Arquivos da Categoria: Moda

Saramello retrata Frida Kahlo beijando Amy Winehouse

 Via ÉPOCA/SP – Isadora Attab
Lady-Fridoca-Gaga – para Vogue, Saramello

A exposição “¿Y si fuera hoy?” surgiu a partir de um sonho da artista plástica Saramello: em meio a um cenário apocalíptico, ela foi resgatada por Frida Kahlo. Ela decidiu, então, trazer sua maior fonte de inspiração para os dias de hoje. “Tentei incorporar a personalidade dela e imaginar: o que essa mulher estaria fazendo?”, diz Saramello.

Saramello estudou a vida da mexicana, conhecida por seu temperamento forte e ideias de vanguarda, e é fã confessa da pintora. “Tenho muita identificação com a pessoa, mais do que com a obra”. Tanto é que já viraram íntimas: para ela, Frida é apenas “Fridoca”.

Em suas várias “Fridocas”, Saramello brinca com cores e texturas. São telas, murais, tênis, toy arts e pôsteres de estilo autêntico, que retratam o espírito inquieto e provocador de Frida em situações contemporâneas. Ela não perdoou nem Amy Winehouse: na imagem exclusiva cedida à Época SÃO PAULO, as polêmicas artistas compartilham um beijo. Segundo Saramello, esse é o tipo de atitude chocante que se poderia esperar de Frida: “Não ia ter Lady Gaga para ofuscar essa mulher!”.

Na mostra em cartaz na Urban Arts de 14 a 24 de setembro, o público poderá ver Frida Kahlo posando para capas de revistas e participando de uma propaganda de lâmina de barbear, entre outros trabalhos inéditos. Tudo para incentivar o espectador a pensar: o que ela estaria fazendo hoje?

Fridoca não escapa do selinho de Amy – Saramello

Exposição ¿Y si fuera hoy? , Saramello. De 14 a 24 de setembro. Urban Arts, Rua Oscar Freire, 156, Jardins. Segunda à sexta-feira, das 10 às 19h, sábado das 10h às 18h.

Biografia: Coco Chanel era espiã nazista

NOVA YORK (Reuters) – Um novo livro sobre a vida de Coco Chanel publicado nos Estados Unidos na terça-feira tem como objetivo fortalecer os argumentos de que a estilista francesa colaborou com os nazistas durante a Segunda Guerra Mundial como uma espiã de codinome “Westminster”.

O livro “Sleeping With The Enemy: Coco Chanel’s Secret War” (Dormindo Com o Inimigo: a guerra secreta de Coco Chanel) do jornalista norte-americano Han Vaughan, que trabalha em Paris, alega não apenas que a estilista foi amante do oficial alemão Hans Gunther von Dincklage, história que já foi muito documentada, mas que os dois eram espiões que viajavam para missões em Madri e Berlim.

O livro também defende que Chanel era profundamente antisemita.

“Vaughn revela que Chanel era mais do que uma simpatizante e colaboradora nazista. Ela era um agente nazista oficial trabalhando para Abwehr, a agência de inteligência militar da Alemanha”, disse a editora Alfred A. Knopf em comunicado.

Mas uma representante da grife Chanel expressou dúvidas na terça-feira sobre as alegações contidas no livro.

“O que é certo é que ela tinha um relacionamento com um aristocrata alemão durante a guerra. Claramente não foi o melhor período para se viver uma história de amor com um alemão, mesmo se Baron von Dincklage era inglês por parte de mãe e ela (Chanel) o conhecia desde antes da guerra”, disse o grupo Chanel em comunicado.

A grife também contestou a alegação de que a estilista era antisemita, dizendo que Chanel não teria tido amigos judeus ou ligações com a família Rothschild se fosse.

Mas o livro se fundamenta em arquivos ingleses, britânicos, alemães e norte-americanos para afirmar que Chanel, cujo estilo inspirado na moda masculina a impulsionou para se tornar uma das figuras mais influentes da moda, participou de missões com Dincklage e outros para ajudar a recrutar novos agentes dispostos a servir à Alemanha.

O livro afirma que o número dela de agente de Abwehr era F-7124 e o codinome era “Westminster”, inspirado no duque de Westminster com quem ela teve um caso. Ela morreu em Paris em 1971, aos 87 anos.

Chanel tem sido alvo de especulações sobre o fato de ter sido uma espiã, mas foi libertada depois de ser interrogada sobre seus laços com a Alemanha nazista por um juiz na França. O livro publica alguns trechos de seu depoimento no tribunal.

(Reportagem de Christine Kearney e Leigh Thomas)

Amy Winehouse terá sua terceira coleção lançada

Tá no Blog Glamurama:

Memória

Acabou a espera! Em comunicado oficial, a marca Fred Perry anunciou, na manhã desta segunda-feira, que vai lançar a terceira coleção criada por Amy Winehouse.

A família da cantora liberou a venda da linha, e, olha só que bacana, todos os lucros serão revertidos para a Amy Winehouse Foundation, que será criada para ajudar crianças e jovens. “A marca veio até nós e perguntou se a família gostaria que a coleção fosse lançada. Na hora, respondemos que sim, que o mais natural seria continuar e lançar oficialmente essas peças criadas por nossa filha”, disse Mitch Winehouse.

As peças devem chegar às lojas no fim deste ano, e os fãs não devem deixar nada nas prateleiras.

Amy Winehouse: liberada a terceira coleção criada pela cantora em parceria com a Fred Perry!
Foto: Divulgação

Arezzo recolhe produtos após protestos na web

Após lançar sua coleção de inverno, que conta com peças fabricadas a partir de pele de animais, a Arezzo enfrentou protestos de usuários do Twitter e decidiu retirar os produtos das lojas.

Após reclamações e ameaças de boicote à marca nas redes sociais Twitter e Facebook, a Arezzo decidiu tirar de circulação os acessórios da coleção Pelemania de inverno que têm como matéria-prima peles verdadeiras de animais, principalmente de raposa.

“A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios”, afirma a marca em comunicado divulgado na tarde desta segunda-feira (18/4).

Mesmo assim, a empresa afirma que suas peças são “devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão”.

“Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa”, acrescenta o comunicado.

De acordo com o documento divulgado em sua página no Facebook, a Arezzo disse que irá recolher os produtos que geraram tanta controvérsia em “respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais”.

Apenas os produtos produzidos com peles sintéticas devem continuar nas lojas.

A hashtag (termo utilizado no Twitter com o símbolo #) #arezzo era o segundo assunto mais comentado do Brasil na tarde de hoje.

Na BM&FBovespa, as ações da companhia (ARZZ3) registravam baixa, com queda de 0,28%, cotadas a R$ 24,88.

Uma Top Model só ossos

Está dando o que falar nos Estados Unidos a  excessiva magreza da top Candice Swanepoel, exclusiva da Victoria’s Secret – uma das mais famosas grifes de lingerie do mundo, o que torna a coisa ainda mais irônica.

Na foto, ela está entre as brasileiras Adriana Lima e Alexandra Ambrósio, que parecem obesas ao lado da esquálida Candice.

Um integrante da equipe da grife revelou ao site E!Online que o futuro da moça na marca é incerto em decorrência da sua excessiva magreza.

As atenções se voltaram para ela após um ensaio fotográfico feito em Los Angeles, na última quarta-feira (31), onde a foto de biquíni demonstrou um corpo muito mais esguio do que o habitual.

A top brasileira Alessandra Ambrósio também já colocou seu contrato em risco ao aparecer muito magra. Já Jessica White, outra angel, disse que os seus contratantes sempre se sentiram satisfeitos com a aparência forte e saudável. “Eu tenho curvas e eles adoram isso. A Victoria’s Secret representa todas as mulheres, o que significa todas as formas e pesos”, concluiu.

Há dois meses, Swanelpoel ainda sustentava uma forma saudável, estrelando a campanha de Dia dos Namorados da marca.

Anna Ramalho e agencias

Conar libera comercial Patrulheiro da Havaianas

O Conar rejeitou uma ação de dois consumidores contra a campanha Havaianas – Patrulheiro. No anúncio de TV, o ator Henri Castelli é flagrado por um guarda dirigindo de chinelo. Segundo a denúncia, a propaganda pregava o desrespeito à legislação de trânsito. O bom senso prevaleceu e o Conar arquivou o processo.

E dirigir descalço? É permitido?
Uma questão que faz parte da cultura popular é a permissão ou não para dirigir descalço. Pois saiba que qualquer condutor pode dirigir sem sapatos. É permitido dirigir descalço tanto na estrada quanto na cidade. O Código de Trânsito Brasileiro não faz nenhuma menção explícita sobre esse assunto. No artigo 252 é destacado apenas que é proibido dirigir usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa o uso dos pedais, como chinelo de dedo, tamancos ou outro calçado que não tenha as tiras presas atrás dos calcanhares. Quem é pego dirigindo de chinelos recebe 4 pontos na CNH e paga multa de R$ 85,13.

Lauro Jardim/Veja

Morre modelo famosa pela luta contra anorexia

Isabelle Caro, ex-modelo e atriz francesa que foi lançada à fama após se deixar fotografar nua em uma campanha contra a anorexia, doença de que sofria, morreu no último dia 17 de novembro, aos 28 anos.

“A atriz francesa, sempre presente na mídia por sua luta, faleceu no mês de novembro na maior discrição possível”, revelou o jornal suíço.

Seu namorado, o cantor suíço Vincent Bigler, confirmou a morte de Caro, esclarecendo que ocorreu no dia 17 de novembro.

“Foi hospitalizada durante 15 dias por um problema no pulmão e ultimamente estava muito cansada, mas não sei a causa da morte”, declarou o cantor.

Natural de Marselha (sul da França), Isabelle Caro posou para o famoso fotógrafo italiano Oliviero Toscani para uma campanha organizada pela marca de roupas italiana “No-I-ita”, com o objetivo de mostrar as graves consequências de uma doença da qual ela mesma sofria desde os 13 anos.

“A magreza dá origem à morte e é tudo, menos beleza, é o contrário”, dizia Caro, esperando que as meninas jovens entendessem, com a dureza de sua imagem, a realidade escondida por trás das revistas de moda.

Ela queria “despertar as consciências” sobre uma doença que atinge muitas modelos. “Esta foto, sem batom ou maquiagem, não me dá nenhum valor. A mensagem é forte: tenho psoríase, o peito caído, um corpo de pessoa mais velha”, declarou Caro para justificar sua iniciativa.

Isabelle Caro era anoréxica desde os 13 anos. Em 2006, entrou em coma ao pesar apenas 25 kg e medir 1m65. Mas estava decidida a superar a doença: no início de 2010, anunciou que havia alcançado os 42 kg.

A campanha trouxe à tona as condições sofridas por muitas modelos no mundo da moda, e alguns profissionais se comprometeram a não aceitar modelos muito magras.

Entretanto, apenas Espanha recorre a uma norma obrigatória. Na França, Itália, Estados Unidos e Grã-Bretanha há uma autorregulação, mas não é obrigatória.

Lady Gaga no frio de Paris sem calças



Foi-se o tempo em que para fazer sucesso o artista deveria ter só talento, sorte e disciplina.

A cantora Lady Gaga, 24 anos, enfrentou as temperaturas abaixo de zero de Paris ao sair sem calças pelas ruas nesta quarta-feira, informou o site MailOnline.

Lady Gaga foi às compras usando lingerie, botas, jaqueta preta e óculos escuros.

A cantora se apresentou na noite de terça na cidade, após ter cancelado a apresentação de domingo por conta do mau tempo.

Miss Universo 2011 será no Brasil

Jimena Navarrete, Miss México, foi eleita a nova Miss Universo 2010

Jimena Navarrete, Miss México, foi eleita a nova Miss Universo 2010

O maior concurso de beleza do mundo acontecerá no Brasil em 2011. Foi confirmado na tarde desta quinta-feira, dia 16, que o Miss Universo será realizado em São Paulo, no dia 12 de setembro, com transmissão exclusiva da Band.

O anúncio foi feito nos Estados Unidos pelo presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, João Carlos Saad, e por Donald J. Trump, dono do concurso, após assinatura do contrato em Nova York.

Além de transmitir o Miss Universo para cerca de 200 países em parceria com a Universal/NBC, a Band será responsável pela organização do evento. “O Brasil está se transformando rapidamente numa economia poderosa e é um ótimo lugar para negócios. Nessa década, o Brasil será sede dos três maiores e mais vistos eventos do mundo: a Copa do Mundo, as Olimpíadas e agora o Miss Universo”, concluiu Donald Trump.

“Achamos que tem tudo a ver com o Brasil, estamos ansiosos para mostrar para as participantes e aos quase 200 países que assistem o concurso a cada ano, a bela cultura brasileira”, afirmou João Carlos Saad.

O evento

Participantes de mais de 80 países do mundo viajarão pelo Brasil por quase um mês em atividades que serão mostradas ao vivo. Elas serão julgadas em três categorias, traje de banho, vestido de gala e entrevista.

Essa será a primeira vez nos 60 anos de história do  Miss Universo que ele será realizado no Brasil, quando a mexicana Ximena Navarrete, Miss Universo 2010, coroará sua sucessora. Durante seu reinado, a bela viajou pelo mundo como embaixatriz pela educação, pesquisa e legislação do HIV/Aids.

Paulo Borgia

Narcisismo deixa de ser doença

Os narcisistas, para a surpresa da maioria dos especialistas, estão quase se tornando uma espécie em extinção. Não que eles estejam encarando uma extinção iminente. O destino será muito pior. Eles ainda existirão, mas serão ignorados.

A quinta edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (previsto para ser lançado em 2013, e conhecido como DSM-5) eliminou cinco dos dez transtornos de personalidade que estão listados na edição atual.

O distúrbio de personalidade narcisista é o mais conhecido entre os cinco, e sua ausência tem causado muito alvoroço entre os profissionais da saúde.

A maioria dos leigos tem uma boa ideia do que seja o narcisismo, mas a definição formal é mais precisa do que o significado encontrado no dicionário.

Nossa imagem cotidiana de um narcisista é de uma pessoa muito egocêntrica –a conversa sempre gira em torno dela. Embora não se aplique a pessoas com DPN (distúrbio de personalidade narcisista), essa caracterização é muito ampla. Existem pessoas completamente egocêntricas que não se qualificariam no diagnóstico de DPN.

O requisito principal para o DPN é um tipo especial de autoabsorção: um senso grandioso de autoestima, um sério erro de cálculo de suas próprias habilidades e potenciais que é muitas vezes acompanhado por fantasias de superioridade. É a diferença entre dois estudantes com capacidade moderada que jogam beisebol: um é absolutamente convencido de que será um jogador da liga principal, e o outro espera por uma bolsa de estudos para cursar a faculdade.

É claro, seria prematuro chamar o primeiro estudante de narcisista nesta idade, mas imagine o mesmo tipo de atitude incessante e irrealista dez ou 20 anos mais tarde.

O segundo requisito para o DPN: visto que o narcisista é tão convencido (a maioria são homens), ele automaticamente espera que os outros reconheçam e falem sobre as suas maiores qualidades. Isso é geralmente conhecido como “espelhamento”. Ele não se contenta em saber que é bom. Os outros devem confirmar isso, rápido e com frequência.

Finalmente, os narcisistas, que desejam a aprovação e a admiração dos outros, não têm noção sobre como as coisas parecem da perspectiva dos outros. Os narcisistas são muito sensíveis ao serem ignorados ou menosprezados, mas dificilmente reconhecem quando estão fazendo isso com os outros.

A maioria de nós concordaria que este é um perfil facilmente reconhecível, e é uma incógnita o porquê o manual do comitê sobre distúrbios de personalidade decidiu tirar o DPN da lista. Muitos especialistas da área não estão felizes com isso.

Na verdade, eles também não estão felizes com a eliminação de outros quatro distúrbios, e não têm vergonha de dizer isso.

Um dos críticos mais renomados do comitê sobre distúrbios de personalidade é o psiquiatra de Harvard, John Gunderson, antigo na área, foi quem conduziu o comitê de distúrbios de personalidade para o manual atual.

Questionado sobre o que achou sobre a eliminação do DPN, ele disse que o manual apenas mostrou o quão “ignorante” é o comitê.

“Eles têm pouco conhecimento sobre o dano que podem estar causando”. Disse também que o diagnóstico é importante para organizar e planejar o tratamento.

“É perversa”, disse sobre a decisão, “e creio que é a primeira que elimina metade de um grupo de distúrbios pelo comitê”.

Ele também culpou a chamada abordagem dimensional, um método de diagnóstico de distúrbio de personalidade que é novo para a DSM. Consiste em fazer um diagnóstico global e geral do distúrbio da personalidade para um determinado paciente, e então, selecionar traços particulares de uma longa lista para melhor descrever aquele paciente específico.

Isto é um contraste com a abordagem que tem sido usada há 30 anos: a síndrome narcisista é definida por um conjunto de traços relacionados, e o paciente é classificado naquele perfil.

A abordagem dimensional tem o apelo de um pedido à la carte –você pede o que quer, nada mais e nada menos. Uma coisa é chamar alguém de elegante e bem vestido. Outra coisa é chamar de almofadinha. Cada um desses termos tem significados levemente diferentes e evoca um tipo.

E os médicos gostam de tipos. A ideia de substituir o diagnóstico padrão do DPN pelo diagnóstico dimensional como “distúrbio de personalidade com traços narcisistas e manipuladores” não vai dar certo.

Jonathan Shedler, psicólogo da Faculdade de Medicina da Universidade de Colorado, disse: “Os médicos estão acostumados a pensar em termos de síndromes, e não traços separados. Já os pesquisadores pensam em termos de variáveis, e há simplesmente uma cisma enorme”. Ele disse que o comitê foi formado “por vários pesquisadores acadêmicos que não atuam muito na prática clínica. Vemos ainda outra manifestação do que é chamado na psicologia de cisma na prática da ciência”.

Cisma provavelmente não seja um exagero. Há 30 anos o DSM tem sido o padrão inquestionável que os médicos consultam ao diagnosticar distúrbios mentais.

Quando um novo diagnóstico é introduzido, ou um diagnóstico estabelecido é substancialmente modificado ou excluído, isso não é pouca coisa. Como disse Gunderson, isso afetará a maneira como os profissionais pensam e tratam seus pacientes.

Levando isso em consideração, a falta de informação dos especialistas em distúrbios de personalidade não deverá ser novidade.Gunderson escreveu uma carta coassinada por outros pesquisadores e médicos à Associação Psiquiátrica Americana e à força-tarefa que dirige a DSM-5.

Além disso, Shedles e sete colaboradores publicaram um editorial na edição de setembro da Revista Americana de Psiquiatria.

Em um mundo relativamente pequeno de diagnósticos de saúde mental, esta é uma batalha que certamente vale a pena assistir.

Agora, está claro que é muito cedo para os narcisistas desistirem do seu lugar na lista.

 

O que é Narcisismo:

Narcisismo descreve a característica de personalidade de paixão por si mesmo.

A palavra é derivada da Mitologia Grega. Narciso era um jovem e belo rapaz que rejeitou a ninfa Eco, que desesperadamente o desejava. Como punição, foi amaldiçoado de forma a apaixonar-se incontrolavelmente por sua própria imagem refletida na água. Incapaz de levar a termos sua paixão, Narciso suicidou-se por afogamento.

Freud acreditava que algum nível de narcisismo constitui uma parte de todos desde o nascimento.

Andrew Morrison afirma que, em adultos, um nível razoável de narcisismo saudável permite que um indivíduo equilibre a percepção de suas necessidades em relação às de outrem.

Em psicologia e psiquiatria, o narcisismo muito excessivo é o que dificulta o individuo a ter uma vida satisfatória, é reconhecido como um estado patológico e recebe o nome de Transtorno de personalidade narcisista. Indivíduos com o transtorno julgam-se grandiosos e possuem necessidades de admiração e aprovação de outras pessoas em excesso.

CHARLES ZANOR
DO “THE NEW YORK TIMES”

Charles Zanor é psicólogo em West Springfield, Massachusetts, EUA.

%d blogueiros gostam disto: