Arquivos de tags: Air France

Seguro: dor alheia

A seguradora ACE, valendo-se de exigências da burocracia de Superintendência de Seguros Privados, está pegando pesado com algumas famílias de vítimas do desastre da Air France, ocorrido em junho.

Enquanto várias seguradoras indenizaram os herdeiros de seus clientes antes mesmo do encerramento das buscas, a ACE não paga o que contratou se os familiares não apresentarem cópias do exame necroscópico (o atestado de óbito não basta, apesar do corpo ter sido identificado).

Pior: pede também o Boletim de Ocorrência do desastre e uma cópia completa do inquérito policial.

A ACE é uma seguradora multinacional com operações em quase 140 países.

Helio Gaspari

Airbus da Air France : 24 corpos resgastados

Nota atualizada na noite de segunda-feira dia 08 junho

Em entrevista coletiva na noite desta segunda-feira (8), em Recife, a Marinha e a Aeronáutica informaram que oito corpos de ocupantes do Airbus A330 da Air France foram resgatados nas buscas de hoje. Com isso, chega a 24 o número de corpos retirados do oceano Atlântico.

Os oito corpos foram encontrados a 440 km a nordeste do arquipélago de São Pedro e São Paulo e já estão a bordo do navio Bosísio, da Marinha. Os corpos serão “oportunamente” levados até Fernando de Noronha e de lá serão enviados, de avião, para Recife, segundo informações das autoridades. “Os corpos resgatados hoje foram encontrados um pouco além do limite da área juridicional das águas brasileiras”, disse o capitão-de-fragata Giucemar Tabosa.


Marinha e Aeronáutica anunciaram no início da noite deste domingo (7) o resgate no mar de mais 11 corpos de ocupantes do airbus da Air France desaparecido no último dia 31 depois de ter partido do Rio de Janeiro com destino a Paris, na França.
Com esses, somam 17 os cadáveres recolhidos desde o início das operações de busca em alto mar, na altura do arquipélago de Fernando de Noronha, segundo informou o tenente-coronel Henry Munhoz, da Aeronáutica.

O ponto onde, segundo a Aeronáutica, se encontra a maior parte dos destroços, está localizado a 1.150 km de Recife, distância equivalente à que separa São Paulo de Porto Alegre.

“Essa distância significa, por exemplo, ir de São Paulo a Porto Alegre de ônibus em 18 horas. Imaginando que essas distâncias serão percorridas por navios e alguns pequenos trechos por aeronaves, dá para se ter uma percepção de como o processo logístico é complexo”, exemplificou o oficial.

Oito dos 17 corpos foram retirados do mar pela fragata francesa Ventôse, segundo a Marinha. Os demais, pelos navios brasileiros. Todos os corpos foram resgatados em águas brasileiras, segundo o capitão-de-fragata Giucemar Barbosa.

As áreas de busca e resgate continuarão concentradas nos pontos onde foram localizados os corpos. A aeronave R-99 continua realizando varreduras na região a fim de identificar eventuais novos focos de destroços.
A previsão do tempo neste domingo em toda a região das buscas foi desfavorável para o trabalho das aeronaves, devido à pouca visibilidade.
Além dos cinco navios da Marinha brasileira na região, as buscas passam a contar a partir deste domingo com a Fragata Ventuse, da Marinha Francesa.

As duas aeronaves francesas (Falcon 50 e Atlantic Rescue D) permanecem colaborando com as missões de busca.

Neste momento, 14 aeronaves (12 brasileiras e duas francesas) e cinco navios da Marinha do Brasil participam da Operação.

FAB nega que tenha recolhido peças de Airbus

O Comando da Aeronáutica negou que o “pallet” coletado por fragata da Marinha seja destroço do A-330 da Air France. Em nota divulgada na noite de ontem, a Força Aérea disse que o suporte para acomodação de cargas não pertencia ao avião. O documento revela que as aeronaves já vasculharam mais de 185 mil quilômetros quadrados, área equivalente ao Estado do Acre. Elas continuaram avistando vestígios isolados nas áreas de busca como manchas de óleo e bóias.

Mas, em Recife, o diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, Ramon Borges Cardoso, adianta que se trata de óleo de navio. O brigadeiro enfatiza que o A-330 somente poderia deixar na água um rastro de querosene. O diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo confirma que ainda não se recolheu qualquer destroço do A-330. Ele também começa a manifestar pessimismo em relação ao encontro de corpos.

Nesta sexta-feira, alguns familiares das vítimas seguem para Recife para conhecer detalhes das operações de busca na sede do Cindacta-3. Eles fazem parte de uma comissão criada informalmente na quinta-feira para agilizar entendimentos com as autoridades.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, elevou a temperatura dos fatos ao sugerir que a Airbus e a Air France são responsáveis pelo acidente. Ele lembra que a Agência Européia de Segurança da Aviação emitiu nota técnica em janeiro deste ano sobre o A-330 e o A-340. Segundo o governador, a nota chama atenção para ocorrências anormais quando essas aeronaves eram submetidas a condições climáticas adversas. Sérgio Cabral diz que seu governo vai se colocar ao lado das famílias dispostas a exigir explicações das duas empresas.

A diretora geral da Air France no Brasil, Isabelle Birem, se esquivou de comentar a nota técnica da Agência e as declarações do governador. Ela promete falar sobre o assunto em outra ocasião. O vice-presidente internacional da Air France, Jean Claude Cros, nega que a empresa tenha conhecimento do aviso da Agência Européia de Segurança da Aviação. Ele lembra que, se esse documento existisse, nenhum piloto estaria disposto a decolar em qualquer aeronave da família A-330.

Essas informações e contra-informações das autoridades e dirigentes da empresa contribuem apenas para aumentar a angústia dos familiares. Nelson Faria Marinho, que perdeu um filho de 40 anos no vôo AF 447, queixou-se da falta de transparência nas informações repassadas. O ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Koucher, veio ao Brasil para visitar familiares das vítimas e participar de culto ecumênico na igreja da Candelária. Ele admite que ouviu reclamações, mas negou que o governo francês ou a Air France estejam escondendo informações.

O chanceler francês também fez questão de enfatizar que está descartada a hipótese de ato terrorista na queda do avião. E perante perto de duas mil pessoas que lotaram o templo no centro do Rio, Bernard Kouchner apresentou, em português, mensagem do seu governo. Uma mensagem do presidente Lula também foi apresentada pelo chanceler Celso Amorim durante a solenidade ecumênica. Mais tarde, o ministro brasileiro das Relações Exteriores comentou o conteúdo das palavras do chefe da nação.

Os familiares dos desaparecidos chegaram à igreja da Candelária em três ônibus alugados pela Air France. Dona Julieta, mãe de Marcelo Parente, chefe de gabinete do prefeito do Rio, afirma que está à espera de um milagre. O ministro das Relações Exteriores da França voltou ontem mesmo para seu país, a bordo de avião da Air France.

Bernard Kouchner embarcou num A-330 e fez o vôo AF-447, o mesmo que partiu do Galeão domingo passado e desapareceu no oceano. O presidente Lula estará hoje, no Rio de Janeiro, para missa em memória dos desaparecidos na Igreja de Nossa Senhora do Carmo. O ato religioso está marcado para às 18h e foi organizado pela Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Acidente Aéreo: lista atualizada passageiros

Localizados mais três corpos

A Marinha e a Aeronáutica anunciaram na manhã deste domingo (7) a localização e resgate de mais três corpos em alto-mar de ocupantes do Airbus da Air France que desapareceu na noite do último dia 31 no trajeto entre o Rio de Janeiro e Paris. Outros dois corpos haviam sido localizados no sábado (6). Os cinco corpos estão sendo transportados pela Fragada Constituição da Marinha para Fernando de Noronha e deverão chegar na segunda-feira (8).

Segundo informações divulgadas pelos comandos da Marinha e Aeronáutica durante entrevista coletiva no Recife neste domingo, não existe dúvida de que o material recolhido no mar seja dos destroços do Airbus que favia o voo 447.

Outros corpos estão sendo avistados pelos navios e deverão ser recolhidos nas próximas horas.

Os corpos achados na madrugada deste domingo foram localizados pela corveta Caboclo e foram transferidos para a Fragata Constituição para o transporte até Fernando de Noronha. Os corpos serão catalogados em Fernando de Noronha e transferidos para o Recife, onde o IML fará o trabalho de identificação.

As áreas de busca e resgate continuarão concentradas nos pontos onde foram localizados os corpos. A aeronave R-99 continua realizando varreduras na região a fim de identificar eventuais novos focos de destroços.
A previsão do tempo para este domingo em toda a região das buscas é desfavorável para o trabalho das aeronaves, devido à pouca visibilidade.
Além dos cinco navios da Marinha brasileira na região, as buscas passam a contar a partir deste domingo com a Fragata Ventuse, da Marinha Francesa.

As duas aeronaves francesas (Falcon 50 e Atlantic Rescue D) permanecem colaborando com as missões de busca.

Neste momento, 14 aeronaves (12 brasileiras e duas francesas) e cinco navios da Marinha do Brasil participam da Operação.

Veja nomes de passageiros do voo AF 447, segundo familiares e empresas    

O Airbus A330 desapareceu no caminho entre Rio e Paris.
Lista oficial com nomes dos passageiros ainda não foi divulgada.

Pessoas de diversas origens estão entre os passageiros do voo AF 447, da Air France, que saiu do Rio de Janeiro na noite de domingo (31) rumo a Paris e desapareceu sobre o Oceano Atlântico. A lista oficial com os nomes dos passageiros ainda não foi divulgada, mas familiares e empresas já começaram a apresentar nomes de brasileiros que embarcaram. O voo levava 216 passageiros e 12 tripulantes, segundo a companhia aérea.

A seguir a lista parcial de passageiros que estavam no voo, confirmados por familiares:A seguir a lista parcial de passageiros que estavam no voo, confirmados por familiares:

ADRIANA HENRIQUES

Adriana Francisco Sluijs, 40 anos , jornalista da área de comunicação corporativa da Petrobras

Alexander Bjoroy, um menino inglês de 11 anos de idade. Ele voltava para casa, na Inglaterra, sozinho, após passar as férias com os pais, que moram no Brasil. William Dougill, avô do garoto, disse ao jornal britânico “Daily Telegraph”: “Ele era meu único neto. Todos vamos sentir saudades”.

Ana Carolina Rodrigues, 28 anos, pesquisadora da organização não governamental Viva Rio e estava trabalhando junto com Pablo Dreyfus no projeto de proteção a jovens que vivem em territórios vulneráveis.

ANA LUISA CURTY

Angela Cristina de Oliveira Silva, responsável pelo Centro Internacional de Orientação e Defesa da Mulher Estrangeira (Ciods)

Anna Negra, 28 anos, catalã

Andrés Suárez Montes, 38, engenheiro espanhol que trabalhava no Brasil

Anne Harris, norte-americana de 54 anos, viajava com o marido Michael Harris, 60 anos

Antônio Augusto Gueiros de 46 anos, é diretor de informática da Michelin, fabricante de pneus.

Aisling Butler, 26 anos , irlandesa, médica

Agostino Cordioli, empreendedor do ramo da construção civil de Villafranca, da região italiana de Verona

Alexander Paulitsch, consultor empresarial, de San Candido, na Itália

Arthur Coakley, 61 anos, britânico, engenheiro

Berg Andersen, advogado norueguês, 37 anos, funcionário da empresa de petróleo StatoilHydro, viajou para uma reunião marcada na sede da empresa, na Noruega. Ele estava acompanhado do advogado brasileiro Gustavo Peretti, 30 anos, e da geofísica brasileira Marcela Pellizon, de 29 anos.

Bianca Machado Cotta, médica estava em viagem de lua de mel.

Brad Clemes, 49, canadense

BRUNO PELAJO

Carlos Eduardo Macário de Melo, advogado, recém-casado com Bianca

Clara Mar Amado, aeromoça, argentina. Ela possui dupla nacionalidade e morava na Europa

CARLOS MATEUS

Claudia Degli Esposti, consultora da Agência de Desenvolvimento da Região da Emilia-Romagna (Ervet), de Bolonha, viajou ao estado do Paraná para participar de uma feira do setor têxtil.

Claus-Peter Hellhammer, 28; funcionário da ThyssenKrupp Steel AG

na Alemanha

Christin Pieraerts, funcionária francesa da Michelin, Christin Pieraerts, que estava no Brasil

Christine Badre Schnabl e o filho, Philipe,  sueca Christine Badre Schnabl, de 34 anos, vivia havia dez anos no Rio de Janeiro e voltava com a família para passar férias na Suécia. Estavam no voo AF 447 Christine e o filho de 5 anos, Philipe. Ela e o marido costumavam viajar em aviões separados, a fim de evitar que, em caso de acidente, os filhos perdessem o pai e a mãe ao mesmo tempo.

Deise Possamai, a catarinense de Nova Veneza, Deise Possamai, de 34 anos, é funcionária pública da prefeitura de Criciúma e viajava para fazer cursos na França.

Eduardo César Moreno, gerente da Petrobras no Irã

Eithne Walls, 29 anos, da Irlanda, médica e dançarina

Erich Heine. A Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) confirmou em comunicado que o presidente de seu Conselho de Administração, Erich Heine, está entre os passageiros do voo.

Filho de Rita Szarvas, de 7 anos, cujo nome não foi divulgado

Enzo Canelletti, da província de Veneza, marido de Cristina de Oliveira Silva

Ferdinando Porcaro médico mineiro, de 79 anos, da cidade de Muriaé e viajava com a mulher, que é carioca. O casal mora no Rio de Janeiro e seguiria para a Noruega para visitar uma filha.

Francisco Eudes Mesquita Valle, marido de Maria de Fátima e pai de Paulo Valle Brito

Graham Gardner, 52 anos, Comandante de navio, Gardner trabalhava, no Brasil, para uma empresa que constrói embarcações para a indústria petrolífera

Georg Lercher, empreendedor do setor madeireiro, de San Candido, na Itália

Georg Martiner, de origem brasileira, de Ortisei, na Itália

Giovanni Batista Lenzi, o italiano Giovanni Batista Lenzi, deputado da Província Autônoma de Trento e Região Alto Adige, também veio ao Brasil para entregar uma doação às vítimas das enchentes que atingiram Santa Catarina.

Gustavo Henrique Brito dos Santos, 30 anos, advogado carioca

GUSTAVO MATTOS

Gustavo Peretti, 30, brasileiro, advogado, funcionário da petrolífera norueguesa StatoilHydro.

Harald Maximillian Winner, alemão cd 44 anos, iria à Alemanha para providenciar os documentos necessários para se casar no Brasil, segundo sua noiva, Helen Pedroso.

Hilton Jadir Silveira de Souza de 50 anos. Engenheiro da Petrobrás e natural de Montes Claros, Minas Gerais, ele ia para a Alemanha a serviço da empresa. A Petrobrás disse que só vai se pronunciar depois da divulgação da lista de passageiros.

Isis, francesa, mulher de José Ronnel Amorim.

Ivan Lorgeré , francês, físico

Izabela Maria Furtado Kestler,  professora, leciona Literatura Alemã na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), seguia para Leipzing, na Alemanha, onde acontece um congresso na Assembleia da Sociedade Goethe-Weimar.

Jane Deasy, 27anos, irlandesa, médica

JEAN CLAUDE LOZOUET

José Gregório Marques – natural de Itambacuri, no Vale do Rio Doce. Juiz federal aposentado,70 anos e mora no Rio. Ele estava acompanhado da mulher Teresinha Moreno Marques, de 66 anos.

José Ronnel Amorim, dentista casado com Isis, morava em Londres

João Marques da Silva Filho, de 67 anos, que pertence ao quadro de gerentes do Estaleiro Atlântico Sul, em Pernambuco, viajava para acompanhar testes de equipamentos.

Jozsef Gallasz, 44; húngaro, marido de Rita Szarvas

José Roberto Gomes da Silva, segundo a assessoria da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC- Rio), o professor do departamento de administração José Roberto Gomes, de 50 anos, embarcou no domingo para participar de um congresso em Paris. O professor trabalhava há 9 anos na universidade e estava sozinho na viagem.

JOSE SOUZA

Júlia Chaves de Miranda Schmidt, de 27 anos, mineira, voltava para a Alemanha, onde mora e está noiva.

Juliana de Aquino ( veja abaixo aqui neste blog post com Juliana )

A cantora Juliana de Aquino, de 29 anos, mora há seis anos na Alemanha e veio a Brasília para visitar a família. Muito abalado, o pai disse ter certeza de que a filha estava a bordo do avião, pois conversou com ela por telefone pouco antes da decolagem.

Kristian Berg Andersen, de 37 anos, norueguês, funcionário da StatoilHydro

Laura Rahal

Letícia Chem, gaucha de  36 anos, viajava com os pais Roberto e Vera Chem para a Grécia.

Leonardo Veloso Dardengo, 31, oceanógrafo e doutorando da Coppe/UFRJ

Leonardo Pereira leite

Lucas Gagliano era comissário de bordo do voo AF 447 da Air France e ficou no país durante 15 dias para o enterro do pai, segundo Jorge Luís, que se identificou como tio dele. Ele morava na França.

Luciana Sebá, psicóloga, neta de Roched Sebá, ex-diretor do Instituto Vital Brazil

Luigi Zortea. Prefeito de Canal San Bovo, em Trento, na Itália, Luigi Zortea também visitou o município de Gaspar (SC) para entregar doação no valor de 22,375 mil euros a um centro de apoio psicossocial às vítimas das enchentes em Santa Catarina.

Luis Cláudio Monlevad, 48, funcionário da empresa de tubulações Saint-Gobain Canalização

Luiz Roberto Anastácio. Executivo da Michelin, fabricante de pneus, de 50 anos, é presidente da empresa para a América Latina.

Kristian Berg Andersen, 37anos, norueguês, também funcionário da petrolífera norueguesa StatoilHydro.

Marcela Marques Pellizzon, 29, geóloga; viajava para fazer curso na Noruega e era funcionária da petrolífera norueguesa StatoilHydro.

Marcelle Valpaços Fonseca Lima está entre os passageiros do voo 447 da Air France. A informação foi confirmada pela Associação dos Procuradores do Rio de Janeiro.

Marcelo Parente Gomes de Oliveira

Chefe de gabinete do prefeito do Rio Eduardo Paes, Marcelo Parente Gomes de Oliveira, 38 anos, embarcou no voo AF 447 da Air France. A prefeitura informou que ele é advogado e professor de direito da PUC. Parente começou a trabalhar como assessor de Paes em 1993, na subprefeitura da Barra da Tijuca e Jacarepaguá. Casado há 7 anos, ele não tem filhos e fazia uma viagem particular com a mulher.

Marcia Moscon de Faria trabalha na Vara da Infância, Juventude e Idoso na Praça Onze, no Centro do Rio, segundo o Tribunal de Justiça. Ela viajava com duas amigas.

MARCELO OLIVEIRA

Marco Antonio Camargo Mendonça, diretor da área de manganês e ligas da Companhia Vale, tinha dois filhos

Maria de Fátima Valle, arquiteta e mãe de Paulo Valle BritoMartin, 29, médico alemão em férias no Brasil

MARIA TERESA MARQUES

Mateus Antunes, filho de Patrícia e Octavio Antunes

Moritz Kock , arquiteto alemão. Oscar Niemeyer se encontrou duas vezes na semana passada com ele. Kock fora ao Rio  discutir o projeto de um complexo aquático a ser implantado em Potsdam (Alemanha)

Nelson Marinho Filho , 40 anos mecânico de engrenagem seguia para Angola e faria uma escala em Paris

Michael Harris, americano, geólogo

Octavio Augusto Ceva Antunes, professor do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e viajou para assistir a uma palestra. Entre 2004 e 2008, ele foi consultor da Organização Mundial de Saúde (OMS) na produção de fármacos anti-HIV.

Pablo Dreyfus Pesquisador da organização não governamental Viva Rio. Ele atua em pesquisas sobre a produção de armas no Brasil e atualmente trabalhava no projeto de proteção a jovens que vivem em territórios vulneráveis.

Patrícia Nazareth Ceva Antunes , esposa do professor Octavio Augusto Ceva Antunes, da UFRJ

Paulo Valle Brito, empresário e marido de Luciana Sebá

Philipe, filho de Christine, de 5 anos

Príncipe Pedro Luis de Orleans e Bragança

A Casa Imperial do Brasil confirmou que o príncipe Pedro Luis de Orleans e Bragança, de 26 anos, embarcou no voo 447 da Air France. Filho do príncipe Dom Antonio, ele é descendente de Dom Pedro II, e era o quarto na linha sucessória do trono. De acordo com informações de Carlos Eduardo Artagão, chanceler do Diretório Monárquico do Brasil, o príncipe é formado em administração de empresas e mora em Luxemburgo, e estava no país para visitar os pais.

Rino Zandonai Diretor da Associazione Trentini Nel Mondo, o italiano Rino Zandonai veio ao Brasil para entregar uma doação a um centro de apoio psicossocial às vítimas das enchentes que atingiram Santa Catarina em novembro de 2008.

Rita Szarvas, húngara, terapeuta de um centro para crianças com problemas motores em Budapeste.

Roberto Corrêa Chem, cirurgião plástico gaúcho Roberto Corrêa Chem, de 65 anos, é diretor do banco de peles e chefe do serviço de cirurgia plástica da Santa Casa de Porto Alegre. Ele viajava com a mulher e a filha para a Grécia.

Sandrine Artiguenave, 34; francesa

Stephane Artiguenave, 35 anos, francês, vendedor da CGED

Sílvio Barbato maestro, ex-regente da Orquestra Sinfônica Brasileira e do Theatro Municipal do Rio, está entre os passageiros do voo AF 447 da Air France.

Simone Jacomo dos Santos Elias, psicóloga de 40 anos, trabalhava no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ela viajava com duas amigas.

Sonia Maria Amorim trabalha na Vara da Infância, Juventude e Idoso na Praça Onze, no Centro do Rio, segundo o Tribunal de Justiça. Viajava com duas amigas.

Soluwellington Vieira de Sá, 40 anos, Ele iria para o Egito, onde comandava um rebocador para pesquisa de petróleo. Há seis anos, revezava 45 dias de trabalhos no mar Vermelho com a rotina tranquila de Baraúna

Sonia Ferreira

SONIA MARIA CORDEIRO PORCARO

Tadeu Moraes – apreciador de musica Clássica, 65 anos, viajava para assistir concertos clásssicos na Escandinávia.

Teresinha Moreno Marques, de 66 anos.

Valnilzia Betler, 44 anos , casada com um alemão moradora em Munique

VANDERLEIA CARRARO

Vera Chem mulher do cirurgião Roberto Chem, Vera Chem, 63 anos, é psicóloga. Ela voava com o marido e a filha para a Grécia. O casal tem outros dois filhos, de 38 e 30 anos.

VERONICA IVANOVITCH

WALTER CARRILHO JUNIOR

Zoran Markovic, 45 anos ,croata

%d blogueiros gostam disto: