Lacoste não quer ver terrorista com a sua roupa


A marca de roupa francesa Lacoste, conhecida pelo crocodilo que lhe serve de símbolo, pediu às autoridades prisionais norueguesas que impeçam o terrorista Anders Breivik, que matou 77 pessoas no dia 22 de Julho, de continuar a utilizar os seus produtos.

O terrorista de extrema-direita de 32 anos foi fotografado com um polo da Lacoste e chegou a incluir a marca francesa no seu manifesto, escrevendo que os produtos da marca francesa são ideais “para pessoas de fino gosto”, entre as quais obviamente se inclui.

Segundo o diário norueguês ‘Dagbladet’, citado pelo britânico ‘Daily Telegraph’, a Lacoste argumenta que está sofrendo danos devido à associação a Breivik. “A empresa sente que ter um homem como ele a vestir sua roupa pode danificar a reputação”, disse um porta-voz da polícia de Oslo.

Anders Breivik matou 69 jovens a tiro num acampamento da Juventude Trabalhista que decorria na ilha de Utoya, junto a Oslo, pouco depois de provocar a morte a outras oito num atentado a bomba na capital norueguesa.

Diário da Manhã/Portugal

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: