Unificação do DDD pode cortar tarifas interurbanas em até 83%.


 

Proposta do Ministério das Comunicações é de que não haja interurbano entre cidades com o mesmo DDD, a exemplo do que ocorre no sistema de telefonia móvel. Empresas são contra

O pacote do Ministério das Comunicações que prevê redução do número de áreas de chamadas de longa distância pode reduzir o valor da tarifa em até 83,95%. A medida do governo federal estabelece diminuição das áreas de DDD, de 4,2 mil para apenas 67, em todo o país. Na prática, as operadoras eliminariam a cobrança de interurbano de ligações feitas para cidades de mesmo código de área. Com isso, haveria redução drástica do custo do serviço para o consumidor. Por exemplo, a tarifa cobrada em horário comercial para cidades distantes mais de 300 quilômetros hoje é de R$ 0,62 e, com a mudança, passaria a ser cobrado apenas o valor de ligação local, ou seja R$ 0,10, segundo valores estipulados pela Oi – líder no mercado fixo – para seus assinantes.

A novidade, prevista para começar no último trimestre deste ano, equipara o modelo da telefonia fixa ao que é válido para o sistema móvel. Apesar de no papel existirem somente 67 códigos de DDD, na prática a Anatel estabelece cobranças diferenciadas de acordo com a distância.

Horário e distância

Os valores tarifários das chamadas à distância são estabelecidos de acordo com dois parâmetros: distância e horário da chamada. Para cada um dos quesitos existem quatro diferenciações. Assim, a planilha de chamadas da Anatel tem 16 tipos de preços diferentes para o estado. A tarifa diferenciada, cobrada de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e de 14 às 18h, teria redução de 79,76% até 86,28% para assinantes da Oi. A menor variação é válida para chamadas entre cidades distantes entre 50 e 100 quilômetros, enquanto a maior, praticada para municípios com distância superior a 300 quilômetros. No caso de ligações entre cidades com até 50 quilômetros de distância, o custo se manteria estável.
No caso da Embratel, a tarifa no plano Livre Pré cairia de R$ 0,63 para R$ 0,19, ou seja redução de 69,85%. A companhia mantém seis planos com tarifas variadas, mas somente no chamado Livre Pré existe variação entre o preço da chamada local e do interurbano. Nos demais, o custo equivale-se para ligações para dentro ou fora do estado.

Paulo Henrique Lobato/Luiz Ribeiro http://www.EM.com.br

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: