Arquivos de tags: Áustria

Beyoncé manda sósia para representá-la

Beyoncé pode receber o título de maior mentirosa do ano. Segundo o que se comenta, a cantora teria enviado uma sósia para representá-la em um evento realizado em um museu austríaco, nessa quarta-feira. Assim ela teria tempo de sobra para fazer compras nas lojas de Viena

Aqui a sósia de Beyoncé com o diretor do museu

Além de uma grande voz e um físico a estonteante, a cantora Beyoncé tem o dom da ubiquidade. Ela conseguiu estar em dois lugares ao mesmo tempo na Austria. A diva esteve em um museu e foi fotografada, ao mesmo tempo, caminhando pelas ruas de Viena.

Uma maravilha da física que Beyoncé alcançou com a ajuda de uma dublê que foi enviada para visitar o prestigiado museu Albertina enquanto ela estava envolvida com comprinhas em lojas chic da bela cidade.

Aqui a verdadeira passeando em Viena

Aqui a verdadeira passeando em Viena

A midia austríaca relatou hoje que a troca foi tão perfeita que ninguém percebeu no museu. A “cantora” foi recebida com todas as honras e uma audiencia, realizada em espaço privado, pelo diretor da instituição.

“Desde ontem, tivemos uma ligeira dúvida, mas não tenho certeza”, disse a porta-voz Verena Dahlitz sobre o aparecimento da dublê que em nenhum momento tirou os óculos escuros ou disse ser uma “representante”  da cantora.

Incesto: Austria quer limpar a imagem do país

O Governo da Austria planeja o lançamento de uma campanha para recuperar a imagem do país no exterior. Avalia que a reputaçao foi danificada pelo caso de Josef Fritzl, que manteve a filha presa no porao por 24 anos e teve 7 filhos com ela. A historia chocou o mundo.

Noticia da Brand Republic diz que a Austria está empenhada em limpar sua imagem ainda antes da Euro 2008, competiçao do futebol europeu prevista para o proximo mês de junho. Seu Governo está contratando consultores e pretende recorrer a todas as tecnicas disponiveis para recuperar o conceito.

BR

Manteve filha presa por 24 anos na Áustria

A Áustria amanheceu em estado de choque nesta segunda-feira, menos de dois anos depois do caso da jovem Natascha Kampusch, que ficou oito anos em um cativeiro também na Áustria.

A polícia austríaca disse nesta segunda-feira que o homem que supostamente manteve a própria filha presa por 24 anos em um porão confessou tê-la aprisionado e, segundo fontes policiais citadas pelas agências de notícias internacionais, também admitiu ser pai de seus sete filhos.

O oficial da polícia austríaca Franz Polzer disse que o suspeito, Josef Fritzl, 73, também afirmou aos investigadores ter jogado o corpo de uma das sete crianças no incinerador do seu prédio após ela ter morrido logo depois de nascer.

“Ele admitiu ter trancado sua filha, que tinha 18 anos na época, no porão, que fazia sexo repetidamente com ela, e que é pai de suas sete crianças”, disse Polzer. “Ele também admitiu ter queimado uma das crianças no incinerador do prédio”, afirmou.

A polícia divulgou nesta segunda-feira fotos do local onde Elisabeth Fritzl, desaparecida desde 1984 e que tem hoje 42 anos, ficou aprisionada com três de seus seis filhos. O local não tinha janelas.

O suspeito, detido neste domingo, compareceu a uma audiência com um juiz nesta segunda-feira. Após a detenção, Fritzl manteve silêncio e só revelou o código da fechadura eletrônica do porão.

Os investigadores aguardam ainda os resultados dos exames de DNA que permitirão estabelecer os vínculos de parentesco de três homens e três mulheres, com idades entre 5 e 20 anos, que seriam fruto de incesto.

Três crianças viviam com o pai e a mulher dele, Rosemarie, enquanto os outros três moravam trancados com a mãe no porão. Eles nunca nunca tiveram o direito de deixar o local.

 

%d blogueiros gostam disto: