Casas Pernambucanas acusada de trabalho escravo


O Ministério Público do Trabalho propôs ação civil pública de R$ 5 milhões contra a Casas Pernambucanas. Pede indenização por suposto uso de trabalho análogo ao escravo, em sua maioria o de bolivianos.

A investigação começou em 2010, e a empresa recebeu 41 autos de infração, entre eles degradação do ambiente, jornada exaustiva de trabalho e servidão por dívida.

Segundo o MPT, a empresa não reconhece responsabilidade pelos trabalhadores. Alega que apenas compra as peças de fornecedores.

SoniaRacy/Estadao

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: