Jornal judeu usou photoshop para apagar Hillary Clinton da sala


Hillary Clinton foi literalmente expulsa pelo jornal judeu Der Tzitung da ‘Situation Room’, sala onde o alto escalao da segurança dos EUA assistiu ao vivo aos ultimos momentos da caça a Osama Bin Laden. Nao só ela como Audrey Tomason, diretora de contraterrorismo, que aparecia mais atrás na foto oficial divulgada pela Casa Branca – compare as imagens abaixo.

Segundo o site Jezebel, o jornal nunca publica intencionalmente fotos de mulheres porque elas podem ser consideradas “sexualmente sugestivas” (!)

BlueBus

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Comentários

  • PAULINHO  On maio 9, 2011 at pm:59 pm

    Que chique esse pessoal…
    http://www.pernadepautupa.wordpress.com

  • Daniel Alves de Souza  On maio 9, 2011 at pm:52 pm

    Isso demonstra a igualidade entre judeus e muçulmanos quando o assunto é discriminação às mulheres. Os judeus deveriam lembrar o que aconteceu com eles (discriminação)durante a 2ª Grande Guerra Mundial e, nunca mais,aceitar ou praticar qualquer ato de discriminação. Mulher, para eles, só serve para procriar. Não tiveram nem respeito e nem consideração pela Ministra Americana,o país que os sustenta financeiramente.Imagine, com as demais mulheres. É lamentável!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: