Chrysler voltará a fazer carros no Brasil


A Chrysler voltará a produzir veículos no Brasil. O investimento poderá ser feito dentro de uma fábrica da Fiat, empresa que assumiu o controle da montadora americana depois que o governo dos EUA concedeu um empréstimo bilionário para salvá-la da falência. Os detalhes da operação dependem, agora, da política industrial a ser fixada no novo regime automotivo, segundo Sérgio Ferreira, o executivo escolhido pela Fiat para comandar a Chrysler no país.

A expansão da Fiat, agora com a Chrysler, é mais um passo no plano de Sérgio Marchionne, presidente mundial do grupo, de buscar alternativas à crise na Europa e estar entre os maiores fabricantes de veículos mundiais.

A opção pela produção local não só atende ao mercado doméstico em expansão como responde à pressão do governo federal para reduzir a importação. Ferreira, porém, não dá pistas sobre as características dos veículos que serão fabricados nem do volume de produção.

Uma das ações mais importantes para preparar a chegada da Chrysler – cercada de discrição – foi a recente abertura de dois centros de distribuição de peças de reposição, em Louveira (SP) e Buenos Aires. Com espaço para o armazenamento de componentes, a marca toma fôlego para o passo seguinte, a expansão da rede de concessionárias.

Há hoje no Brasil 33 pontos de venda da marca. O plano de expansão prevê 50 ainda em 2012 e de 100 a 120 até 2014, quando a nova linha de produção deve estar em operação. É também em 2014 que está prevista a inauguração da linha de produção da Fiat em Goiana (PE), um empreendimento de R$ 4 bilhões que pode ser o destino do investimento da Chrysler. Acomodar lá a produção de um ou dois modelos Chrysler na gigantesca área, de 1,2 mil hectares, é mais simples do que encaixar essa atividade na fábrica em Betim (MG), várias vezes reformulada para ampliar a produção. A localização no Nordeste também simplificaria o intercâmbio comercial com a região do Nafta, velho sonho da Fiat.

A Chrysler faz sua terceira tentativa no Brasil. Entre 1998 e 2001, como parte da Daimler, produziu a picape Dakota. Sua primeira fábrica no país foi inaugurada na década de 60.

Valor

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: