Tag Archives: argentina

Escritores de Buenos Aires recebem pensão

Continue lendo

Concurso Mundial de Tango em Buenos Aires

Começaram este mês as eliminatórias para o Mundial de Tango, que acontece em agosto. As disputas ocorrem em varias milongas da cidade e os vencedores passam para a fase seguinte, chamada de semi-final, que será disputada dia 18 e 19 próximos, em La Viruta e El Pial.

A grande final, que selecionara as duplas que vão para o mundial, será dia 21, no salão do Colégio São Jose. As entradas para esta etapa serão entregues dia 20 de maio, das 12h as 18h, na Casa de Cultura (Av. de Mayo 575).

Para celebrar Tango Buenos Aires e os novos campeões nas categorias Tango Salón, Vals e Milonga, o governo organizou uma grande milonga de encerramento, dia 22 de maio, ao ar livre, na mítica esquina de San Juan e Boedo, com acompanhamento de uma orquestra ao vivo. Não percam!!

Dica do Blog da Gisele Teixeira on Aquí me quedo

O calendário completo está AQUI. 

Mais agenda tangueira em Punto Tango. 

Menino de 13 anos cursa três faculdades

O argentino Kouichi Cruz tem 13 anos e é o aluno mais novo da Faculdade de Matemática, Astronomia e Física (FAMAF) da Universidade de Córdoba. E, como se este feito já não bastasse, ele estuda simultaneamente engenharia informática e ciências econômicas na mesma universidade.

Os pais de Kouichi vivem e trabalham em Espanha – a mãe é farmacêutica e o pai é anestesista –, por isso, ele vive com a tia, Alejandra Perez, na cidade de Córdoba. Quando ainda era bebê, os pais chegaram a pensar que o filho fosse autista. Mas, aos quatro anos, uma bateria de exames indicou que a criança tinha um QI mais alto do que a maioria das crianças da sua idade.

Este ano, ele entrou para a universidade, mudando por completo a sua rotina. Estuda de amanhã até ao final da tarde. E quando está em casa, se não estiver  fazendo  exercícios de matemática, fica vendo séries de comédia na televisão. Na escola, nunca acompanhou os guris  na sua idade – sempre estudou à medida da sua insaciável vontade de aprender. Segundo a BBC, Kouichi acha que as aulas na universidade são “mais fáceis” do que imaginava.

BBC/UK

Morre Nestor Kirchner, ex-presidente da Argentina

O ex-presidente da Argentina e secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) morreu nesta quarta-feira, 27, em El Calafate, na Patagônia argentina.

Kirchner, que sofria de problemas cardíacos, teve uma parada cardiorespiratória nesta madrugada. Ele foi levado a um hospital na cidade turística de El Calafate, na província de Santa Cruz, mas não resistiu,

informou seu médico pessoal. Ele mantinha grande influência no governo da presidente Cristina Fernández de Kirchner, sua mulher e sucessora.

Kirchner tinha sido operado em setembro, pela segunda vez, de problemas cardíacos.

Mercosul: documento único para desembaraço de mercadorias

Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai adotarão um documento único para a internalização e desembaraço de mercadorias transacionadas no Mercosul para efeito de fiscalização nas aduanas. O “Documento Único Aduaneiro do Mercosul” é uma das diretrizes do projeto de adequação da infraestrutura alfandegária em conclusão na Receita Federal. A readequação modificará procedimentos de controle e fiscalização em 126 aduanas, 164 portos e instalações portuárias, 33 pontos de fronteiras, 37 aeroportos, 67 portos secos e 23 recintos de remessas postais.

Os acertos para a adoção do “Documento Único Aduaneiro do Mercosul” foram definidos na semana passada durante encontro dos representantes dos quatro países em João Pessoa. O formulário será eletrônico e conterá especificações comuns aos integrantes do bloco. Também foi acordado que importadores, exportadores e agentes de comércio exterior terão de prestar informações com antecedência às alfândegas dos quatro países. O prazo para o envio dos dados ainda está por ser fixado.

O modelo de fiscalização “Operador Econômico Autorizado” é a segunda diretriz da reformulação das aduanas. A partir desta semana, importadores, exportadores e entidades empresariais receberão cópia da minuta desse sistema de controle, que será discutido na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e na Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

O objetivo é que a fiscalização dessas grandes empresas seja feita não na zona alfandegária primária (portos, aeroportos e pontos de fronteira), mas nas zonas secundárias (portos secos). Como no Brasil cerca de 500 companhias respondem por cerca de 85% das operações de importação, se ao menos metade desse grupo aderir ao OEA, a Receita Federal conseguirá desobstruir expressivamente o tempo gasto na internalização ou nas autorizações para embarques de produtos ao exterior.

De acordo com a Receita, a internalização das mercadorias adquiridas no exterior leva, em média, 27 horas. Em outra ponta, o tempo médio gasto no desembaraço das exportações é de 14 horas.

Ao propor que exportadores e importadores se submetam a uma classificação de risco para efeitos de controle aduaneiro, a Receita Federal se comprometerá com “um tempo zero” na fiscalização.

Como esse modelo será o mesmo adotado pela Organização Mundial de Aduanas (OMA), as empresas listadas pelo fisco brasileiro que não serão fiscalizadas em portos, aeroportos e pontos de fronteira tenderão a receber esse tratamento preferencial também nos países membros da OMA.

As estatísticas atestam a forte ampliação das operações de comércio exterior feitas pelo Brasil. Em 2000, o país exportou US$ 63 bilhões e importou US$ 55,8 bilhões. No ano passado, essas operações atingiram US$ 153 bilhões e US$ 127,7 bilhões. Neste ano, a meta de embarques é US$ 180 bilhões.

A Receita Federal corre contra o tempo para evitar que os procedimentos de controle e fiscalização se tornem um empecilho à maior inserção do Brasil no comércio internacional. Após a consulta aos setores produtivos a partir desta semana, a Receita concluirá o modelo e iniciará a implementação das medidas.

A terceira diretriz do projeto de reformulação da infraestrutura aduaneira é maior exigência por parte dos permissionários de 67 portos secos. Esse administradores de locais e recintos onde ocorrem movimentação, armazenagem e despacho de mercadorias procedentes do exterior terão que adotar sistemas informatizados de controle e monitoramento.

Será obrigatória a instalação de sistema de segurança com acesso remoto pelos fiscais e auditores. Entre os aparelhos com instalação compulsória constam câmeras que permitam a visão noturna. Os administradores dos portos secos terão dois anos para cumprir essas e outras determinações. A partir desse aparato logístico e operacional, a Receita Federal construirá um centro nacional de monitoramento dos portos secos.

O sistema de aperfeiçoamento das aduanas se completa com o aprimoramento do Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) nos modais terrestre e aéreo, com o uso de scanners e cães farejadores e com a transferência de agentes administrativos para o cumprimento de tarefas menos complexas de fiscalização, a exemplo da conferência de bagagens. O Fisco possui 4 mil profissionais nas tarefas de fiscalização e controle.

Valor

Noivo morre na festa do casamento gay

Terminou em tragédia o primeiro casamento homossexual realizado no balneário argentino de Mar del Plata, a 400 quilômetros ao sul de Buenos Aires.

Enquanto dezenas de familiares e amigos do casal desfrutavam da festa, um dos noivos passou mal e teve de ser levado com urgência a um hospital, onde faleceu mais tarde.

Néstor Berchot ( a esquerda na foto) tinha 45 anos e horas antes havia se casado com Adrián García, de 42. Segundo os familiares e jornais locais, o cabeleireiro teve uma súbita crise de hipertensão.

O Congresso argentino aprovou em 15 de julho a reforma do Código Civil que reconheceu o matrimônio homossexual, que fez com que a Argentina se tornasse o primeiro país latino-americano a autorizar a união gay.

De acordo com os dados de organizações da comunidade homossexual, cerca de 600 casais do mesmo sexo de países latino-americanos e europeus já realizaram consultas a fim de se casarem na Argentina após a aprovação da lei.

Antes da vigência desta normal legal, nove casais já haviam casado no país sob decisões judiciais, ainda que algumas destas reuniões tenham sido depois anulados.

Desempregado Maradona quer treinar time brasileiro

Maradona e Mancuso dizem que adoram o Brasil

Desligado da seleção argentina, Maradona pode até continuar sua até agora curta carreira de treinador no futebol brasileiro. Isso é o que diz seu fiel escudeiro e auxiliar técnico, o ex-jogador Alejandro Mancuso.

O ex-volante de Palmeiras e Flamengo conheceu Maradona pela primeira vez em um amistoso entre Brasil e Argentina, em 93, e fez o gol da equipe azul e branca no empate por 1 a 1, no Monumental de Nuñez. Depois, jogaram juntos a Copa de 94, viraram amigos inseparáveis e passaram a trabalhar juntos, em 2008. Mancuso, inclusive, trajava as mesmas roupas que Maradona ao participar da comissão técnica argentina na disputa da Copa-2010.

‘Por enquanto vamos continuar juntos. Vamos descansar e analisar quais são as melhores propostas’’, disse Mancuso à reportagem, antes de responder se recebeu convites do Brasil.

‘Talvez sim [risos]. Não me pergunte mais sobre isso, hein?’’, disse o ex-atleta, para depois dizer que a dupla já conversa sobre trabalhar no Brasil e vê com bons olhos a oportunidade.

‘Já conversei com Diego sobre isso [trabalhar no Brasil]. Falei já muito bem do Brasil pra ele, sobre como é bom o trabalho com as pessoas aí. Temos relacionamento muito bom com os brasileiros. Mas vamos analisar tudo com calma.’’

Mancuso negou ser o pivô da saída de Maradona da seleção. ‘Não houve acordo. Eles queriam mandar embora algumas pessoas que trabalhavam conosco, e não queríamos isso

WSCOM Online

Copa: 17 torcedores argentinos serão deportados

Torcedores argentinos durante jogo em Johannesburgo no dia 12 de  julhoMilhares argentinos viajaram à África do Sul

A polícia da África do Sul anunciou que 17 torcedores argentinos foram presos e devem agora ser deportados por serem considerados “espectadores indesejáveis em jogos” da Copa do Mundo.

Os argentinos foram detidos na quarta-feira durante uma operação realizada na cidade de Pretória com o objetivo de identificar pessoas que poderiam criar confusão durante as partidas do Mundial.

A polícia vinha monitorando as atividades de um grande grupo de argentinos que estava baseado na cidade e disse ter identificado “várias pessoas cuja presença contínua neste país poderia ser um risco para a ordem pública e a estabilidade”.

Segundo a polícia, os argentinos também foram vistos tentando entrar nos estádios sem ingressos em dois jogos.

“Eles também se comportaram de maneira desordeira em várias ocasiões, atacando outros torcedores e causando confusão em geral”, afirmou a polícia em um comunicado.

O grupo de 17 argentinos foi entregue à seção de imigração do departamento de Assuntos Internos do governo sul-africano, que deve agora lidar com sua deportação.

Os detidos figuram em uma lista de 800 torcedores conhecidos que foram proibidos de assistir a jogos na Argentina e que as autoridades argentinas entregaram à África do Sul.

Outros cinco torcedores argentinos, que também estavam sendo vigiados pela polícia, teriam deixado o país nesta quarta-feira.

Ariel Ramírez: a morte de um compositor

O pianista e compositor Ariel Ramírez, autor da célebre “Misa criolla” e um dos maiores representantes do folclore argentino, morreu na noite de sexta-feira, aos 88 anos. Ele estava numa clínica em Montegrande, ao sul de Buenos Aires, informou a agência de notícias DYN. Vários artistas lamentaram a morte do pianista, a quem lembram como um dos melhores compositores do país.

A cantora Patricia Sosa se referiu a Ramírez como seu “mestre” e “o maior compositor de melodias do folclore”. A ex-integrante do grupo de rock La Torre disse ter tido “o privilégio” de ser contratada pelo músico “para cantar por todo o mundo”.

O corpo de Ramírez, que segundo informações da imprensa sofria do mal de Alzheimer, foi velado no Salão dos Passos Perdidos do Congresso, informou a Sociedade Argentina de Autores e Compositores.

Ramírez nasceu no dia 4 de setembro de 1921, na província de Santa Fé. Nos anos 1940 iniciou sua carreira como solista e ficou conhecido pela Radio El Mundo, a emissora mais importante da época. As primeiras músicas que gravou foram “La tristecia”, “Purmamarca” e “Malambo”.

Ramírez foi também o autor de conhecidas obras como “Mujeres argentinas”, “Alfonsina y el mar” e “La hermanita perdida”.

PF vai usar avião não tripulado

PF vai usar avião não tripulado para combater crime na Tríplice Fronteira. Foto: Divulgação/PF A Polícia Federal apresentou nesta segunda-feira, em São Miguel do Iguaçu , município localizado a 40 quilômetros de Foz do Iguaçu, o Sistema Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado), que será usado no combate ao crime na região da Tríplice Fronteira: Brasil, Paraguai e Argentina. É a primeira vez no mundo que a polícia emprega um Vant, normalmente utilizado por forças militares, para combater esse tipo de crime.

A aeronave é capaz de voar por 37 horas ininterruptas, cobrindo mais de 1 mil quilômetros. Além disso, pode fotografar ou filmar com nitidez, durante o vôo, pessoas e objetos no solo, de uma altura que pode chegar a 30 mil pés (10 quilômetros).

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse que até 2014 esse modelo de aeronave, de fabricação israelense, poderá ser construído no Brasil, já que o contrato de compra prevê a transferência de tecnologia para a indústria nacional. O investimento feito em cada uma das aeronaves é de aproximadamente R$ 8 milhões.

O projeto faz parte das mais de 90 ações preventivas, repressivas e sociais do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Essa é a primeira fase de avaliação e aquisição. Ela deve ser concluída até o final do ano. Inicialmente, serão usados três aparelhos. Os outros dois devem ter como base os estados do Amazonas e o eixo Rio-São Paulo. Numa segunda etapa serão criadas outras quatro bases, com 14 aeronaves.

Brasília abrigará, além de uma das bases, um centro de treinamento para os operadores do sistema.

O ministro do Interior do Paraguai, Rafael Filizzola, disse ser fundamental que a aeronave seja incorporada como mais um instrumento ao acordo de cooperação técnica para assuntos de polícia, que os dois países mantêm na região de fronteira.

Informações da Agência Brasil

%d blogueiros gostam disto: