coautores o maestro Eduardo Lages, arranjador que acompanha Roberto há mais de 30 anos, e Paulo Sérgio Valle, autor de sucessos da bossa nova, como “Samba de verão”, “Preciso aprender a ser só” e “Viola enluarada”.

Outras 53 obras foram inscritas na disputa, que começou na noite da última segunda-feira (2). O samba que será cantado no Sambódromo pela Beija-Flor em 2011 será escolhido no mês de outubro.

Globo exige escola de samba a mudar enredo

Por exigência da Rede Globo, a Rosas de Ouro terá que modificar o nome do enredo e parte de seu samba para o desfile de carnaval deste ano. De “Cacau é Show”, o enredo se transformou em “Cacau: Um grão precioso que virou chocolate sem dúvida se transformou no melhor presente!”. A palavra “chegou”, por sua vez, vai substituir o “show” no refrão da escola, que já levou seis vezes o título do carnaval para a zona norte da capital. A comunicação oficial da alteração foi realizada pelo perfil da escola no Twitter.

Segundo a emissora, “está previsto no contrato mantido entre a Rede Globo e a Liga das Escolas de Samba que não é permitido a realização de propaganda e ações de merchandising, em caráter explícito ou disfarçado, durante os desfiles de Carnaval”. Quando acontecem casos assim, eles são levados ao conhecimento da presidência da Liga que “avalia e toma as medidas necessárias para o cumprimento contratual”. Os patrocinadores da emissora para o carnaval são Tim, Nova Schin e Bradesco, com cotas que chegam à marca de R$ 20 milhões.

O enredo está definido desde maio do ano passado. Já o samba foi escolhido em setembro. É fácil remeter tanto o enredo quando a letra à Cacau Show, marca de chocolates que conta com mais 750 lojas franqueadas espalhadas pelo País. O enredo, inclusive, foi baseado no livro “O cacau é show”, de Alexandre Tadeu da Costa, presidente da companhia, que nasceu no bairro da Casa Verde, próximo à sede da escola.

A marca é apoiadora da escola e terá uma ala especial. O desfile pretende contar a história do fruto do cacaueiro, que já foi bebida, moeda e que nos tempos modernos passou a se transformar no chocolate como conhecemos.

Não é – e nem deve ser – a última vez que o nome de uma marca aparece em meio aos sambas.Em 2002, a emissora ameaçou não transmitir o desfile da Mocidade Alegre, atual campeã do carnaval paulistano, se a escola não deixasse de lado os carros alegóricos com as frases “Leite Ninho” e “Leite Moça” nas latas. A escola recuou e o desfile foi transmitido normalmente.

Já em 2007, a Suvinil patrocinou o desfile da X9 Paulistana. As latas de tinta nos carros remetiam claramente à marca, principalmente por causa de suas cores características (amarelo, vermelho e marrom).

Mas parece que regra é diferente para as escolas do Rio. Em 2006, por exemplo, a fluminense Caprichosos de Pilares falou do Espírito Santo e citou o chocolate várias vezes – a marca Garoto nasceu no estado e sua principal fábrica fica em Vila Velha, na Grande Vitória. Uma parte da letra ainda falava “feito garoto me lambuzei, Senti a fé me renovar”.

M&M/Renato Pezzotti

%d blogueiros gostam disto: