Arquivos de tags: Canoas

Ulbra demite 212 professores

A Universidade Luterana do Brasil demitiu 212 professores no Rio Grande do Sul. As rescisões estão sendo homologadas ao longo desta semana. Foram demitidos os profissionais que tinham as menores cargas horárias.

Segundo a reitoria, a universidade teve de se adequar à uma determinação do Ministério da Educação de possuir um terço do quadro de docentes trabalhando em regime integral. Apenas 13% do quadro docente dedicava este tempo à universidade.

O chefe de gabinete da reitoria, José Luís Duizith, explica que a instituição não teria condições financeiras de aumentar a carga de trabalho de alguns e manter os demais trabalhando. Como enfrenta uma crise financeira que começou na gestão do ex-reitor Ruben Becker, a Ulbra informou ainda que não conseguiria pagar as rescisões.

Duizith conta que houve um acordo com o Sindicato dos Professores para parcelar a dívida com os funcionários.

A Ulbra aproveitou o ultimato do MÉC e promoveu a redução do quadro que já era pensada desde que a nova reitoria assumiu. A Celsp, mantenedora da universidade, tem uma dívida bilionária com a União pelo não pagamento de impostos. O caso está na Justiça Federal de Canoas.

Ulbra: exigida saida do Reitor

Ulbra exige saida do Reitor   Foto: Claiton Dornelles/GES

Ulbra exige saida do Reitor Foto: Claiton Dornelles/GES

Professores, funcionários e alunos da Ulbra promoveram um Ato Público em frente à sede da Comunidade Luterana São Paulo na manhã desta terça-feira, em Canoas.

A categoria reivindica o recebimento de mais de 3 salários atrasados e o afastamento da atual reitoria, responsabilizada pela crise da universidade.

Um documento assinado pelos trabalhadores, exigindo a regularização salarial e a remoção da atual Reitoria, foi entregue hoje à mantenedora da Ulbra, aos deputados da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa e ao Ministério da Educação.

Os professores da Ulbra também decidiram continuar a greve por tempo indeterminado e formalizar junto ao Ministério Público Federal um pedido de intervenção na instituição.

A crise na Ulbra também se estende aos hospitais. Com o objetivo de avaliar a situação em que se encontra a instituição é que o auditório do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul vai reunir os médicos dos hospitais e unidades de saúde da Ulbra hoje, a partir das 7 horas da noite.

Na ocasião serão traçadas ações que garantam condições de trabalho à categoria e buscar informações sobre a realidade enfrentada pelos profissionais. Ainda hoje, o SIMERS e os demais sindicatos que defendem os direitos dos trabalhadores da Ulbra estão realizando um ato público no centro de Canoas para exigir o afastamento do reitor Rubem Becker.

Diáriode Canoas/Rádio ABC 900

Morre Zeca Gusmão, do Diário de Canoas

Morreu na tarde desta terça-feira José Antônio Lucchese Gusmão aos 47 anos.  Gerente-geral do Diário de Canoas, do Grupo Editorial Sinos, onde atuava desde julho de 1997. Zeca, como era chamado pelos colegas, estava internado desde o dia 5 de abril, no Hospital Santa Rita, da Santa Casa, em Porto Alegre.

Lucchese  deixa duas duas filhas, de 8 e 13 anos, além da esposa, a professora Rosana Lucchese Gusmão. O velório, que ainda não tem horário definido, está previsto para ocorrer na Funerária Seewald Troian, em frente ao Hospital Centenário, em São Leopoldo. Após, o féretro será conduzido ao crematório Cristo Rei, também em São Leopoldo.

Braskem e Petrobras: investimento de R$ 1,1 bi no RS

Dois investimentos, no total de R$ 1,1 bilhão no Rio Grande do Sul, foram anunciados à governadora Yeda Crusius, na manhã desta terça-feira, no Palácio Piratini, pelo presidente da Braskem, Bernardo Gradin, e o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

A Braskem aplicará R$ 500 milhões na sua PE Verde, no Pólo Petroquímico de Triunfo – onde já trabalham 100 pessoas. É a primeira planta industrial no planeta de plástico a partir do etanol. Yeda foi convidada para o lançamento da pedra fundamental da obra, dia 22 de abril. “É um ato mundial. Vamos buscar, juntos, trazer o presidente da República”, disse a governadora ao comemorar a decisão.

Já a Petrobras aplicará R$ 600 milhões para reduzir a presença de enxofre na gasolina e no óleo diesel produzidos na Refinaria Alberto Pasqualini (Refap S/A), em Canoas. Entre fixos e temporários, serão criados mais de 13 mil empregos no RS.

Ao todo, a obra da PE Verde irá gerar 1,5 mil empregos. Para depois, são previstos 30 postos fixos. A conclusão da PE Verde de Triunfo é para o primeiro trimestre de 2011, quando, de acordo com Gradin, a unidade deverá entrar em operação comercial. A produção estimada será de 200 mil toneladas/ano de eteno e polietileno a partir do etano da cana-de-açúcar, para uma demanda mundial de 600 mil toneladas/ano.

Na Refap, os investimentos estão em fase final de aprovação pelo Conselho de Administração da Refinaria, informou Costa. O objetivo é melhorar a qualidade da gasolina e do óleo diesel. O primeiro investimento será de R$ 200 milhões para reduzir a presença de enxofre na gasolina produzida na Refap de 1 mil partes por milhão (ppms) de enxofre para 50 ppms.

Dentro dos próximos 60 dias, começa a construção da unidade em Canoas, adiantou o diretor da Petrobras. Ainda neste semestre, segundo Costa, deverá ser aprovado investimento de R$ 400 milhões para a redução das ppms de enxofre para o diesel usado pela frota de veículos da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA). O teor, que hoje é de 500 ppms, cairá para 50 ppms. “Vamos começar essa obra no final de 2009”, garantiu o diretor.

12 mil empregos

A unidade industrial para redução do enxofre na gasolina será construída no primeiro semestre de 2010 e a planta para redução na gasolina, no final de 2011. Mas, independentemente da conclusão das obras, a Petrobras vai fornecer diesel com 50 ppms já a partir do primeiro trimestre de 2010 à frota da RMPA, conforme assegurou Costa. “A qualidade do ar será bem melhor na Região Metropolitana, e serão trazidos empregos, desenvolvimento e impostos para o Estado”, salientou o executivo.

Durante o pico das obras dos dois investimentos, serão gerados 12 mil empregos diretos temporários, segundo frisou o diretor da Petrobras – os fixos serão 60. “São investimentos muito grandes e estimulantes, que fazem do Rio Grande do Sul ponto central de qualidade na produção da petroquímica e a sua transformação para o desenvolvimento sustentável”, afirmou Yeda.

Para a governadora, o Estado cumpre com a sua parte, no trabalho, a partir da Secretaria do Meio Ambiente. Já a presença da Braskem e da Refap, de acordo com Yeda, tem um grande significado, além dos números: “A planta de plástico verde terá R$ 500 milhões que movimentarão encomendas, arrecadação de ICMS, o giro da roda para a frente. Além disso, existem as encomendas da Refap, para melhoria da qualidade do meio ambiente, desenvolvimento e sustentabilidade do uso de combustíveis”.

O secretário do Meio Ambiente, Berfran Rosado, destacou a importância dos empregos, a garantia de renda e de desenvolvimento em uma época de crise. “E tem o componente da sustentabilidade, uma vertente que a governadora tem reafirmado permanentemente. São ganhos que a comunidade terá ao longo do tempo, com preservação ambiental, e que colocam o Rio Grande do Sul numa posição de inovação e de pioneirismo no mundo”, disse Rosado.

Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Crise na Ulbra: Igreja Universal de olho

Edir Macedo e sua turma já estão visitando os corredores da ULBRA.  Segundo um empresário de comunicações a Igreja Universal tem mesmo interesse em adquirir parte do complexo da ULBRA (universidade, hospitais e comunicações).

Semana passada enviados do bispo Edir Macedo estiveram em contato com a direção da Universidade, em Canoas no RS. Dinheiro parece que não será problema.

%d blogueiros gostam disto: