Arquivo do dia: julho 28, 2011

Pearl Jam : iniciam as vendas de ingressos

Crédito: Divulgação.

Iniciam as vendas para Pearl Jam
 
Eddie Vedder e sua turma voltam a Porto Alegre para comemorar seus 20 anos de sucesso. O Pearl Jam encerra a turnê brasileira na capital gaúcha no dia 11 de novembro, no Estádio Zequinha. Formado em Seattle, Washington, o grupo é considerado uma das bandas-chave do movimento grunge surgido na década de 90. Durante toda carreira o grupo já vendeu mais de 30 milhões de disco nos EUAs e cerca de 60 milhões ao redor do mundo.
Os ingressos para este show estarão à venda a partir de segunda-feira, 01 de agosto, pelo site www.ticketsforfun.com.br, pelo telefone 4003-5588 e na Multisom, da Rua dos Andradas. Mais informações sobre a turnê serão divulgadas em breve. A realização é da Time For Fun e da Hits Entretenimento.
 
PEARL JAM
11 de novembro
21h
Estádio Zequinha
VALORES DE INGRESSOS
Arquibancada – R$ 150,00
Pista – R$ 180,00
Cadeira – R$ 200,00
Obs.1: 50% de desconto para idoso, mediante apresentação de documentação, no ato da compra e no acesso ao evento.
Obs.2: 25% desconto para os 100 primeiros titulares do Cartão do Clube do Assinante ZH e 10% para os demais com acompanhante, nos ingressos de Pista. Somente na Multisom.
PONTOS DE VENDA
– Multisom (Rua dos Andradas, 1001 – Centro – Porto Alegre): horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 11 às 19h, e sábado, das 9h às 17h. Sem taxa de conveniência.
Central Tickets For Fun: venda pelo telefone 4003-5588 com entrega em domicílio, de segunda a sábado, das 9h às 21h. Com taxas de conveniência e de entrega.
Pela Internet: http://www.ticketsforfun.com.br , com entrega em domicílio. Com taxas de conveniência e de entrega.
Serviço de Atendimento ao Consumidor: 4003-6464 e 51 3333-5511

Repórter da Globo acusado de copiar trabalho escolar ganha na justiça

Repórter da Globo ganha briga no Twitter

Tá no Blog Maria da Penha Neles:

O Twitter é uma rede social livre, em que as pessoas podem expor suas opiniões, incentivar protestos, criticar famosos ou próximos e até ofender outros usuários, se escondendo no “anonimato” que a internet trás. Porém, nem tudo se resolve por lá.

O repórter da Rede Globo Geneton Moraes Neto venceu, pela Justiça do Rio de Janeiro, um processo contra um usuário do microblog, que o acusou de ter roubado de um trabalho de conclusão de curso de alunos de jornalismo as perguntas de uma entrevista que ele fez com o cantor Geraldo Vandré, em setembro do ano passado. O autor da acusação não foi identificado.
Em seu blog, onde Geneton descreve o caso com detalhes, o jornalista comemorou a decisão da justiça carioca. “(…)Como se, depois de quase quarenta anos de profissão, eu precisasse recorrer a um trabalho escolar para fazer as perguntas de uma entrevista! Comecei a trabalhar cedo, aos dezesseis anos de idade, em 1972. Perdi a conta das entrevistas que fiz (…) Nunca – repito: nunca, jamais, em tempo algum – fui acusado de falta de ética ou de imprecisão ou de ‘roubar’ o que quer que seja”.
O autor da acusação se defendeu afirmando que estava sendo solidário com uma amiga. Mas a reposta não colou. O usuário foi condenado a pagar vinte horas de serviços comunitários em uma das instituições cadastradas no Quarto Juizado Especial Criminal ou a pagar uma quantia de R$ 600 para a Justiça repassar a uma destas instituições, valor que o repórter achou baixo.
Ao comemorar a decisão da justiça, Geneton alertou a todos os usuários do Twitter e das demais redes sociais. “Atenção, todos os carros; atenção, twitteiros, facebookeiros, blogueiros, orkuteiros: a tribuna da Internet é livre, mas, quando forem escrever, meçam as palavras, como fazem jornalistas responsáveis. Ou então tratem de ir preparando os cheques: as instituições de caridade cadastradas na Justiça vão agradecer penhoradamente a ajuda, ainda que forçada”.
%d blogueiros gostam disto: