Arquivo do dia: agosto 28, 2012

Alemanha: Facebook contra a parede

O maior grupo de defesa do consumidor da Alemanha considera que o Facebook está violando leis de privacidade do país com a nova central de aplicativos (App Center) e fixou um prazo para que a rede social corrija suas práticas antes que enfrente um novo processo. A comissão alemã disse na segunda-feira que a rede social estava fornecendo dados dos usuários por meio do seu novo centro de aplicativos sem notificar as pessoas. Um processo será movido contra o Facebook se o site não solucionar o problema até 4 de setembro, disse um porta-voz da Federação da Alemanha para o Consumidor.

O App Center foi lançado no início de junho para ajudar os usuários a encontrar o que desejam de forma rápida. Na central estão listados centenas de jogos e outros softwares com funções sociais que utilizam conexão com o Facebook. O App Center está disponível através do site para desktops e também em dispositivos móveis equipados com os iOS (Apple) e Android (Google), além do próprio aplicativo do Facebook.

O caso surge poucas semanas após o comissário do escritório de proteção de dados de Hamburgo dizer que iria reabrir uma investigação sobre as políticas do Facebook para a marcação de fotos, retenção e exclusão de dados além do controle que os usuários tem sobre as informações fornecidas ao site. Em outras palavras, o comissário quer que a companhia apague dados biométricos dos rostos de seus usuários guardados em seus centros de dados que ajudam a identificar pessoas.

Há dois anos atrás, os alemães, temendo uma invasão de privacidade em razão da memória da Gestapo nazista e da polícia secreta da Alemanha Oriental Stasi, pediram que as suas casas fossem removidas do Google Street View. A aplicação do Google permite visualizar no Google Maps mapas e paisagens das ruas, além de fazer “passeios virtuais” .

 

O Globo

 

Nova Lei de TV a Cabo Aquece Mercado Audiovisual

A Lei 12.485, que obriga as operadoras de TV a Cabo a veicular, nesse primeiro momento, uma hora e dez minutos por semana de conteúdo independente nacional em horário nobre, entra em vigor no próximo domingo e já começa a aquecer o mercado audiovisual brasileiro. O espaço aberto pela nova Lei gerou demandas para as produtoras espalhadas pelo Brasil, gerando emprego para os profissionais de comunicação.

 

Produtoras como a LC Barreto e a Giros,  ambas do Rio de Janeiro, aumentaram consideravelmente sua produção. A LC Barreto, inclusive, acabou de montar um departamento específico para trabalhar projetos para a TV enquanto a Giros teve que aumentar sua equipe em cerca de 30%.

 

– Tivemos que contratar mais pessoal para atender a demanda. Costumávamos desenvolver e produzir uma média de dez produtos por ano; hoje temos cerca de 35, em diferentes estágios de realização — diz Belisário Franca, diretor artístico da Giros.

 

A produtora, com sede no Largo do Machado, está produzindo a segunda temporada da série “Detetives da História” para o Hirstory Channel e, de acordo com seu diretor artístico, graças a nova lei teve quadruplicada sua produção e seu desenvolvimento de conteúdo.

 

De acordo com a lei, até 2014 as emissoras vão ter que atingir três horas e meia de produção nacional no horário nobre. Essa nova regra está provocando mudanças de hábitos nas empresas do ramo, impulsionando o mercado audiovisual brasileiro não apenas no eixo Rio-São Paulo.

 

Beneficiados pela lei, que também determina que 30% da produção seja regionalizado, o Polo Audiovisual do Recife começa a se preparar para receber maiores demandas assim como a Fundação Joaquim Nabuco está criando cursos para capacitação de profissionais para o mercado que se encontra em franco crescimento.

 

Muito combatida pelos empresários da TV a Cabo, em especial pela SKY que fez propaganda usando os jogadores de Vôlei para tentar jogar os cidadãos contra a medida, a Lei 12.485 representou uma nova vida para a produção audiovisual brasileira e, abre um novo horizonte para o setor que não tende a crescer e se desenvolver nos próximos anos.

%d blogueiros gostam disto: