Joalheria Natan entra em processo de recuperação judicial


A 7ª Vara Empresarial do Rio deferiu, na segunda-feira da semana passada, pedido de recuperação judicial da joalheria carioca Natan, que tem dívidas de R$ 15 milhões.

Entre os credores estão os bancos Itaú, Safra, Bradesco e Rendimento. A Natan também tem dívidas trabalhistas, locatícias e com fornecedores.

De acordo com André Chame, advogado da Natan, as dificuldades financeiras da empresa se agravaram no último ano, como consequência da crise mundial e do aumento do preço do ouro.

A Natan tem seis lojas — quatro no Rio, uma em Belo Horizonte e outra em Porto Alegre. Uma unidade em Curitiba teve que ser fechada recentemente e outras lojas fecharam as portas desde o ano passado. Além disso, o prédio que pertencia à Natan, na rua Vinicius de Moraes, em Ipanema, teve que ser vendido.

A empresa afirmou, em seu pedido de recuperação, que o ativo da empresa estava “engessado” por travas bancárias, que bloqueavam grande parte de seu faturamento. No dia 1º, o juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio, concedeu liminar para que os bancos deixem de reter os créditos disponíveis nas contas bancárias da empresa, liberando sua movimentação.

A tradicional joalheria pertence ao polonês Natan Kimelblat, de 89 anos, e a sua esposa, Anny. Eles fundaram a primeira loja no Rio em 1956.

A empresa tem 60 dias para apresentar seu plano de recuperação.

Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2707162/joalheria-carioca-natan-entra-em-processo-de-recuperacao-judicial#ixzz1xWSQuUeH

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: