Descoberto roteiro inédito de Charlie Chaplin sobre a vida do bailarino Nijisnsky


Vaslav Nijinsky visita Charles Chaplin

A Cinemateca de Bolonha, na Itália, acaba de encontrar um manuscrito inédito de Charles Chaplin (1889-1977) no qual o gênio britânico apresenta um filme baseado na vida do bailarino russo Vaslav Nijinsky (1890-1950), que ele conheceu em Los Angeles, em 1917.

A alegria dos pesquisadores — que procuravam informações sobre “As luzes da cidade”, por conta do seu aniversário de 60 anos — se transformou em nostalgia quando eles notaram que Chaplin havia terminado o argumento para outra grande obra… que ele nunca chegou a filmar.

Ao longo de quatro páginas, amareladas pelo tempo, Chaplin esboça a história.
“O tema principal dessa obra é o fato de que uma carreira não envolve a realização dos desejos do homem, apenas um caminho que conduz ao seu destino”.
Logo, Chaplin traça as características principais do protagonista, que pretende chamar de Naginsky, e seria acompanhada de uma esposa, um velho amigo e um antigo colega de profissão. A íntegra do manuscrito pode ser lida nesse link (em inglês).

“Naginsky”, diz o manuscrito, “o grande gênio do balé russo, era um homem simples, tímido e com dificuldades para se expressar, de origens humildes. Era filho de um sapateiro, pobre, que não pôde dar-lhe a educação que desejava. Com isso, Naginsky se tornou uma pessoa tímida e com dificuldades para se expressar, pois tinha consciência de sua gramática e do som pouco musical de sua voz…”.

A descoberta da Cinemateca de Bolonha surge após uma década de pesquisas nos arquivos e anotações do artista. Todas as informações serão reveladas nesta sexta-feira, mas o jornal La Repubblica adiantou em seu site alguns detalhes, além de quatro fotografias inéditas do cineasta ao lado de Buster Keaton.

Chaplin e Nijinsky se conheceram em 1917, quando o bailarino visitou os estúdios do cineasta em Los Angeles durante as gravações de “Rua da Paz”. De origem polonesa, Nijinsky era também coreógrafo e famoso por ser um dos poucos em sua época que conseguia usar sapatilhas de ponta.

OGLOBO

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: