Anac e as máscaras de gás nos banheiros dos aviões


A Anac volta a discutir a instalação de máscaras de gás nos banheiros dos aviões. Desde abril, por causa de recomendação da FAA (a agência de aviação americana), as empresas aéreas brasileiras operam sem o sistema nos lavatórios. Para evitar que o oxigênio (inflamável) seja usado em ataques terroristas.

Sem a máscara, quem estiver no banheiro fica sujeito aos riscos de uma eventual despressurização em voo.

Nesse cenário, em altitude de cruzeiro (12 mil metros), um passageiro tem entre 7 e 20 segundos até começar a ser afetado pela falta de oxigenação no cérebro, que causa confusão mental, depois coma e, no limite, morte.

Audiência pública deve ser marcada para os próximos dias.

Sonia Racy

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: