SAÚDE: Novembro Azul contra o câncer de próstata.


 

Depois da campanha Outubro Rosa, que buscou alertar a população – em especial a feminina – sobre a importância de se prevenir contra o câncer de mama, chegou a vez de voltar as atenções para a saúde do homem. Para tanto, foi criado o movimento Novembro Azul.

Assim como no Outubro Rosa, o câncer continua sendo o foco das ações. Mas dessa vez o alvo é o câncer de próstata, uma glândula que só o homem possui e se localiza na parte baixa do abdômen. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Ele ainda representa cerca de 10% do total de cânceres no mundo.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2010 o País registrou 12.778 casos de morte pela doença, e os números para 2012 também são altos. Estima-se que, este ano, os tumores atinjam 60.180 brasileiros. Daí a importância de promover a conscientização a respeito da doença.

Diagnóstico

Como acontece com a maior parte dos cânceres, o câncer de próstata tem evolução silenciosa em sua fase inicial. Segundo o Inca, muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata. Entre eles estão a dificuldade de urinar ou a necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite.

Devido a essa ausência de sintomas, é fundamental a realização de exames periódicos para a detecção precoce da doença. Para diagnosticá-la, indica-se a realização de exame físico (toque retal) e laboratorial (dosagem do PSA) a partir dos 50 anos. Já os homens que possuem parentes diagnosticados com câncer de próstata antes dos 65 anos devem começar o acompanhamento médico e laboratorial aos 40 anos.

Previna-se!

A idade é um fator de risco importante para o câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. Por isso, é considerado um câncer da terceira idade.

Mas a prevenção contra a doença deve começar já na juventude, com o desenvolvimento de um estilo de vida saudável. De acordo com o Inca, uma dieta rica em frutas, verduras, cereais integrais e com menos gordura ajuda a diminuir o risco de câncer. Outros hábitos saudáveis recomendados são: realizar atividade física diariamente, manter o peso adequado, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Contudo, é bom destacar que os fatores hereditários têm forte influência. Pai ou o irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, por exemplo, pode aumentar em 3 a 10 vezes o risco de se ter a doença.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Marketing / Assefaz

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: