SAÚDE: Consumo de café reduz o risco de morte, aponta novo estudo


Um estudo publicado na edição de 17 de maio do New England Journal of Medicine mostrou uma relação inversa
entre consumo de café e risco de morte por doença cardíaca, respiratória, acidentes, diabetes e infecções. Os
resultados mostraram ainda que quanto maior o consumo de café, menor o risco de morte por estas causas.

No estudo, os autores cruzaram as informações de mais de 400 mil participantes de outro amplo estudo americano,
o National Institutes of Health (NIH)–AARP Diet and Health Study, com dados de mortalidade obtidos em média
14 anos depois. As informações alimentares e de hábitos de vida dos participantes foram obtidas através de
questionários e incluíam a quantidade de café consumida diariamente e o tipo de café (cafeinado ou descafeinado).

Após ajuste para diversas variáveis, incluindo tabagismo, consumo de álcool e índice de massa corporal, o consumo de
café se mostrou inversamente proporcional ao risco de morte. Em relação a homens e mulheres que não consumiam
café, aqueles que consumiam 3 ou mais copos* ao dia apresentaram redução de 10% no risco de morte. Apesar de
não ter sido encontrado uma associação entre café e risco de morte por câncer entre mulheres, homens que consumiam
mais de 6 copos ao dia tiveram um discreto aumento no risco da doença.
Todas as análises do estudo excluíram o efeito de fatores potenciais de confusão como tabagismo ou obesidade,
portanto a associação observada entre consumo de café e mortalidade se deve unicamente ao efeito da bebida. Porém,
uma observação interessante do estudo foi que o grupo que consumia mais café também apresentava hábitos de vida
menos saudáveis com maior consumo de cigarro, bebidas alcoólicas (>3/dia) e carne vermelha, menos atividade física
vigorosa e menor consumo de frutas, verduras e carne branca.

Dois terços dos participantes que consumiam café declararam tomar a bebida cafeinada, mas na análise final, o
consumo de café descafeinado também resultou em um risco menor de morte.
* No estudo, o parâmetro utilizado foi a quantidade de café medida por copo (250 mL) que comporta uma quantidade
um pouco maior do que uma xícara (240 mL).
Título original: Association of Coffee Drinking with Total and Cause-Specific Mortality
Periódico: The New England Journal ofMedicine
Autor(es): Freedman ND, et al.
Tipo de Estudo:Retrospectivo

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: